História Minha Querida Irmãzinha- Jackson Wang (Incesto)(Hiatus) - Capítulo 1


Escrita por: e Irene_Happiness

Postado
Categorias EXO, Got7, Huang Zitao "Z.Tao", Kris Wu, Lu Han
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Huang Zitao "Z.Tao", Jackson, JB, Jinyoung, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Mark, Sehun, Suho, Tao, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags Got7 Exo
Visualizações 366
Palavras 1.313
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii gente, eu disse que ia voltar, depois de terminar as fanfics mas não deu para segurar a ansiedade 😂❤
Espero que gostem dessa fanfic, beijos e boa leitura♡

Capítulo 1 - Chapter 1


Fanfic / Fanfiction Minha Querida Irmãzinha- Jackson Wang (Incesto)(Hiatus) - Capítulo 1 - Chapter 1

*S/N Pov On* 

Me chamo S/N, sou brasileira mas fui adotada por uma família chinesa quando ainda era uma criança, hoje tenho 17 anos e estou no último ano da escola. Meus pais biológicos me abandonaram, eles nunca gostaram de mim desde que minha "mãe" descobriu que estava grávida de mim. Nunca fui mal tratada ou violentada por eles mas também nunca recebi o amor que sempre quis. 

Sinceramente hoje em dia não me importo mais com minha infância pois tenho os melhores pais de todos, Zhou Ping ou Sophia como é conhecida e Wang Rui-Ji ou Ricky, sem contar com meu irmão mais velho; Jackson Wang.

Jackson era muito pupular na época da escola, sempre me protegia dos garotos que ficavam pegando no meu pé. Hoje ele trabalha e faz faculdade, papai e mamãe sentem muito orgulho do filho mais velho, também, não é pra menos. Eles sempre me incentivam a estudar, sei que eles querem um futuro bom para mim igual ao do Jackson.

Wang é muito bom para mim, me ajuda nos deveres, passamos bons momentos juntos, claro que sempre tem aquela famosa briga de irmãos, mas nada que seja muito grave, sempre nos reconsilhiamos, nada é duradouro.

(...)

O despertador toca mais uma vez avisando que já está na hora deu me levantar. Com muita dificuldade e preguiça me sento na cama encarando literalmente o nada já que o quarto está escuro.

Respiro fundo, passo as mãos pelo rosto antes de tomar coragem e me levantar. Saio do quarto e vou direto para o banheiro que fica de frente para o meu quarto, adentro o mesmo e fecho a porta, me olho no espelho e não fico nem um pouco surpresa ao ver minha situação. Sempre quando acordo meu rosto fica todo amassado e meu cabelo fica parecendo um ninho de passarinho, pareco até um zumbi.

Respiro fundo mais uma vez e lavo eu rosto para despertar, escovo meus dentes e desembaraço meu cabelo com a maior dificuldade de todas. Assim que termino minha higiene pessoal volto para meu quarto e troco de roupa, coloco apenas uma calça moletom cinza, a blusa do colégio, um casaco também moletom, coloco meu tênis branco, amarro meu cabelo em um rabo de cavalo e para finalizar, coloco meu óculos. Não são de graus tão fortes, apenas para descanso. 

Pego minha mochila e vou para a cozinha, vejo mamãe fazendo o café e vou até ela lhe dando um beijo no rosto:

-Bom dia mamãe. 

-Bom dia S/N. - sorriu. - Hoje você está mais rápida que o normal, o que aconteceu? 

-Nada. - me sento. - Só estou tentando deixar de ser diva. 

-Ah sim, divagar. - rimos.

Mamãe inventou esse apelido para mim porque sou muito lenta, e ficou, todos aqui me chamam assim, admito que até eu mesmo me chamo:

-Bom dia meus amores. - papai entra com um sorriso no rosto.

-Bom dia amor. - deram um selinho. 

-Bom dia papai. - beijou minha testa.

-Olha, a divagar finalmente acordou mais cedo que eu. 

-Eu sou é divagar e não a Bela Adormecida. 

-Sinceramente S/N, você parece as duas coisas, mas só tira o 'Bela' do Adormecida. -Jackson entra na cozinha com suas graças.

-Logo de manhã Jackson? Sério? - olho para ele com a sobrancelha direita erguida.

-Desculpa mana, mas estou com muito bom humor hoje.

-Finalmente desencalhou? Já estava na hora né Jackson. - mamãe diz e todos rimos menos ele.

-Não mãe, ainda estou solteiro. 

-Então essa felicidade toda é o que?

-Eu finalmente fui promovido no trabalho. - mamãe e papai olharam para ele surpresos.

-Sério? Parabéns meu filho! - papai da uma batida nas costas dele.

-Obrigado pai.

-Jackson, estou muito orgulhosa de você. - beija sua testa.

-Obrigado também mãe. 

-Maninho, do que você trabalha? Ainda não me disse.

-Bom... - foi interrompido por mamãe.

-Como assim você não contou pra ela Jackson? - olhou para ele e depois para mim. - Seu irmão trabalha com marketing, gestão de projetos. 

-Sério? Por que não me contou Jackie? 

-Ah, não sei... - coçou a nuca.

-Uhum, sei. - estreito os olhos.

-Você me dá medo garota. - rimos.

Após comer fui para a escola andando e escutando música, mas a todo momento ficava pensando no trabalho de Jackie, que é tão legal, mas ele não tinha me contado.

(...)

Entro na sala e vou para o meu lugar que fica na terceira carteira na terceira fileira. Me sento e fico escutando música, até bater o sinal, o professor entra acompanhado de um garoto, ele tinha os cabelos castanhos e usava um óculos fino e redondo, estava com a cabeça baixa então só o vi de lado:

-Alunos, este é Yugyeom, ele é novo aqui e espero que sejam legais com ele okay? Pode se sentar atrás da Elkie e ao lado da S/N. - aponta para mim e depois para a carteira do meu lado.

Assim que Yugyeom ergue sua cabeça percebo que ele é muito lindo, ele estava corado o que deixava fofo. Ele também é bem alto, o que amplia sua beleza já que para mim, garotos altos são muito bonitos.

Ele anda timidamente até a carteira e se senta, tira seu material e começa a prestar atenção no professor, já eu por outro lado não conseguia parar de encará-lo. Ele percebe e me olha e eu rapidamente desvio o olhar para meu caderno, respiro fundo e olho para ele novamente, e, para a minha surpresa ele ainda estava me encarando só que agora sorrindo:

-Você é a S/N certo? - concordo ainda tímida. - Poderia me mostrar a escola depois? 

-C-Claro. 

-Ótimo. - aumenta seu sorriso que parecia de coelho e volta sua atenção para o professor.

(...)

-E aqui é o refeitório. - digo após terminar de mostrar o colégio para o mesmo.

-Aqui é maior que a minha antiga escola.

-Onde você estudava? 

-Escola de Artes Pyeongchul.

-Você é de onde?

-Coréia do Sul, meus pais se mudaram para cá depois de serem transferidos no emprego. 

-Que legal!

-E você? De onde é? Está meio que óbvio que é estrangeira igual a mim.

-Sou do Brasil mas moro aqui desde pequena quando fui adotada.

-Sinto muito.

-Eu não, eu gosto daqui. - sorrio. - Vamos comer?

-Vamos, estou com muita fome. - antes que pudéssemos andar mais um passo, Chanyeol o popular valentão da escola se aproxima e derruba com más intenções o prato de macarrão na camiseta do Yugyeom.

-Olha por onde anda, novato. - sua companhia de idiotas ri e a cantina inteira para. Imediatamente meu sangue ferve e sem pensar o confronto.

-Qual o seu problema em garoto? Está achando que está fazendo isso com seu pai? Por favor se enxerga né.

-S/N, está tudo bem...

-Tudo bem nada, esse babaca acha que pode fazer tudo só por ser o ancião da escola. - riem.

-Olha aqui garota, você não está falando com seu irmão não, é melhor tomar cuidado ou se não...

-Ou se não o que senhor Chanyeol? - o diretor aparece. - Para a minha sala, já!

-Mas diretor, foi ela quem começou. 

-Apenas vá para a minha sala, lá conversaremos melhor. 

Antes de sair ele me olhou e passou por mim esbarrando com força em meu braço.

(...)

Já estamo na última aula, a turma está uma bagunça, de repente sinto uma bolinha de papel se chocar contra a minha nuca. Olho para a direção que a bolinha veio e fico confusa ao ver que é o amigo de Chanyeol. Ele me encarava muito,  apenas desviei o olhar e voltei a fazer nada. 

O sinal para a saída finalmente bateu e eu saí acompanhada de Yugyeom ao meu lado, conversávamos sobre coisas aleatórias até a saída. Olho para todos os lados e vejo que Jackson veio me buscar, quando ele me vê sorri, mas seu sorriso se desfaz assim que repara Yugyeom ao meu lado, sem entender me despeço dele e vou em direção do Jackson:

-Oi maninho.

-Quem é aquele?

-Meu colega de sala.

-Hm.

-O que foi?

-Nada, entra no carro, iremos para casa. - apenas se vira e entra no carro me deixando sem entender nada.

Continua...


Notas Finais


Obrigada pra quem leu até aqui, espero que tenham gostado, fiz com carinho e cansada, admito❤❤
Desculpa os erros, amanhã reviso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...