1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Salvação- Sasuhina >
  3. Como tudo começou, por Sasuke.

História Minha Salvação- Sasuhina - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amores! <br /> <br />Pequenos avisos importantes por favor leiam antes de ler: <br /><br /><br /> “Não teremos um final tão feliz, pois a fic foi inspirada no filme e livro : Como eu era antes de você. <br /> Serão apenas 3 capítulos. <br /><br /><br /> Vamos lá ao primeiro. Esse é curto, mas os outros serão maiores.

Capítulo 1 - Como tudo começou, por Sasuke.


Fanfic / Fanfiction Minha Salvação- Sasuhina - Capítulo 1 - Como tudo começou, por Sasuke.

Esta é a história de de como Hinata Hyuuga mudou a minha vida, então precisamos começar do início. 


 Há alguns meses atrás eu fui diagnosticado com câncer, um tipo raro  no cérebro que nem mesmo um tratamento intensivo como quimioterapia, radioterapia ajudaria a diminuir-lo ou curá-lo de uma vez por todas. 

  Eu estou condenado à morte assim como você, afinal todos nós vamos morrer um dia não é? 

 A diferença é que eu posso morrer a qualquer instante e não há nada que possa fazer para tentar ao menos evitar.

 

 Acabei  esquecendo de me apresentar, sou Sasuke Uchiha tenho 32 anos e não nenhum médico, cientista e muito menos bombeiro. Nenhum super-herói que salva vidas e livra criancinhas de homens maus, eu sou uma pessoa comum. 

 Eu sou formado em administração e juntamente com meu melhor amigo administrados uma pequena empresa que auxilia outras empresas maiores com a parte burocrática. Naruto meu sócio e meu melhor amigo é advogado e um tubarão no mundo dos negócios, ele estraçalha tudo e todos para chegar ao topo, assim alavancou a nossa empresa. Nossa vida sempre foi corrida por conta do trabalho, nos dedicamos a fazer a empresa crescer e ser reconhecida, era prazer levantar todos os dias para trabalhar. 

   

Naruto e eu somos pólos opostos, ele é um irritante alto-astral, sempre está de bom humor, vive rodeado de amigos e garotas bonitas que dariam a vida para namorar com ele pois as mesmas dizem que ele é bonitinho. 

 Eu não acho!!! 


 O Naruto é... é mínimo ajeitadinho!!! 

 Bonito sou eu, que vivo de cara fechada, peculiarmente  sempre estou de mal humor. Não dou moral para ninguém e muito menos para essas garotas irritantes que estão desesperadas para se casar porque já passaram dos vinte e cinco anos. 

 Devo admitir que sou um chato de galochas como se diz meu amigo Narutinho, sempre fui assim desde sempre e agora com esta doença que estou pior diga-se de passagem. 

  Lembrando do loiro imperativo cabeça oca, depois de eu conseguir me livrar dele por três consecutivos por conta de uma viagem de negócios que ele teve que fazer, ele ressurgiu e invadiu meu apartamento como se fosse dele, acendeu as luzes me dando maior susto. 



— Não acredito que você tá nesse sofá há 3 dias Sasuke!!! — Naruto disse assim que entrou pela porta e me viu no sofá comendo pipoca e vendo televisão. 

— Então é isso. Você quer morrer aqui trancado nesse apartamento sozinho ??? — Ele gritou caminhando pela sala e começou a abrir as venezianas. Bravo rosnava feito um pitbull no cio. — Se você pensa que vou deixar isso acontecer tá muito enganado. Me dá essa porra de controle!!! 



— Não!!! — Retruquei escondendo o controle remoto atrás de mim. — Foda-se, eu não posso morrer sem ver o final das minhas séries e animes favoritos!!! 




 Naruto me encarou duro por alguns minutos mas logo amolece e sentou ao meu lado e comendo um pouco da pipoca que estava no balde que eu segurava suspirou. O loiro idiota não queria aceitar que eu morreria, vivia chorando pelos cantos como uma mulherzinha. 



— Vai começar chorar agora ou só mais tarde ? — Disse-lhe zombando da sua cara de idiota. 



— Hahahaha!!! — Ele revirou os olhos antes de se agarrar ao meu braço e chorar feito uma criança. Eu já estava cansado de consolar ele.

— Você não pode morrer agora entendeu ? 



— Agora não. To vendo The Walking Dead!!! — Puxei ele para um abraço fazendo-o rir com meu comentário. — Já chega Naruto!!! 



— Não importa o que você diga ou faça. Pode fingir que não está triste por tudo que está acontecendo, mas eu estou. — Ele limpou suas lágrimas ao se desprender de mim e continuou a tagarelar asneiras.  O mesmo blá-blá-blá de sempre. — Você é meu melhor amigo e irmão. Não temos família, só temos um ao outro e nossa empresa. 



— Então temos alguma coisa! — Disse-lhe convicto encarando seus olhos prosseguir a fim de convencê-lo de uma vez por todas a aceitar a minha condição. 

— Eu confio em você, sei que quando chegar a hora você saberá conduzir tudo sozinho com perfeição. 



— Porra!!! — Ele gritou levantando-se do sofá bruscamente voltando-se á mim continuou a falar. — Eu to pouco me lixando com a empresa e com o dinheiro. Se eu pôde-se trocava tudo isso por ... 



— Não mesmo. Eu não deixaria você dispersar todo aquele capital investido!!! — O interrompi dizendo-lhe. — Odeio desperdícios! 



— Babaca!!! — Naruto retrucou. 



— Percebeu que eu fiquei bom com piadas de morte ??? — Questionei com um sorriso de canto nos lábios.



— Sim você ficou. — Ele bufou.

— É bom que esteja afiado com suas piadas mesmo! 



— Como assim ? — Arregalei os olhos, saltando sobre o sofá. Sabia que tratando do Naruto coisa boa não era. 



— Contratei uma acompanhante para você! — Ele respondeu naturalmente.



— O Quê ???? — Gritei, furioso e mal podia respirar, bufava. — Naruto você tá maluco. Desde quando eu saio com prostitutas ??? 



— Você não sabe a diferença de acompanhante e prostituta não ? — O loiro começou a rir da minha cara como se eu fosse um palhaço no picadeiro. Eu tava querendo matar ele. 

— Amanhã a garota vira e seja gentil com ela é vê se faz a barba arruma esse cabelo. Você tá parecendo um homem das cavernas,  vai acabar assustando ela! 



— E se a intenção for essa? — Sorri malicioso. 


 O Naruto não passa de um idiota, se ele pensa que eu vou aceitar uma pessoa estranha no meu apartamento no intuito de me fazer companhia assim. 

  Ah ele está muito enganado quanto á isso!!! 

  Eu vou colocar essa garota para correr em três tempos, ou bem antes disso. 

   Não preocupa de ninguém, eu tenho tudo que eu preciso bem aqui. Televisão HD com Netflix, geladeira cheia e um microondas  onde posso preparar minhas refeições congeladas e o mais importante “o silêncio” algo que eu aprecio para me concentrar em minhas coisas e nada e nem ninguém vai me tirar essa paz. 


 No outro dia por volta das oito da manhã a campainha do meu apartamento tocou, eu ainda estava na cama e para variar meu mal humor matinal ligou o sistema “Full Pistola” pela insistência da pessoa, que tocava e tocava a maldita companhia como se estivesse ocorrendo um incêndio no prédio. Levantei-me furioso, como um furacão atravessei o quarto, o corredor e a sala até chegar na porta e abrir-la. 

  


  — Bom dia Uchiha-San ! 


 Uma garota de cabelos pretos e olhos perolados acenou dando sorriso forçado em minha direção. Lancei-me meu olhar de fúria para ela e fechei a porta na sua cara com tudo antes que ela falasse novamente algo estúpido. 

  Ela bateu na porta, tocou a campainha choramingando como uma criança idiota. 



— Por favor Uchiha-San. Naruto me mandou até aqui para lhe fazer companhia, abra a porta! 



 Inferno! 

 Quem o Naruto pensa que é para se manter assim na minha vida? 

E essa garota com roupas de vovozinha , o que eu farei com ela agora ? 

 Eu juro que vou fazer picadinho daquele Uzumaki, ou eu não me chamo Uchiha Sasuke.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. <br /> Prometo risos e lágrimas nos próximos capítulos por a fic é uma comédia, drama e romance. 😘❤️ Até próximo ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...