História MINHA VIZINHA - (Fillie e Amigos) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa, Stranger Things
Personagens Beverly "Bev" Marsh, Dustin Henderson, Edward "Eddie" Kaspbrak, Eleven (Onze), Georgie Denbrough, Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Personagens Originais, Richard "Richie" Tozier, Will Byers, William "Bill" Denbrough
Visualizações 94
Palavras 1.532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Falo nada

Capítulo 10 - Diferente


Fanfic / Fanfiction MINHA VIZINHA - (Fillie e Amigos) - Capítulo 10 - Diferente

FINN WOLFHARD


— Mas que merda foi aquela Millie? Eu juro que não estou entendendo.—Falo irritadíssimo.

— Eu posso explicar por favor? — Millie cruza os braços me olhando.

Tínhamos chegado em casa era cinco e vinte um da tarde.Depois do que houve na loja, nem quis ir no parque junto com Sadie, Caleb,Gaten e Noah.Resolvi mentir dizendo que estava com dor de cabeça e vir pra casa logo.Eu não estou entendendo, por que diabos aquela duas falaram? Eu jamais quebraria o coração de uma garota tão doce, linda e gentil como Millie.Eu nunca me perdoaria se fizesse isso.

— Olha eu não sei está bem? — A garota suspira. — Ela só disseram para mim se afastar de você. 

Fala sério?

— Elas não podem fazer isso.Não iremos permitir.

— Primeiramente, eu não sabia que você já quebrou o coração de alguém antes.Segundo, nem sabia que você está fazendo a mesma coisa que fez com a garota, comigo.— Agora eu fico indignado de vez.

Aquelas babacas só inventam mentiras.Como podem serem assim?

— Chamando de xuxu, fofa esses tipos de coisas pra depois dar o golpe.

— Elas falaram isso de mim? Pra você? — Arqueio uma sobrancelha e ela assente com a cabeça.

— Não estou acreditando, eu jamais faria algo para te machucar Millie, jamais faria algo.Aquelas garotas só falam merda, elas estudam comigo desde o fundamental e nunca gostaram de mim.Na verdade já, mas elas não gostam ainda mais, por eu simplesmente ter dado um fora nas duas.Eu não sou mulherengo que nem os ficantes delas.Se você acha que sou assim, está enganando a si própria, por que você tem que colocar nessa sua cabeça que eu não sou eles, não sou o que elas estão falando pra você.Pode acreditar! — Nem percebi que estava com a respiração trancada enquanto falava.

Millie me olhava com os olhos arregalados.Era até engraçado de ver, mas não pude rir né? Não sei o que aquelas duas falaram pra ela, mas eu sei que não é verdade, eu não machuquei ninguém e nunca vou machucar, pensei que elas tinham desencanado de mim depois de vários foras que dei.Mas não, ainda estão no meu pé.

É por isso que a metade da escola tem medo daquelas duas, por simplesmente inventarem mentiras para nós inocentes sermos zuados o ano inteiro por causa de coisas que não são verdadeiras.Elas ainda vão ter o que merecem, vão pagar bem caro, terão grandes consequências, isso eu sei.

— Eu, vou entrar.Estou cansada.— Millie diz com seus olhos cheios d'água.

Que droga eu fiz? Eu só falei verdades não ditas ainda.

— Tchau Finn. — Ela acena sorrindo fraco e entra pra dentro de casa fechando a porta.

— Idiota.— Sussurro pra mim mesmo.— Eu sou muito idiota.

Entro pra dentro de casa também.Me deparando com meus pais na sala assistindo notícias e comendo pipoca.Meu pai dormindo como sempre no ombro da minha mãe.

— Oi meu amor, está tudo bem? — Minha mãe pergunta gentil.

— Sim , está mãe.Vou pro meu quarto, estou exausto e preciso urgente de um banho. — Dou um beijo em sua testa e corro direto para meu porto seguro, meu quarto.

Tranco a porta do quarto, e me atiro na cama.Tiro meus sapatos e me deito fitando o teto, engatinho até a ponta da cama e abro um pouco a fresta da janela para ver se Millie estava no seu quarto.Concluindo, ela realmente estava, estava sentada na frente da sua penteadeira olhando seu reflexo no espelho, logo surgem lágrimas em seus olhos cor de mel.

Aquilo partiu meu coração.Eu falei algo extremamente errado? Será que foi por causa da prima dela? Bom, eu não sei.Mas vê-la naquele estado não me agradava nem um pouco.

Ela tirou seu rabicó de cabelo desmanchando seu rabo-de-cavalo e bagunçou todo o cabelo.Pela cara dela, ela chorava de raiva ou triste, não conseguia entender muito bem.Enfim, talvez ela queira ficar sozinha, fecho a janela e me deito na cama novamente fitando o teto e começo a pensar mil coisas.Amanhã começa as aulas, terei que ver aquele povo chato, as garotas pegando no meu pé e ainda Millie talvez brava comigo por algo que eu não consigo entender.

Meus olhos pesam e eu acabo dormindo.

Já era sete horas da noite quando acordei, nem tinha tomado banho ainda.E meu celular começa a vibrar várias e várias vezes.

Ainda com meus olhos ardendo por causa da claridade.Pego meu celular da escrivaninha e desbloqueio a tecla.Era Millie me mandando mensagem.


Xuxuzinho❣ on•


Xuxuzinho❣: Pode vir aqui?

Finn!

Heeey, acorda moleque

Obrigada por me ignorar seu tapado =_=


Puta que pariu.Deixei ela no vácuo, agora mando uma mensagem feito flash.


Eu: Oi xuxuzinho, desculpa eu estava dormindo e eu durmo como uma pedra jshbejshw 

É claro que posso ir aí, só deixa eu tomar um banho e já vou!

Beijos:-*


Alguns minutos depois ela somente visualizou.


Peguei uma roupa confortável e minha toalha, me mandei direto pro banho.Estava fedendo e eu não iria aparecer na casa dela daquele jeito.

Depois de ter tomado um banho quente e rápido.Escovo meus cabelos e depois bagunço como de costume, pego meu fone de ouvido e meu celular e saio.


************************************


MILLIE BOBBY BROWN


Eu estava exausta quando entrei em casa, meus pais nem estavam, aposto que estão em alguma reunião da empresa.Tirei meus sapatos e fui pro meu quarto me deitar um pouco, meu coração parecia que estava se partindo ao meio ao lembrar de Lilia falando mil e umas coisas pra mim quando ela me levava pra casa depois daquela quase discussão, na loja.

Ela falou várias coisas de Finn, mas eu não consigo acreditar nela, por que Finn faria isso? Me machucar, pela cara dele ele quer me proteger e não me machucar.Como ele havia dito quando estávamos conversando, ele deu um fora nas duas e por isso que elas o-odeiam.Talvez Lilia esteja com um certo ciúmes ou sei lá, tipo Sadie.

Mas nem que a vaca tussa que eu irei me afastar dele, somos vizinhos e ele foi a primeira pessoa que conversei aqui em Vancouver, o primeiro.

No meu quarto eu me sentei na frente da penteadeira e comecei a chorar, assim, do nada.Eu acho que eu sentia falta de Marbella, sentia saudades dos meus amigos, saudades da minha antiga escola, saudades de tudo, eu vivi minha vida toda lá e agora estou aqui.E quando cheguei, as pessoas começaram a me odiar sem terem nunca falado uma palavra comigo.

Saí de cima da cama, e fui tomar um banho para relaxar meus músculos.No banho mesmo, mandei uma mensagem à Finn pra ele vir aqui, precisávamos conversar.Ele nem respondeu, deve estar dormindo ou bravo comigo mas não importa.Depois do banho coloco uma roupa confortável, vou novamente pra frente da penteadeira e escovo meus cabelos longos que estão molhados.

Parando pra pensar, eu deveria cortá-lo.Queria mudar meu visual, mas melhor não, não agora pelo menos.E se eu mesma cortasse, minha mãe me mataria.

Meu celular vibra e desbloqueio a tela, ele respondeu finalmente.Ele demorou até vir aqui, quando eu estava na cozinha preparando algumas torradas para mim comer,ele toca a campainha.Vou correndo atender.

— Oi. — Ele sorri sem mostrar os dentes.— Dou espaço para ele entrar e fecho a porta.— O que quer falar comigo?

Me dirijo até meu quarto e ele vem atrás feito um cachorrinho.Abro-a e vou em direção à minha cama me deitando na mesma.Finn repara em cada detalhe do meu quarto, esse quarto quando vim pra cá estava péssimo e era bem assustador.Mas ligeirinho demos uma geral nele.Está mais bonito,moderno e feminino.

— Nossa, mudou bastante.— Ele sorri olhando ao redor.— Pra onde foram os móveis que eram do dono da casa?

— Meus pais venderam e aí pegamos o dinheiro e fomos gastar no boliche.— Falo nem ligando.

— Hum. — Finn murmura.— Então..Millie? 

— Ok, sente-se primeiro.— Suspiro cansada e ele se senta no carpete felpudo e me olha atentamente.— Eu..queria saber se, você me trata igual as outras pessoas.Essas coisas de apelido, proteção e tal. 

Fico vermelha feito tomate.

Finn desvia o olhar.

— Na verdade, eu trato as pessoas como elas devem ser tratadas Millie, com respeito e principalmente dizer quando algo não está certo.Como por exemplo, a Sadie.

— Então eu sou igual a todo mundo? — Pergunto confusa.

— Não, não importa isso.Olha, você é diferente entendeu? Um diferente bom.Você não liga para as pessoas que te incomodam, você apenas fica sensível e tem medo.Mas isso não importa agora, e você também é tão doce e gentil.Quando te vi pela primeira vez, foi algo tão legal, por que fazia anos que não via uma pessoa tão contagiante como você.— Sorri de orelha a orelha.— Você é a pessoa mais incrível que eu já conheci.

— Você também, é.. muito legal.Também é diferente.


Notas Finais


Quarto da Mills: https://pin.it/5vcqn73ulfzqxw

Roupa de hoje: https://pin.it/ndlktjs3dlev3m


Owntt meu Fillie ❤ continua no próximo capítulo!! Não teve muito sentido, mas vai desenvolver a história kkkkkkkkkkkkkk dois beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...