1. Spirit Fanfics >
  2. Amor sem igual >
  3. 2. Conhecendo a cidade e aproveitando a praia.

História Amor sem igual - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Todas as capas eu tento relacionar ao acontecimento do capítulo e mostrar como eu imagino os personagens então vou colocando uma foto deles em cada capa quando a presença for bem grande no capítulo.
Essa é a Maria amiga da Piper e o irmão dela Diogo.
E a praia onde eles irão.

Capítulo 3 - 2. Conhecendo a cidade e aproveitando a praia.


Fanfic / Fanfiction Amor sem igual - Capítulo 3 - 2. Conhecendo a cidade e aproveitando a praia.

Piper

No outro dia acordei tarde estava realmente cansada por conta da viagem quando sai do quarto me deparei com a Maria na sala vendo algo na TV não vi o Diogo dei bom dia a ela e fui para o banheiro fazer minha higiene pessoal.

Sai do banheiro fui para a cozinha peguei uma fruta e fui para o sofá deitei no colo da Maria ela me deu bom dia fazendo cafuné no meu cabelo e ficamos ali assistindo a série. Quando acabou o capítulo, Maria me propôs um passeio para conhecer melhor o bairro e nos prepararmos para amanhã.

Falei o que tem amanhã?

Mari: amanhã e sábado querida vamos na praia. Já que você só começa na segunda, tem que aproveitar seu tempo livre ao máximo. E também por que é minha folga e eu quero curtir bastante.

Adorei a ideia pois eu estava louca para conhecer tudo e não queria ficar dentro de casa até segunda.

Após o almoço nós arrumamos e saímos do apê  e fomos conhecer a vizinhança, o mercado do Carlos, a farmácia da Adriana, a loja de roupas da Eishila e olha tinha cada roupa linda, e o melhor a sorveteria da Leilei e do lado tinha uma clínica veterinária até grande e eu via várias pessoas levando seus animaizinhos para serem consultados.

Mari me viu olhando para lá quando paramos pra tomar um sorvete o meu era floresta negra com passas ao rum e o da Mari era iogurte de morango com ninho trufado era maravilhoso. Ela me trouxe de volta a terra quando estalou os dedos na minha cara..

Mari: terra chamando Piper, =)

Eu: aah qual foi Mari

Mari: seu sorvete vai derreter

Eu: aaah mas olha lá que dó, são tão bonitinhos os bichinho… - falei com voz de bebe.

Mari é eu sei, essa clínica é nova não sei de quem é e como não tenho nenhum bichinho nunca tive interesse em vim conhecer. E volta a tomar seu sorvete.

Ta bom mamãe kkk falei meio brava kkkk

Rimos bastante, terminamos de tomar o sorvete e fomos andar mais um pouco encontramos outro mercado uma papelaria e eu estava admirada com toda diferença de paisagem que eu via em comparação as outras em na qual eu já morei.

Já era 18hs quando voltamos para casa, Mari foi se arrumar pois as 20hs ela entrava no serviço, Mari era garçonete em um restaurante bem conhecido e voltava só de madrugada quase amanhecendo pois ela ficava pra ajudar na limpeza e o Diego era Bombeiro Militar não entendi ainda os horários dele mas tá bom… Ele faz um belo trabalho.

Mari foi para o serviço o Diego não havia chegado ainda então peguei esse horário fui arrumar tudo, coloquei uma playlist animada comecei com a limpeza da sala depois a cozinha, fui para o meu quarto e os banheiros...

Gente eu estava morta, Diego chegou me elogio pelo serviço e aproveitou o embalo e foi arrumar o quarto dele também.

Nossa ficou tudo cheirosinho… tomei um banho pra ficar mais relaxada, Diogo também e depois deitamos no sofá Diogo fez pipoca e fomos assistir um filme, acho que estávamos tão mortos que pagamos ali mesmo…

Mari chegou do serviço e viu aquela cena eu e o Diego dormindo no sofá que estava mais uma cama que um sofá e a TV ligada passando sabe Deus o que..

Mari: ruhrhu… 

Acordei meio sem saber em que planeta eu estava olhei e vi Mari meio embasada..

Mari já chegou falei meio manhosa, que horas são. 

Já cheguei e você o que tá fazendo…

Nossa eu acabei dormindo, mas já estou indo pro quarto, amanhã nós conversamos melhor. Fui para o quarto me joguei na cama e não vi o que aconteceu e nem queria ver, só apaguei dormi até umas 8 horas  do outro dia, quando levantei indo direto para a cozinha tomei meu café da manhã..

Daqui a pouco vi a Mari depois o Diego era folga dele também, ela sorriu e disse.

Animada para irmos a praia?

Eu: claro, queria muito ver o mar e matar a saudade de quando eu ia na praia com a minha irmã.

Diogo falou, hum me conte mais sobre sua irmã. E rio

Ai deu bobo ela é maravilhosa é médica mas ela é casada.

A que pena o mercado tá cada vez mais concorrido. E caiu na gargalhada.

Olhei pra ele e rimos todos.

Fui me preparar para a praia Mari foi comigo escolher uma roupa de banho. Quando mostrei o que eu tinha ela, quase teve um Teco catou tudo aqui e jogou longe dizendo.

Piper você parece que tá usando as roupas da minha avó, o que que era aquelas coisas?

São meus biquínis e maiôs só usava assim quando conseguia ir na praia por lá.

Você só pode estar de brincadeira nós vamos imediatamente comprar um biquíni pra você.

Saímos do quarto ela falou pro Diogo que iríamos sair antes de ir pra praia e que era pra ele ajeitasse as coisa até nos duas voltarmos.

Desses no pelo elevador seguimos para a loja da Eishila e ela já foi logo na sessão de moda praia e quando eu vi aquilo e meu queixo caiu. 

Isso é minúsculo eu não vou usar isso Maria Farias de Alencar, nem aqui nem na China.

Maria rio e falou aaaah você vai sim.

Ela pegou um biquíni minúsculo e mandou eu ir experimentar, eu estava relutante mas acabei indo. Quando sai estava com tanta vergonha que fique enviada numa tanga que estava lá no provador.

Mari: Piper para com isso deixa eu ver…

Piper: aí Mari você me coloca em cada enrascada, tá olha mas eu não vou assim não que vergonha.

Mari sorriu e disse está perfeita parece que foi feito para você e larga de ser boba você é linda e estamos indo na praia lá tem gente que meu deus você tá coberta perto delas.

Piper: aí ta bom mas vou levar a tanga também não vou ficar assim lá não.

Ai ta bom faz do seu jeito. Vamos se não o Diogo vai e deixa a gente pra traz.

Chegamos em casa só entramos no carro do Diogo e fomos para a praia.

Horas depois

Mari aqui é muito lindo nossa olha essa areia é tão fofinha e esse mar que azul clarinho eu já amei esse lugar. Nós rimos e arrumamos nossas cadeiras e guarda sol

Mari passou protetor solar em mim e eu nela enquanto Diego foi fazer uma corrida, nós ficamos ali sentada jogando conversa fora então eu falei

Aí Mari tô com tanto medo, me apaixonei por este lugar mas tudo é novo diferente e estranho pra mim, será que eu vou me adaptar será que vou conseguir fazer meu trabalho.

Mari me olhou seria depois abriu um sorriso e disse “ vai ficar tudo bem” e estamos aqui com você e se o mundo virar as costas pra você, você vira as costas para o mundo. 

Nessa hora o Diego chegou com dois cocos nas mãos e se divertiu com a sena de dias bobas rindo do nada 

Ele aah desculpa atrapalhar a conversa das meninas, mas olha trouxe água de coco pra gente.

A obrigada, não seja praia brasileira sem uma água de coco.

Ele nos entregou e correu lá até um senhor que estava vendendo e pegou um pra ele.

Rimos de algumas senas aleatórias que víamos acontecendo na praia, tomamos a água de coco e conversamos mais um pouco. A manhã passou rápido e um pouco do início da tarde o que acarretou que nos três estávamos verdes de fome.

Depois de um banho meia boca nos vestimos e fomos a um restaurante próximo para almoçar e seguimos de volta para casa.


Notas Finais


Mais um capítulo de introdução espero que gostem. E desculpa algum erro de ortografia ou coerência,não revisei.
Foi um capítulo leve bem divertido.
Bjos até o próximo capítulo.
.
Maria Farias
23 anos, estudante de administração a distância e garçonete no Artusi Restaurante.
Diego Farias
29 anos, o chefe da casa, bombeiro militar fazia praticamente uma viagem todo dia para o serviço.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...