1. Spirit Fanfics >
  2. Minha submissa- suga >
  3. Cap 30

História Minha submissa- suga - Capítulo 30


Escrita por:


Notas do Autor


❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤

Estão se protegendo,por causa do corona?
Espero q sim😉

Boa leitura 😊

❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤💫❤

Capítulo 30 - Cap 30


Fanfic / Fanfiction Minha submissa- suga - Capítulo 30 - Cap 30

S/N (on)



Quando suga veio falar comigo e até me pediu desculpas, eu não acreditei, logo ele? Me pedindo desculpas? E ainda disse obrigado? Pensei que ele não fosse fazer isso. Eu contei a ele, oq ele queria saber sobre oq ele fez na noite passada,e depois de ter dito, oq ele tinha falado, o mesmo estava quase chorando.

As vezes eu só queria saber se  suga, tem algum problema com alguém, oq ele tem, para toda vez que ele bebe ficar assim, falando coisas e acaba chorando e quebrando tudo. Mas eu tenho medo de perguntar, pra mim ele ainda vai ser o mesmo, ele me humilhou, disse que eu era escrava.mas vou tentar deixar isso de lado, oq vai mudar? 

ele disse que ainda ia comigo comprar mimhas coisas, e comprar as coisas para casa, mas eu fico com medo de sair com ele, não sei oq ele pode fazer comigo. Embora eu tenha olhado para ele, na hora em que e me pediu desculpas, e tenha visto que ele tinha falado a verdade, não sei, uma parte de mim desiste em acreditar em tudo oq ele fala, e outra parte só queria poder acreditar nele.

Ainda fico  na dúvida se acredito no que ele falou, os meninos diz que é para eu confiar no suga, mas não sei eu não consigo, me dar medo de confiar e me dar mal mas uma vez. No final de tudo, eu só me machuco, igual como foi com tae.

Ele saiu do meu quarto e eu tive que me levantar, fui até uma bolsa com roupa que  jin tinha colocado em cima da cadeira e joguei tudo que tinha na cama. Comecei a procura algo adequado para me vestir e achei um vestido azul, peguei o mesmo fui para o banheiro, me arrumei e sair do quarto e fui para a cozinha, onde dei de cara com suga, que logo virou me olhando.

Sg: pensei que não ia comigo.

suga falou tão, calmo? Ele não falou dessa vez com frieza comigo, na maioria das vezes, ele só me trata assim, ai quando ele fala assim eu até estranho.

S/n: estou precisando de roupas. *falei sendo direta* 

Sg: onde arrumou esse vestido? 

S/n: jin me arrumou algumas roupas, pq eu estava usando as suas.

Sg: unhum, vamos? 

S/n: vamos..

Ele se levantou e foi em direção a sala e eu seguir o mesmo, ele saiu e eu fui atrás, quando sair do lado de fora pude sentir o cheiro de ar livre, das árvores, o vento passando, eu parei e fiquei sentindo  o prazer que é sair para o lado de fora, eu só vivo ai dentro trancada e fazendo as coisas. Vi suga parar em frente a mim com um carro preto, e me olhar logo perguntando de dentro:
 

Sg:não vai mas? 

S/n: a-ah vou...*falo indo para o carro* 

Abrir a porta e logo entrei colocando o cinto de segurança, o mesmo deu partida. estavamos calados, só escutavamos a zoado do carro e do ar condicionado. Eu fui o caminho olhando a vista de seul que é linda, e a saudades que é andar por aqui, e fui me lembrando da minha rotina todos os dias.

Como era acordar cedo, ir para o ponto de ônibus e tae passar e me pegar e depois pegar a yerin e ir o caminho vendo os dois arengar, depois do curso, voltar com  tae que sempre me fez me atrasar na padaria, almoçar com ele e vim passar a tarde trabalhando. Sorrir por lembrar disso.

Mas isso apertou meu coração, meus olhos encheram de lagrimas, que aos poucos  iam caindo pelo meu rosto e molhando minha mão, que segurava meu rosto, enquanto eu estava escorada na porta do carro. Isso me bateu uma saudade da yerin, sempre nos falamos, todos os dias iamos para o curso, ela era doida e sem juizo,já fez oq não devia, mas eu amo ela, como ela ficou? Eu sumir assim do nada, sem dizer algo a ela, sem dizer para onde fui.

Sg: pq está chorando agora?   *fala diminuindo a velocidade do carro e me olhando*

S/n: nada. *passo a mão para enxugar a parte molhada do meu rosto*

Sg: ninguém chora por nada.

S/n: vc quer mesmo saber oq pq eu estou chorando, suga?  *falo me ajeitando no banco do carro e olhando o mesmo*

Sg: ????

S/n: vc sabe oq é perder tudo? Perder sua amiga de uma hora para a outra? Perder sua casa,seu emprego,sua vida?

Sg: sei. *ele aperta a mão no volante*

S/n: vc não sabe de nada! Pq se soubesse, me deixaria ir embora. 

Sg: vc que não sabe de nada, vc é uma ingrata, sabia?

S/n: vc me sequestra e eu sou a ingrata? Me poupe, suga. *eu olho para fora do carro*

Sg: na hora que bae queria te levar, vc soube me pedir para não te deixar ir com ele, vc não ia sobreviver a nada s/n, NADA. vc praticamente nem tem sua família, seu emprego foi por água abaixo, trabalhar como prostituta e não ganhar nada? Como vc ia pagar sua casa e seu curso? Sua casa tomaram de vc, seu curso iam pedir pra vc sair e te colocar em um processo,onde nem dinheiro vc tinha para pagar, a ÚNICA coisa que ia te resta, era sofrer na mão do bae para sempre.  *ele fala sem paciência*

Quando ele falou tudo aquilo, eu processei tudo aquilo por segundos, antes de falar qualquer coisa, ele tem razão, a única coisa que ia me restar era sofrer na mão de bae.

S/n: a gente já chegou?  *falo com voz de choro,tentando não falar nada para não brigar com ele*

Sg:já..


Continuaa


Armorix eu fiz uma fanfic cap único de jikook. Só para quem gosta,ok? Link no final.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...