História Um Novo Recomeço - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Cristiano Ronaldo, Irina Shayk
Personagens Cristiano Ronaldo
Tags Cristiano Ronaldo, Espanha, Irina Shayk, Julie, Madrid, Sophie Castiel
Visualizações 73
Palavras 1.149
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


¡Hola mis amores! Perdão por demorar três dias para postar! Mas é que não recebi mais favoritos, e quando recebo, logo desfavoritam.
E isso me deixa MT triste😔
Mas vamos seguir em frente!

- Boa Leitura💖

Capítulo 22 - "Um novo ser..."


Fanfic / Fanfiction Um Novo Recomeço - Capítulo 22 - "Um novo ser..."


P.O.V Sophie Castiel 


- Cris por favor você pode me soltar! - Estávamos brigando feito duas criancinhas porque ele não queria me  soltar. 

- Não. 

- Aff. - Desisti e percebi ele dar risada. 

Muita risada. 

- Sou forte demais para você, amorzinho. - Ele debochou e deitou a cabeça em cima do meu pescoço. 

-  Seu debochado! 

- Não é isso que você me diz quando nos estamos...

- Cala a boca. - Consegui tampar a boca dele e ele riu. 

- Eu vou fazer xixi aqui, se você continuar apertando minha bexiga! - Se eu não tenho mentisse, tenho certeza de que ele nunca me soltaria. 

- Finalmente! - Fiquei a frente dele nua e ele ficou me olhando de cima a baixo. - Hey para de me olhar seu tarado! 

- Desculpa, senhorita Castiel. - Ele brincou e eu fui para o banheiro. 

Deus me livre, esse cara já acorda me perturbando. 



- Quando o Mini Ronaldo vai voltar? - Passei a chamar o Junior assim para perturbar o Cristiano. 

- Você e esse negócio de "Mini Ronaldo" - Ele revirou os olhos e eu ri. 

- Responde logo senhor Ronaldo!

- Ao final da tarde. Ou seja, ainda vai demorar. 

- Que chato... - Descansei meu queixo em cima da minha mão. - Mas vou aproveitar para ir na ginecologista. 

- Ginecologista? - Ele pareceu confuso, mas imaginei que seria mais uma de suas brincadeiras sem graças. 

Ele agora deu para ficar fazendo essas coisas. 

- Vai me dizer que não sabe o que é senhor Ronaldo? - O provoquei e  sentei em seu colo. 

- Sei sim, sua irônica. - Ele sorriu e passei meus braços pelo seu pescoço. 

- Menos mal. Não estava afim de "explicar", isso a um homem. - Ri e ele passou seus braços na minha cintura. 

- Mas o que aconteceu? - Por que ele teve que perguntar isso? 

- Minha menstruação ainda não desceu e isso não é de acontecer. 

Ele ficou pensativo por um tempo e depois pareceu voltar a realidade. 

- Será que a senhorita Castiel, está grávida do senhor Ronaldo? 

Eu pensei em todas as possibilidades possíveis, menos nessa. 

- Se bem que nós não nos prevenimos durante nossas "noites". - Agora quem ficou pensativa fui eu. 

Será que eu estou mesmo grávida? 

Sabe, eu sempre tive vontade de um dia ser mãe, mas eu não queria que fosse agora. 

Mas se essa for a vontade de Deus, eu não posso mudar nada. 



- Amor mío, só para saber mesmo, você gostaria de ser mãe? 

- Ah sim... um dia... - Respondi de cabeça baixa. 

- Tem certeza? 

- É que eu não queria ficar grávida agora sabe? Queria curtir um pouco mais a minha vida, mas se Deus quiser assim, eu não posso mudar nada. 

Depois da minha resposta, meio que "inesperada" para ele, o resto do caminho permaneceu em silêncio. 

Espero que ele não tenha levado a mal, apenas falei a verdade e demonstrei meus sentimentos.  

- Ficou chateado Cris? - O olhei e ele continuou focado na vista a sua frente. 

- Não, apenas fiquei sem o que te falar. - Ele está mentindo, mas não vou insistir. 

- Ok, então. - Olhei para baixo e como costumo fazer nessas horas, comecei a encarar meus próprios dedos. 

- Depois você me fala o resultado, ok? 

- Ok. - Eu ia sair do carro, mas ele me puxou e me deu um beijo. 

Devolvi o beijo e sai do carro. Logo quando eu entrei, ele deu partida. 



Quando eu cheguei,  fui muito bem tratada, mas espero que não tenha sido apenas, porque sou a namorada do "melhor do mundo". 

Entrei no consultório e me sentei  na cadeira, em frente à doutora. 

- Em que posso te ajudar, senhorita Castiel? - Agora ela me fez lembrar do Ronnie... 

"Será que a senhorita Castiel, está grávida do senhor Ronaldo?" 

Ao me lembrar do que havia acontecido de manhã, sorri para o nada e voltei a dar atenção a médica, a minha frente. 

- Perdão, é que minha menstruação ainda não desceu e estou estranhando. 

- Você teve relações sexuais desprevenida? 

- Sim... - Disse meia envergonhada e com medo, sobre o que ela iria pensar sobre mim e Cristiano. 

- Bom, vamos fazer alguns exames, ok? 

- Ok.  



Eu estava ansiosa demais para saber o que a doutora iria me dizer, e já fazia alguns minutos que eu a estava aguardando. 

Junto com meu nervosismo e as pernas bambas, percebi que a doutora havia chegado com alguns papéis nas mãos. 

- Já iremos saber seu resultado. - Acho que ela notou o quanto eu estou nervosa. 

- Ok, doutora. - Forcei um sorriso nervoso e fiquei roendo as unhas, enquanto  a doutora se ajeitava na cadeira. 

- Vamos abrir. - Ela abriu o envelope e começou a ler tudo com uma certa atenção e felicidade. 

- É algo grave? Cândida? 

- Não, pelo contrário, senhorita Castiel! - Ela expressava felicidade a todo momento.

- Então... ? 

- Você está grávida! 

Apesar de eu já saber dessa "possibilidade", para mim, ainda foi uma grande surpresa. Apenas não inesperada.

Eu apenas conseguia sorrir, e pensar no quanto Cristiano iria ficar feliz, ao saber dessa notícia. 

- Faz quanto tempo? 

- Aqui ó, já se faz duas semanas! - Cheguei mas perto e avistei em negrito "2 semanas". 

- Cristiano vai ficar tão feliz quando saber disso! 

- Tenho certeza! E parabéns viu? 

- Obrigada, doutora. - Sorrimos uma a outra e voltei a atenção ao exame.



- Como foi lá? - Entrei no carro e Cristiano perguntou. 

- Muito bem! - Dei um sorriso de orelha a orelha.

- O que a doutora disse? - Ele parecia bastante curioso, e eu queria de uma vez por todas, matar essa curiosidade que ele tanto sentia. 

- Cris... eu te conto em casa! 

- Ah Sophie! - Ele reclamou e eu fiquei dando risada durante todo o trajeto para casa. 



Quando cheguei em casa, Junior e suas tias, estavam "bagunçando" na sala. Para também dar uma enrolada na conversa que teria de ter com Cristiano, entrei na  bagunça e o resto do dia havia se passado assim. 

Espero que depois não tenha que ficar escutando sermão do senhor Ronaldo. Ultimamente, ele está muito enjoado. 

Mas, eu o amo do jeitinho que ele é, e de modo algum me imagino sem ele. 

Enquanto eu conversava com a Katia, senti muita vontade de vomitar e fui ao banheiro.

E como isso nunca aconteceu antes, acho que ela ficou meia desconfiada. 



Como eu queria sair um pouco daquela sala abafada, resolvi ir até o jardim para tomar um pouco de ar fresco.

- Um novo ser... - Sorri e comecei a passar a mão pela barriga.

- Eu já sei de tudo, Sophie. - Katia apareceu e sentou do meu lado.

- De tudo o que? 

- Que você está grávida. 



Continua...




Notas Finais


Beijoo💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...