1. Spirit Fanfics >
  2. Minha submissa- suga >
  3. Cap 29

História Minha submissa- suga - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤

Mais um!😁

Me desculpem os erros👀

Boa leitura😊

❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤

Capítulo 29 - Cap 29


Fanfic / Fanfiction Minha submissa- suga - Capítulo 29 - Cap 29

SUGA (on)



Eu comecei a chorar e novamente, comecei a ter minhas crises de sair quebrando tudo, mas uma vez meu quarto estava arruinado, chorando por esta se transformando em um monstro igual a ele, e chorando, pq ela não está mas aqui, chorando pelo meu passado que me persegue, por um trauma que eu nunca mas vou esquecer.

Fui parar em frente ao espelho do banheiro e comecei a me olhar, me encarei, olhando nos meus próprios olhos. Eu não quero ser igual a ele, mas eu já estou me tornando, eu já estou ficando um monstro igual a ele. Não me aguentei e dei um murro no espelho,que logo os cacos de vidros cairam sobre a pia, e me fazendo corta os dedos.

Os corte foi grande mas não foi muito fundo, liguei a torneira para lavar o sangue que descia sem parar, logo arrumei uma toalha e enrrolei minha mão nela. Voltei ao quarto e me deitei na cama,ainda com a toalha enrolada em minha mão, meus olhos estavam ardendo e meu rosto estava molhado.

Me ajeitei na cama e tentei dormir, estava com dificuldade, mas logo conseguir dormir. Depois que me acordei, vi que não dormir mas de 20 minutos, sentir meus  dedos arde, e vi a toalha suja de sangue, fui no banheiro e lavei a mão de novo, e depois fui atrás de uma caixa de primeiros socorros, para fazer um curativo em mim.

Assim que achei a caixa fiz o curativo e alimpei tudo, o sangue parou de descer.  Me sentei na cama e fiquei pensando no que jin me disse. Será que eu devo ir lá pedir desculpa a ela? Será que eu vou lá falar com ela?  Ele tem razão, eu tô ficando igual meu pai, agindo dessa forma.

De tanto pensar lembrei que hoje, ia devolver o cllr dela e ia comprar oq tava faltando e algumas roupas para ela. troquei de roupa e  peguei meus documentos  (carteira de habilitação, identidade, etc) peguei meu cartão de roupa e de comida e logo descir indo para o quarto de s/n. 

Acho que os meninos sairam, eles costumam ficar na sala, não vi nenhum deles, nem na sala, nem na cozinha e nem na área de fora. Cheguei em frente a porta do quarto da s/n e escutei um soluço, vindo de dentro do quarto. Meu coração apertou por isso, agora vou ficar nessa por causa do jin, odeio ser comparado com meu pai,pq sempre vou me sentir culpado. Bati na porta e escutei a mesma suspirar e logo falou:

S/n: jin,a porta está aberta, pode entrar.

Não respondir se não ela não ia me deixar entrar, assim que abri a porta e entrei a mesma tava sentada na cama, ela fez uma cara de medo e confusa,e logo foi mas para trás na cama.

S/n: oq vc veio fazer aqui.

Sg: vim conversar.

S/n: conversar oq? Me chamar de escrava? 

Sg: olha  não começa, eu vim falar numa boa com vc, não faz eu perder a paciência.  *falo sério* 

S/n: então fale!

Sg: primeiro quero saber se vc me ajudou mesmo ontem a noite e dormimos no sofá juntos? 

S/n: tá com medo que seja verdade que vc dormiu com sua empregada?  

Sg: vai me responder ou não!?

S/n: foi verdade sim, não sei pq eu te ajudei, era pra ter te deixado morrer de tanto que bebeu ali, mas eu sou uma idiota de ter ido te ajudar.

Sg: não falei nada disso. oq eu falei para vc quando estava bêbado?

S/n: pq quer saber? 

Sg: oq eu falei?  *insisto*

S/n: falou oq eu já falei uma vez, que queria sua vida de volta, e que era culpa dele, dele eu não sei quem.

Quando s/n me falou que eu falei isso, minha expressão de serio mudou para trsite e eu logo soltei um suspiro.

S/n: quer saber mas? Vc chorou., vc quebrou as coisas, eu mandei vc parar e disse que ia te ajudar e vc me pediu ajuda, mamdou eu te ajudar, e depois desabou em meu ombro chorando..

Sg: tá bom....não precisa falar mas nada.....*quase deixo uma lagrima escapar* eu vim pedir desculpa, eu sei que vc não vai aceitar, mas eu vim pedir desculpa, e obrigado por ter me ajudado e ter cuidado de mim ontem e hoje. *falei sendo direto*

S/n: pq está querendo chora? 

Sg: não estou querendo chorar

S/n: eu não sou cega para ver sua lagrima querer descer.

Sg: não é por nada, olha se arruma que vamos sair, eu não esqueci que eu ia com vc comprar suas coisas.

S/n: eu não acredito em vc. *ela balança a cabeça*

Sg: olha s/n, se vc não me desculpar, o problema é seu, eu já pedir desculpas e te disse obrigado. *falo saindo do quarto* 

S/n: unhum..

Sg: anda logo, ponhe qualquer roupa, vou te esperar na sala. 


Continuaa...


Notas Finais


❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤

Comentem para eu interagir com vcs😍

❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...