História Minha vida virou do avesso ( kakashi x leitor) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Tsunade Senju
Tags Kakashi X Leitor
Visualizações 57
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem pela demora
E por favor não venha puxar meu pé

Capítulo 4 - A descoberta


No ichiraku ainda permanecia kakashi e S/N, eles resolveram tomar uma bebidinha de leves, Sim isso mesmo, a conversa estava boa mesmo, por que não tomar uma cervejinha não é? (Agora Vem cá comigo, vocês sabem muito bem que em fanfic beber nunca trás algo bom, alguém sempre se fode, e estou falando do bom sentido) S/N estava amando ter aquele homem do seu lado, sabia que ele não gostava de garotas como ela, mas aproveitaria esse momento finito.

"Porque você se esconde nessa máscara Kakashi?"

"Eu não me escondo nela, apenas gosto de me vestir assim"

"Credo cara você está pior que emo"
"Emo?"

"Ah deixa quieto" 

"Eu acho melhor irmos para casa, sua mulher deve estar nervosa"

"Mulher?"

"É oras, não vai me dizer que um homem sexy como você não tem uma namora?"

"Haha, É! um cara "sexy" como eu, não tem namorada"

"Sério?! Não me diga?!"

"Mas estou a procura, se você quiser se candidatar"

"Opa, hahaha, quem sabe eu não dou sorte!"

"Se você se candidatar pode ter certeza que o contrato não existirá mas"

"Se você não estivesse brincando diria que está dando em cima de mim"

"S/N, Eu não "dou em cima das mulheres" eu às conquisto"

"..... então... você está tentando me conquistar é isso?"

"Sim! Mas você é boa em se safar da tentação"

"Tentação? Essa tentação chama Kakashi Hatake? Por que se for pode ter certeza que eu estou mesmo"

"E posso saber o porque?"

"Por que eu quero ser Freira"

"Freira???"

"Hahahaha, estou brincando, não sou uma pessoa adequada para ser Freira, pode ter certeza que não mesmo"

"Ah é? Bom saber"

É... talvez a cerveja tenha feito efeito um pouquinho só, e não se preocupem o ichiraku já vai fechar isso significa que não vai ter mais bebida, mas....

"Meninos vão ter que me desculpar mas já está na hora de fechar"

"Ah claro não se preocupe, eu e meu amigo já estavamos de saída"

A conta é paga por Kakashi, mesmo que S/N havia dito no telefone que era por conta dela, eles discutiram mas acabou que Kakashi que pagou, era incrível como aquele homem mexia com a cabeça dela, maldito Kakashi. Com a conta já paga, S/N e Kakashi andavam na rua em silêncio, estava achando estranho que Kakashi hora nenhuma olhava para ela, mas resolveu deixar quieto, e Tsunade? Como ela está? Será que conseguiu pegar o crush? A vontade de S/N era mandar uma mensagem, mas com certeza a mesma não iria ver. Kakashi para no meio da rua parecendo um pouco estranho

"Kakashi está tudo bem?"

Não veio nada como resposta, S/N muito preocupada resolveu chegar perto de Kakashi, o mesmo segurou o seu braço 

"Me leve para casa eu acho que não estou muito bem"

"Certo"

S/N pega em seu braço deixando-o em volta do seu pescoço, e o ajuda a andar. Depois de um tempo ambos chegam em seu destino, Kakashi com um pouco de dificuldade entrega a chave, você abre a porta adentrando a casa, e você sente o cheiro da casa, é o mesmo do que a do dono. Você o coloca no sofá e ele deita, aproveita e começa a olhar a casa - nossa! mais organizado que eu - era verdade, uma casa impecável, é estranho ver que um homem solteiro consegue deixar a casa arrumada

"Você quer que eu trago algo para você"

"Um copo de água gelada"

"Onde fica sua cozinha?"

"Nessa porta da direita"

Indo até porta, você vê um retrato de uma criança, parece que você já á viu em algum lugar, só não lembra aonde, mas resolve ignorar e volta o seu caminho. Ao abrir a geladeira o que encontra é apenas garrafas de água e algumas latinhas de cerveja, você apenas pega alguma das garrafas e despeja em um copo que estava em cima da pia, voltando logo em seguida para a sala entrega o copo a kakashi

"Obrigado"

"Não á de quê"

Era o que você respondeu, mas o que queria falar era sobre aquele retrato que viu na parede, estava com medo de ganhar a resposta dizendo que era a filha dele, então apenas ficou calada. Estava um silêncio absurdo, apenas dando para escutar a própria respiração, mas como S/N não sabe ficar calada, acabou abrindo a boca

"Quem era aquela do quadro?"

"Qual? A da perto da cozinha?"

"Sim"

"Eu acho melhor deixar quieto"

"Porquê???"

"Está tão interessada assim porque?"

"B-bem é q-que..."

"Aquela é você"

"Pera...... como??"

"Isso foi seu pai que tirou, como na época eu cuidava de você, e a adorava, ele me deu como presente, coloquei-o em um quadro e pendurei na parede"

"Meu pai? Você conheceu meu pai??"

"Sim, e sua mãe também"

"E porque você nunca me contou???"

"Eu-"

"O que aconteceu com os meus pais???"

"Eles-"

"PORQUE É QUE VOCÊ NÃO ME CONTOU NADA DISSO???"

"S/n eu-"

"Qual é o seu problema???"

"S/n, eu não te falei porquê você era pequena"

"Mas e agora? Qual é a sua desculpa??"

Kakashi abre a boca mas resolve fecha-la quando percebeu que não chegaria a lugar nenhum, S/n estava irritada, e precisava de um tempo para pensar. Sem dizer uma palavra S/n se retira do local, kakashi pensa em ir atrás dela, mas só iria piorar a situação, então ficou quieto.

Depois de sair da casa de Kakashi, S/n apenas andou em passos lentos tentando raciocinar o que acabará de acontecer -não, ele não está mentindo, parecia demais comigo- enquanto ficava perdida em pensamentos, S/n sente um pingo em seu nariz -o quê?- S/n olha para cima e percebe que pingava

"Merda de vida"

S/n corre em direção a sua casa, mas a chuva resolve pregar uma peça, caindo de uma vez

"DESGRAMA"

Acha qualquer lugar para se esconder, parando em uma barraquinha qualquer, ficar de noite assim em uma rua espreita não é tão bom, mas não era S/n que correria debaixo desse chuva e acabar pegando uma pneumonia. Sentou em um banquinho e encostou a cabeça na bancada e acabou dormindo, sentiu um arrepio na cabeça, mas o sono estava ganhando então acabou ignorando e continuou dormindo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
E mas uma vez, me desculpa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...