1. Spirit Fanfics >
  2. Minha submissa- suga >
  3. Cap 22

História Minha submissa- suga - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤

BOA LEITURA😉❤

❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤

Capítulo 22 - Cap 22


Fanfic / Fanfiction Minha submissa- suga - Capítulo 22 - Cap 22

S/N (on)



Logo tudo estava pronto e eu escutei algumas coisas quebrando no andar de cima, fiquei assustada e pensei que fosse alguém brigando. Logo  jhope entrou na cozinha junto ao jin e me olharam nervosa.

Jin: calma s/n!

S/n: oq tá acontecendo? 

Jh: vc sempre vai escutar isso, vai ser normal. *ele da de ombro tentando passar conforto*

S/n: quem está quebrando as coisas? 

Jin: o suga, ele sempre faz isso quando bebe muito.

S/n:ele tem algum problema de cabeça?

Vi  jin o o j-hope me olhar e logo se olhar segurando a risada, mas eles ficaram sérios e me olharam de novo.

Jin: não ele não tem nenhum problema s/n, ele fica meio que sentimental se lembrando do passado dele , ai fica assim.

S/n: pra mim ele vai continuar tendo algum problema. *dei de ombro*

Jh: vc sabe alguma coisa para ressaca? 

S/n: sei.

Jh: tem como vc fazer para eu levar pra ele e os meninos? 

S/n: sim.

Jin: vou tentar acalmar ele.

Os meninos sairam da cozinha e eu preparei um café bem forte, e sem açúcar para eles, para tirar a ressaca. Algum tempo depois, eles estavam descendo, eu só queria entrar para o quarto e ficar lá dentro.  os garotos pareciam mas umas múmias.

Os cabelos todo assanhados e as caras de quem bebeu, todos sentaram a mesa sonolentos, e começaram a comer logo, vi tae entrando na cozinha e me encarando. O mesmo também estava bêbado. Dei de ombros e me virei para terminar algumas coisas,  j-hope me chamou para eu levar o café para dar a eles .

Jh: s/n pode trazer o café? 

S/n: unhum.

Fui até a mesa e fiquei perto do hope, ele logo pegou o café e foi passando para os meninos,que estavam fazendo cara feia pq estava aguado.

Sg: que porra é essa? Além de anta não sabe fazer um café? 

Jh: isso é para ressaca suga, não coloca açúcar. 

Jin: isso é pra vc voltar ao normal rápido.

Sg: eu tô normal, finalmente vc achou as coisas, tem que aprender a procurar as coisas sozinha.

S/n: o jin me ajudou

Sg: vc sempre ajudando os outros neh jin, ela tem que aprender a se virar sozinha sem a ajuda de ninguém.

Jin: suga ela não sabe nem onde fica a saida da casa, eu tenho que dizer a ela onde fica as coisas.  *jin fala suspirando*

Sg: ela não saber a saida haha *debocha*

Jin mandou eu sair dali da cozinha que depois ele me chamaria e o idiota do suga, mandou eu ir limpar a bagunça que estava no quarto dele. Peguei as coisas e subir para o quarto pisando duro no chão,  assim que entrei me assustei pq tinha vidro de todos os lados.

Comecei a limpar tudo assim, que terminei, desci e já fui mandada lavar a louça e arrumar a cozinha. Já a tarde eu tinha feito tudo e eu estava totalmente acabad,  esse desgraçado só não mandou eu lavar a casa, mas mandou eu fazer várias coisas.Tava na cozinha comendo, quando jin chegou até mim.

Jin:vc deve tá cansada neh

S/n: muito.

Jin: eu vim mandar vc se arrumar para eu e vc ir nessa boate, para eu falar com esse embuste 

S/n: como eu vou sair, o suga nem vai deixar.

Jin: vai, ele já está bem, já está normal 

S/n: e roupa? Eu não tenho roupa.

Jin: vou ver oq eu consigo para vc lá em cima, enquanto isso vai tomando banho eu deixo a roupa na sua cama 

S/n: ok.

Ele saiu e eu fui tomar banho e logo me lembrei que o suga me viu nua e logo tranquei a porta por medo que algum deles entre ali e me veja nua de novo.


 

*quebra de tempo* 



Ja estavamos em frente ao meu grande pesadelo, jin desceu e eu não quis sair do carro, mas ele fez eu ir junto Desci do carro, quase não indo, mas jin me puxava, assim que entramos na boate vi  tzuyu, ela me olhou e logo fez uma cara feliz, mas logou mudou para triste .

S/n:jin...*parei o mesmo o puxando pelo braço*

Jin:  hum

S/n: aquela é a tzuyu, ela não merece estar aqui, ela sofre muito neste lugar, eu ia fugir mas ela.

Jin: chama ela, diz que vc vai sair e que ela pode ir junto com v,  mas ela tem que arrumar um lugar para ficar.

S/n: vc faria isso? 

Jin: ninguém merece trabalhar forçado, s/n. 

Logo chamei tzuyu e ela ficou feliz e me disse que bae bateu nela de novo e que estava arretado comigo e que vai acabar comigo. Jin fez um telefonema enquanto esperava bae sair da sala, assim que ele saiu, meu coração já não batia normal, estava acelerado.

Bae: olha quem voltou!  *ele me olha*

Jin: isso é pra nunca força ninguém em nada. 

Jin deu um soco na cara do bae e foi pra cima dele começando a falar coisas com ele, logo vi alguns seguranças entrar mas Jin, disse para eles não se aproxima.

Jin: olha essas duas aqui vai comigo e vc não vai fazer nada seu bosta.

Bae: aah mas isso não vai ficar assim, a s/n é minha

Jin:ela não tem teu nome covarde, vamos s/n e essa outra.

Jin mandou a gente ir para o carro e fez outro telefonema e logo entrou no carro, ele deu partida e vi o bae mandar alguns carros atrás da gente e vindo em um deles também. Eu me impressionei com a atitude de jin, pensei que ele não fosse disso. .. Assim que chegamos na casa dos meninos, suga estava do lado de fora, jin mandou eu e a tzuyu descer do carro. Ele estacionou o carro na entrada da garagem, e eu vi obae parando em frente a casa do suga 

Sg: oq tá acontecendo? 

Jin: lembra do bae que queria te ferrar para a polícia? Olha ele ai.

O bae apontou uma arma para mim e alguns cara para a tzuyu, eu fui para trás do suga e a tzuyu ficou parada 

Sg: olha se não é ele, bae! *suga anda um pouco para frente*

Bae: vc ainda está vivo, miserável!

Sg: pq não estaria? Pq vc ia contar para a polícia que eu tava com drogas? Aah que pena que eu sou melhor do que vc e ninguém me para.

Bae: olha, eu não quero nada com vc suguinha, apenas a s/n e a tzuyu.

Sg: que? Pq quer a s/n? 

Bae: ela é minha ne s/n? e vc vai vim comigo sem falar nada.

Eu já estava em prantos, eu não queria ir com ele, mesmo que eu tenha medo do suga, eu preferia ficar com ele do que ir com bae.

S/n:eu não quero ir com ele suga, por favor não deixa ele me levar de novo.  *eu falo em sussurros com a voz falha*

Sg: oq ele fez para vc? *ele me olha por cima do ombro*

S/n: eu não quero falar.

Bae: tá com medo de dizer ao suguinha, que vc era prostituta..

S/n: eu não sou prostituta! *falo gritando* ele me obrigou a trabalhar pra ele, ele me bateu.

Sg: vc anda batendo em mulher agora bae, pq não bate em mim.

Bae: não estou a fim de brigar com vc suga, apenas devolva oq é meu e eu irei embora.

S/n: por favor suga, suga não deixa eu ir com ele, eu te peço.

Eu tava com muito medo, que me abracei no suga, pedindo para ele não deixar o bae me levar, agarrei ele por trás que pude sentir seu coração bater junto ao meu, eu estava com medo de que ele deixasse bae me levar.


Continuaa....


Notas Finais


De noite tem mas um😉🌌❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...