1. Spirit Fanfics >
  2. Minha outra metade (imagine Zenitsu Agatsuma) >
  3. Garotos estranhos

História Minha outra metade (imagine Zenitsu Agatsuma) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem❤

Capítulo 1 - Garotos estranhos


*pv da s/n*

Eu e o tanjiro nii-chan(forma a efetiva de se chamar irmão) estavamos voltando da missão na cidade grande, a gente tava seguindo pra uma outra missão no suldeste quando nos ou vimos um garoto loiro com yukata amarelo gritando e implorando pra um garota casa com ele, dissendo que ele poderia morrer a qualquer instante, eu não iria me meter mais um passarinho acho que era um pardal veio pedi ajuda ao nii-chan e ele com aquele coraçao mole decidio ir resolver o problema, eu fiquei apenas observando atrás do meu irmão de um jeito que o loiro não me visse, primeira vez meu irmão falou alto com alguem

    {Tanjiro}- oque você acha que tá fazendo no meio da Estrada!? Não vê que ela está incomodada!?- perguntou se referindo a moça que estava sendo importunada- E não cause problemas pro seu pardal!

{???}- essa farda, você e o cara da seleção final!

{Tanjiro}- não conheço ninguém que nem você! Nunca vi mais gordo

{???}-a gente se conheceu, se conheceu sim, você e o cara com problema de memória

         Eu olhei mais de perto e lembrei ele tava na seleção final, não sei como ele passou

{S/n}- eu lembro de você e o cara que ficava repetindo que ia morrer

Ele deu um grito e voltou a chorar, o nii-chan se desculpou com a moça e disse que ela ja poderia ir pra casa, isso fez com que o loiro gritasse ainda mais

{???} Para de me atrapalhar ela vai se casar comigo!

Nesse momento eu me irritei e dei um tapão nele e logo depois a moça começou a espanca-lo, o tanjiro pegou ela por trás segurando seus braços pra que ela parasse de bater no garoto, depois que ela xingou ele até não poder mais ela foi embora

{Tanjiro}-para com isso vai
 
{???}-Você me atrapalhou por que! Não era da sua conta- nesse momento tanto eu quanto meu irmão olhávamos com cara de nojo pra ele- que cara e essa? Pare com isso! Porque você ta me encarando como se eu fosse uma criatura de outro mundo- ele continuava gritando- assuma a responsabilidade, saco! A culpa e sua de eu não ter consiguido me casar viu!?- aquele garoto era decadente- fala alguma coisa- ele continuava esterico- presta atenção  embrev...- eu interrompia dando um tapa nele pra ele cala a boca

{Tanjiro} você não pode sair batendo nos outros

{S/n} esse garoto e irritante nii-chan-  eu disse olhando pra ele- por isso que não conseguio uma namorada

{???} Isso foi muito cruel eu vou morrer- falou gritando e se jogando no chão- você vai me proteger até eu consegui me casar, tá!?

{S/n}- nã..- meu irmão me interrompe

{Tanjiro}- claro, meu nome é Kamado Tanjiro- que ele não deixou eu ter um cachorro mas vai adotar esse bichinho medroso

{???}- meu nome é Zenitsu Agatsuma- falava enchendo as lágrimas- e você mocinha de cabelos pretos- disse apontando pra mim

{S/n}- meu nome é S/n Koyama irmã do tanjiro

{Zenitsu}- por favor me salvem- falou se agarrando nas minhas pernas e amassando minha saia

   Eu tentei me soltar oque fez eu cair encima dele, finalmente o garoto calou a boca, senti algo se mexer embaixo da minha saia foi quando eu percebi que quando cai acabei sentando na cara dele eu levantei as pressas e dei um jute dele

      {Zenitsu}- eu vi o paraíso- falou com cara de bobo

    {S/n}- seu pervertido de merda- falei correndo pro meu irmão que só fazia rir de mim

---- quebra de tempo-----

Estávamos no meio do caminho, eu ainda estava putassa com o loiro que ficava atrás de mim com cara de idiota

   {Zenitsu}- s/n- chan, você e linda sabia

  {S/n}- cala boca Zenitsu- disse puxando a orelha dele enquanto meu irmão ria

 {Zenitsu}- Tanjiro-san sua irmã e uma garota bem difícil né- falou cabisbaixo

 {Tanjiro}- ela passou por muita dificuldade isso tornou ela um pessoa que quase não confia em ninguém, mais no fundo ela e uma pessoa meiga

{S/n} vocês querem parar de falar de mim como se eu não tivesse aqui- falei corando enquanto o tanjiro passava a mão no meu cabelo

Nós logo chegamos a uma floresta onde o tanjiro farejou um cheiro de um oni, seguindo o seu faro nós chegamos a um casaram onde ele sentia cheiro de sangue, nos vimos duas crianças que estavam apavorada

 {Tanjiro}- oque vocês estão fazendo aqui crianças?

Elas estavam assustada de mais pra responder, ele fez um truque usando o pardal do Zenitsu oque fez elas verem que não iríamos machuca-los,  elas estám dando as informações pra nii-chan enquanto eu analisava o local, derrepente ouvimos o som de um tsuzumi,( bem o Zenitsu estava escutando des que chegamos), uma janela se abriu e um garoto acho que tinha a minha idade foi aremesado, ele tava ensopado de sangue oque me fez travar nunca tinha visto alguém naquele estado, des que começamos era nii-chan que sempre lidava com essas coisas, ele saio correndo pra tentar salvar o garoto que depois de falar algumas palavras morreu, aquilo estava doendo em mim, me fez serrar os punhos de ódio o tanjiro deixou a caixa onde estava a nezuko nee-chan e nós entramos na casa, o Zenitsu estava se tremendo de medo algo que já tava me dando nos nervos, as crianças que deixamos la fora com a nezuko tinham entrado na casa oq me desesperou ao pensar na nezuko sozinha, sem querer o Zenitsu bateu no tanjiro fazendo ele cair dentro de uma sala junto com a garotinha e minha espada foi junto ja que o tanjiro tentou segurar pra não cair, no mesmo momento nos ouvimos um tsuzumi e a sala que o nii-chan estava sumiu dando lugar a uma sala vazia nos decidimos voltar ja que eu estava sem espada e não podia defender o zenetsu e o garoto, contando que eu também estava muito machucada da última missão, quando nos quando nos abrimos a porta da saída nos assustamos, a saída não tava mais lá. 

Nos andamos por horas e nada de achar a saída, derrepente a sala que estávamos virou fazendo com que eu caísse por cima da costelas quebradas, eu tentei segurar mais a dor arrancou um grito estridente oque chamou a atenção de um oni, eu estava imobilizada pela dor, o oni estava já estava perto enquanto eu rastejava em direção ao Zenitsu que havia desmaiado ao meu lado a criança que estava atrás de nos estava apavorada e a unica coisa que eu pude fazer foi ficar na frente dos dois pra que enquanto o mostro me devorasse desse tempo pra fuga dos dois, na minha mente eu já estava praticamente morta, chorava, logo eu que passei a vida lutando pra sobreviver, quando o oni me puxou pelo pé eu já havia aceitado isso, derrepente um raio passou por mim com uma rajada enfurecida de vento me fazendo fechar os olhos, e quando eu os abri novamente o oni estava morto e o Zenitsu estava na minha frente, a criança me abraçou por trás chorando meu corpo ainda estava imóvel, o Zenitsu havia desmaiado de novo e quando acordou voltou a o estado amedrontado dele, e estava cismado que eu havia o salvado, meu corpo ainda doía e me obrigando a ter que continuar o caminho nos braços do loiro, o tsuzumi voltou a tocar dessa vez nos jogando da janela do segundo andar.

  Eu sintia chuqualhadas de um lado para o outro gritando o meu nome, uma voz conhecida... era o Zenitsu

      {S/n}- onde...onde estamos? As crianças onde estão- falei ainda atordoada

    Ao meu lado estava um outro garoto estranho com máscara de javali, quando o vi eu dei um grito enorme oque vez o meu irmão vim atrás de mim

  {Tanjiro}- oque aconteceu s/n- veio correndo de onde estava com as crianças

{S/n}- oque aconteceu?- falei colocando minha mão na cabeça que doía horrores opor causa da queda

{Zenitsu}- a gente caio da janela do segundo andar, você não acordava- falou chorando e me abraçando

 Um abraço quente eu não tive coragem de tirar ele de cima de mim, eu devolvi o abraço com meu rosto corado, até que o garoto javali acordo gritando oque fez o Zenitsu levantar e sair correndo eu levantei devagar ainda atordoada, o garoto javali continuava a gritar

    {???}- vem brigar

   {S/n}- cala boca seu bastardo de merda!

   {???}- vem me calar- falou me chamando com a mão

 Eu fui até ele é dei um murro na cara, quando ele ia devolver o Zenitsu me puxou me fazendo ele errar o soco, quando ele iria vim pra cima de mim o tanjiro apareceu

   {Tanjiro} Inosuke você acordou- falou se aproximando de nós

   {S/n} se ta falando com esse idiota cabeça de vento 

{Inosuke}- vem brigar ou gonpanjiro

{S/n}- de quem karalhos ele tá falando?!?

{Zenitsu} ele tá falando do tanjiro. Acho que ele tem algum problema na cabeça- falou sussurando pra mim

Eu ia debater com o cara de javali mais na mesma hora o nosso corvo apareceu gritando mandando a gente ir para uma casa com emblema de glicínias isso me preocupou pela nezuko afinal ela e um oni, mas mesmo assim fomos

-------------quebra de tempo------------

Já estava de noite quando a gente chegou lá recebemos a notícia que poderíamos descansar, nos últimos tempo nós mal durmiamos já que de noite nós tínhamos que caçar os monstros e de dia nós andávamos para as missões

{S/n}- até que fim, uma noite de sono bem durmia- disse aliviada

Uma senhorinha gentil veio nos atender enquanto o inosuke falava algo sobre por meu corvo na panela.
Nós entramos na casa e ela nos ofereceu um roupão e pedio que entregassemos as roupas que estávamos pra serem lavadas 

Um doutor chegou para nos examinar, ele pedio para que abrissemos os roupão

{S/n}- nem fudendo

{Tanjiro}- e necessário s/n.

{S/n}- você não tá entendendo, eu tô sem sutiã 

{Inosuke}- oque tem de mais

{S/n}- a pronto agora tem dois pervertidos trabalhando comigo

{Doutor}- intão vire as costas

Eu abaixo o roupão até a altura um pouco abaixo dos meus ombros deixando o roupão cobrindo apenas os meus seios(bicos dos peitos) sentindo o olhar de Zenitsu atendo a qualquer descuido isso me deixa extremamente vermelha, assim que eu recebo meu diagnóstico eu vou paro quarto que vou dormir, já que éramos em 4 nós nos dividimos em dois quartos, eu infelizmente tive que dormir com o loirinho

-----------ja no quarto----------

Eu estava deitada pronta pra durmi quando o Zenitsu começou a puxar assunto

{Zenitsu}- s/n porque você se tornou uma exterminadora?

{S/n}- eu não tinha ninguém morava nas ruas nem sequer tinha um nome quando eu encontrei o senhor urokoda que e o tanjiro, eu costumava ficar num pequeno monte observando a lua por isso ele me deu o nome de koyama [que significa pequeno monte]   o senhor urokodaki me treinou pra ser oque sou hoje

{Zenitsu}- desculpa ter perguntado...

{S/n}- está tudo bem, passado e passado não  me importa mais- falei forçando um sorriso- mais ja ta tarde vamos durmir falei corando pro lado pra poder soltar minhas lagrimas que insistia em cair e fui durmir pensando nas minhas tristes lembraça ao passado


Sonho on

Eu abri meus olhos devagar na quele lugar que tinha um cheiro eu conhecia a quele lugar era a cela em que eu cresci, um homem alto e gordo falava perto de um outro homem

-te certeza que quer comprar ela, ela e inútil não sabe fazer nada, sem contar que ainda e muito nova pra outros tipos de serviço- eu sentia repusa por aqueles homens

- tenho certeza as novinhas são sempre melhores de se domar

-nos não devolvemos dinheiro e muito menos trocamos os protudos- eles me tratavam como um objeto- já que é assim...

Ele falou abrindo a cela e me puxando pelo braço e me amarrando com uma corda de um jeito que eu não podesse escapar, eu tinha apenas 12 anos nunca esqueceria daquelas 3 anos que eu passei sendo agredida de todas as formas possíveis

Sonho off

Acordo gritando desesperada isso fez que o loirinho acordasse desesperado, meu rosto se desmanchava em lágrimas eu não conseguia respirar direito meu coração apertava eu estava tendo uma crise de ansiedade até que eu senti braços quente me abraçavam, era o Zenitsu tentando me acalmar

{Zenitsu}- calma eu estou aqui com você- ele falava passando a  mão entre meus cabelos 

Eu ia me acalmando aos poucos mais ele continuava me abraçando firme, eu levantei um pouco minha cabeça olhando pra ele totalmente corada, ele me olhou de volta, o olhar dele estava cheio de calma que não era comum para um garoto que vivia assustado com tudo, ele aproximava mais seu rosto passando a mão delicadamente em meu rosto quando eu menos esperava ele me deu um beijo, eu não sabia como reagir era a primeira vez que eu beijava alguém, ele pedio passagem com a língua e eu permiti aos poucos os beijo se intensificou fazendo um calor percorrer meu corpo principalmente entre minhas pernas, eu sabia perfeitamente oque era, meu corpo estava ardendo em tesão e desejo, nós nos afastando por falta de ar mais continuávamos com as testas coladas eu estava envergonhada mais eu sabia que ele também queria

{Zenitsu}- desculpa s/n eu sei que não deveria ter feit...- antes dele completar a frase eu sentei no seu colo e dei outro beijo mais agora com ainda mais intensidade

A mão dele estava na minha bunda a qual ele apertava com força me fazendo arfar, dava pra sintir o membro dele pulsando entre minhas pernas oque me fazia gotejar, ele desceu os beijos para meu pescoço transformando eles em mordidas e chupões passando uma das mãos entre meus cabelos enquanto que a outra abria meu roupão deixando meus peitos que eram grandes totalmente expostos

{Zenitsu}- seu corpo e perfeito s/n-chan  -falou abocanhando meu seio esquerdo enquanto massagiava o outro com a mão esquerda

Em um movimento brusco ele me jogou encima do colchão que eu estava durmindo antes, ele começou a descer sua boca fazendo uma trilha de chupões pelo meu abdômen até a minha intimidade ele abrio minhas pernas dando um sorriso malicioso de satisfação pondo dois dedos dentro de mim me fazendo gemer, ele logo começou a trabalhar com a língua em meu clitóris enquando massagiava o meu ponto g com seus dedos 

{S/n}- Zenitsu...Eu vou...gozar...- falei tentando controlar os meu gemidos(sem o mínimo sucesso)

{Zenitsu}- intão goze pra mim- falou ele olhando pro meu rosto e intensificando o é ótimo dos seus dedos dentro de mim

Dentro de meio segundo eu gozei, Zenitsu tirou os dedos dentro de mim e levando eles a boca 

{Zenitsu}- você e tão gostosa- falou descendo e dando mais uma lambida o que me fez gemer ja que eu estava sensível por ter acabado de gozar

{S/n}- agora é minha vez de te satisfazer- falei indo até ele com um olhar malicioso

Eu abri o roupão dele e abaixei sua cueca oque fez o membro dele pular, aquilo era enorme nem fudendo que isso tudo vai caber na minha boca, eu enguli seco enquanto masturbava ele, logo coloquei o que cabia em minha boca fazendo ele soltar gemido alto, eu começava sucção do que consiguia massageando com a mão oque não conseguia por na boca, não demorou muito pra que ele gozasse na minha boca e eu enguli ate a última gota, o membro dele continuava pulsando oque fez eu me animar, logo subi e dei um selinho nele, ele me virou com força me jogando denovo no colchão mais dessa vez de costas pra ele, ele puxou o meu quadril para que eu ficasse de quatro pra ele é assim eu fiz, ele encaixou na minha entrada e pois seu membro inteiro dentro de mim de uma vez só, parou um tempo para que eu me acustuma-se com o tamanho mais não demorou para que ele começasse a dar estocadas com força me fazendo gemer alto enquando tava tapas na minha bunda de uma forma que eu tinha certeza que iria deixar vermelha, eu estava no meu ápice prestes a gozar e ele também, ele despejou todo seu prazer dentro de mim e eu retribui, ele se jogou na cama sou meu lado, ele me encarava sorrindo pra mim brincando com mechas do meu cabelo enquanto eu agora estava deitada sobre um dos braços dele, e ali nós dois durmimos como anjos...




    



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...