História Minha pequena fada - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Diane, Dreyfus, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gilthunder, Gowther, Griamor, Guila, Hauser, Hawk, Helbram, Hendriksen, Jericho, King, Liz, Meliodas, Merlin, Oslo, Personagens Originais, Veronica, Vivian, Zaratras
Tags Baine, Kiane, Melizabeth, Nanatsu No Taizai
Visualizações 119
Palavras 2.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Luta, Policial, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe pela demora

Deixei longo

Capítulo 21 - Perda


Fanfic / Fanfiction Minha pequena fada - Capítulo 21 - Perda

- festa? - zeldris falou e pensou ao mesmo tempo o quanto seu irmão era idiota 

- sim ,você vai ser pai isso é um ótimo motivo para festejar - estarrosa falava animado ,ele sempre foi o mais sociável dos irmãos ,enquanto meliodas e zeldris ficava com uma carranca na cara estarrosa levava um sorriso estampado

- isso pode ser perigoso ,os pecados estão nos procurando - zeldris massageava as têmporas ,ou o seu irmão era animado de mais ou estarrosa era burro

- melhor ainda!!! , podemos atrair os pecados e o nosso irmão com a festa - estarrosa bateu na mesa com animação

Zeldris fitou o irmão com uma veia saltada na cabeça , logo estarrosa perdeu o sorriso

- você tá falando pra mim usar a minha esposa grávida de isca? ,você só pode estar maluco - girou a cadeira e ficou olhando para a grande janela de vidro para acalmar os nervos , as vezes o seu irmão o tirava do sério

- irmão ,ela vai ficar segura ,podemos dobrar o número de seguranças ,além do mais você vai ficar o tempo todo com ela - estarrosa suspirou ,ele já cogitava a idéia de seu irmão não gostar disso - pense nisso

Estarrosa se virou e deu um passo antes da voz do irmão o segurar no lugar , deste pequeno ele sempre foi ensinado a obedecer os seus irmãos ,o motivo disso e que ele era o fruto de uma traição , então sempre foi tratado como um bastardo

- mande os empregados prepararem a festa - zeldris novamente girou a cadeira , com o olhar de quem acabou de perder uma batalha psicologia

Ele nunca admitiria em voz alta mais ele não gostava de deixar o seu irmão de lado ,estarrosa acabou de dar uma idéia é ingnora-la seria como se não se importasse com a opinião de seu irmão

Estarrosa o olhou surpreso , ele achava que zeldris iria ingnora-lo como todos da família Demon

"O que será que a Gelda fez pra ele mudar desse jeito?" - estarrosa pensou  

"ha claro deve ser esse negócio de amor" - esse sentimento era desconhecido por estarrosa , nunca tinha se apaixonado por ninguém

- eu quero seguranças para todos os lados e não poupe armamentos - zeldris se levantou acordando estarrosa de seus devaneio - caso eles aparecerem prepare uma tática de ataque ,vou fazer a lista de convidados

Zeldris falou tudo rápido e firme ,agindo como um verdadeiro chefe que foi criado para ser

Estarrosa saiu ,zeldris pegou o celular

- alô.....Hendrikson temos um plano.......

               ----------------------

Elaine estava na sala de espera ,King tava ao seu lado

- Helbram Carter - o médico apareceu

- aqui - king se levantou junto com elaine

- como ele tá? - Elaine falou já sabendo da resposta

O médico suspirou e balançou a cabeça negativamente

- ele sofreu vários danos internos e externos......- o médico foi cortado pelo king

- ele não tem nenhuma chance de sobreviver? - king não conseguia se imaginar sem o seu amigo , não conseguia imaginar a sua irmã sofrendo

- sinto muito - essas palavras ,essas malditas palavras fizeram elaine perder todo o ar do pulmão ,King paralisou - não temos expectativa de vida para ele ,sugiro já dar adeus

As pernas de elaine fraquejaram ela caiu sentada no chão ,King saiu do transe e foi amparar a irmã

- senhorita Elaine....- o médico se aproximou mais elaine se apoiou no braço do  irmão e levantou rapidamente

- eu quero ver ele - king passou o braço na cintura da sua irmã para ela não fraquejar e cair novamente

- não acho que deva - o médico propôs 

- por favor - agora King que pediu 

O médico sem muita escolha teve que aceitar

Elaine acompanhava o médico pelo longo e largo corredor ,e por isso que king odiava hospitais tudo aqui e deprimente era um local onde várias pessoas morriam sempre avia pessoas chorando no corredor sem contar esse maldito cheiro de álcool e remédios ,o fazia ficar tonto 

Ele odiava tanto hospitais que quando Elaine foi resgatada King implorou para meliodas não deixar  que a loira fosse para o hospital ,pra ele esse lugar era um túmulo que só acelerava a morte das pessoas ,Egora ele tinha um novo motivo para odiar hospitais: o seu melhor amigo morreu nesse buraco 

Elaine foi a primeira a entrar no quarto relativamente grande ,ela ouvia o barulho do aparelho que supostamente mantinha Helbram vivo "não por muito tempo" , Elaine se sentou no pequeno sofá pois já não conseguia ficar em pé ,se sentia extremamente culpada por seu amigo estar nesse estado ,a dor da culpa estava a matando 

"Isso tudo é culpa minha"

"Eu fui tão teimosa ,eu podia ter evitado isso"

Era tudo que Elaine conseguia pensar 

King estava encarando o amigo na porta e como se ele estivesse preso naquele chão não conseguia mover um músculo ,ele encarou a irmã ela não estava bem não gostava de ver a loira desse jeito ele se sentia tão inútil ,um fracasso como irmão ,pra ser mais exato

Criou coragem e finalmente saiu do lugar e caminhou lentamente até a maca análisou dos pés até a cabeça a situação de seu amigo ,realmente ele não tinha a menor chance de sobreviver e mesmo que ele tenha helbram ficará com sequelas para o resto da vida e com certeza a sua vida nunca mais será a mesma , suspirou

- helbram...eu não sei o que falar - king fechou os olhos e deixou as lágrimas caírem 

- então não fale...idiota - a voz baixa e fraca cessou até mesmo os soluços de Elaine

Por um breve momento aquele quarto ficou silencioso

- idiotas...eu não posso deixar vocês sozinhos....nem por um minuto - a voz fraquejou por um momento

- então não nos deixe!!! - Elaine praticamente pulou no pescoço de helbram O abraçando

No pulo da loira ,helbram perdeu todo o ar do pulmão ,King percebeu

- Elaine você vai mata-lo mais rápido!!! - King alertou a loira se levantou rapidamente e novamente começou a chorar 

- que?....Por que - o ruivo não entendia o motivo do choro repentino

A loira já se sentia culpada e essas palavras vindo do seu irmão fez ela piorar

Helbram mesmo a beira da morte não deixou de pensar "king idiota"

- não acredito...que vou deixar...ela com você - helbram falou e percebeu que cada vez mais ficava difícil de respirar

Helbram sempre foi muito próximo a Elaine , ele fez o papel de irmão mais velho quando King desapareceu por 7 meses deixando a loira sozinha ,quando King voltou Elaine estava muito magoada e até hoje o ruivo nunca conseguiu a confiança de sua irmã

Helbram com muito esforço puxou a camisa branca de king fazendo ele se aproximar

- por favor...não a magoe...novamente - a cada pausa de suas palavras ele puxava o ar ,ou pelo menos tentava - aproveite enquanto pode...um dia ela vai encontrar um cara...e ele vai tira-la de você - ele falou tudo com um sorriso fraco

- não vou deixar - king era ciúmento de mais para deixar isso acontecer

- idiota...isso é inevitável...vê se amadurece - normalmente seria engraçado ver helbram falar de maturidade ,mais agora era diferente ele estava a beira da morte

Helbram começou a ofegar ,King ppercebeu e entrou em desespero juntamente com Elaine

- droga!!! , Elaine fique aqui - king saiu correndo atrás do médico que tinha saído logo após entrarem

As batidas do coração de helbram estavam ficam lentas ,Elaine sabia disso conseguia ver e ouvir os barulhos que aquele aparelho fazia

- Elaine...- A loira se aproximou rápidamente 

- Helbram não vai , não me deixa - Elaine chorava

Helbram levantou a mão trêmula e tocou o seu rosto limpando as lágrimas que insistiam cair

- Elaine...o seu...celular deixei...uma mensagem - a loira com toda essas coisas acontecendo não teve tempo de olhar o seu celular e lembrou também que tinha silenciado ele

Ela afastou os seus pensamentos e focou em helbram ,ele que importava naquele momento

-só...olhe a mensagem...e de...áudio - Elaine não entendia o motivo dele estar falando disso nesse momento ,o que ele queria tanto falar?

- esquece isso ,é foca em ficar vivo!!! - a loira sentia o gosto das lágrimas invadir a sua boca

O aparelho começou a apitar sem parar e as linhas do batimento começou a ficar mais longas

- eu...te...amo - foi tudo o que ele disse antes de fechar os olhos ,antes que sua mão caísse Elaine segurou a ela e a apertou com  força e desabou no choro encostou a cabeça do peitoral de helbram e ali derramou tudo o que tinha , ela já não ouvia nada era só ela ali sentindo o corpo de seu amigo esfriar

O médico chegou correndo com dois enfermeiros junto com king 

Aquela cena marcará king pelo resto da vida ,ele puxou Elaine pelo ombro e aninhou ela em seus braços e a tirou daquele lugar mesmo ela protestando

                 -------------------

Ban estava jogado no sofá da casa de Elaine , ele teve um dia cheio ,Hendrikson não largava do pé de sua equipe ,sua vontade era de desfigurar o rosto daquele homem ,a todo momento ele achava um jeito de provoca-lo ,ele quase avançou no mesmo por ele simplesmente fazer uma pergunta ,mas não era qualquer pergunta

"Pela décima vez daquele dia Hendrikson estava irritando a todos , Ban pensava o quanto King era sortudo de não ter que suporta-lo pelo resto do dia sem ao menos poder encher aquela cara convencida de socos

- vocês estão me ouvindo? - todos na sala concordaram *mentindo 

- olha hendrikson se nós der licença temos um dia cheio de treinamento e também precisamos fazer o nosso trabalho - meliodas falou com um tom sério

- acho que eu deixei bem claro que quero vocês longe dessa investigação - hendrikson falou desafiando meliodas com o olhar , ele concerteza não tem medo de morrer

- e eu deixei claro que não nos importamos ,a equipe dos pecados ficarão nessa investigação - merlin entrou na *conversa

- o único que tem direito de nos tirar e o senhor Zaratras - escanor puxou Merlin para o seu lado

- não estou vendo ele aqui , estou no comando dessa agência e sobre tudo da investigação , apropósito ele não gostaria de saber que a sua sobrinha está morando com você meliodas - hendrikson cuspiu as últimas   palavras em meliodas e o mesmo sorriu

- zaratras confia plenamente em mim não estou preocupado , não vou discutir isso com você novamente porque no final você vai levar outro soco -  meliodas riu alto com deboche

Todos naquela agência não se atrevia   a contráriar ou desrespeitar hendrikson.....todos menos os pecados e claro,e em especial.....meliodas e ban

- Apropósito onde é que está a Elaine - ele foi tão cara de pal de perguntar que fez a gentileza de olhar para Ban que só olhava a discussão , mais isso foi o limite

Ban se levantou tão rápido que a cadeira onde estava sentado caiu pra trás

- E VOCÊ AINDA PERGUNTA - Ban foi segurado por escanor ,meliodas não fez questão de proteger hendrikson que deu dois passos para trás"

Depois disso hendrikson não deu as caras

( BAN )

- Droga ,a loira tá demorando muito - eu falei pra mim mesmo

Agora que me dei conta que estou me referindo a ela como "loira" ,só posso estar ficando realmente louco ,eu estou sentindo que estou me atraindo pela loira ou deve ser o efeito de dormir na mesma cama que ela 

Ouço o meu celular tocar ,peguei ele em cima da mesinha de vidro

- alô - falei já sabendo quem era

"Ban vem buscar a Elaine?"

- você não tem carro? - eu não estava recusando mais estranhei

"O Helbram morreu"

Me sentei no sofá e passei a mão na cabeça , e lamentável eu quase nunca falava com o Helbram mais Trocavamos algumas palavras ,e perturbador você saber que uma pessoa que via quase todo dia morrer de uma hora para outra

- sinto muito - só foi o que eu falei

"Quero tirar a Elaine daqui ,mais ainda tenho algumas coisas para fazer"

Odeio admitir mais só foi falar da Elaineeu me levantei rápido e não deixei de ficar preocupado

- ok , ja to indo ,me espere
















Notas Finais


Iae o que acharam comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...