História Minha vida de cabeça para baixo (Repostagem) - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Incesto
Visualizações 13
Palavras 2.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Jeon Jungkook


Fanfic / Fanfiction Minha vida de cabeça para baixo (Repostagem) - Capítulo 11 - Jeon Jungkook

Agora temos aqui um caso um pouco complicado. Jeon Jungkook, o mais novo e um anjinho aos olhos de muitos e até ontem aos meus também, mas depois de certos acontecimentos bem recentes eu passei a não ver mais dessa forma e que me deixaram a mercê da minha sanidade mental, que pelo o que já deu para perceber não está tão estável assim. 

UM DIA ANTES 

Estava no quarto de Yun fazendo a mesma dormir e depois de alguns minutos a mesma dorme, ligo o visor de meu celular e vejo que são 14:30, saio do quarto da pequena com cuidado para não acordar a mesma.  

Vou para meu quarto e começo a estudar, depois de quase uma hora lembro que devia pegar um livro na biblioteca para complementar meu material de estudos. Saio de meu quarto e vou rumo a biblioteca, chego na mesma e levo um pequeno susto com o barulho alto de algo colidindo contra uma mesa. Vou em direção ao barulho e encontro Kookie com a cabeça apoiada em uma pilha de livros. 

-Kookie...-chamo o mesmo e o garoto leva um susto- Relaxa, o que aconteceu?- pergunto em relação a sua visível frustração. 

Jk- Aish noona, eu não estou conseguindo resolver essa questão de matemática. 

-Posso dar uma olhada?- pergunto olhando para o livro em que havia alguns exercícios que só de olhar já dá dor de cabeça- Uau, faz tempo que eu não vejo esse tipo de conta! Apesar de estar na faculdade, a área que eu estudo da matemática não é tão difícil. Porque você não pede para o seu irmão te ajudar? Você estão na mesma série, certo?- o garoto assente e olha para baixo com um semblante um pouco abatido. 

Jk- Bom noona, eu até pediria já que ele é muito bom em matemática, mas Jimin está um pouco afastado ultimamente. Ele quase não tem conversado comigo esses dias...- vejo a tristeza no olhar do garoto e por um momento me culpo por essa situação. 

-Se você quiser, eu posso te ajudar a resolver essas questões...e também, posso falar com Jimin se você quiser é claro.- digo e vejo o garoto um pouco pensativo sobre a minha proposta. 

Jk- Não quero te incomodar noona. 

-Não é nenhum incômodo Kookie.- digo e bagunço o cabelo do garoto- Agora deixe-me ver esses exercícios e ver se eu lembro de como se resolve. 

Ajudo o garoto a fazer todos os exercícios e quando percebemos já eram 17:00 horas. 

Jk- Noona muito obrigado por ter me ajudado, eu realmente não saberia como resolver isso se não fosse você!- diz o garoto de maneira tímida e com as bochechas rosadas, rio de se ato e o garoto e me encara com a expressão séria. 

-O que foi Kookie?- pergunto e vejo o garoto guiar seus olhos até minha boca. 

Jk- Noona não fique com raiva de mim, mas eu preciso fazer isso se não eu vou pirar! 

-O que...- sou surpreendida pelos lábios finos e rosados do garoto de encontro com o meu. 

A princípio fiquei sem reação, o rapaz se afastou quando percebeu que eu não havia me mexido. 

Jk- Desculpa noona e-eu...- não deixei o garoto terminar de falar e juntei nossos lábios novamente. 

O garoto ficou surpreso mas logo se rendeu ao beijo, de início era apenas um selinho simples sem malícia alguma, pedi passagem com a língua e o rapaz cedeu. Nossas línguas se tocavam suavemente, de início Kookie parecia um pouco perdido quanto ao que fazer mas logo pegou o mesmo ritmo que eu e as coisas começaram a ficar interessantes. Jungkook levou sua mão direita até minha nuca e aprofundou mais o beijo, repousei uma de minhas mãos em sua coxa definida e apertei o local, guiei minha outra mão até sua nuca e fiquei fazendo um carinho ali e de vez em quando dava alguns puxões nos fios que ali haviam. 

Enquanto nos beijávamos de forma calorosa, Kookie levou sua mão desocupada até minha cintura e apertou a mesma, me puxou ao seu encontro e acabei por me sentar em seu colo, o garoto ficou impulsionando meu quadril de encontro ao seu e senti um volume começar a se formar. Movimentei meu quadril indo para frente e para trás e Kookie arfou sem separar nossos lábios. Separei nossas bocas dando uma mordida no lábio inferior do moreno e o mesmo começou a dar selinhos por toda a extensão de meu pescoço e dando uma mordida no mesmo, desceu seus lábios até o vale de meus seios e com uma de suas mãos apertou meu seio direito. 

Jk-  Noona você é tão gostosa...- disse o moreno e deu um tapa em minha nádega com a mão livre. 

-Jungkook não seja tão atrevido!- digo e solto uma risada. 

Jk- Impossível quando se trata de você noona, você me deixa sem sanidade alguma!- diz me olhando nos olhos e logo ataca meus lábios sem pudor algum. 

Jungkook leva suas mãos até minhas nádegas e as aperta com força, arfo com seu e rebolo vagarosamente em seu colo criando um atrito gostoso entre nossos íntimos. Eu não podia levar isso adiante, não por agora. 

-Kookie...eu acho melhor pararmos por aqui!- digo ofegante e tento sir de seu colo, mas o mesmo me impede segurando firme em minha cintura. 

Jk- Noona não me deixe assim...- diz olhando para baixo e vejo que o volume em sua calça estava em grande. 

-Jungkook eu não vou fazer nada com você!- digo firme e o garoto me olha com um sorriso cínico no rosto. 

Jk- Mas com meu irmão e com Taehyung você faria não é mesmo?!- o garoto diz e eu o olho desacreditada por ele saber o que acontece entre mim e os rapazes citados 

-Do que você tá falando Jungkook? 

Jk- Noona não se faça de desentendida. Eu escutei tudo o que aconteceu no quarto de meu irmão na noite em que você entrou no mesmo. Também sei muito bem que acontece o mesmo com Taehyung. Eu sou na minha, mas presto atençaõ em tudo o que acontece em minha volta noona.- o garoto diz me olhando cínico e a única coisa que eu faço é retribuir o olhar e soltar um riso anasalado. 

-Okay Jungkook, já que você quer brincar de adulto junto com a noona, terá que seguir minhas regras assim como seu irmão e Taehyung.- digo voltando a me sentar de frente para o rapaz. 

Jk- Noona eu sou quieto, mas não curto seguir regras!- diz de maneira séria e com um sorriso no rosto. 

-Ah Jungkook, não tente bancar o maduro comigo por que isso não vai funcionar! Ou segue minhas regras, ou ficara se aliviando com sua mão até deixar a timidez de lado e falar com uma garota de sua idade...-me levanto e vou andando até parar atrás dele, repouso minhas mãos em seus ombros massageando o lugar e me aproximo minha boca de seu ouvido-...Mas tenho certeza que nenhuma delas vai fazer o que eu faço!- digo por fim e mordisco sua orelha fazendo o moreno se arrepiar e ficar com o corpo tenso- Pense bem Jungkook, não vou te pressionar a nada, mas depois não quero você no meu pé. 

Digo por fim e saio do cômodo indo para o quarto de Yun e vejo que a mesma estava acordada apenas olhando para o teto como se ainda estivesse se despertando. 

-Oi meu amor. 

23:00 

Estava deitada em minha cama assistindo televisão quando alguém bate em minha porta, levanto-me e vou em direção a mesma logo a abrindo e me deparando com Jungkook. 

-O que te trás até meu quarto a essa hora da noite Jungkook?- pergunto arqueando a sobrancelha e vendo que o garoto estava um tanto nervoso. 

Jk- Bom... eu vim conversar sobre o que você havia me dito lá na biblioteca.- diz visivelmente acanhado-...Bom eu resolvi aceitar suas condições e seguir suas regras noona.- diz com as bochechas ruborizadas e me olha um pouco acanhado. 

-Entra e senta na cama.- peço e ele faz. Fecho a porta e me sento de frente para o garoto. 

-Okay Jungkook, eu só tenho que te explicar algumas coisinhas simples.- digo e Kookie confirma com a cabeça. 

-Primeiro: Não temos um relacionamento sério, são apenas trocas de favores e nada além disso. 

-Segundo: Você pode ficar com quem quiser e quando quiser, o mesmo serve para mim. 

-Terceiro: Eu continuo sendo sua noona e responsável por vocês enquanto morar comigo. 

-Quarto: Quem dita as regras aqui sou eu. 

-Quinto: Quando um de nós não quiser ter mais nada um com o outro, é só falar e as coisas vão continuar as mesmas sem ter relações íntimas. 

-Sexto: Não gosto de desrespeito, então para ser respeitado tem que respeitar também. 

-Sétimo: Se um de nós não estiver afim, é obrigação do outro entender. 

-Oitavo: Eu não pertenço a nenhum de você e nenhum de vocês me pertencem. 

-Nono: Se algo te incomodar é só chagar e conversar comigo. 

-Décimo e último: Apesar de tudo, eu quero que sejamos amigos acima de tudo. Entendeu? 

Jk- Entendi noona e também concordo com todas as regras.- o garoto diz um pouco acanhando mas com um tom mais firme em sua voz. 

-Ótimo, então estamos entendidos. 

Jk- Bom, se estamos entendidos eu vou para o meu quarto e deixar você dormir em paz.- antes do garoto sair chamo o mesmo. 

-Jungkook só uma perguntinhas...Você ainda é virgem?- pergunto e vejo o garoto ter a mesma reação do irmão-... Não precisa responder, eu já sei a resposta e posso dizer que será interessante. 

Digo e vou em direção ao garoto que permanecia parado perto da porta ainda de cabeça baixa. 

-Não fique envergonhado e nunca abaixe a cabeça enquanto falo com você okay?- seguro no queixo do garoto e levanto até que nossos olhos se cruzem. 

Jk- Desculpa noona, mas é meio constrangedor falar sobre isso.- vejo seu rosto corar violentamente. 

-Não se envergonhe disso, eu particularmente acho incrível quando um garoto de sua idade ainda é reservado e não é influenciado pela massa. Não se acanhe, tudo no seu tempo, eu não vou te pressionar a nada.- digo e dou um selinho no rapaz- Agora vá para o seu quarto e descanse. 

Jk- Boa noite noona.- diz por fim e dá um beijo em minha bochecha antes de sair do meu quarto. 

....... 

07:00 Horas, Seul- Coréia do Sul 

Aqui estou eu jogada em minha cama pensando sobre a minha nova relação com esses três garotos, espero que nenhum deles se apegue à mim. O que menos me preocupa é o Taehyung, dentre os três ele é o mais desapegado. 

Toc Toc 

Escuto baterem em minha porta e vou até a mesma abrindo-a e me deparo com Yun enrolada em sua mantinha. 

Yun- Noona, eu tô com fome.- a pequena fala e estica os bracinhos para que eu a pegue. 

-Então vamos comer!- pego a pequena no colo e dou um beijinho em sua bochecha- Ah e bom dia meu amor. 

Yun- Bom dia noona!- diz a pequena e coloca o rostinho apoiado em meu ombro enquanto sua mãozinha vai até meu pescoço deixando um carinho gostoso ali. 

Desço as escadas com a pequena e vou até a cozinha encontrando os três pedaços de mal caminho juvenil. 

-Bom dia meninos!- digo normalmente e ambos me olham. 

Jk/Jm/Tae- Bom dia noona!- dizem em coro com um sorriso tímido no rosto. 

Yun- Bom dia Taetae oppa; Bom dia Chimchim oppa; Bom dia Kookie oppa.- a pequena os cumprimentando os meninos um pouco manhosa e tímida. Yun acabou se dando bem com meus primos e a mesma ama brincar com os dois, Taehyung também fez amizade com eles o que é muito bom. 

-Meninos vocês já tomaram comeram?- pergunto enquanto coloco Yun em sua cadeirinha e vou em direção à geladeira pegar ingredientes para fazer panquecas, chocolate quente e café. 

Tae- Não noona. 

-Então esperem um pouquinho que eu vou fazer! 

Depois de um tempo, o café já estava posto a mesa e todos começaram a se sevir. 

-Bom Jimin, Taehyung e Jungkook...- me pronuncio depois que termino de comer e tenho a atenção dos três- Eu preciso conversar algo importante com vocês. 

Yun- iiiii a unnie vai dar bronca em vocês!- Yun se pronuncia e todos riem. 

-Entendido meninos? 

Jk/Jm/Tae- Sim noona. 

Arrumo tudo o que tenho para arrumar e vou dar banho em Yun, deixo Yun em seu quarto brincando e vou para o meu tomar meu banho para depois conversar com os meninos. Aproveitei que Yun estava bem distraída em seu quarto e fui chamar os meninos para virem até o meu. 

Jm- Então noona... o que você queria conversar com a gente? 


Notas Finais


Bom gente foi isso e eu espero do fundo do meu heart que vocês tenham gostado. Perdão por qualquer erro de português que tenha passado despercebido por meus olhos e até o próximo capítulo!
Beijo da unnie!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...