1. Spirit Fanfics >
  2. Minha Vida (Nem Tão) Fora de Série - (ChenSung) >
  3. "Sicheng!!"

História Minha Vida (Nem Tão) Fora de Série - (ChenSung) - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiiii!!
Demorei mais cheguei
Aqui está mais um capítulos
Quero agradecer aos favoritos e comentários, pois realmente me motiva muito ❤

>Leiam as notas finais

Tenham uma boa leitura

Capítulo 16 - "Sicheng!!"


•Chenle•


E em plena segunda-feira, estou arrumando os livros de hoje. Era para eu ter arrumado no final de semana? Sim, mas a preguiça falou mais alto.

Eu que lute bem muito.

— Jisung, chama a Chae e o Jimin. Eu tô arrumando meus livros – disse guardando os livros de história e física na mochila.

— Ok – o Park foi até a porta do quarto — JIMIN E CHAE!! VAMOS PRA ESCOLA!! – Jisung diz (grita no caso) chamando os gêmeos.

— Grita baixo, caralho! – ouvi a voz de Junghwa no lado de fora do quarto, andando pelo corredor.

E eu ri, pois Jisung se escorou na porta e olhou ela com aquela cara de deboche. Que nem ele fez na festa do pijama.

— Se eu não gritar, aqueles dois projetos de cruz credo não saem nunca!

— Pronto, chegamos! – Jimin diz bufando, já em frente ao quarto.


— Podemos tomar café agora? – Chae aparece ao lado do irmão e pergunta, já puxando eu e Jisung para irmos á cozinha.

Eu acho incrível como simplesmente me adaptei a essa família. Me sinto em casa de certa forma, sabe?


A cozinha tá até mais movimentada do que o normal. O Jay estava fazendo umas torradas e Leeteuk fazia café, Choa estava falando no celular – ouvi um pouco, e eram os meus pais – Jinyoung e Junghwa já tinham saído de casa e Jihyo estava de saída.

— Não vai tomar café? – perguntei.

— Eu vou no café da Joy. Tchau gentee! – falou saindo da cozinha. E eu apenas respondi um "Tchau" de volta.

— Aposta quanto que ela tá namorando? – disse Chaeyoung.

— Eu espero que não, se Jihyo desencalhar eu tô fudido na mão dela. Coitado de mim. – falou Jisung.

— Por que?

Essa mania de dizer as coisas e não falarem nada.

Só espero que me falem ainda hoje, quero saber tudo.

— Ah, o Chenle não sabe – Jimin respondeu tentando não rir — E também acho que ela nem lembra mais.

— Eu duvido. A Hyo tem a memória boa – Chae disse pegando uma torrada — E isso é história pra depois, vamos pegar as torradas e ir logo pra escola! – ela falou e assim a gente fez.


Pegamos as torradas que já estavam prontas, nos despedimos daqueles que estavam na casa e saímos de casa a caminho da escola, que não é tão longe.

Já fora de casa, percebi que o Jisung não saía do celular.

Porra, até na rua!?

Jisung ficou assim quase a festa do pijama toda.

A gente vai ser assaltado e a culpa vai ser de quem? Park Jisung.

— O que você tanto vê aí, hein? – perguntei.

Qualquer coisa pode me matar, menos a curiosidade.

— Ah, é o IG @sdidm.I.N – Jisung responde. Como se fosse algo normal e que todo mundo conhecesse.

— Que? Meu amigo, você só falou letras.

— Você não sabe do I.N? – Jimin perguntou me olhando chocado.

— Quem?

— Um IG de fofoca e fotos zuadas da escola que brotou do nada com o adm anônimo. – Jisung respondeu.

— Era isso que você tanto via na festa do pijama?

— Sim – ele riu — É que eu tava procurando uma foto. Eu achei, e é a melhor foto do mundo. Do Mark e o Jaemin se pegando no corredor enquanto Chaewon e Felix ficavam rindo e Hyuck olhava com cara de nojo. E essa foto registrou o momento que Mark perdeu o bv. Mas se eu não me engano, quem tinha tirado essa foto tinha sido o Jeno ou a Yeri.

— Me manda a foto depois??

Eu preciso dessa foto pra zoar no aniversário do Hyuck, serião.

— Mando.

— Ah, e Jisung, quem tirou essa foto fui eu!! – Chae exclama — A cara de ciúmes do Lee foi a melhor coisa do momento todo! – riu — Só não sei como essa pessoa conseguiu essa foto.

— Essa pessoa deve ter seus meios – respondi.

— Verdade. – Jimin concorda.


A gente continuou o caminho, e Jisung começou a me mostrar uns posts que tem na conta.

— Chenle, até já tem você olha! – falou rindo da minha cara.

— PUTA QUE PARIU! – gritei.

Sim, logo cedo e no meio da rua, eu tô gritando.

A foto é feia, vou fazer o que?

— NÃO XINGA NA RUA! – Chae adverte.

— Xingar? Xingar é o de menos. Ele tem é que parar de gritar! – o gêmeo reclama.

— Depois você reclama da gritaria do Chenle. Mas só apreciem essa foto.

E acredite se quiser, pois já tem foto minha mesmo.

Tipo, de verdade. Nem novato escapa, meu Deus!

E a foto é TRISTE! Bem feia por sinal. É uma foto minha e Donghyuck, e eu espirrei. Sim, a foto era eu espirrando e Haechan rindo da minha cara – Isso aconteceu semana passada no corredor –, além de eu ter tropeçado e quase ter caído no chão. Isso tudo em uma foto.

Aí vem o questionamento: "Ah mas é só um espirro. Todo mundo espirra pipipi popopo"

Acredite, não é só um espirro.

Além de ser alto pra cacete na foto parecia que só com o meu espirro o mundo ía acabar. Real oficial.

Mas é melhor uma foto do que uma fofoca, né?

— O melhor é a legenda: "Anão atchim é você?" – Jisung leu a legenda enquanto ria.

— Eu duvido que esse I.N aí seja mais alto que eu – reclamei.

— Eu acho que é – Chae respondeu rindo.

— Essa conta existe a quanto tempo? – perguntei.

Eu tô curioso e agora quero saber de tudo dessa conta aí.

— Deve ter um ou dois meses, isso se não for menos – Jisung respondeu — Mas está ficando mais famoso pela escola faz menos de uma semana. Porque o adm expôs um direct do professor Yuta falando mal do Jeongin. Uma das primeiras fofocas.

— Não tem nenhuma pista de quem seja essa pessoa aí?

— Só sabemos que é menino – Jimin responde, logo tirando seu celular do bolso.

— Nossa, tudo isso? – falei.

— Fazer o que, né?


Caminhando mais um pouco, a gente chegou na escola e nos separamos. Jimin pra um lado, Chae pro outro e Jisung e eu fomos para um dos bancos que tem no pátio. Vamos aproveitar um tempo antes da aula, pois chegamos mais cedo. – Ainda faltam uns minutos para a primeira aula.

E o dito cujo só fica rindo olhando a foto.

Eu acho que nesse pouco tempo que a gente se fala essa é a primeira vez que ele ri tanto.

— Sung.

— Diz.

— Qual é a história da Jihyo? Por que você está fudido na mão dela?

Tive que perguntar, e tentar segurar o riso.

— Olha, eu tinha até esquecido, sabe? Lembrei disso hoje. Então vou resumir bem resumido, ok? – confirmei — Eu e a Jihyo estávamos muito competitivos há uns dois anos e...

Jisung começou a me contar e estou ouvindo com atenção, só quero ver.

.
— Maninho, eu desafio você a perder o bv em menos de um ano. Se você conseguir eu te dou aquele jogo que você quer e eu também vou com você no passeio do aquário. O que acha?

— Aceito! E se em menos de três anos você arrumar um namorado, eu, Park Jisung, faço TUDO que você quiser por um mês. Tudo! Você não vai conseguir mesmo. – falou confiante.

— Você jura? – Jisung acentiu — Fechado! – e então apertaram as mãos. O trato estava feito.

— Eu vou conseguir, você vai ver!

— Duvido!

— Nunca duvide de Park Jisung, você pode se surpreender.
.

— E se lembre muito bem dessa frase, ok?

— Ok – respondi — E você conseguiu? Perdeu o bv com quem?

— Sim. Como eu queria muito ir no passeio, pedi pra alguém tirar o meu bv e ofereci um lanche pago por mim. Então a Jihyo me levou – explicou — E esse passeio tem história. Muita história.

— Me conta? E quem é esse alguém? – perguntei.

Eu sou curioso. Fazer o quê?

— Um dia eu conto. É que aconteceu muita coisa.

— E o do bv? Perdeu com quem?

— Hm... Você tá muito interessado, Lele.

— Sou curioso, então desembucha. Conta por favoooor! – insisti.

— Digamos que foi com... Com uma pessoa aí... – contou enquanto se levantava do banco, ficando em pé na minha frente.

— Porra, Sung. Você e sua mania de falar as coisas pela metate! – exclamei e o coreano riu.

— E eu tenho essa mania? – diz rindo e eu confirmo com a cabeça — Mas um dia eu conto.

— Assim espero.

Essa mania de contar as coisas pela metade ainda me mata.

— Só porque você não quer me contar, eu já tô torcendo pra Jihyo realmente estar namorando. Só pra você cumprir essa coisa de um mês inteiro aí! – comecei e Jisung ficou rindo de mim — Para de rir de mim!

— Não. – falou ainda rindo.

Quando eu menos espero, o sinal toca e todo mundo já está indo pra sua sala. Então me levantei do banco e segui caminho para a nossa junto de Jisung.


Quando entramos na sala, percebemos uma movimentação um tanto diferente.

Quase todo mundo tava em pé, a turma tava mais barulhenta do que normalmente é. E também o fato de não ter professor na sala também não ajuda, né?

— O que tá acontecendo aqui? – Jisung perguntou

— Primeiramente bom dia, né?

Uma de nossas colegas o respondeu, Goo Semi se não me engano.

— "Primeiramente bom dia" se eu quiser. – retrucou e a mesma revirou os olhos — Mas é sério o que tá acontecendo?

— Também quero saber – disse, já indo até o meu lugar.

— Eu não sei. Dizem que é um professor novo, mas não boto fé. – a garota respondeu

— Na verdade é sim – Jeongin aparece do nada, confirmando o que Semi disse — É o novo professor de física, já que a professora Kwon saiu da escola.

— Sério? Como você sabe? – perguntei e o mesmo riu.

— Tenho meus meios. – respondeu e foi para o fundo da sala, onde ele se senta.

— Tenho medo desses meios – Jisung diz baixo e deixei escapar uma risadinha.

— GENTE! – Dongpyo entra na sala já chamando atenção de todos — O Yuta tá vindo pra cá!

— Mas agora é aula do Taeil!! – Jeongin exclamou revoltado.

Parece que ele não está muito feliz que o Yuta vem para nossa sala.

— Pois ele tá vindo pra cá. – Dongpyo o responde, já se sentando no seu lugar.

Nesse momento todos os que estavam em pé, se sentaram e aqueles que conversavam, ficaram quietos. Inclusive, Donghyuck teve a sorte de entrar na sala e o Yuta não ter entrado ainda.

Não deu nem um minuto direito, e o professor abre a porta e entra na sala. – E realmente era Yuta.

— Eu troquei com o Taeil, por isso estou aqui – explicou, logo entrando na sala —Bom dia! Tenho boas notícias! – falou com uma animação desconhecida, pelo menos de minha parte.

A turma estava em total silêncio, no máximo tinham alguns sussurros como "Coisa boa não é" , "Aposto que é prova surpresa ou trabalho" ou "Ele vai comer nosso cú."

Inclusive foi o Haechan que falou essa última.

— Vou passar um trabalho em grupo. – foi direto.

Só foi ele terminar de falar que a turma já começou a reclamar.

É tão real que até rimou.

— Que é isso professor – Dongpyo reclamou.

— Trabalho de história. – o japonês o respondeu.

— Que merda! – Jeongin exclamou em um sussurro nem tão baixo — Como as-

— Jeongin. – Yuta o corta. O mesmo parecia estar sem paciência — Algum problema? – perguntou o olhando sério.

Sabe aquele momento que está apenas um aluno e o professor falando na sala e a turma toda fica em pleno silêncio pra ver se vai dar merda?

Pois é mais ou menos isso que tá acontecendo agora.

Jeongin não respondeu, apenas o encarava em silêncio e parecia confuso.

— Olha, Yang, não queira ir para diretoria logo no começo do ano, ok?

Yuta diz sério e sala em conjunto diz um "Iiiiih" e Jeongin revira os olhos e não o responde.

Não deu merda, mas... Assim do nada?

— Voltando ao assunto do trabalho. – começou — Vai ser um trabalho em grupo, mas já vou dizendo que eu escolho os grupos.

Ninguém ficou satisfeito, mas fazer o que né?

O professor começou a dizer os grupos.


Eu fiquei com o Jisung, Yedam, Jeongin e Nako.

Já Haechan e Jaemin ficaram no mesmo grupo também.

Mas mais tarde Jaemin descobre, pois ele faltou.

O professor Yuta escreveu quatro temas no quadro, já que são quatro grupos. O tema do meu grupo é revolução industrial.

O professor iria começar a explicar sobre o trabalho.

— Sejam criativos, podem fazer o trabalho da forma que quiserem, pode ser: cartaz, slide, desenhos, maquetes ou até mesmo peças.

Ele disse e todo mundo se animou, até eu, pois seria um trabalho legal de fazer.

— Vou até pegar leve com vocês. Vocês terão até um mês para me entregar o trabalho e apresentar para a turma, e já vou dizendo que vale 30% da nota do bimestre. Então façam bem feito. – avisou — Agora abram o livro de história na página 52 e façam um resumo do texto dessa página. Quero até o final da aula.

Coincidência ou não, era sobre o tema do meu trabalho, a revolução industrial. É até bom, pode ajudar no trabalho.


Com o passar dos minutos, fui escrevendo o que entendi do texto e o silêncio da sala ajudava muito. Mas minha atenção foi tirada por Donghyuck, que me cutucou e me deu um papel.

— Seja discreto, Yuta sempre pega os bilhetes quando vê. – sussurou.

— Ok. – o respondi.

Como o papel estava dobrado, tive que abrir para ler. Coloquei o papel dentro do estojo, assim o professor pensa que eu tô procurando alguma coisa dentro. – aprendam, dá certo se fazer direito.

Então comecei a ler.


Chenle, a gente vai fazer o trabalho na minha casa. Já falei com os outros e concordamos que lá é o melhor lugar pra fazer (principalmente o Jisung)
Vamos nos reunir umas duas ou três vezes por semana.

OBS: Além das coisas da escola, leve uma sunga ou calção de banho. Depois Jisung te explica

~Jeongin ^^



Virei para trás olhando pro Jeongin e acenti, o mesmo entendeu e sorriu, logo voltando a escrever.

Mas...

Roupa de banho?












(...)














•Jisung•


— Vocês tiraram a sorte grande! – Haechan exclamou — Fazer trabalho na casa do Jeongin é maravilhoso! Além do Jeongin ser legal, onde ele mora tem piscina e sempre depois que acabam o grupo dele vai pra piscina!

— Por isso o Jeongin falou pra levar roupa de banho – Chenle falou.

A gente tá indo a caminho do refeitório para lanchar. Estamos no corredor, mas não iremos demorar a chegar lá.

— No meu grupo está: Jaemin, Semi, Yeojin, Dongpyo e eu, claro né. – começou — Mas se for nos dias de treino, nem eu, Jaemin e Dongpyo iremos.

— Você e o Jaemin fazer parte do time da escola? – Chenle perguntou.

— Sim. – respondeu — Eu não contei?

— Não! – exclamou e Hyuck riu — Olha, Jisung, pega o exemplo dele e entre no time também! Se já te chamaram várias vezes é porque você é bom, não?

— Mas eu não quero. Fazer o que?

— Entrar pro time? – Haechan respondeu.

— Não.

— Já pedi muito pro Jisung entrar pro time, mas ele INFELIZMENTE não quer. – falou Hyuck.

— Aceitem, pois eu não vou entrar pro time.

— De besta. – disse o Lee.

— Mas mudando de assunto – começou Chenle — Qual o tema do seu trabalho, Hyuck?

— A monarquia do Reino Unido – respondeu — E o de vocês?

— Revolução industrial – respondi.

— Mudando de assunto de novo – Chenle disse tirando o celular do bolso — Você conhece essa conta aqui?

— A do I.N? – Chenle acentiu — Claro, né? Ele me marcou em pelo menos sete fotos em um dia. – respondeu — E aquela nossa, eu saí ruim, mas você... Porra... – o Lee disse segurando o riso.

Diferente de mim, que comecei a rir, que nem hoje cedo. E Chenle fechou a cara.

— Não pode nem espirrar mais, puta que pariu! – reclamou.

— Poder até pode, mas parecia que o mundo ia acabar, Chenle. – Haechan falou.

— Sou muito novo pra morrer de um espirro de rinite. – falei.

— Já imaginou se o fim do mundo fosse com um espirro? – Chenle disse fazendo cara de pensador.

Acho que o Chenle é retardado.

Só acho mesmo.

E fofinho também, né?

— Depois dessa eu não falo mais nada, Chenle. Vamos pra nossa mesa que a gente ganha mais. – diz Hyuck.

A gente tinha acabado de chegar no refeitório. E estava com o movimento de sempre.

Todos – ou quase todos – no refeitório, cada um nas suas mesas, outros indo pegar a merenda com as tias da escola, aquele barulho de gente conversando e etc. Como sempre foi e sempre será.

Gostaria de comer em um dos bancos do pátio hoje, mas ir sozinho às vezes não tem graça. Pois todos preferem a mesa do refeitório.

Pena.

Pois ficar no pátio é muito bom.

Todos eles sempre falam que lá no pátio só tem fofoqueiro.

Já na minha opinião, todos aqui são fofoqueiros – agora com esse IG de fofocas aí então, nem se fala.

— Eu ainda não acredito que a Hyein é a ÚNICA que não apareceu nessa porra desse IG aí! – exclamou Yeri — Não tem UMA foto dela! Nem na época que ela tava namorando o Yang!

Enquanto Yeri expressa sua revolta, a Hyein apenas ri.

— Hyein parece que tem medo de câmera, se ela ver uma já sai correndo – falei me sentando ao lado de Hyein.

— Né isso. – Haechan falou.

— Vocês que não sabem procurar, pois eu apareço em umas cinco fotos – Hyein disse.

— Eu olhei todas as fotos e não vi você lá – Yeri respondeu.

— Nem eu. E é porque fiquei vendo aquele IG na festa do pijama direto – falei.

— Vão ficar sem ver então – Hyein disse se levantando da mesa — Vão comprar lanche não?

— Já comprei e comi antes de vir pra cá – falou Yeri.

— Trouxe de casa – falei.

— Comi na aula do professor Johnny – YangYang respondeu.

— Vou comprar com você – Chenle disse e se levantou também.

— Ótimo. Aí a gente aproveita e busca a Chae e o Mark.

— Não chama ela não. Deixa ela lá mesmo – falou Haechan.

— Já vejo ela em casa todo dia. Deixa eu ter folga – falei.

— Eu tava falando da Chaewon, bando de besta. Ela tá com o primo dela e os amigos dele lá no pátio e arrastou o Mark junto. E ele mandou mensagem tem quase dez minutos pedindo pra eu ir buscar eles. Tô indo lá, mas vou comprar o lanche antes.

— Ah tá – eu disse.

E Hyuck apenas deu um suspiro de alívio e soltou um "ufa", enquanto dava uma garfada no bolo que ele trouxe.

— Vamos, Chenle?

— Bora.

Logo os dois já nem estavam mais no refeitório.

— Não sei vocês, mas acho que o Jeno tá muito quieto. Ele não falou nada. – disse Yeri.

Logo todo mundo se virou em direção ao Lee. O mesmo estava quase dormindo na mesa.

— Ele tá assim porque o Jaemin não veio. – Hyuck respondeu.

— Tá doente o coitado – falei me referindo ao Jaemin.

— E quem disse que eu tô assim por causa do Jaemin? – enfim Jeno fala — É sono. E eu também tô ouvin-

— A noite toda vendo porno dá nisso – Haechan comenta e a gente ri.

— Pro seu governo, eu tava na Netflix fazendo maratona de seriado – começou — Friends pra ser mais específico.

— Friends é velho – disse 2Yang.

— E você fique na sua. – Jeno respondeu enquanto ajeitava seus fones de ouvido.

— Respeite Friends. – falei, logo dando uma mordida na minha torrada.

— Mudando de assunto – Yeri fala — Quem vocês acham que-

— You don't know you're beautiful oh oh That's what makes you beautiful~ – Jeno cantou do nada.

— É saudade do Jaemin – falei.

— Ele volta, ele volta. É só uma gripe – Haechan disse.

— Jaemin falta e dá nisso. – YangYang falou rindo do Jeno.

— É castigo por não beijar o Jaemin – Yeri falou.

— Ei, Yeri. – Jeno a chamou.

— Fala. – a garota respondeu

— Shiu.– o sad boy metido a apaixonado pediu silêncio.

— Não venha com isso de "shiu" não. Shiu você! – Yeri respondeu.

— Deixa ele ser feliz, Yeri. Ele só quer cantar – falei.

— Jisung é uma pessoa legal, por isso eu amo ele. Ele é um fado sensato! – Jeno respondeu todo feliz.

— Ele só tá ensaiando pra serenata do Jaemin – falei e os outros riram e o Jeno fechou a cara.

— Porra que merda ein, Jisung.– o Lee reclamou e eu ri.

— Você não me ama mais? Eu não sou mais um fado sensato? – perguntei colocando a mão sobre o peito fingindo indignação.

Jeno apenas revirou os olhos e ficou mexendo no celular.


Passando-se os minutos, infelizmente o intervalo acabou e cada um foi pra sua sala.

Chenle e Hyein não voltaram com a Chaewon e o Mark. Provavelmente encontraram a Chaeyoung no caminho, por isso não vieram.

Chaeyoung deve ter levado eles pra andar pelo pátio todo.

Não duvido nada. Do jeito que ela gosta de andar.

Agora lembrei que nem perguntei aos outros sobre o novo professor. Se nenhum deles comentou, provavelmente ele tava em alguma outra turma.

De qualquer forma, vou conhecer um dia mesmo.


Já na sala, eu fui um dos primeiros a entrar, junto de Haechan. Estavam apenas eu, Hyuck e mais alguns colegas – que tenho certeza absoluta que voltaram para a sala no meio do intervalo.

Logo mais gente foram entrando, e Chenle também. Ele estava com o Jeongin e entraram rindo, mas Jeongin foi para o seu lugar e Chenle também.

— Daqui três dias na casa do Jeongin – comentou e eu assenti — Encontrei ele quando saí com a Hyein. Ele é amigo do primo da Chaewon.

— Eu sei. As vezes ele lancha na nossa mesa. – eu disse e Chenle respondeu um "Ah tá" — Mas e aí? Por que não voltaram?

— A conversa lá tava boa – o mesmo respondeu e deu uma risadinha e suas bochechas coraram.

E ele ficou muito fofo. Parecendo um... Morango?

Ele tá vermelho e com seu cabelo – agora – verde. Parece um morango.

— Entendi.

— Ah – diz como se tivesse lembrado de algo — Realmente tem um professor novo, um dos amigos do Jeongin comentou. O Seungmin se não me engano.

— Bem que o Jeongin disse – falei.

De repente a porta abre e a sala fica em silêncio. E um homem entra. Ele era alto, magro e tinha cabelos negros, além de parecer bem jovem.

— Deve ser o novo professor de física – falei pra mim mesmo.

O moço ficou de frente para a turma e começou a falar.

— Bom dia. Me chamo Dong Sicheng, vim da China e sou o novo professor de física. – o mesmo sorriu simpático — Espero ter uma boa relação com vocês.

— Chenle, ele parece legal, não acha? – falei me virando para o mesmo, que apenas encarava o professor enquanto sorria — Chenle? – chamei novamente.

— Sicheng!! – o esverdeado chamou o nome do professor super animado.

Chenle parecia estar pasmo – mais do que na festa do pijama quando descobriu que o Jeno e o Mark são irmãos.

— Espera... Chenle, você estuda aqui!? – o professor falou e parecia tão surpreso quanto Chenle.

A sala estava toda em silêncio tentando entender o que se passava. Afinal, eles se conhecem de onde? Pois parecem ser bem próximos.

Eu apenas olhava Chenle, este que enfim percebeu que fiquei confuso.

— Mais tarde eu explico, Sung.


Notas Finais


Oiiii!!
De onde será que esses dois se conhecem?

AVISO:
Para as stays/pessoas que gostam de Stray Kids
O que acham de uma fanfic de stray kids? Eu tô já tô planejando ela. Vai ser interligada com Minha Vida (Nem Tão) Fora de Série. Vocês leriam?
________________________________________

Novamente desculpa a demora pra postar 👉🏽👈🏽

Espero que tenham gostado do capítulo
Até o próximo capítulo pandinhas de chocolate 🐼🍫
Tchauu ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...