História Minha Paixão Proibida (JiKook) EM REVISÃO - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bts, Jeon Jungkook, Jikook, Park Jimin, Segredos, Suspense
Visualizações 262
Palavras 1.354
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


IIIIAAAAAAAEEEEEE



SUAS DELÍCIAAAAA


Q SDD DE VCS



HJ EU TO FOFA


UUU..UUU


ESPERO QUE GOXXXXXTTEMMMMM

❤❄❤❤❤❄❤❄❄❤❄❤

Capítulo 13 - Você Me Deixa Louco...(❤...)






JungKook e eu ficamos deitados conversando e rindo até que os primeiros raios de sol invadissem o quarto. Descemos e ele abriu todas as portas e janelas, pois o dia começou realmente lindo e sem neve.


- Hoje o dia está tão bonito... - ele comenta colocando uma chaleira de água para esquentar. - vamos... Fazer um passeio?

- Preciso voltar pra empresa... Tenho muitas coisas para fazer.

- Aish! Trabalhar não é tudo na vida, Jimin.

- Mas é o que paga as minhas contas! - ele revirou os olhos de maneira fofa.

- Ok, você venceu essa.

- Essa e muitas outras.

- É... Essa e muitas outras... - ele se aproxima.

- Quem sabe no fim de semana, hum? - digo me sentando, ou pelo menos tentado sentar em um banco alto. - ele riu. - aish... - ele veio até mim, e segurando em minha cintura, me ajudou.

- Fim de semana? - ele se apoiou em minhas pernas. - tudo bem. - sorriu. 


Naquele momento, eu ia beija-lo, estava tão próximo, tão... Aaahh!!! Mas então a água da chaleira ferveu e ele foi terminar o café.


Merda.


- Bom dia! - disse... Acho que... Hoseok, descendo as escadas. 

- Bom dia. - JungKook e eu dissemos juntos.

- Creio que todos estarão mais calmos hoje. - disse ele.


Ouvi meu celular vibrar no bolso da calça de moletom. É Yoongi. Me Afasto um pouco e atendo.


- Jimin? Posso ir busca-lo agora? - suspirei.

- Você dormiu?

- Jimin!

- Você dormiu, Yoongi?

- Não!

- Porra... Logo logo eu estarei ai, não se preocupe.

- Não confio nesse cara.

- Mas eu sim! Então sossega! - ele suspirou.

- Eu Quero vê-lo.

- Vo irá me ver, apenas se acalme.

- Tudo bem... 

- Ótimo. - sorri.

- Ele vai te trazer, não é? 

- É...

- Aish... 


- Jimin? - JungKook me chamou.


- Preciso ir, Yoongi.

- Mas...


Desliguei.


- Era aquele cara? - me olhou. - aquele... Yoongi?

- Era, era sim.

- Que ligação tão forte ele tem com você? - cruzou os braços. - Aish...

- Onde está... Hoseok?

- Ele foi tomar banho. Mas não mude de assunto! - ri.

- Bom... Yoongi na verdade foi contratado pelo meu pai para me vigiar e cuidar de mim. Mas, acabamos ficando muito próximos, e meu pai ainda acha que Yoongi é fiel a ele.

- Para que te vigiar? - o olhei. - tem a ver com...

- Tem.

- E faz quanto tempo isso? Digo... Que ele está com você.

- Cinco anos. - suspirei - no começo eu não sabia que ele era um contratado do meu pai, apenas pensei que ele era mais um funcionário. Mas ai ele se aproximou de mim, e depois ele me contou, pois confiava e confio nele de olhos fechados. 

- Não gosto dele. - disse passando por mim e indo para o sofá, me deixando sozinho na cozinha.

- Não sinta ciúmes.

- Ciúmes? Eu não estou com ciúmes. Eu não sinto ciúmes. - pegou o controle da TV e começou a mudar os canais. Ele estava com a cara fechada, me ignorando de alguma forma. - eu não sei o que é isto. - me sentei ao seu lado e fiquei o olhando. - eu só queria quebrar a cara dele aquele dia que vi vocês dois juntos, quando NÓS combinamos de sair. - e ele continuava mudando os canais sem olhar para mim.

- Olhe para mim. - digo.

- Eu queria socar ele. E depois...

- JungKook.

- Depois eu ia jogar ele em meio aos carros!

- Jeon JungKook!

- O que foi?! - me olhou. Eu o encarava com um leve sorriso de canto. - não me olha assim. Pare! - desviou seu olhar para a TV. - você me deixa louco. E de todas as formas possíveis! - suspirou. Ele ainda estava "bravo".  


Ele me olhou e suspirou novamente, e eu ainda o olhava, olhava aquele jeito dele de ser. E sem perceber, o mesmo me abraçou forte. Surpreso, retribui. JungKook afundou sua cabeça na curvatura do meu pescoço e senti seus lábios úmidos roçarem o local, me causando arrepios dos pés à cabeça.


- Ah, Jimin... Eu quero tanto... - sentia seus lábios em meu pescoço, eu queria tomar aqueles lábios para mim. - eu sou capaz de fazer uma loucura... - disse baixo, me envolvendo mais naquele abraço.

- Pois então faça... - sussurrei. - faça...

- JUNGKOOK?! VOCÊ FEZ O CAFÉ? - o tal Jin gritou, estragando tudo.


Ele me soltou e olhou para Jin.


- Sim! Eu fiz a porr... Eu fiz o café! - o respondeu impaciente. - droga... - ele disse baixo para mim e nós rimos daquela situação.


                ❄❄❄


Agora todos nós estávamos à mesa. Nos olhando. Sentia que queriam tirar algo de mim, informações. Sentia-me uma preza em meio as feras. Olhava cada um deles, me lembrando de seus nomes.


- Me recordo pouco, digo, de ontem. - disse Namjoon. O cara que me aterrorizou. Me sentei em outra ponta da mesa para não ficar perto dele.

- Você ia matar Jimin. - disse Jin. 

- Me desculpe, Jimin. Eu não era eu naquele momento. Me desculpe. - ele disse sério, e eu apenas dei um sorriso fraco e assenti.

- Mas então, JungKook. Jimin é...

- Não comecem. - ele interrompeu TaeHyung. - Nós precisamos ir. - disse me olhando, e eu me levantei.


Fomos para fora, e enquanto esperava JungKook olhei meu celular, são sete e dez da manhã e Yoongi me mandava mensagens freneticamente, então o respondi com um: "Eu estou indo, agora". Jeon tirou sua moto da garagem e fez sinal para mim ir até lá.


- Desculpa, Jimin... - coloquei o capacete. 

- Isso é necessário. - disse. Ele assentiu. 

- Não queria que fosse. Não queria! - abaixou a cabeça frustrado. 

- Ei, eu vou voltar. - disse colocando a mão em seu rosto.


Ele colocou o capacete e eu subi.


- JungKook?

- Sim? - disse dando a partida e eu fechei os olhos.

- Eu tenho medo! - Falei um pouco alto, senti o mesmo rir. 

- Percebi isso ontem. Mas não se preocupe, eu não irei rápido. - disse acelerando mais. - fique tranquilo.

- JungKook! - o segurei mais forte, e ele ria. 

- Está bem... - ele foi mais devagar e eu abri os olhos.

- Você é louco!

- ... Louco? Louco apenas por Park Jimin. - ele me olhou pelo espelho, aqueles olhos castanhos me prendem.


A alguns metros longe, vi Yoongi em frente ao prédio, me esperando, caminhando de um lado para outro e passando as mãos pelos cabelos que a poucos dias se tornaram louros, um louro platinado. JungKook estacionou e nós tiramos o capacete, então eu desci e antes mesmo de olhar para Yoongi, ele me abraçou forte, como se não me visse a anos, um abraço desesperado.


- Nunca mais faça isso! - disse ainda me abraçando. - Aish...

- Calma, Yoongi. Eu estou vivo. - ri. 

- Não é engraçado, por um momento eu achei que tinha te perdido! - ouvi JungKook suspirar. 


Nos separamos e vi os olhos de Yoongi cheios de lágrimas, e eu pensei... "Sério? Esse não é Min Yoongi" 


Olhei para JungKook, ele estava com os ciúmes a flor da pele. Fui até ele e o abracei me despedindo.


- Não fique com ciúmes. - sussurrei.

- Já lhe disse que não sinto isso! - ri, e ele soltou um sorriso quando separei o abraço. - fique bem, Jimin. - colocou o capacete. 

- Fique bem, Jeon... E não vá tão rápido, é perigoso. - sorri. O mesmo piscou para mim e acelerou.


Teimoso!!!!! 


- Aish... - Yoongi revirou os olhos. - está brincando com a vida, Jimin. Com a vida e com a morte!

- Não enche! Não começa! - eu não quero me irritar com ele. - só quero tomar um banho, descansar, e depois ir trabalhar, Yoongi.

- Trabalhar?

- Os lucros não subirão sozinhos.


Disse segurando em sua mão e entrando mo prédio, e em seguida, no elevador. Yoongi me olhava.


- O que foi?

- Tenho certeza que não era esse tipo de roupa que você estava usando ontem... - ele pensou. - aonde estão suas roupas, Jimin? O que vocês fizeram?!


JungKook as queimou.

JungKook não contou que matou aquele homem.

Yoongi deve estar pensando besteira.


- Me responda, Jimin! O que vocês fizeram noite passada?! - engoli a seco. - Jimin!


                  ❄❄❄

Kau- FUDEEEEEOO


Notas Finais


E OS BEJO??????
PROMETO QUE VAI TER (LOGO, BEM LOGOOO)
ME AGUARDEM

AAAAAAAAA TO ANSIOSA POR ISSO

HHOOOOOOOOTTTTTTTT


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...