História Minha querida submissa - Imagine Min Yoongi - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Bangtanboys, Bts, Minyoongi, Submissa
Visualizações 117
Palavras 2.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Comentem

Capítulo 18 - 18- Revelações


Fanfic / Fanfiction Minha querida submissa - Imagine Min Yoongi - Capítulo 18 - 18- Revelações

SE ESSE CAPITULO NAO TIVER NO MINIMO DEZ (10) COMENTÁRIOS EU PARO DE ESCREVER A FANFIC! OU SÓ POSTO OUTRO CAPITULO QUANDO CHEGAR EM DEZ (10) COMENTARIOS!


Acordei e olhei para minha garotinha que estava em cima de mim ela dormia tranquilamente abraçada em mim e toda encolhida era um cena tão fofa de se ver, mais algo me incomodava, eu não sabia se Moonbin estava bem e aquilo me matava, eu só espero que não tenha o matado, mesmo ele tendo feito mal para S/n eu fiz mal para o mesmo.

Parei de pensar naquilo e me levantei deixando S/n deitada agarrada com o travesseiro, fiquei um tempinho a observando mais logo fui para o banheiro onde tomei um banho para relaxar, depois do banho fui me vestir, estava com a toalha enrolada na cintura, sai do quarto da mesma indo para o meu onde me troquei, sabia que ela não iria acordar agora então fui para a cozinha preparar o café da manhã, por onde eu passava tinha bagunça, eu tinha que arrumar aquilo não queria uma casa toda bagunçada, ainda mais porque S/n ia brigar comigo, sei que essa mania nunca sairia dela, toda vez que tinha bagunça ela brigava comigo e arrumava.

Depois de pensar tanto naquilo preparei o café da manhã deixei o bolo esfriando e fui arrumar a casa, estava super bagunçada mais seria o tempo de S/n acordar para comermos juntos, comecei a arrumar a casa assim deixando cada comodo limpinho e cheiroso coisa que não estava deis de quando S/n tinha sido sequestrada, agora minha garota estava de volta e eu daria minha vida para protege-la

Já estava sem minha camisa, estava todo suado, já tinha arrumado a casa inteirinha cada comodo, S/n acordou mais voltou a dormir, eu apenas deixei já que ela não dormiu direito esse tempo, pelo menos foi o que ela me disse quando acordou, fui para meu quarto e novamente tomei banho, eu não devia ter tomado banho de manhã.

Depois do banho me vesti e peguei meu celular assim mandei mensagem para Hoseok

|Hoseok, eu achei a S/n, ela esta aqui em casa, esta toda machucada mais logo irá ficar melhor, vou contar tudo para ela hoje, depois que ela acordar porque tá difícil - Min Yoongi 14:30

|Você achou S/n? Graças a Deus, quando eu poder ir ai me avisa, quero ver minha irmã, sinto falta dela, Yoongi, eu conheci uma garota em uma boate e... Sequestrei ela - Jung Hoseok 14:35

|EOQ? Hoseok, liberta a garota, não faça isso... depois eu que faço merda... - Min Yoongi 14:36

|Mas Yoongi, eu gosto dela e quero ela para mim, Yoongi eu transei com ela, ela é perfeita, ela se entregou para mim e a vida dela na boate é bem pior, ela não estará aqui como meu brinquedo, e sim como um ser que eu quero cuidar bem - Jung Hoseok 14:40

| Okay, mas trate-a bem, ela é um ser humano, não faça igual a mim, e qual o nome dela? - Min Yoongi 14:43

| Kim Nae Hee - Jung Hoseok 14:44

|Ela acordou, vou cuidar de S/n até depois - Min Yoongi 14:47

Depois de conversar com Hoseok me levantei, S/n tinha entrado no quarto, já estava toda bonitinha, ela ja tinha tomado banho, ainda parecia insegura mais do mesmo jeito gostava de vê-la pelo menos ela estava ali
  
- Pensei que não ia acordar - ri - dorminhoca, vamos comer venha, depois de comermos irei te contar tudo o que aconteceu.

Ela concordou então peguei em sua pequena mão e a levei para a cozinha, ela estava mais frágil do que nunca nos sentamos e assim comemos juntos, as vezes fazia comentários bestas a fazendo rir, eu só falava merda para ver a garota sorrindo, aquilo era uma grande satisfação para mim, depois que terminamos de comer já fomos para o carro iria levar ela para um lugar calmo, entramos no carro e eu não falei onde íamos, ela estava um tanto desconfiada acho que tudo que tinha acontecido ela não confiava facilmente.

Logo chegamos ao local, era um bosque e mais para o centro tinha uma quadra, saí do carro dando a volta e abrindo a porta para a garota, ela saiu observando o local

- Eu me lembro desse lugar - ela falou e olhou para mim - tem uma quadra no centro e alguns banquinhos

Sorri olhando para a mesma, não sabia que ela se lembrava dali e fiquei feliz em saber que ela lembrava, peguei em sua mão e travei o carro assim logo após comecei a andar com ela tranquilamente, assim ela se sentiria bem, iríamos andar por um tempinho e eu ía contar tudo para ela.

- Bom está na hora de te contar tudo não? Então vamos começar.

Flashback on

- Maninho por ela é tao chata - falou Moonbin com raiva - Garota chata!

Naquele momento S/n começou a chorar ela tinha apenas 5 anos, Moonbin 6 e eu 8, Jung Hoseok e S/n passaria um tempo em minha casa já que seus pais tiveram que viajar.

- Moonbin, ela é mais nova que nos dois ainda não sabe muito das coisas, ela esta descobrindo agora, ela quer brincar não chama ela de chata - falei olhando meu irmão mais novo, irmão por parte de mãe, porém pais diferentes - Ela não sabe o que está fazendo.

A garota ainda chorava, mesmo sendo novo minha mãe como teve que sair me explicou como cuidar de S/n com a ajuda de Hoseok, peguei a garota no colo que logo me abraçou.

- Oh... Desculpa - Moonbin se aproximou e fez carinho nela - você não é chata, vem vamos brincar - ele fala e ela para de chorar porém continuando com soluços - me desculpa?

- Desculpo - ela falou de um jeitinho engraçado assim me fazendo solta-la - tchau Yoongi - ela pronuncia meu nome errado.

Anos depois

Eu vivia indo na quadra daquele bosque jogar basquete com Hoseok e Moonbin e outros carinhas que brotavam do inferno, dessa vez eu apenas ía passear mesmo, chegando perto, eu já estava com 14 anos e S/n 11 anos, quando eu cheguei perto do local vi uma garotinha sentada no banco chorando me aproximei assim vendo que era S/n, me sentei ao seu lado e a abracei

- Por que está chorando pequena? - falei a olhando e ela logo olhou para mim com seu rostinho todo vermelho - Não chore!

Ela respirou fundo assim parando de chorar um pouquinho.

- o Hoseok brigou comigo - falou entre soluços - ele falou que não gosta de ser meu irmão.

- Ah pequena, não ligue para isso - falei acariciando seus cabelos - ele só estava bravo, quando estamos bravos falamos coisas sem pensar e que são mentiras, ele gosta sim de ser seu irmão pequena.

E assim eu fiquei ali acalmando a pequena garota que logo havia parado de chorar, segurei sua mão e ela me olhou com seus olhinhos brilhando então sorri meus olhos se encontraram com os da pequena dando um certo clima, segurei seu queixo e aproximei nossos rostos e assim selei nossos lábios depois  quando eu separei nossos lábios pude ver ela completamente corada me fazendo sorrir

2 anos depois

Dois anos tinham se passado e eu comecei a sentir algo pela S/n ela era muito nova não entenderia, minha mae tinha falecido a pouco tempo e S/n sempre ia na minha casa ficar comigo e me animar, ela esta com seus 13 anos e eu com 16, com todos os acontecimentos Moonbin foi morar com o pai dele e eu fiquei sozinho, Hoseok me ajudava e muito eu estava me virando do jeito que eu podia.

- Yoongi- ouvi a voz doce de s/n e a olhei - o que esta fazendo aqui?

- oi Minnie - falei vendo ela se sentar ao meu lado estava no banco do bosque - só sai para pensar um pouco, nada demais

Um belo sorriso se formou em seus lábios aquele sorriso era tão lindo que mexia comigo, ela me olhou e eu sorri

- Yoongi, eu to sentindo algo estranho - ela falou assim olhou para o nada - tem um pessoa que quando eu estou perto meu coração acelera, eu soou frio, eu sinto ciúmes dessa pessoa quando vejo ela com outra garota que não sou eu, que sentimento é esse Yoongi?

Naquele momento uma dor em meu peito surgiu, uma vontade imensa de chorar surgiu em mim, ela estava gostando de alguém e eu sabia que aquela pessoa não era eu.

- Esse sentimento se chama amor pequena - falei a olhando - por quem esta sentindo isso, minnie?

- Amor? É a primeira vez que sinto isso por alguém - Falou e olhou para mim - Eu estou sentindo isso por você.

Naquele momento ela abaixou a cabeça envergonhada e eu fiquei completamente feliz, ela gostava de mim, s/n era um anjinho na minha vida.

- Eu também sinto isso por você pequena - ela me olhou assim se levantando então puxei a pequena para meu colo - irei cuidar de você okay?

- Ok oppa - falou assim me abraçando - oppa, eu tenho que ir, preciso me arrumar para a escola!

Apenas concordei e ela saiu dali quando não dava mais para ver aquela pequena garota uma sensação ruim surgiu em mim, eu podia ignorar mais estava forte demais então me levantei e sai andando, porém tinha ficado lá por 20 minutos, quando cheguei na rua vi uma grande movimento me aproximei e perguntei o que tinha acontecido.

- O pai de Moonbin atropelou S/n e fugiu, a garota esta jogada no chão.

Corri ate lá na frente vendo S/n jogada no chão já inconsciente e com  a cabeça sangrando, peguei a garota com cuidado no colo e saí correndo para o hospital, ela foi atendida e eu fiquei ali esperando por notícias, passou um bom tempo.

- Yoongi, a S/n esta bem mas... - fala e eu olho ele preocupado - ela pode esquecer de tudo, ela pode perder a memória e se ela perder a memória só poderá lembrar se algo que foi importante, bem importante para ela acontecer.

Naquela hora saí do hospital e fui para minha casa, estava consumido pelo ódio, minha pequena poderia não lembrar de mim e aquilo tudo era culpa do pai de Moonbin ele iria me pagar por fazer aquilo.

Cheguei em casa e corri ate meu quarto onde peguei uma arma que antes era de minha mãe, já que ela era ameaçada, sai de casa e fui andando para a casa onde agora Moonbin morava, ao chegar lá já fui entrando.

- Yoongi - Moonbin falou e sorriu - Eu estava com saudades maninho.

Saquei a arma e apontei para a cabeça do pai dele sem me importar com mais nada, Moonbin me olhou apavorado.

- YOONGI NÃO FAZ ISSO - Moonbin grita - POR FAVOR!

Na hora atirei e só vi o corpo do homem caindo no chão, ele tinha levantado, estava tentando me acalmar e eu não liguei para suas palavras e fiz aquilo, cai na real e vi o que tinha feito, Moonbin tinha corrido ate seu pai já chorando, eu era um assassino, eu apenas fugi dali o mais rápido possível, tinha caído na real, não devia ter feito aquilo.

1 ano depois

Tinha me mudado, Moonbin nunca mais tive noticias dele, Hoseok tinha vindo me pedir ajuda falando que seus pais se mudaram levando S/n só falando que estavam atrás da garota e o abandonaram, eu o ajudei, ele estava morando comigo e eu tinha conseguido a empresa de minha mãe, mesmo tão novo já era o chefe na empresa e Hoseok agora trabalhava para mim, eu estava louco, queria S/n, queria aquela garota inocente que nem sabia o que estava acontecendo, ela era a garota que eu amava mesmo ela sendo tão nova, eu não a desejava de forma maliciosa, só queria ter a companhia da mesma novamente.

3 anos depois

3 anos haviam se passado e nada de S/n não sabia como ela estava, só sabia que ela estava viva, um ano atrás recebi uma foto de número desconhecido era um garota super bela e em sua legenda estava escrito.

"Sente falta dela? Ou já esqueceu quem ela é? Se esqueceu deixe-me te lembrar da garota, ela é a S/n, lembra dela?"

Eu ate responderia se o ser não tivesse me bloqueado, aquilo apenas me deixou com o coração apertado, na foto ela estava abraçada com um Jovem desconhecido para mim, ela estava bem feliz então foi ali que decidi seguir em frente.

Pois é, estou tentando ate hoje, decidi ir em uma boate para me divertir com algumas putas um pouco, assim iria me distrair, tinha acabado de sair da empresa, apenas fui ao meu carro onde o motorista ja se encontrava, tinha falado para ele ir comer algo já que o mesmo não havia parado sequer um minuto, ao entrar no carro apenas dei o comando para onde queria ir

Chegando na boate fui recebido pelo dono que falou que tinha uma nova puta no local e que era virgem, e falou que ela agora estava a venda apenas falei que queria dar uma olhada na garota, e se eu gostasse a compraria ou apenas tiraria a virgindade dela, ele entrou com o dono do local e foi levado até um dos sofás, o qual ficava em frente ao palco, eu esperei um pouco até que o jogo de luz começa e a música é tocada um pouco depois a garota entra e para minha surpresa é S/n, a garota não parecia estar bem, apenas fingia, ela dançava perfeitamente, ele não podia falar que queria a garota do nada então ficou mais um tempinho ali, pegou uma coleira colocando no pescoço da menor junto com algumas notas.

- Só sabe fazer isso garota - falou completamente sério

- Eu ainda nem comecei - falou e logo estava no colo de Yoongi rebolando assim o deixando duro.

Ele como já a queria e sabia que era momento perfeito, puxou a garota até a sala dos donos do local

- Quero a garota como minha submissa - falou e pegou um belo dinheiro - é tudo que dou por ela

Logo a dona falou que a garota era dele, e vocês sabe o que aconteceu ja que leu no início

Flashback off

Depois de explicar tudo resumidamente para S/n a olhei, estavamos sentado no mesmo banco onde tirei o bv dela e acabei por dar um selinho na mesma

- Você errou em uma coisa - ela falou o fazendo olhar a mesma confuso - eu não te chamava de Yoongi, te chamava ou de Suga ou de Yoonnie

Naquele momento o coração de Yoongi aqueceu, ela estava certa, nunca chamava o garoto pelo seu nome e sim por apelidos, ele sorriu mais logo olhou para frente

- Não quero mais que seja minha submissa, não quero te obrigar a nada, quero que continue sendo minha, porém se quiser ser minha - suspirou - estou te deixando livre para escolher.

Naquele momento a mão dos dois estavam juntas a garota se levantou assim soltando a mão de Yoongi sorriu e saiu caminhando sem falar nada, ele queria ir atrás dela, mas parece que ela tinha tomado sua decisão, ele apenas tinha certeza que ela estava indo encontrar Hoseok, talvez morar com ele, Yoongi se derramou em lágrimas ao ver a menor partindo mais uma vez, enquanto ele contava ela falou.

- Moonbin, o homem que me machucou não é meu pai? E sim seu irmão - ela havia falado confusa - eu o perdôo por tudo!

Depois de um tempo quando Yoongi sabia que a garota já estava bem mais bem longe ou seja ele ficou alí chorando por umas 2 horas, ele foi para o carro e ao entrar no mesmo começou a dirigir rumo a sua casa, queria apenas chegar la e se matar, ja que não conseguiria viver sem sua doce S/n.


Notas Finais


COMENTEM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...