História Minha pequena híbrida (Imagine Namjoon) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Sope, Taekook, Vkook, Yoonseok
Visualizações 73
Palavras 658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Unnies e Dongsaengs♡

Capítulo 2 - "Appa"


Fanfic / Fanfiction Minha pequena híbrida (Imagine Namjoon) - Capítulo 2 - "Appa"

P.O.V Namjoon

Andei por mais algum tempo com ela no colo até chegarmos a minha casa, coloco ela no chão pra abrir a porta e a mesma se apoia na parede, eu abro a porta e volto a pegá-la no colo, coloco a mesma no sofá e fecho a porta

-Como está se sentindo? Digo com uma certa preocupação 

-M-mal.. Estou dolorida.. Ela diz com a voz falhada

-Vamos cuidar disto Dei um leve sorriso sem mostrar os dentes 

Peguei no armário da cozinha o kit de primeiros socorros quando voltei pra sala vi a Euna olhando atenciosamente ao seu redor

-Gostou da casa? Digo a olhando fixamente

-É muito bonita.. Ela da um sorriso fraco 

Fui até a mesma e comecei a cuidar dos seus hematomas

-Aii

-Desculpa...

-Sem proble...aiii

-Tá doendo muito?

-S-sim.. 

-Desculpe por isto

-A culpa não é sua... 

Depois de um tempo eu havia terminado, assim que acabei me sentei ao lado da mesma

-Você me disse que ia contar sua história Euna

-Ah sim.. Quer mesmo saber? 

-Sim.. Por que? 

-Eu não gosto muito de lembrar...

-Se não se sentir a vontade, não precisa realmente me contar,não se sinta obrigada a fazer isto

-Não, não, você salvou minha vida, eu vou te contar 

-Pode começar quando quiser

-Bom.. Tudo começou quando eu tinha sete anos e vi orelhas crescendo em mim.. Eu não sabia o que era aquilo ou o que eu era e escondi dos meus pais.. Um dia acabei perdendo minha amiga por ela ter visto minhas orelhas e depois perdi o amor e carinho dos meus pais adotivos quando eles descobriram também.. Não demorou muito e perdi eles por completo quando eles me venderam pro circo.. Os homens maus do circo me chicoteavam e me batiam muito.. Doía tanto... Eu me cansei daquilo e a uns 2 dias eu fugi de lá.. Ela estava de cabeça baixa

-Sinto muito pelo que aconteceu com você.. Mas se está a dois dias na rua deve estar morrendo de fome e cede, mas antes disto você deve tomar um banho,posso te pegar e levar até lá? 

Ela assentiu e eu a peguei no colo e a levei até o banheiro do meu quarto

-Você consegue se virar sozinha a partir daqui? 

-É...q-que... 

-Algum problema? 

-Eu não queria te pedir mais nada.. Você já está fazendo tanto por mim.. 

-Pode dizer.. O que houve? 

-Eu não sei tomar banho sozinha.. 

-Como?!

-Os homens do circo sempre me deram banho... 

-Hamm.. Você quer que eu te dê banho? 

-Não precisa se você não quiser, eu posso tentar.. 

-É.. Eu te ajudo... 

Eu ajudei ela a tirar a roupa deixando a só de lingerie, coloquei ela na banheira e dei banho nela

Dar banho nela é como dar banho em um bebê, ela não para de brincar com as bolhas de sabão 

Quando finalmente terminei o que tinha de fazer, coloquei um roupão nela e a levei pro quarto

-Escolha uma camisa pra você vestir Digo abrindo o guarda-roupas pra ela ver as camisas 

-Hummm...Gostei da vermelha Ela aponta pra um moletom vermelho de manga comprida que tinha um capuz

-Okay Pego o mesmo e dou pra ela

Ela veste somente o moletom sem nada por baixo

Isso não vai dar certo... 

Ajudei ela a ir até a cozinha comigo e a coloquei sentada na mesa de jantar

-Espere ai, vou fazer um macarrão pra nós 

-Okay appa

-Appa?

-Ah.. Desculpa.. E-eu não queria... 

-Não precisa se desculpar, me chame como quiser okay

-Sim.. 

Fiz um macarrão rapidamente e a servi primeiro, coloquei água perto dela e depois me servi

-Você cozinha bem appa

-Mesmo? Obrigado 

Depois de terminarmos nossa refeição eu lavei os pratos e peguei ela no colo novamente e a levei pro meu quarto 

-Que macioooo!!! 

-Gostou? Você vai dormir aqui hoje

-Aaa obrigada appa Ela sorri muito feliz dando pulinhos sentada na cama de leve

-Eu vou dormir no sofá

-Eu não quero dormir aqui sozinha appa.. Tenho medo...

-Medo? 

-Sim... Dorme comigo por favor

-Tá bom.. Vou tomar banho, me espere aqui

-Okay appa

Tomei banho, me vesti e depois voltei ao quarto de "pijama"

-Deita comigo appa.. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...