1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Patricinha- Imagine Jeon Jungkook >
  3. Chapter tree;; Roseanne Park

História Minha Patricinha- Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


desculpe pela demora!
espero que gostem desse capitulo!
🌸personagens do capitulo:
Jeon Jungkook, Kim Taehyung, SR.Sun, Jennie Kim, Sr.Chastel (sua mãe) e inauguramos Roseanne Park.

Capítulo 4 - Chapter tree;; Roseanne Park


Fanfic / Fanfiction Minha Patricinha- Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 4 - Chapter tree;; Roseanne Park

16/03

16:30 PM 

Shopping

- Vamos logo Taehyung!-  S/n chamou o Tae.

A menina estava sentada no banco de espera, era sempre assim, o maior quando se tratava de beleza sempre demorava. Mas diferente das outras  vezes a menor não estava brava com a demora, e sim com seus pensamentos que a botavam contra parede, tudo culpa de um moreno tatuado... Jeon Jungkook e aqueles malditos labios.

S/n se mantia de cabeça baixa, segurando as barras de sua saia a apertando com forças, se sentia com o rosto quente em lembrar do sabor do mais alto, lembrava perfeitamente da noite de dois dias atras, enquanto se sentia angustiada achava que o labios do maior fosse a cura e sem pensar o atacou.

Assim que ouviu os passos atrás de si, a mesma se levantou e o abraçou, sabia que era Jeon, a menor chorava como uma garotinha, Jeon apenas tirou seu casaco e colocando por cima de seus ombros, iria levar a garota para casa, sua casa. 

Quando Jeon iria se mexer, s/n o chamou;

- Jeon- o mesmo a olha- me beija!

O mesmo a olhou com receio, parecia tentar decifrar se estava brincando ou falando serio, para falar a verdade nem a menor sabia que tinha dito aquilo, mas ao sentir o cheiro do mesmo e ver que aqueles labios pareciam ser tão convidativos, tão reconfortante a mesma tomou coragem e puxou pelo pescoço o maior para baixo, encostante sua boca na dele. O beijo era calmo, s/n pela primeira vez estava gostando de algo assim, calmo e aproveitador. A menina passava sua mão pelos ombros até chegarem na nuca onde deixou sua mãos acarenciando o local. Com o tempo o beijo foi se tornando mais fogoso, do jeito que S/N gostava. A mão de Jungkook tinha trajado o caminho para sua cintura onde apertou a carne por  cima do vestido, ato que fez menina soltar um arfar, Jungkook aproveitando a chance enfiando sua linga em sua boca, fazendo uma batalha de esp.....

- S/N!!!!! Misericordia menina já é a quarta vez hoje- Taehyung diz em sua frente. 

- aish...- disse colocando as mãos em sua bochecha no intuito do maior não ver que estava corada.- v- vamos?

- no que estava pensando? está corada??- disse  aumentando mais o tom de voz.- AH SAFADA!!- falou alto, ato que fez todos que estavam naquela parte do corredor nos olhares desaprovando.

- shiii!!! idiota!- a menor desferiu tapas pelos ombros dos mesmo.

- eu?? voce estava pensando em coisas pervertidas descaradamente na loja, enquanto apertava a saia com muita força, aish está pior que minha mãe!- disse acarenciando o ombro.

- o que temos que fazer? hum... iriamos renovar meu guarda roupa, e só renovamos o seu!- disse apontando para as 6 sacolas na mão do maior.

- e iremos, só que as novas roupas serão da parte do guarda roupa que mais amo- disse puxando a maior para uma loja de lingerie.

- q- que?? não obrigada!- disse tentando fugir.

- aish quem ve eu não vi nada que esconde por debaixos desses trapos- disse.

- trapos não, Channel idiota, e outra agora é diferente, antes era só nos dois mas agora tem mais de 10 velhos ou homens nojentos- disse olhando a loja.

- baby, quando se tem dinheiro, se tem tudo!- disse chamando com o dedo uma atendente.- eu quero um .provador privado- disse apontando para umas das portas escrito privado no andar de cima.

- claro, e como pretende pagar?- a mais velha disse.

- com grana, money, com sexo que não seria- caçou o mais velho, e vimos a mais velha fechar a cara.

- certo, irei leva-los.- disse começando a andar, e nos dois a seguimos, durante o pequeno trajeto Taehyung passava pelos cabides pegando algumas lingerie das mais fofas a mais sexy. Assim que chegamos  ao provador, entramos  e pagamos por ele.

O local era mediano, trajando apenas um sofá baixo de couro no canto, e no outro canto, um pequeno  local coberto pela cortina, a sem contar no enorme espelho atras do sofa.

♡ 《Quebra de tempo》 ♡

19:58

ja se passava  das 19 quando a jovem chegou em casa, sua mãe por algum motivo estava em casa  e alegre, encontrou o amante dela? s/n não ligou, apenas subiu para seu quarto onde antes de um banho demorado guardou suas novas lingeries, apenas 5, onde 4 são comuns do  tons preto, vermelho e roxo e ha ultima que foi a unica escolheu guardaria bem escondidinha, por ser transparente com algumas flores cobrindo sua florzinha e seu peito. Depois de tudo arrumado a mesma pode tomar um banho relaxante, onde pode  finalmente relaxar o corpo. Mas não durou muito, já que a jovem teve seu nome chamado no andar debaixo.

- aish....- disse saindo da banheira e se enrrolando no roupão.

A  jovem descia as escada com preguiça, descalça naquele chão gelado a mesma se arrependia de ter atendido  o chamado de sua mão, poderia fingir estar dormindo não? ou não  ter escutado.

Assim que a mesma chegou na sala, pode ver uma cabeleira loira  a mais que sua mãe.  

- filha  olha quem veio passar o tempo conosco!- disse toda  animada.

- oi priminha!- Rose disse vindo me abraçar.

Roseanne Park, filha de Park Jaejoo e de Park Naeun, Rose tem 20 anos, trabalhado de estagiaria na empresa de meu  pai. Rose pode ser comparada facilmente com uma cobra. a mesma é tão falsa, e sem contar  que tem um crush supremo em Taehyung. 

-  Rose voce por aqui, achei que estaria  torrando sua mesada na california- s/n respondeu   abraçando com desgosto  a mesma.

- é mais vim passar um tempo  com a minha  tia  favorita-  disse  se sentando  ao lado de minha mãe.

-  a unica que te da dinheiro-  disse claro- bom se era  só isso  eu  preciso ir  me  trocar.-  vai ser dificil aguenta-la disse para mim mesma.

♡ 《Quebra de tempo》 ♡

17/  03

segunda-  feira 7:30  AM

Colegio.

Ja  era segunda, o que significava outro dia de aula. A jovem  estava em frente ao portão esperando seu amigo chegar, ou Jungkook. Mas logo  o portão iria fechar e nenhum dos dois chegaram, enquanto batucava o lapis  em sua boca  a menor pode ouvir o toque dee recolher, o que fez com que a mesma deixa- se seu posto  e fosse para  a sala, como  segunda  era  hoje, a mesma teria educação fisica, quimica, lingua inglesa e mais  duas que não  se  recordava.  

Assim que  chegou em sua sala barulhenta, se sentou em sua carteira, esperando a professora nova chegar. Já que graças ao  antigo professor sua vida virou um inferno.  Assim que viu uma cabeleira negra entrar  pode ouvir todo o barulho acabar e todos  se sentarem melhor em suas cadeiras,  era a nova professora, senhora Ching, conhecia ela perfeitamente, ela deu aula para s/n no sexto ano de ingles. Era a reencarnação da bruxa do 71.

Mas a jovem não pode ouvir nada, já que sua mente pensava onde seu branco tinha se metido, saiu dos pensamentos quando todos se levantaram, indo para o vestiario. S/N apenas seguiu, não estava com pique de fazer alguma coisa, queria ficar sentada sem fazer nada,  e por isso pensava em alguma desculpa.

 dor de  cabeça? não meio classica mestruada? não vai guardar ela para quando realmente estiver nos dias dolorida por tanto sentir Taehyung meter dentro de si? perfeita!! s/n lembrou quando estava no primeiro ano e ela falou isso, então seria essa mesma.

s/n colocava a camisa  do uniforme de educação fisica, odiava pelo short ser tão curto, mas não podia reclamar, gostava de ter atenção toda sobre si. Enquanto a mesma se trocava podia ouvir cochichos sobre si. Não muito diferenciado todos sobre a mesma coisa.

soube que ela  estava transando com o professor

que pecadora, tinha que ser filhinha de papai

deve ser tão arrombada

s/n apenas deu risada do ultimo comentario, se soubessem a verdade.... A mesma terminava de se arrumar no espelho, ajeitando sua franja. Quando Jennie veio encrencar.

- que  coragem a sua, pensei que não viria mais- disse- deve saber da fofoca né? uma aluna andou catando o professor por notas, a não é voce- disse dando uma risada malefica.

- o que quer Jennie? Sexta não foi suficiente?- digo a olhando.

- não, não foi, e agora que sei sobre voces dois irei fazer de tudo para acabar com voce- disse.

-  pois faça, não lhe julgo, deve ser dificil sentir seu ego grande quebrado, ja que ele escolheu a mim e não voce, agora se me der licença tenho que ir- digo trombando em seu ombro.

- vai fugir cadelinha? deve mesmo ser arromabada, que nem a sua mãe e os abortos- disse soltando uma risadinha. Aquela foi a gota da agua, s/n virou para a mesma e acertou em fundo um soco em seu rosto, o que fez Jennie escorregar no chão liso. S/N não perdeu tempo e subiu em cima da mesma, desferindo tapas e soco na mesma que tentava revidar.

As  duas rolaram no chão molhado, agora Jennie batia em seu rosto, mais S/N puxou seu cabelos para baixo, fazendo a mesma cair ao seu lado. S/n subiu novamente na mesma e distribuiu  socos e tapas, mas não  por muito tempo já que sentiu uma mão em sua cintura a suspendendo no ar. a mesma desferia cotoveladas para o ser atras de si, querendo voltar para briga.

- chega s/n!- Lalisa, a menina do dobro de seu tamanho brigou contigo? serio isso? S/n olhou para frente vendo Jennie deitada no chão, a mesma tinha sua boca e naris sagrando,  alem de estar  toda arranhada. Enquanto sentia ser puxada para fora podia ouvir ela quebrou o nariz fiz um belo trabalho, pensou a menor.

♡ 《Quebra de tempo》 ♡

S/n estava agora na enfermaria, a jovem estava sentada ali mais de uma hora, com certeza perdeu as duas primeiras aulas, mas a mesma não estava sozinha, Lalisa fazia companhia para a menor, mesmo falando que não precisava. Até que a mesma não era tão chata assim. As duas conversaram bastante, até  a hora em que a mesma fora liberada, aliviada  saiu daquele local com a mais alta, s/n gostou da companhia  de Lisa. Assim que chegou em sua sala, a mesma pode perceber que a carteira de Jennie estava vazia,  bem feito.

A aula agora era de ingles, e bem a s/n odiava a professora, mas se aquietou. Sentou-se na cadeira quieta e fez certinho a lição, até um ser jogar uma bolhinha de papel em sua mesa.

bora uma rapidinha no banheiro?

- TA DE SACAGEM???? QUEM FOI O FILHO DE UMA PUTA QUE RESPONDEU ISSO??- S/n levantou da carteira raivosa.

- algum problema s/n?- a professora Sun perguntou.

- SIM ha um problema sim, o problema que tem idiotas nessa classe!  ESSA  MERDA AQUI comprova- disse mostrando para a sR. Sun o papel amassado.- eu não veio para  essa porcaria afim de ler comentarios idiotas.

- senhorita S/N eu peço que se acalme, foi apenas um comentario de mal gosto, coisa que pessoas como voce deve estar acostumada-  Sun disse.

- pessoas como eu? ouviu o que disse sua velha? isso pode ser considerado abuso verbal!- disse  bravejada, não se  importou de estar pagando a louca.- eu vou sair dessa merda!!- disse arrumando sua bolsa e saindo da sala.

♡ 《Quebra de tempo》 ♡

Ja era a hora do intervalo, e S/N se encontrava sentada na cantina, nunca que faria isso, mas Jungkook disse que tinha um plano para fazer com que todos souberem do namoro, e mesmo não entendendo a mesma foi para o refeitorio  e pegou um lancinho e um suco, só para disfarçar, sentou na mesa no meio da cantina para chamar mais atenção, a mesma já tinha bebido o suco de laranja, e iria partir para o lancinho de peito de peru, maionese e alface se não visse seu falso namorado entrando na cantina e como sempre trazendo olhares para ti. O mesmo caminhou até a mesma e sentou ao  seu lado, ato que chamou atenção de todos  inclusive de Jennie e Baekhyun, o que fez s/n surpreender pois juraria  que a mesma estava no hospital.

- qual é o plano?- perguntou.

- é facil, irei te beijar e  pronto- disse tomando o resto do meu suco.

- serio? tão facil assim?_ perguntou feliz, achava que teria que quase transar ali, como acontecia nos filmes.

Jungkook soltou uma risadinha, e foi se  aproximando da mesma.

- a- agora? tão rapido assim?- perguntou vendo o mesmo assenti.

Jungkook se inclinou para mim, seus labios foram ao encontro do meu, onde deu um selinho antes de a beijar com o fevor, s/n mesmo assustada correspondeu, brigando com sua mente para que não estragasse nada, a mesma sentiu a mão do maior apertar sua cintura fazendo com que s/n abrisse um pouco mais a boca durante o beijo, o tamanho  perfeito para Jungkook adrentar com sua lingua tornando o beijo mais realista.

{{ s/n }}

Seus beijos foram  descendo beijando meu pescoço enquanto sua mão cai sob minhas coxas. Bem, aquilo não estava no combinado mas tudo bem. Fechei os olhos novamente e mordo o lábio inferior, quando abro novamente os olhos, vejo Jennie nos fitando seriamente. Um sorriso vitorioso brota em meus lábios.

— Está dando certo? — Jungkook sussurrou.

— Uhum. — Sorrio e  Jungkook gira minha cabeça.

Ele agarra minha nuca e cintura e me beija, ele me pega desprevenida, pois pensava que era só um selinho. Sua língua entrelaça na minha, e nossas bocas fazem um barulho de estalagem. As mãos de Jungkook acariciam minha coxa vagarosamente, arrancando-me arrepios.

Ora ele mordia, ora ele sugava meus lábios eu tentei o empurrar mas ele me puxou para mais perto. Aquilo estava sendo um pouco desnecessário. 

— Finja que está gemendo. — Jungkook sussurra entre os meus lábios. 

O afastei e o olhei incrédula, ele dá um sorriso ladino.

— O quê? Está louco?

— Olha, todos estam nos olhando fixamente durante uns cinco minutos. Quer mesmo que achem que namoramos? — Eu assinto. — Então... Finja

ele volta a me beijar e começou a mover a mão, insinuando que estava com a mão naquele lugar. Com uma puta vergonha, comecei a gemer baixo nos lábios de Jungkook. 

Sinto o mesmo sorrir em meio ao beijo .De repente sinto os dedos de Jungkook tocarem em meu íntimo ainda coberto pela minha calcinha e começou a fazer pressão com o dedo indicador e depois com o polegar. Arfei e apertei seus ombros.

— ei.. para com isso! — Tentei o empurrar. 

 então finalmente ele  se afasta com um sorriso nos lábios.

— Ue, eu só estava atuando! — Gargalhou. — Nem deu tempo de fazermos a parte da falação… Falando que ele é um corno.

Escuto o cochicho das meninas aumentarem e Jeon dá um sorriso e me olha, levantado as sobrancelhas. 

— Parece que não precisou. — Ele se levanta e sai da cantina como nada tivesse acontecido.

Fiquei com cara de paisagem, então decido o seguir. Aquilo que aconteceu foi estranho e bom ao mesmo tempo, conheci o Jeon nem faz uma semana, e senhor ela já tocou em lugares proibidos

— Mas que merda Tae, em que merda voce me meteu. — Falei saindo correndo atras do mesmo, e assim que vi virando o corredor puxei seu ombro- combinamos de apenas selinhos

— sim,mas não significa que eu iria fazer exatamente isso. Achei um selinho sem graça então coloquei um ponto à mais. 

— Um ponto? Você colocou um dicionário inteiro, porra! — Exclamei.

— Não me diga que você não gostou? — Ele se aproximou de mim, dando um passo para frente, enquanto eu dava dois para trás. — Quem cala consente. 

Ele se afastou e adentrou a sala de aula. Bufei e entrei logo em seguida, indo em frente do mesmo e me sentando em frente.

- toma!!- digo lhe entregando o lanche- não te vi comer- explico. Me acomodei melhor na cadeira, vendo o maior comer, ficamos conversando sobre alguns assuntos para que o ar não ficasse constrangedor.

( autor )

logo s/n estava em casa, o dia foi longo para mesma, e pensava em desculpas para as marcas de unha em seu corpo. Assim que a mesma chegou em casa a mesma descidiu tomar um banho, encheu a banheira de sáis de rosas e entrou nela, sentindo a agua quentinha em contato com seu corpo gelado.

- S/N!!!!! DESCE AQUI AGORA- minha mãe gritou.

- Mas que merda! todo dia isso!- digo. Me enrrolo na toalha e vou para o closet, ela que espere. Visto uma das lingeries novas, e por cima coloco uma calça larga e uma blusa minha mais agarrada. Desço a escada na maior calmaria, mas me assusto ao ver malas. Irão viajar?

- para que são essas malas?- pergunto. 

Minha mãe vira para mim com uma cara raivosa, enquanto ao seu lado Rose tinha um sorriso demoniado, la vinha merda.

- que merda é essa?- perguntou mostrando uma foto pelo celular, a mesma que tinham colocando em cartaz- anda dormindo com professores?

- que? logico que não!- digo dando passos para traz quando a mesma vinha com uma certa raiva para cima de mim.

- não? ela se parece com voce, sua imunda!! TEM CORAGEM DE MENTIR PARA SUA MÃE- perguntou.

- MAS EU NÃO ESTOU MENTINDO- Gritou e em resposta levou um tapa

- CALE A BOCA, COMO ACHA QUE FIQUEI AO SABER DE UMA COISAS DESSAS POR ROSE? Eu não te dei carinho o suficiente?

- c- carinho? VOCE ME COMPROU DESDE DE CRIANÇA, E ISSO É CARINHO? se voce fosse realmente uma boa mãe, ELE ESTARIA AQUI, SE FOSSE TÃO BOA COMO DIZ, SABERIA QUE ESSA NÃO SOU EU.- falei

- cale a boca, cale a boca, pegue suas coisas e vai embora!- disse virando- se de costa.

- c- como?

- vai embora, suma da minha vista, voce não merece ser minha filha sua imunda.

 


Notas Finais


e então gostaram?
me seguem em @Mxrgxridx
favoritem a historia e adicione a sua biblioteca para não perder mais nenhum capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...