História Minha Obsessão - Jikook - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, EXO
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Jikook, Namjin
Visualizações 141
Palavras 1.275
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal. Voltei trazendo mais um capítulo para vocês.
Espero que me perdoem por algum erro ortografico, eu ainda não tive tempo de revisar o capítulo.
Quero agradecer a todos os comentários e favoritos, isso me motiva muito a vim escrever para vocês

Quero que me perdoem por o capítulo não está tão bom. Eu ando muito ocupada ultimamente, então não tenho tido muito tempo para escrever.
Mas mesmo assim espero que gostem.

Capítulo 7 - Peixe fora d'água


Mordi meus lábios ao fitar seu olhar observar meu corpo com desejo. JungKook aproximou sua mão lentamente sobre minha perna, acariciando lentamente a mesma enquanto subia até a altura da minha box. Circulou suavemente os dedos sobre minha ereção já saliente antes de sorrir o observar meu rosto envergonhado.

- Já está excitado, anjo? Você não tem ideia das coisas que eu quero fazer com você. - Guia sua mão até meu rosto, fazendo uma leve carícia.

Sinto meu rosto ficar ainda mais vermelho. Eu não estava acostumado a ouvir ou sentir essas coisas. Tudo isso era muito novo para mim. Sou tirado dos meus pensamentos ao ouvir a voz de JungKook.

- Volte a vestir sua calça, Jimin. - Ele me observava com atenção.

- Que? Porque? - Eu não estava entendedo. Foi ele mesmo que pediu para mim tirar a roupa. Será que ele não gostou do meu corpo? 

Várias perguntas rondavam sobre minha cabeça.

- Olha, Jimin. Você parece ser um menino inexperiente e muito inocente, não quero que isso aconteça dentro de um carro apenas pelo meu desejo. 

- Mas eu também desejo. - Minha voz não passa de um sussurro.

- Eu nunca pensei que diria isso um dia. - Ele dá uma risada. - Mas, vamos com calma, eu quero que você seja especial.

Eu ainda respirava com dificuldade. Rapidamente voltei a colocar minha calça e fitei a janela. Eu estava morrendo de vergonha. Eu estava parecendo uma puta. Eu estava praticamente me entregando para um cara que acabei de conhecer, e pra piorar, era dentro do carro dele.

Eu queria saber o que estava acontecendo comigo. Eu estava confuso, sem saber o que fazer.

- Hey Jimin. Porque está com essa carinha? - Ele tocou em minha testa, que estava levemente enrrugada.

- Não é nada de mas. - Respiro fundo. - Eu apenas não consigo me controlar quando estou perto de você. Parece que eu viro outra pessoa, e eu não estou acostumado com isso.

- Meu anjo. - Ele me observa. - Eu gosto de você, extremamente do jeito que você é. Eu quero que você aja, do jeito que sentir vontade. Não se reprima, apenas deixe vim.

Assinto com a cabeça diante as suas palavras. Logo deixo o assunto por encerrado e volto a minha atenção para onde estavamos indo. Parecia que estavamos entrando em um condomínio de luxo. 

Sera que JungKook estava me levando para casa dele?

- Onde estamos? - O olho confuso. - Estamos indo para sua casa?

- E eu lá tenho cara de pessoa que mora em condomínio? - Ele rir irônico. - Hoje é aniversário de um dos meus sócios, estamos indo para a festa dele.

- Festa a essa hora? JungKook, ainda são 10:30 da manhã. - Verifiquei meu relógio, tentando entender quem dava uma festa a essa hora da manhã.

- Você não conhece o Kai. - Ele rir como se lembra-se de uma piada. Logo imaginei aquelas festas de gente rica em volta de uma mesa conversando sobre negócios.

JungKook estacionou o carro em frente a uma casa luxuosa. Quase que meu queixo cai quando vejo a linda faixada da casa.

- Vamos entrar, se eu demorar mais um pouco é capaz que ele venha me buscar pela orelha. - Ele diz com certo divertimento na voz.

JungKook já se encaminhava para frente da porta, de onde vinha uma música super alta. Segurei seu braço antes que o mesmo tocasse a campainha.

- Hoje é o aniversário do seu amigo, acho que eu não deveria estar aqui. - Eu me sentia um pouco desconfortável diante a situação.

- Relaxe Jimin, você está comigo. Vai ser muito bem vindo. - JungKook acaricia meu braço lentamente, tentando me passar um pouco de confiança. Coisa que não deu muito certo.

JungKook finalmente toca a campainha, e em menos de 1 minuto ela se abre, revelando um senhor de meia idade trajando um uniforme negro.

- Sr. Jeon. - Ele se curva. - Mestre Kai se encontra na sala junto com o resto dos convidados. - Diz o mordomo em um tom formal.

Mestre? Se curvar? O que essas pessoas eram. Parecia que tinhamos voltado a época vitoriana.

Aposto que devem estar sentados tomando chá enquanto falam sobre a crise mundial. Rio com meus pensamentos, trazendo o olhar de JungKook sobre mim.

- O que foi? - JungKook pergunta, enquanto seguiamos o mordomo pelo extenso corredor da casa.

- Não foi nada. Apenas lembrei de uma piada. - Dou um meio sorriso para o mais velho.

Quando o mordomo nos guiou para a sala principal, meus olhos se arregalaram. A festa não era nada disso que eu estava imaginando. As pessoas bebiam vodka enquanto dançavam ao som de uma música super agitada.

Foi quando um homem vestindo apenas uma box vermelha e meias, veio correndo em nossa direção e se jogou nos braços de JungKook.

- Ainda bem que você chegou Kook. Já ia mandar alguém ir te buscar. - Ele falava estranho, devido ao efeito da bebida. 

- Você sabe que fui buscar o Jimin em casa, Kai. - JungKook diz. - E você já está bebado a uma hora dessas?

- Ai papai! Não brigue comigo. - Ele pega a garrafa de vodka de um dos garçom que vinha servindo as bebidas. - Apenas relaxe Kook. - Ele da um gole na vodka e leva seus olhares sobre mim. - Você deve ser o Jimin. O Kook fala muito sobre você. É um prazer finalmente te conhecer. - Kai me dar um abraço apertado, me deixando um tanto envergonhado.

- É um prazer conhece-lo Kai. E feliz aniversário. O cumprimento, logo me livrando de seu abraço.

- Quem é vivo sempre aparece. - Hoseok vinha caminhando em nossa direção. Trazendo um copo de bebida em sua mão.

- Pensei que o senhor ''vivo no trabalho'' não iria vir. - Diz Kai enquanto puxa e abraça Hoseok.

- Por um momento eu também achei que você não iria vir, Hoseok. - JunKook pega dois copos se cerveja, e me entrega um.

- É claro que eu ira vir. Não iria perder o aniversário desse idiota. - Hoseok diz rindo. - Jimin, que bom te ver aqui. Fico feliz em saber que você tem uma vida fora do trabalho.

- Senhor Hoseok, é bom vê-lo também. - o cumprimento envergonhado. Bom, ele era o meu patrão, isso não é muito confortável.

- Nada de senhor. Hoje eu sou apenas Hoseok, o seu amigo. - Sorri logo em seguida.

Ficamos conversando por alguns poucos minutos, quando vemos Kai cochilando sobre o ombro de Hoseok.

- Esse ai nunca vai tomar jeito. - Diz Hoseok enquando segura Kai pela cintura, para o mesmo não cair. - Kook, me ajude a levar esse bêbado para o quarto dele.

- Eu já volto meu anjo. - JungKook deposita um selinho em meus lábios e logo trata de ajudar Kai a subir as escadas.

Fiquei dando pequenas goladas em meu copo de cerveja enquanto fitava as pessoas ao meu redor. Por mais que tudo parece-se uma grandiosa balada, eu ainda não me sentia á vontade. Era o tipo de coisa que eu não estava acostumado.

Estava perdido em meus pensamentos, quando uma mulher alta e linda para em minha frente, logo me lançando um sorriso.

- Você é o garoto que veio acompanhado com o JungKook? - Pergunta ela em um tom simpático.

- Sou sim. Me chamo Jimin. - Lhe estendo a mão. - É um prazer conhece-la. - Sorrio fofo. - E a senhorita quem é?

- Sou Lisa. Ex esposa do JungKook.


Notas Finais


Não esqueçam de comentar e me dizer o que estão achando da fanfic.
Beijos e até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...