1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Pop Star (Jenlisa) >
  3. Capitulo 28

História Minha Pop Star (Jenlisa) - Capítulo 28


Escrita por:


Notas do Autor


Eu sei eu sei,ontem não teve capitulo novo
Desculpa meus lindos leitores :(
Tive varios problemas,e meu pulso abriu e tá dificil pra escrever,então me dêem um desconto,tô com o pulso infachado.
Enfim,boa leitura
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 28 - Capitulo 28


Lalisa Manoban POV

 

 

"Não, eu não quero que você vá". Jennie disse, olhando para mim com olhos castanhos brilhantes.

 

 

"E eu não quero, mas você sabe que eu tenho que ir". Eu disse, segurando o rosto dela em minhas mãos. Estávamos atualmente no aeroporto esperando o meu vôo. Tenho que estar de volta a Los Angeles e depois visitar mais alguns estados. "Serão apenas 3 semanas baby". Tentei tornar o golpe o mais indolor que pude.

 

 

"Fica mais difícil cada vez que você sai". Ela franziu o cenho. Eu acenei com a cabeça.

 

 

"Eu sei."

 

 

Eu não ia ficar bem sem ela por tanto tempo. Estas próximas 3 semanas vão ser agitadas com a assinatura de álbuns, imprensa e apresentações. Vou sentir muito a falta dela.

 

 

Eu pressionei minha testa contra a dela. "Vou sentir tanto a sua falta, querida". Ela enrolou seus braços ao redor do meu pescoço e eu enrolei as mãos ao redor da cintura dela, puxando-a para perto do meu corpo até quase não haver mais espaço entre nós. Eu atirei meu rosto no pescoço dela e coloquei um beijo suave ali.

 

 

Ouvi um pequeno choro. Afastei-me e tentei olhar nos olhos dela, mas ela não quis fazer contato visual comigo. "Ei", eu disse, agarrando o queixo dela com meu polegar e dedo indicador, "Olhe para mim. Vai ficar tudo bem". Eu beijei a testa dela.

 

 

"Eu sei, só vou sentir sua falta". Ela disse e eu sorri com tristeza para ela.

 

 

"Voltarei antes que você perceba. Mandarei uma mensagem ou ligarei para você sempre que sentir sua falta". Eu tentei fazer humor. Sobre o intercomunicador ouvi meu vôo ser chamado, Jennie me agarrou com mais força. "Eu tenho que ir". Eu a larguei, mas seus braços ainda estavam firmemente enrolados no meu pescoço. Senti lágrimas quentes ali e sabia que tinha que me manter forte porque a visão de Jennie chorando me faria quebrar.

 

 

"Querida, eu tenho que ir". Eu disse mais uma vez, ela soltou seu aperto sobre mim, eu lhe cobrei as bochechas e enxuguei algumas lágrimas de palha que lhe fizeram descer pelo lindo rosto. Eu olhei profundamente para aqueles orbes de chocolate. "Eu te amo. Como eu disse, estarei de volta antes que você perceba". Conectei nossos lábios em um beijo apaixonado. Ele durou apenas um momento antes de eu ter que me afastar. Abracei-a em um último abraço e beijei seus lábios uma última vez antes de embarcar no meu vôo.

 

 

Vou sentir muito a falta desta garota. 3 semanas. É isso aí.

 

 

Jennie POV

 

 

Eu vejo Lisa embarcar em seu vôo, não sei o que passou por mim antes e porque eu estava chorando. Acho que vou sentir muito a falta dela. "Vamos, Bananinha, vai ficar tudo bem". Seulgi disse colocando a mão dela no meu ombro dando-lhe um leve aperto.

 

Senti meu telefone zumbir, peguei-o do bolso.

 

 

De: Planet Cat Eyes����: Já sinto sua falta :(

 

 

Eu sorri.

 

 

Para: Planet Cat Eyes����: eu também sinto sua falta, querida :(

 

 

Tranquei meu telefone e saí do aeroporto com o Seulgi. Saltamos no carro e voltamos para minha casa.

 

 

Eu suspirei, vou sentir muito a sua falta.

 

 

---•••

 

Eu gemi ao ouvir meu alarme disparar. Levantei-me e entrei no quarto da Lia. Ela estava deitada pacificamente em sua cama. "Vamos, munchkin, hora de ir para a escola". Eu sussurrei no ouvido dela enquanto acariciava seus cabelos castanhos escuros. Ela chorou, mas se levantou, com um ar desgrenhado. Ri calmamente para mim mesma.

 

 

Eu a arrumei para a escola e depois eu me arrumei. O ônibus dela chegou e ela partiu. Decidi que hoje iria a pé para a escola e tomar um pouco de ar fresco.

 

Já se passaram três dias e ainda sinto falta da Lisa. Sinto falta dos olhos de gato dela, das pequenas sardas em cima do nariz dela, daquele sorriso, daqueles lábios, Deus, aqueles lábios. Sinto falta do calor dela e da maneira como ela me abraça. Sinto falta de tudo sobre ela e só se passaram 3 dias. Ela tem um efeito tão grande em mim.

 

Eu nunca conheci ninguém como Lisa antes. Acho que, de uma forma estranha, tenho que agradecer à Nancy por isso. Se ela não tivesse me esbofeteado naquele dia, eu provavelmente não teria conhecido a garota dos meus sonhos.

 

 

Entrei na escola, ninguém se incomodou em mexer comigo, é extremamente bom não ser mais encomodada ou xingada.

 

Eu vi Seulgi em seu armário, ela tinha fones de ouvido nas orelhas. Parece que está na hora de assustá-la. Eu andei silenciosamente atrás dela, não que ela fosse capaz de me ouvir de qualquer maneira, e agarrei seus ombros grosseiramente. Ela pulou, assustada. Eu ri tanto que fiquei perto das lágrimas.

 

 

"Merda! Jendeuk, que diabos! Da próxima vez que você fizer isso, você vai levar uma surra de poliéster, eu juro". Eu agarrei meu estômago de tanto rir, ela me empurrou e eu quase caí.

 

 

"Você deveria ter visto seu rosto!" Eu ri que ela apenas me olhou de relance.

 

O namorado dela, Chen, veio para trás e fez um movimento de empurrão com o dedo.

 

 

"Boo!" Ele gritou e ela pulou novamente.

 

 

"Ugh!" Ela lhe deu um soco no ombro. "O que aconteceu com vocês tentando me assustar hoje?" Nós dois caímos na gargalhada.

 

"Tentando? Mais como ter sucesso!" Eu dei a Chen um alto 5 e Seulgi ainda estava brilhando.

 

 

A campainha tocou durante o primeiro período. Eu pulei para a aula. "Tchau Seulgs, tchau Chen!" Eu gritei descendo o corredor.

 

 

Entrei no primeiro período e recebi alguns sorrisos. Foi bom. Olhei para o quadro e comecei o trabalho que estava escrito ali.

 

 

---•••

 

 

O almoço chegou mais rápido do que o esperado. Caminhei até minha mesa habitual onde Seulgi e Chen se sentaram, junto com mais alguns atletas, sendo um deles o primo de Chen, Jungkook.

 

 

"Olá, Joana".

 

Ele me deu um sorriso.

 

 

"Olá". Eu fingi sorrir de volta.

 

 

"Você tá sexy". Ele disse e piscou o olho. Eu rolei os olhos e sentei ao lado de Seulgi. Ela estava em uma discussão acalorada sobre Beyoncé com Chen. Ela aparentemente acha que está superestimada e está literalmente caindo de discussão sobre ela.

 

 

Jungkook continua me olhando como um pedaço de carne, é tão irritante. É meio chato que eu ainda não tenha amigos na escola, exceto Seulgi e Chen.

 

 

Vou mandar uma mensagem para Lisa.

 

 

Para: Planeta Cat Eyes����: como vai seu dia querida?

 

 

Nem mesmo um minuto depois ela respondeu.

 

 

De: Planeta Gato Eyes����: Melhor agora que eu estou falando com você.

 

 

Eu não pude evitar o sorriso que atravessou meu rosto.

 

 

Para: Plant Cat Eyes����: Você é tão fofa

 

 

De: Planet Cat Eyes����: Você não gosta? :(

 

 

Eu ri, ela é tão fofa.

 

 

Para: Planet Cat Eyes����: não, eu acho muito fofo ��

 

 

De: Planeta Cat Eyes����: Acho você muito fofa ��

 

 

Ela faz um flerte tão grande, que faz meu coração saltar. Mesmo que ela não esteja aqui para vê-la pessoalmente, estou corando.

 

 

Para: Planet Cat Eyes����: Eu tô corando por sua culpa.

 

De: Planeta Cat Eyes����: Você é do espaço sideral?

 

 

Uau, isso foi aleatório.

 

 

Para: Planeta Cat Eyes����: Não,por que?

 

 

De: Planet Cat Eyes����: Porque esse traseiro está fora deste mundo!

 

 

De: Planeta Gato Eyes����: Sinto falta do seu traseiro, querida ��

 

 

"O que te fez rir e corar daquela maneira, Joana?" pergunta um ladrão de lixo irritado. Eu olhei para ele e voltei para o meu telefone.

 

 

"Lisaaaaaaa!" Seulgi arrancou num tom de provocação.

 

 

"Cale a boca!" Eu corei.

 

 

Para: Planet Cat Eyes����: Gasp! é tudo o que você sente falta?

 

 

"Então Joana, o que você vai fazer na sexta-feira?" O Lixo perguntou olhando para mim. Quando este garoto vai acertar meu nome? E quando ele começou a vir para cá?

 

 

"Não me lembro de você ter estudado aqui". Eu disse a ele.

 

 

"Hum, não estudo, estou apenas de visita. Então, sexta-feira?"

 

 

"Hum, eu vou sair com minha irmã". Eu respondi.

 

 

"Que tal eu te levar para sair em vez disso?". Ele sorriu.

 

"Desculpe, mas eu tenho uma namorada". Eu disse e ele pareceu chocado. Mesmo que eu não tivesse uma namorada, não lhe daria um segundo do dia. Ele é um maldito e não faz meu tipo por razões óbvias.

 

 

"Você é um fufa?" Fiz uma careta com a palavra.

 

 

"Uh, eu prefiro lésbica". Eu disse e ele só sorriu. "Mas me lembro de você me chamar de coisa pior na noite do baile, quando eu não te beijava". O sorriso dele caiu, mas depois ele sorriu novamente.

 

 

"Você simplesmente ainda não encontrou o cara certo". Ele disse se aproximando de mim. "Deixe-me mostrar-lhe um homem de verdade". Quase me amaldiçoei com o olhar arrogante dele.

 

 

"Não, obrigado". Eu disse educadamente.

 

 

De: Planet Cat Eyes����: Ok, eu posso sentir um pouco a sua falta, só um pouco

 

 

Eu ri.

 

 

Para: Planet Cat Eyes����: bem, talvez eu também sinta um pouquinho a sua falta.

 

"Vamos lá, Joana!" Ele persistiu.

 

 

"Desculpe, mas você não é meu tipo". Eu o abati, mas ele não desistiu.

 

 

"Querida, você só precisa de um homem de verdade. Deixe-me mostrar-lhe um". Pronto, já tive o suficiente. Levantei-me e fui pro banheiro.

 

 

Entrei no banheiro e meu telefone tocou.

 

 

"Chamada recebida de Planet Cat Eyes����"

 

 

"Olá?" Eu disse para o telefone.

 

 

"Baby!" A voz de Lisa encheu meus ouvidos. "Tive saudades da sua voz." Ela disse e meu coração derreteu.

 

 

"Eu também senti falta da sua Lili, o que você está fazendo?" eu perguntei.

 

"Tenho alguns minutos antes dessa entrevista e pensei em ligar para você porque senti falta do som da sua voz". Ela é tão doce. "Não há ninguém mexendo com você, há? Você sabe que eu vou fazer se-" Eu a cortei.

 

 

"Ninguém está mexendo comigo, querida". Eu podia ouvi-la relaxar mesmo que ela não esteja aqui.

 

 

"Eles acabaram de me chamar, eu tenho que ir baby. Eu te amo". Eu sorri.

 

 

"Eu também te amo, tchau". Eu disse e desliguei o telefone.

 

Eu saí e, para minha decepção, Jungkook estava ali parado. Eu tentei passar por ele, mas ele agarrou meus pulsos com força. "Saia comigo". Ele exigiu e eu pude sentir seu amiguinho me empurrando através de suas calças.

 

 

"Uh-uh eu tenho uma n-namorada", eu gaguejei. Não que ele estivesse me deixando nervoso, eu estava apenas assustado como o inferno. Ele está segurando meus pulsos com tanta força que eu sei que eles vão se machucar. "Me solte". Eu disse, mas saiu como um sussurro. O sinal tocou e me salvou. Graças a Deus! Ele me soltou e me disse que isso não tinha acabado e então piscou o olho para mim.

 

 

Voltei correndo para a aula tentando esquecer o que acabou de acontecer, mas eu sei que não esqueceria tão facil.

 

 

---•••

 

Lalisa Manoban POV

 

 

"Senhoras e senhores, vamos dar uma salva de palmas para Lalisa Manoban!" O entrevistador me apresentou. Eu saí e a multidão explodiu em aplausos.

 

 

"Ei, Lalisa, como você está?" perguntou ele.

 

"Estou bem, obrigado". Eu sorri para ele e apertei minhas mãos no colo.

 

 

"Hoje, você está tocando uma música do seu álbum número 1!" Eu acenei com a cabeça. "Se você ainda não ouviu o álbum de Lisa, vá comprá-lo agora! É o que os adolescentes amam hoje em dia", ele estalou seus dedos tentando se lembrar, "em fleek! Ele gritou e todos riram.

 

"Então Lisa, conte-nos sobre esta canção".

 

 

"Bem, é sobre alguém de quem você gosta e basicamente dizer-lhes que você é o único que eles querem". Eu expliquei e ele acenou com a cabeça.

 

Um técnico veio com um microfone e montou-o. "Que tal você tocar essa música?" A multidão aplaudiu muito alto. Eu me levantei e fui até a bancada do microfone. A música começou a tocar e eu comecei a cantar.

 

 

"O nascer do sol com você no meu peito

Sem persianas no lugar onde moro

O amanhecer abre seus olhos

Porque isto era para ser apenas por uma noite.

Ainda assim, estamos mudando de idéia aqui

Seja seu, seja meu querido

Tão perto de você em meus lábios

Tocar o nariz, sentir seu fôlego

Empurre seu coração e afaste-se, sim

Seja meu amor de verão em um dia de inverno

Não consigo ver nada de errado

Entre nós dois

Seja meu, seja meu, sim

A qualquer hora, a qualquer hora".

 

 

Eu escrevi esta canção antes de conhecer Jennie, mas ela realmente não tinha sentido até Jennie. Como agora que tenho a Jennie, sinto que é para ela. Não tenho certeza se isso faz algum sentido, mas faz sentido para mim. Sinto que o escrevi, mas foi feito para ela e o que sinto por ela.

 

 

"Ooh, você sabe que eu estou sozinho há bastante tempo.

não é verdade? Eu pensei que sabia tudo

Encontrei o amor mas eu estava errado

Mais vezes que o suficiente

Mas desde que você apareceu

Estou pensando, baby".

 

 

Eu gostava muito da canção. Espero que, quando Jennie assistir, ela saiba que esta apresentação foi destinada a ela.

 

 

"Você está trazendo à tona um tipo diferente de mim

Não há nenhuma rede de segurança que esteja por baixo

Eu estou livre

Caindo tudo em você

Caiu para os homens que não eram como aparecem

Presos em uma corda bamba agora que estamos aqui

Estamos livres

Caindo tudo em você".

 

 

"Avançar rapidamente alguns anos, sim

Crescido no lugar em que vivemos

Faça amor, depois lutamos

Rir porque era para ser apenas para uma noite de bebê

Acho que não podemos controlar

O que não depende de nós

Seja meu, seja meu, sim

A qualquer hora, a qualquer hora".

 

 

"Ooh, você sabe que eu estou sozinho há algum tempo, não é verdade?

Eu pensava que sabia tudo

Encontrei o amor mas eu estava errado

Mais vezes que o suficiente

Mas desde que você apareceu

Estou pensando, querida".

 

"Você está trazendo à tona um tipo diferente de mim

Não há nenhuma rede de segurança que esteja por baixo

Eu estou livre

Caindo tudo em você

Caiu para os homens que não eram como aparecem

Presos em uma corda bamba agora que estamos aqui

Estamos livres

Caindo tudo em você".

 

 

"Toda vez que te vejo baby, eu me perco

Se eu estou sonhando, querida, por favor não me acorde

Cada noite que estou com você eu me apaixono mais

Agora eu estou deitado ao seu lado

Tudo parece certo desde que você apareceu

Estou pensando, baby".

 

 

"Você, sim, está trazendo à tona um tipo diferente de mim

Não há nenhuma rede de segurança que esteja por baixo

Eu estou livre

Caindo tudo em você

Caiu para os homens que não eram como aparecem (Ooh)

Presos em uma corda bamba agora que estamos aqui

Estamos livres

Caindo tudo dentro".

 

 

Terminei a canção e recebi uma salva de palmas. Voltei para o meu lugar.

 

 

"Uau, isso foi ótimo, Lalisa!" Ele disse.

 

 

"Obrigada". Eu respondi educadamente.

 

 

"Foi dedicado a alguém em particular?" Ele sorriu. Um leve rubor subiu até minhas bochechas,

 

 

"Minha namorada". Eu disse, e a multidão se desesperou.

 

 

"Esta é sua namorada, certo?" Ele perguntou e mostrou uma foto de Jennie na tela.

 

"Sim, ela é linda, não é?". Eu disse e ele acenou com a cabeça. "Conte-nos sobre ela".

 

"Bem, ela é honestamente a garota mais doce que você já conheceu, ela me faz sorrir tanto, mesmo quando estou chateada ou estressada ela consegue trazer um sorriso no meu rosto". Eu jorrei. A foto agora era uma foto de Jennie e eu.

 

A multidão voltou a se levantar. Eu ri levemente.

 

 

"Ela me faz sentir normal e me faz a mais feliz do mundo. Eu amo-a e odeio estar longe dela". Eu continuei á fala. "Então Nini, se você está vendo isso, eu te amo, baby!"

 

 

"Aw Lisa foi extremamente adorável, ela é uma garota de sorte. Agora diga-nos como é estar longe dela". Ele perguntou.

 

 

"Terrível como o caralho". Eu cobri minha boca percebendo a profanidade. Ele riu junto com a multidão do meu deslize. "Eu odeio estar longe dela. Sinto falta dela e de sua voz. Sinto saudades de me abraçar com ela, sinto falta de tudo". Eu disse e ele me deu um sorriso simpático.

 

 

"Muito bem, pessoal, é tudo o que temos hoje com Lisa. Certifiquem-se de conferir o álbum dela"! Ele disse E eu saí do palco.

 

Eu assinei alguns autógrafos e tirei algumas fotos antes de sair.

 

 

---•••

 

 

Já era mais tarde e eu acabei de voltar de uma sessão de autógrafos de um álbum em Burbank. Meu telefone tocou e foi uma ligação de Jennie.

 

 

"Alô?" Eu atendi.

 

 

"Jennie, você tem que dizer a ela". Eu ouvi Seulgi dizer. Será que ela sabe que está me ligando?

 

 

"Eu não posso Seulgi, ela vai acabar comigo". Meu coração está batendo tão rápido, o que ela não pode me dizer.

 

 

"Não, ela não vai. Ela não é como ele". Seulgi disse.

 

"Seulgi, eu não posso perdê-la, e se eu a disser e ela não me quiser mais?" Eu ouvi Jennie gaguejando enquanto soluçava.

 

 

"Nini, querida?" Eu disse por telefone. Sem resposta. "Jennie". Eu disse com seriedade. Ainda sem resposta.

 

 

"Jennie, Lisa te ama, ela não te deixaria especialmente por algo assim". Eu estava agradecendo silenciosamente a Seulgi.

 

 

"Mas..."

 

 

"Não, sem mas Jennie, você vai dizer a ela. Você não pode esconder coisas dela". Seulgi disse estritamente.

 

 

"Nini?" eu disse novamente. Eu ouvi baralhamento do outro lado.

 

 

"Lisa?" Jennie disse em um sussurro.

 

"O que está errado?" Eu perguntei e ela soluçou por telefone. Ela estava chorando e eu só queria abraça-la

“Você vai me odiar” Ela disse entre soluços. Merda.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...