História Minha Secretária - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Fugaku Uchiha, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Personagens Originais, Rock Lee, Sai, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, TenTen Mitsashi
Tags Escritório, Naruto, Romance, Sasunaru
Visualizações 826
Palavras 2.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Fantasia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas, tudo bem com vocês?

Cheguei com mais um capitulo bombástico para vocês, então, preparem seus coraçõezinhos e boa leitura!!!!

Ps.: Leiam as notas finais, POR FAVOR!

Capítulo 27 - Lamentos?!


Fanfic / Fanfiction Minha Secretária - Capítulo 27 - Lamentos?!

Naruto.........

 

 

Nunca achei que poderia sentir tamanho medo em minha vida, porém, ver a pessoa que eu amo simplesmente cair bem a minha frente... Me deixou completamente apavorado... Eu simplesmente não sabia o que fazer, vê-lo dessa forma conseguiu me destruturar completamente.

- Sasuke?! Sasuke?! SASUKEEEEE – gritei desesperado o sacudindo – ALGUÉM, POR FAVOR, AJUDEM – pedi aos prantos – SASUKEEEEEEE, o que houve? – perguntei começando a chorar – O que você está sentindo, hein? ME RESPONDE, ME RESPONDE – supliquei tremulo.

- Naruto?! O que aconteceu com o Sasuke? – O pai dele perguntou se aproximando de nós dois rapidamente, se mostrando tão preocupado quanto eu.

- E-eu não sei, ele estava me puxando para fora do restaurante em um momento e em outro colocou a mão na cabeça e simplesmente desmaiou – expliquei em meio as lágrimas – Eu não sei o que aconteceu – expliquei me voltando para o Sasuke caindo em meus braços - SASUKEEEE, ACORDAAAA POR FAVOR, POR FAVOR ACORDA.

- Eu já chamei o socorro moço, eles estão a caminho – alguém avisou, mas, não prestei bem atenção em quem era.

- Se acalme Naruto, isso já aconteceu antes – Uchiha pai explicou – Ele ficará bem, não se preocupe... Ele ficará bem – garantiu após chegar a respiração e o pulso do filho – Por favor, proteja a cabeça dele ok? Eu irei elevar as pernas, enquanto, o socorro não chega – disse tão nervoso quanto eu.

Tentando ser útil, segui com sua orientação e coloquei sua cabeça em repouso no meu colo enquanto ele suspendia as pernas do Sasuke. Depois de uns longos dez minutos eu acho, o socorro finalmente chegou e eu o Uchiha pai seguimos com o Sasuke na ambulância.

Durante todo o caminho, eu não soltei sua mão em nenhum momento e meus pensamentos se voltaram unicamente em pedir a kami-sama que nada de mau acontecesse com o Sasuke.

Assim que chegamos ao hospital, Sasuke foi levado por médicos e enfermeiros para realizar uma série de exames e eu tive que ficar na recepção aguardando uma resposta juntamente com o pai dele.

                Esse momento de espera é o pior, ficar aguardando uma resposta se alguém está bem ou não é simplesmente horrível. Todas as pessoas que passavam com roupas hospitalares simplesmente nos ignoravam, não davam nenhuma notícia o que me deixava mais aflito ainda.

                Quando não estava mais aguentando e já iria procurar alguém para exigir informações sobre o que estava acontecendo o Itachi-sama chegou no hospital, vindo em nossa direção rapidamente. Provavelmente o Uchiha pai o avisou, pois, eu esqueci completamente de fazer isso.

                - Naruto?! O que aconteceu? O Sasuke está bem? – indagou visivelmente preocupado com o irmão ao se aproximar de mim ainda ofegante.

                - Ainda não sabemos Itachi, ele foi levado para uns exames.... Porém, ainda não vieram nos informar nada – Uchiha pai explicou rapidamente.

                - Eu não aguento mais isso, eu vou procurar um médico, enfermeiro ou até mesmo o zelador desse hospital para nos informar algo – afirmei impaciente.

                - Se acalme Naruto, vamos aguardar ok? Você e meu pai fiquem aqui que eu irei procurar mais informações – disse me tranquilizando – Eu volto logo, não se preocupe.

                - Por favor, não demore – supliquei nervoso.

                Droga, o que você tem Sasuke? Assim que você acordar eu vou te encher de pancada sabia? Desse modo, você não se atreverá me preocupar desta forma novamente – pensei suspirando angustiado, enquanto, andava de uma lado para o outro na recepção.

                - Você disse-me que não sabia o que sentia pelo meu filho, não foi? – Uchiha pai disse interrompendo meus pensamentos – Para mim ficou bem claro o que senti por ele – afirmou sorrindo levemente – Não podia estar mais claro – comentou me olhando nos olhos, porém, resolvi não reponde-lo apenas me sentei ao seu lado em silêncio em umas das poltronas da recepção e fiquei aguardando a chegada do Itachi-sama como notícias.

                Após uns vinte minutos mais ou menos, Itachi-sama retornou com um semblante preocupado, deixando-me mais angustiado ainda, se é que é possível.

                - O que aconteceu? O Sasuke está bem? – perguntei sentindo meu peito apertar de repente.

                - Não se preocupe Naruto, fisicamente ele está bem – respondeu suspirando.

                - O que exatamente quer dizer com fisicamente Itachi? – Uchiha pai fez exatamente a pergunta que iria fazer.

                - Aconteceu de novo pai – explicou seriamente algo que só os dois entendem.

                - Não, não pode ser – disse colocando as mãos na cabeça – Como isso é possível? Ele deixou de ter esses surtos a anos Itachi... Como é possível que tenha acontecido novamente? Isso não é possível.... A última vez, foi a mais de cinco ano.

                - O terapeuta disse que poderia acontecer novamente pai, ele não está curado do fator gerador desses surtos lembra? – disse com pesar – Infelizmente aconteceu outra vez, não podemos fazer nada... Algo impulsionou-o a ter outra crise, precisamos descobrir o que foi.

                - O que aconteceu novamente? O que o Sasuke tem, por favor, me expliquem o que está acontecendo – supliquei os interrompendo, sentindo a angustia me dominar mais ainda ao não entender absolutamente nada do que eles estavam falando.

                - Naruto, precisamos conversar – Itachi afirmou calmamente – Vem comigo, por favor.

                - Ir com você? Mas, o Sasuke precisa de mim... Eu preciso vê-lo, saber como ele está – afirmei com certa resistência de deixar o hospital.

                - Não vamos embora, apenas, vamos a um lugar mais reservado... Por favor – pediu me deixando sem saída. Suspirando, acabei o acompanhando até uma lanchonete mais reservada ainda dentro do hospital.

                - Naruto, eu preciso que me faça um favor – afirmou me olhando nos olhos – Eu preciso que me diga exatamente o que o Sasuke te falou antes de desmaiar, consegue se lembrar? Isso é muito importante para que eu possa te explicar o que está acontecendo.... Pode tentar lembrar? Por favor.

                - O que ele me disse? – perguntei recebendo seu acenar positivo – E-ele me disse – tentei recuperar em minha memória... Depois de alguns segundos, a memória veio a minha mente:

“V-você não pode conversar com ele.... Não pode... Ou vai acabar me deixando – afirmou como as mãos ainda na cabeça como se estivesse sentindo uma forte dor – S-se conversar com ele... V-você sumirá da minha vida... Assim como ela f-fez – sussurrou antes de simplesmente desmaiar na minha frente.”

                - Ele disse algo, como eu não podia conversar com o pai de vocês... Pois, caso eu conversasse eu iria embora como “ela” fez – expliquei vendo uma expressão de pesar se instalar em seu rosto.

                - Entendo, ele disse isso – murmurou fechando os olhos - O Sasuke te contou o que houve com ele quando criança, não disse? – perguntou recebendo meu acenar positivo – Certo, então, você sabe que ele passou por um trauma emocional muito forte, não sabe?

                - Sim, eu sei – concordei não entendo aonde ele queria chegar.

                - Esse trauma deixou muitas sequelas nele, Naruto – disse seriamente – As crises de ansiedade e a ginofobia são apenas algumas das consequências – explicou – Outro sintoma desse trauma é a amnésia dissociativa, um mecanismo de autodefesa que a mente do Sasuke criou... Em certos momentos, quando o Sasuke está prestes a lembrar o motivo por ter saído de casa atrás da nossa mãe naquela noite a anos atrás... Ele tem surtos de perda de memória, essas perdas de memórias são recentes na maioria das vezes. Basicamente isso funciona como uma válvula de escape, ele simplesmente apaga das memórias o que o provocou a crise como uma forma de proteção irracional do seu subconsciente... Nessa perda de memória, ele pode esquecer coisas básicas de sua personalidade, algum projeto de trabalho que estivesse desenvolvendo ou simplesmente esquecer relacionamentos e pessoas.

                - O que exatamente quer dizer com isso.... Está querendo me dizer, que o Sasuke pode esquecer de mim?! Que ele pode esquecer de nós dois, é isso?! – perguntei não conseguindo assimilar essa informação.

                - Sim, infelizmente é exatamente isso Naruto – afirmou com sinceridade – Eu estou te contando isso, pois, não quero que se magoei entende? Você se tornou alguém especial para o meu irmão, ele realmente te ama Naruto... Mas..

                - Mas, mesmo me amando pode ter esquecido de mim – murmurei o interrompendo e permitindo que as lágrimas viesses com força total – E-ele pode ter simplesmente apagado todas as nossas lembranças juntos... Como pode ter certeza disso, hein?! V-você já o viu? Ele está acordado? E-ele disse que não se recorda de mim, por acaso? – indaguei não conseguindo aceitar tal realidade.

                - Eu sei que é difícil Naruto e me sinto muito mal por tal situação, mas, eu preciso ser sincero contigo, entende? Eu ainda não o vi acordado, mas, já passei por essas situações com ele antes... Eu sei o quanto isso é doloroso para você, mas, eu sinceramente me sinto na obrigação de te alertar... Realmente sinto muito por isso.

                - E-eu preciso vê-lo – afirmei ainda incrédulo – Eu preciso vê-lo Itachi, por favor, me deixe vê-lo – pedi enxugando as lágrimas – Se ele não recordasse de mim, irei embora... Porém, deixe-me vê-lo para ter certeza que isso é real.

                - Tudo bem – concordou suspirando – Irei leva-lo até ele.

                Durante todo o caminho até o quarto onde ele estava, eu apenas pedia a kami-sama que tudo não passe de um pesadelo... Que assim que eu entrasse naquele quarto, ele me direcionasse aquele sorriso de canto de boca que faz meu coração parar uma batida, que me chama-se de dobe e falasse alguma bobagem em meu ouvido... Era apenas isso que eu pedia.

                Mas, nem tudo que pedimos conseguimos infelizmente – pensei assim que entrei em seu quarto e vi seu olhar se direcionar a mim... Não definitivamente aquele não era o olhar que ele me direcionava, aquele olhar era diferente.... Era frio, como a um bom tempo não via em seu rosto.

                - Sasuke?! Como está se sentindo? – Itachi indagou se aproximando da cama onde ele estava deitado – Está se sentindo bem?

                - Não sei o que estou fazendo aqui Itachi, mas, quero ir embora o quanto antes – afirmou ainda me encarando.

                - Sasuke?! – murmurei ainda parado na porta do quarto.

                - O que está fazendo aqui Naruko?! – perguntou seriamente – E que tipo de intimidade é essa?! Para você é Uchiha Sasuke – afirmou me direcionando um olhar intimidador.

                Naruko?! Ele está me chamando de Naruko? Ele acha que sou a Naruko? – pensei não conseguindo acreditar que isso está acontecendo.

                - Não devia estar trabalhando, hein? Acha que pago seu salário para ficar batendo pernas? Já preparou as planilhas para nossa reunião de amanhã? – perguntou rispidamente – O que está acontecendo? Não vai falar nada? O rato comeu a sua língua, por acaso.

                - Chega Sasuke – Itachi interveio ao ver minha situação de incredibilidade – Naru-ko, por favor, me acompanhe – pediu me puxando para fora do quarto rapidamente.

                - E-ele me chamou de N-naruko – balbucie – Ele esqueceu que não sou uma mulher? Ele esqueceu de nós dois Itachi, ele esqueceu – afirmei sentindo o chão faltar em meus pés – E-ele esqueceu de mim?! – perguntei não conseguindo refrear as lágrimas novamente.

                - Eu lamento Naruto, eu realmente lamento muito – disse me puxando para um abraço.

                - Me diga uma coisa Itachi – pedi em meio as lágrimas – E-ele alguma vez conseguiu recuperar as memórias perdidas? Por favor, me responda... V-você disse que isso já aconteceu antes, não foi mesmo? Então, me diga é possível que ele lembra-se de mim novamente – indaguei baixinho ainda em seus braços.

                - E-eu, não sei Naruto... Infelizmente as memórias perdidas das outras vezes, ele nunca conseguiu recuperar antes... Sinto muito – sussurrou me confortando mais ainda em seus braços.

                Não sei por quanto tempo fiquei em seus braços, mas, foi sendo aparado por ele que permiti que toda a dor que estou sentindo no momento se manifestasse, pois, por mais que seu jeito frio tenha sido direcionado a mim, por mais que digam que ele não se recordará de mim e mesmo eu tendo presenciado isso.... Ainda é meio impossível de crer – pensei chorando até secar minhas lágrimas completamente – Afinal, ele ainda é o meu teme... O único homem pelo qual me apaixonei perdidamente até hoje.

                - Vem Naruto, eu vou te levar para casa – afirmou me guindo pelos corredores do hospital depois de certo tempo.

 

 

Continua.................


Notas Finais


Sim, deixe-me informar algo bem importante: Bom, amanhã estarei começando o meu estágio final no hospital para assim finalizar o meu ultimo período na faculdade, as coisas simplesmente serão bem corridas. Pois, terei que enfrentar seis horas de estágio e mais oito horas de trabalho... Durante quatro meses eu terei que conciliar muitas coisas, então escrever ficará bem difícil mesmo... Peço a compreensão de vois mecês ok? Não desistirei de nenhuma fic, nem mesmo Diário de um Nerd que atualmente está parada... Mas, durante quatro meses terei que priorizar a finalização da minha faculdade.. As atualizações serão mais difíceis, mas, tentarei ao máximo encontrar um tempinho para continua-las .


Kissus e até os comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...