História Minha Vida Miraculosa (MariCat) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Romance
Visualizações 112
Palavras 572
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - O reencontro...


Fanfic / Fanfiction Minha Vida Miraculosa (MariCat) - Capítulo 2 - O reencontro...

[(6 anos depois)]

Mari on

Os 6 piores anos da minha vida se passaram... Eu não parava de pensar no Adrien... Com 14 anos... Eu comecei a entender meu pai... Gabriel Agreste foi mesmo um cretino mão de vaca... Pra que cobrar mais dos empresários? Eu cansei! Cansei de ver meu pai com dívidas... Cansei de ter que esperar expectativas falsas! Dois anos se passaram... E finalmente completei 16 anos... Agora... Eu tenho um belíssimo motivo para que Adrien Agreste seja meu rival...

{Despertador toca}

Mari: *resmungo de sono* Segunda-feira... O pior dia da semana! *ao falar isso, levanto da cama* Bom Dia quarto isolado... *vou para a cozinha* Bom dia mãe *dou-lhe um beijo em sua testa*

Sabine: Bom dia filha, olha tome seu café e se arrume logo, se não irá se atrasar! *digo dando-lhe uma xícara com café expresso e um misto*

Mari: Obrigada, mãe!

"quebra de tempo de 10 minutos*

Mari on

Subo para o meu quarto e me arrumo rápido, roupas básicas... Dou "tchau" para minha mãe e a mesma responde, saio de casa e vou em direção ao colégio, quando eu ia atravessar a rua... Vejo um senhor andando na estrada, olho para o lado e vejo um caminhão, com adrenalina eu corro e levo o idoso para a calçada...

??: Obrigado minha jovem.

Mari: Não a de que, senhor! Tenha um bom dia! *ao falar isso vou em direção ao colégio...*

*Quando entro, me deparo com Alya e Nathanaël conversando... E é claro que corri em direção a eles... Deu-lhes um abraço bem apertado como se não tivesse intenção de haver o amanhã... Eu amo muito meus Best friends ❤*

Mari: Oii gente *digo ainda no abraço*

Nath: Oi, Mari!

Alya: Oi Mari!

Mari: Eu estava com saudades! *digo me soltando* 

Nath: Mas Mari... Só foram 48 horas!

Mari: Eu sei! Mas eu não vivo sem meus melhores amigos! 

Alya: Hehe, mas... Mari... Você já viu o novato?

Mari: Não... 

Nath: Ele é capa de revista, filho do estilista Gabri... *interrompido*

Mari: Adrien Agreste! *fecho o punho de raiva*

Alya: Você conhece! Mas... Que cara é essa, amiga?

Mari: Minha cara de: "Esse garoto não perde por esperar!"

Nath: Mari... Você... Tá muito estressada... Senta um pouco...

Mari: Okay, mas isso não significa que eu não vou me vingar! *ao falar isso, me sento em um banco próximo...* 

Adrien on

Tinha várias garotas em volta de mim... Mas apenas uma chamou minha atenção... Eu sinto que a conheço... Com audácia eu fui em sua direção.

Adrien: Oi, me chamo Adrien. *estendo a mão para o garoto ruivo*

Nath: Me chamo Nathanaël... *aperto sua mão*

Alya: Me chamo Alya!

Adrien: *olho para a garota de cabelos negros que estava ah me encarar* E você?

Mari: Não se faça de tonto, Adrien... *me levando* Você sabe muito bem quem eu sou, não tem como esquecer a garota da família rival, tem?!

Adrien: Olha eu... Eu não tenho culpa! Por que não ficamos bem e esquecemos essa palhaçada?

Mari: Como você consegue ser tão ridículo?! Acha mesmo que estaríamos bem depois do que seu papaizinho fez?! Meu pai está desempregado e não consegue manter a padaria por culpa do seu pai pão duro!!

Adrien: Eu já disse que eu não tenho culpa! O que meu pai faz não é minha escolha!

Mari: Já ouviu falar daquele ditado? Tal pai, tal filho! Então não enche! Os Agrestes continuarão a serem rivais dos Dupans! E nada vai mudar isso! Passar bem! *saio andando em direção a sala*

Alya: Não importa quão raivosa a Marinette estiver... Ela sempre vai mostrar seu lado gentil...

Nath: Com certeza!

Continua?


Notas Finais


Não sejam leitores fantasmas, comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...