História Minha Pequena Rosada - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruhina, Sasusaku
Visualizações 10.886
Palavras 2.104
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom aqui estou eu novamente, espero que gostem do capítulo....

AVISO: Talvez amanha não terá capítulo.

AVISO 2: Vou começar uma nova Fanfic Sasusaku, se vocês quiserem me sugerir alguma coisa eu ficarei feliz....

BOA LEITURA A TODOS ....

Capítulo 17 - Confusa


Sakura.Pov.On...

Não vou dizer que estava tudo bem pois não estava, eu fiquei com raiva do Naruto e da Porca pois aqueles dois não deviam ter me jogado ovos como fazem todos os anos, ele ainda fizeram isso fora do meu emprego, eu sei que isso tudo foi idéia do Naruto então resolvi castigar somente ele, a Ino depois eu dou um jeito nela.

Mas fora isso estava tudo perfeito, era meu aniversário e eu ia comer até morrer, fiquei um pouco sem entender pois o meu Chefe ‘’ O Sasuke’’  me deu um presente muito lindo uma corrente super fofa, o pior foi que ele me deu um forte abraço, não sei porque mas com aquele abraço me senti como se estivesse segura nos braços daquele homem e o pior foi que ele me deu um beijo no rosto, quem é o patrão que faz isso com uma funcionária? mas cai entre nós eu mereço ser tratada bem, nunca fiz mal para ninguém a não ser eu mesmo .

Depois que eu dei uma lição no Naruto  fui para a minha casa, e quando cheguei lá fui direto para o banheiro precisava lavar o meu cabelo, fiquei debaixo do chuveiro mais ou menos duas horas porque as cascas de ovo não queria sair do meu cabelo e o cheiro ainda estava insuportável, para tirar o cheiro eu gastei um vidro grande de creme, quando finalmente consegui tirar tudo eu saí do banheiro e fui para o meu quarto onde eu vesti uma roupa, de repente escuta a campainha tocar e claro que fiquei puta da vida pois mesmo sendo meu aniversário ninguém me deixava em paz.

Não tive tempo de pentear o cabelo então enrolei uma toalha nele e fui lá atender a maldita porta, falei alguns palavrões antes de abrir e quando abri pude ver meu chefe e meu pequeno Daisuke, claro que eu fiquei surpresa pois não e todos os dias que o seu chefe vai na sua casa .

Como sou muito diva e educada os convidei para entrar, Sasuke foi o primeiro a entrar e eu peguei o Daisuke em meus braços, em seguida fechei a porta da minha casa e fui em direção a sala onde o moreno estava.

Gosto de presentes mas não me importo se vou ganhar ou não pois para mim vale a intenção e se não pude dar um presente me dê um abraço, adoro me sentir amada e desejada por todos ‘Isso foi brincadeirinha tá ’’ mas sério eu gosto de abraços carinhosos tipo o do Daisuke.

O meu pequeno me deu um perfume que era o mesmo do que havia quebrado ontem, olhei dentro da caixinha e vi que não era só o perfume tinha também uma pulseira muito linda com um pingente que era uma mulher e um menininho, sério aquilo havia mexido com o meu emocional mais graças a Deus eu bebi meu calmante e ele não vai me deixar chorar justo nesse dia tão feliz.


Daisuke disse que aquele presente representava eu e ele, que era para mim sempre usar assim não esqueceria dele.

Como eu ia esquecer de um menino tão fofo que nem o Daisuke? fico me perguntando isso pois Daisuke já faz parte da minha vida não sei viver sem ele.

Fiquei ali olhando o presente por alguns segundo e de repente alguém bate na maldita campainha daquela porta desgraçada, sério quando eu morrer vou levar todas essas pessoas que me perturbam para o quinto dos inferno, eles vão queimar no fogo do inferno e quando digo isso é melhor não duvidar pois costumo cumprir com as minhas promessas mesmo elas sendo loucas.

Fui e abri a maldita porta e me deparei com ninguém menos que ‘’ Sasori’’ meu Ex, agora vocês podem ver que não estava mentindo quando disse que ele ficava sempre atrás de mim.


eu sabia que alguma coisa estava errada pois não normal o meu dia ser ótimo tipo receber presentes e ovo na cabeça, e para completar nem convidei ele para entrar é  Sasori já foi entrando como se fosse a casa dele.

-A Educação passou longe.–Falei fechando a porta- Não lhe convidei para entrar.

-Eu sei, mas mesmo assim entrei pois quero ficar com você. –Disse Sasori se aproximando e depositando sua mão em meu rosto e fazendo carinho- Minha linda está ficando mais velha hoje.

-Pois é, agora me diga o que você veio fazer aqui? –Perguntei, e ele se afastou para olhar meu rosto-.

-Hoje é seu aniversário querida e claro que vou querer comemorar essa data especial junto com você.–Disse Ele- A Única mulher da minha vida e você, vou te amar pela eternidade.

-Sasori por favor vai embora não estou afim de conversar com você. –Falei abrindo a porta para que ele passasse-.

-Meu amor não me expulse da sua casa, hoje vou ficar aqui com você.–Disse o ruivo- Vamos quero preparar um jantar delicioso pra você.

Nem deu tempo para que eu disse alguma coisa, Sasori saiu me arrastando para a sala que era o caminho para a cozinha, quando passamos pela sala Sasori percebeu que não estávamos sozinhos, ele olhou para o Sasuke e Daisuke que estavam sentados no sofá e depois olhou para mim como se fosse me bater ou me matar.

-Não sabia que você tinha visitas.–Falou ele apertando a minha mão, rapidamente me soltei dele e também aproveite pra me afastar-.

-Agora sabe.–Falei, olhei para o lado e vi que Sasuke estava observando tudo muito sério, Daisuke já estava vindo em nossa direção, estou sentindo alguma coisa acho que esse negócio do Sasori estar aqui não vai dar em coisa boa-.

-Mamãe quem é ele ? –Perguntou o pequeno Daisuke se aproximando de mim e agarrando as minhas pernas-.

-Mamãe ? –Perguntou Sasori olhando para o menino e logo em seguida olhando para mim-.

-Querido esse é um amigo da mamãe.–Falei dando um sorriso forçado pois naquela situação não dava para sorrir normalmente -.

-Corrigindo eu sou o Namorado dela, que eu saiba você não tem filho Sakura.–Disse Sasori olhando para mim e depois para o Sasuke, percebi que a preocupação dele era o Sasuke e não o Daisuke-.

-Mamãe ele é seu namorado ? –Perguntou Daisuke com os olhos marejando-.

-Não querido, a mamãe já foi namorada dele mas não é mais. –Falei olhando para o pequeno-.

-Então porque ele está aqui mamãe ? –Perguntou o pequeno-.

-Moleque porque não cala a boca.–Falou Sasori, pude ver Sasuke se levantar e vim em nossa direção-.


-Quem é você pra mandar meu filho calar a boca?-Perguntou Sasuke todo irritado-.

-Não fala assim com ele Sasori.–Falei séria-.

-Tá agora me explica porque esses dois estão aqui ? –Perguntou o ruivo-.

-Recebo quem eu quiser na minha casa Sasori, você não tem nada haver com isso.–Falei seria -.

-Não acredito. –Falou Sasori- Você mal esperou e já está nos braços de outro cara.

-Eu não estou com outro, Eles só vieram me visitar porque hoje é meu aniversário .–Falei olhando pra todo mundo-.

-Então esse é o trouxa do seu Ex Namorado? Pensei que fosse coisa melhor.–Disse Sasuke olhando para o Sasori e depois olhando para mim –Na minha opinião vocês não combinam nem um pouco.

-O que? –Perguntou Sasori furioso-.

-Isso mesmo que você ouviu. –Disse Sasuke se aproximando e me dando um beijo no rosto-.

Que porra é essa? não estou entendendo merda nenhuma, Sasori está quase atacando o meu chefe , Já  meu chefe gostosão está agindo como se fosse meu namorado e me dando beijinho carinhoso na bochecha, que isso jovem vamos conversar para ver se entendo o que está acontecendo dessa merda.

-MALDITO. –Gritou Sasori-.

-Não grite, os vizinhos podem escutar essa gritaria desnecessária. –Disse Sasuke-.

-Como você ousa a dar um beijo na bochecha da minha Sakura? –Falou o ruivo super irritado, já eu quero ir na igreja rezar e pedir a Deus que tenha piedade de mim-.

- Sakura deixou bem claro que você não significa mais nada para ela, não passa de um Ex, você sabe o que Ex significa não é mesmo? –Perguntou o moreno, já Sasori não respondeu- Já que não vai falar eu mesmo falo, Ex significa passado, e como estamos no futuro e ela está solteira quer dizer que tenho chances de ser o próximo namorado dela-.

-Isso ai papai mostra esse cara que a mamãe e nossa.–Disse Daisuke abraçando ainda mais as minhas pernas-.

-Que isso meus jovens? sentem aqui vamos conversar todos juntos e resolver essa parada meio louca.  –Falei e ambos olharam para mim e depois voltaram a se encarar como se fossem se matar-.

-Sai de perto dela agora mesmo, a Sakura é minha. –Disse Sasori-.

-Sasori é melhor ir embora.–Falei séria-.

-Só vou embora quando tiver certeza que esse cara está bem longe da sua casa e bem longe de você. –Falou Sasori-.

-O que eu faço meu Deus?–Falei para mim mesma, já esta ficando serio esse negocio e eu não estou entendendo mais nada-.

Sakura.Pov.Off....

--------

Sasori estava sentindo muito ciumes pois não suportava ver outro homem perto da sua amada, já Sasuke estava com raiva pois não tinha gostado nem um pouco daquele cara, é para piorar estava se sentindo estranho era como estivesse irritado e ao mesmo tempo com muito ciúmes da sua secretária. O Uchiha não podia fazer nada pois aquele tal de Sasori era ex namorado de Sakura.

-Vou me casar com a Sakura e seremos felizes com nossos filhos.–Disse Sasori- Agora sai daqui e leve o seu filho com você.

-Não vou sair daqui merda nenhuma.–Disse Sasuke-.

-VOCÊ NÃO VAI CASAR COM A MINHA MAMÃE.–Gritou Daisuke que estava irritado com aquele homem mal- A Mamãe e Minha, ela também é do meu pai.

-Não me faça rir moleque.–Disse Sasori- Eu conheço a Sakura a anos, foi comigo que ela perdeu a pureza .

-Tenho pena dela por ter ido para cama com você.–Disse Sasuke- Com certeza foi uma verdadeira merda.


Quando todo mundo se deu conta o Ruivo já estava atacando Sasuke, o Moreno por sua vez se estressou e resolveu entrar no joguinho de Sasori.


Estava apanhando muito mas quem disse que o ruivo desistiu? Sasuke depositava vários socos e chutes em Sasori enquanto o próprio ruivo tentava fazer o mesmo.

-ISSO AÍ PAPAI BATE NELE.–Gritou Daisuke-.

-Nunca vou entender as crianças de hoje em dia. –Disse Sakura vendo aquilo tudo aterrorizada- PAREM OS DOIS AGORA.

É Novamente a rosada ficou ali no vácuo como se estivesse falando sozinha ou com o vento pois ninguém quis escutar ela, isso a deixava irritada e nem estava entendendo o porque de ambos estavam brigando, a única coisa que ela entendeu era que Sasori estava com ciúmes e Sasuke estava se intrometendo onde não foi chamado, pois ele não era nada da rosada para brigar daquele jeito com o Ex da mesma.

-Você acha que me enfrentando vai conseguir alguma coisa com a Sakura ? –Perguntou Sasori ficando no controle e passando a esmurrar Sasuke-.

-Não sei, quem sabe eu tenha sorte.–Disse o moreno dando um forte soco no nariz do ruivo-.

-CHEGA.–Gritou a rosada e os dois pararam e passaram a olhar- SE VOCÊS NÃO PARAREM JURO QUE BATO NOS DOIS .

-PAPAI BATE NELE.–Gritou Daisuke que estava na torcida para que o pai ganhasse-.

-Baixinho fique calado se não vou ficar com raiva de você. –Disse a rosada olhando para Daisuke e o pequeno se calou pois ficou com medo de ficar sem sua amada mamãe-.

Sasuke saiu de cima de Sasori e foi para um canto da sala, logo em seguida Sasori se levantou e limpou o canto da boca que estava sangrando bastante por causa do soco que havia levado ali, os dois olhavam para a rosada como se ela fosse um prêmio, já ela estava um pouco nervosa mas não estava entendendo nada do que estava acontecendo.

-Sakura diga a ele que vamos nos casar e seremos felizes juntos. –Disse Sasori que estava quase chorando de raiva-.

-A MAMÃE NÃO VAI SE CASAR COM VOCÊ. –Gritou Daisuke correndo até Sasori e dando um chute no joelho do ruivo que gritou de dor-.

-COMO VOCÊ SE ATREVE A FAZER ISSO MOLEQUE DESGRAÇADO? –Gritou Sasori-.

-NÃO FALE ASSIM COM MEU FILHO DESGRAÇADO. –Gritou Sasuke-.

-Pelo amor de Deus parem com isso, Daisuke até você entrou nessa confusão. –Falou a rosada olhando para o filho-.

-Estou defendendo a senhora desse homem feio, só eu e o pai podemos ficar com você. –Disse o pequeno fazendo biquinho-.

-Sasuke, Eu não estou entendendo porque está fazendo tudo isso ? Você não tem nada haver com a minha vida, não passa do meu chefe. –Disse a rosada-.

-Isso é verdade, eu não tenho nada haver com a sua vida, sou somente seu chefe.–Disse Sasuke dando um suspiro- Mas estou gostando de você, Quero lhe defender do seu Ex para mim me tornar seu atual .

----------


Notas Finais


Mereço comentários ou não ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...