História Minha vida totalmente anormal - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Não É Incesto Galera!
Visualizações 28
Palavras 1.050
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Quem é ele?


Fanfic / Fanfiction Minha vida totalmente anormal - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 1 - Quem é ele?

P.O.V S/n

É tão bom voltar para o seu aconchego e ver sua mãe de braços abertos sorrindo para você. Sem pensar em mais nada arrastei minha mala o mais rápido possível até chegar a seu abraço aconchegante. Que saudade do cheiro dela, um tipo de maçã caramelada ou algum doce muito viciante.

 

– Que saudade – Sussurra perto do meu ouvido.

 

– Também – Me desfaço do abraço e sorri logo em seguida.

 

– Como você parece tão bem! Seu cabelo cresceu – Ela pega nos meus ombros e me gira.

 

– Mãe passou só um mês, não uma vida – Falo envergonhada com as pessoas que nos encaravam.

 

De repente um homem alto de moletom invade o nosso ambiente familiar. Ele segurava dois copos em cada mão que pareciam ter chá gelado. Eu o encaro de baixo para cima. Olho para minha mãe que suava frio, mas mostra um sorriso. O homem continuou me encarando.

 

– Você... É... S/n? – Pergunta apontando para mim com cuidado para não deixar o chá cair.

 

Quem é ele? – Aponto ainda encarando minha mãe.

 

– Deixe-me explicar com uma apresentação, essa é minha filha s/n e ele... – Ela faz uma pausa. – Meu noivo – Sorri após terminar de falar.

 

EU quase caí pra trás. Como esse cara pode ser noivo da minha mãe? Ela merece coisa melhor e qualificada pra ela! Em minha opinião esse cara só quer sugar o dinheiro que nos nem temos. Ele parece ter uns vinte e sete anos, pra que se casar com uma mulher de quarenta quando pode aproveitara solteiro.

 

– Prazer – Sorri simpático mostrando enormes dentes da frente.

 

Espera! Esse sorriso...

 

– Qual seu nome? – Pergunto desconfiada e recusando formalidades.

 

– Jeon Jungkook, você já me viu? – Ele se aproxima um pouco arregalando os olhos parecendo ter esperanças de alguma coisa.

 

– Não, só perguntei para saber o seu nome mesmo, afinal, você sabe o meu – Dei com os ombros.

 

– Ótimo, estamos todos apresentados e agora podemos ir para casa como uma família de verdade – Puxou o copo da mão do Jeon e tomou.

 

Saímos do aeroporto, Jeon botou a mala no porta malas e eu fiquei apenas encarando aquele cena ridícula dele tentando encaixar a mala. Eu iria ajudar, mas preferia mil vezes deixar ele passar vergonha ali mesmo. Depois de muito tempo tentando encaixar a mala finalmente ele conseguiu e fomos para casa.

Chegando lá fui direto para meu quarto. Tirei meu tênis e joguei em qualquer canto, estava muito cansada para conseguir fazer alguma coisa além de dormi.

(...)

Desperto com a luz do Sol na minha cara. Levanto rápida assustada. Depois de um tempo olhando para o nada me levanto da cama, ponho meus chinelos, escovo meus dentes e vou até a sala onde vejo mamãe e Jeon sentados no sofá. Vou demorar em me acostumar com um cara qualquer sentado no sofá da casa onde habito.

 

– Bom dia – Minha mãe fala se levantando e me abraçando. – Você me de coragem de ir na cozinha e fazer a nossa refeição, obrigada – Ela cutuca meu nariz e logo sai da sala.

 

Sentei-me no sofá um pouco afastada dele, não é que eu não goste muito dele, eu apenas não gosto totalmente dele.

 

 

– S/n – Ele me chama fazendo minha cabeça girar rápida para sua direção. – Sem uma babinha no canto da sua boca – Aponta me deixando constrangida.

 

– Obrigada – Murmuro envergonhada. Limpo minha boca rápida.

 

– Então, já que moramos na mesma casa agora eu gostaria de saber o que você faz da vida – Ele abaixa o volume da televisão.

 

– Eu trabalho como secretaria de uma empresa de moda – Respondo um pouco ríspida. – E você? – Pergunto esnobe.

 

– Sou advogado – Diz simples mostrando um sorriso.

 

– Legal – Dou com os ombros.

 

– Você não vai para o trabalho hoje? – Pergunta me deixando um pouco chateada.

 

– Pedi férias por conta dessa viajem inesperada, mas eu volto a trabalhar amanhã ­– Explico.

 

– Sua chefa parece ser bem legal – Comenta.

 

– É sim – Sorri de lado.

 

– Você parece não gostar muito da minha presença... – Fala com ar de risada.

 

– Sério? Eu normalmente sou muito receptiva com as pessoas – Falo entre os dentes.

 

– Então está tímida por minha conta? – Onde esse garoto quer chegar?

 

– Não Jeon – Respondo séria um pouco irritada.

 

 

– Jeon? Pra que formalidades quando vou ser seu novo companheiro? – Ri nasal.

 

– Oi? – Entorto minha cabeça.

 

– Quero dizer, vamos compartilhar a mesma casa, devemos ser casuais – Explica melhor. – Me chame apenas de oppa.

 

– Oppa? Eu prefiro Jeon, mas obrigada por tentar me fazer confortável – Me levantei rápida. – Vou trocar de roupa – Falo passando por ele apressada.

 

P.O.V Jeon Jungkook

Acordo com Lídia abrindo a porta do quarto. Ela me olha.

 

– Não queria de acorda, apenas vim pegar a chave do carro – Falo pegando a chave em um estante perto da poltrona.

 

– Sua filha já está aqui? – Coço meu olho tirando qualquer sujeira.

 

– Sim – Fala animada.

 

– Vou junto, quero conhecer ela – Sorri tirando a coberta do meu corpo.

 

– Então vamos, vista qualquer roupa – Manda apressada.

 

Visto um moletom cinza e calça jeans meio frouxa. Saímos de casa, não demorou muito para chegarmos ao aeroporto. Minha barriga ronca fortemente.

 

– Querida, vou até uma cafeteria ali perto – Mostro o local e ele apenas faz ‘’sim’’ com a cabeça.

 

Caminho rápido até o local. Não tinha gente alguma além da atendente, peguei qualquer nota de dinheiro do bolso e paguei dos chás gelados. Saio da cafeteria procurando Lídia, até que a encontro com uma menina um pouco alta e claramente mais velha. Bonito, mas com o cabelo tingido.

Quando chego perto vejo a garota mais de perto. Ela me lembrava alguém, talvez aquela menina que namorei por alguns anos... Qual era seu nome? Acho que era estrangeira, não me lembro muito bem.

 

– Quem é ele? – Apontou pra mim com a cara mais estranha possível.

 

– Deixe-me explicar com uma apresentação, essa é minha filha s/n... – Meu pensamento a interrompe.

 

S/n? Ela é mesmo s/n? Como pode isso pode está acontecendo? Já faz anos e namoramos escondidos! Não faz sentido algum. Como os peitos dela cresceram absurdamente rápido? Isso é possível?

 

– Prazer – Tentei disfarça minha cara de surpreso com um sorriso.

 

– Qual seu nome? – Pergunta me olhando serrando os olhos.

 

– Jeon Jungkook, você já me viu? – Pergunto esperançoso me aproximando e a encarando profundamente.

 

– Não, só perguntei para saber o seu nome mesmo, afinal, você sabe o meu – Parece não da importância para aquilo.

 

 


Notas Finais


Devo continuar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...