1. Spirit Fanfics >
  2. Minhas 2 Vidas ( Kim Teahyung) >
  3. Ainda estou vivendo

História Minhas 2 Vidas ( Kim Teahyung) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Nova história sobre reencarnação, espero que gostem e comentem o que acharam

Capítulo 1 - Ainda estou vivendo


Meu celular desperta e eu acordo, vou para o banheiro faço minhas necessidades e tomo banho, visto minha roupa e desço para tomar café.

Como sempre meus pais não estão em casa, mas isso eu já não ligo e estranho quando eles estão em casa.

Quebra de tempo 

Meus amigos estavam em casa, já que amanhã as aulas estão de volta. O bom da minha escola e que não tem esse lance de o mais popular e apenas cada um por si entre seus grupos. Nosso grupo era "normal", somos os alunos que aprontam mas ninguém sabe.

Sugar é o que arruma encrenca e não mexe com ele que se não o bagui fica loko, RM e o que é estudioso e inteligente mas não se engane não é boa peça, tem a kennie mas ela só ela msm, e aquela que segura o bonde.

E eu bem eu não tô nem aí, sou boa aluna, tenho boas notas e sou bem inteligente mas meus amigos não sabem dessa inteligência que toda que tenho, sou a que da ideias para fazermos merda. Digamos que já sai uma vez no jornal por pintar o muro de uma casa, mas não dava pra ver meu rosto então no final nao deu em nada.

 Eu só espero pro dia em que eu possa finalmente morrer.

Sugar: inna nos vamos hoje lá né?

Eu: claro...

Tínhamos combinado de irmos na escola durante a noite e entrar na sala da diretoria.

Kennie: vocês são loucos, por que fazer isso? 

Eu: deixa de ser chata.

Sugar: se está com medo E só não ir- e ri dela 

Rm: gente eu consegui- ele diz aliviado 

Todos: sério? - então bora...

Tempinho depois

Estávamos pulando o muro, pulamose fomos correndo para dentro da escola, conseguimos entrar com a chave que já tínhamos.

Estamos na sala da diretoria kennie estava tentando ter acesso ao computador que por sinal ela e muito boa quando se trata disso, já faz anos coisas que fazemos isso na escola e estávamos ameaçando a diretora e que era amante do pai de RM. 

Ele tava muito puto da vida então estava botando medo na diretora e claro no próprio pai dele que era um merda. Mas Rm e muito mais idiota por nao perceber as coisas.Isso era incrível por que não fomos pegos ainda é nem sabiam que eram nois.

Kennie: consegui acesso...

Rm senta e começa a mexer nas coisas, até que um e-mail chega e era um mensagem suspeita que vimos, ele clica e começa a ler em voz alta.

Nos vemos no mesmo lugar de sempre...

Rm se inrrita com aquela mensagem.

Rm: que homem de merda, já chega estou cansado disso - fala bravo e alto 

Kennie; shihhhhh...

Rm: olha só não me manda ficar queto não, se não vai ficar um ruim pra você, se fosse seu pai você também estaria puta da vida então não se mete.

Aquilo era demais, era uma aventura enorme em que eu estava, melhor que isso não podia ficar penso comigo que sou logo surpreendida pelo que RM diz

Rm: pode publicar, não quero mais saber.

Sugar: ai não aja na emoção do momento idiota.

Rm: é você quer que eu faça o que? Continue fingindo?? Eu cansei disso.... quer saber e como Inna diz que se foda tudo.

Inna: e mais eu penso antes de fazer algo, e sua vida que você vai estar destruindo.

Rm: então o que querem que eu faça? 

Eu: more sozinho....

Todos olham para mim como se tivesse dito algo errado 

Eu: o que foi, que cara são essas ?? - olho não entendendo nada

Rm: desde quando você se preocupa com a gente? Ele pergunta rindo de lado.

Eu: vai a merda imbecil

Todos riem 

Eu: não estou nem aí se ele quer ferrar a família e a vida dele só que isso atrairia atenção para gente ou seja poderíamos ser pegos e não vai só ferrar a sua vida como a minha.

Kennie: Atah.... E por que iríamos ser pegos? 

Eu: tinha que ser burra.... O pai do Rm sabe que o filho dele sabe sobre a traição ou seja a diretora também deve saber. Acho melhor irmos embora e pensar em algo ao invés de ficar aqui e sermos pego.

Eu não estava nem aí se fosse pego mas não poderia manchar a reputação da minha mãe afinal eu vou herdar a empresa dela.

Quebra de tempo

Cheguei em casa e fui tomar banho E desci para comer algo. Quando cheguei na cozinha vi meu pai com uma xícara na mão.

Passo e não falo nada até que ele decide falar( eu não era próxima do meu pai)

Pai: filha já decidimos seu marido 

Eu: uhum 

Pai: não vai falar nada?

Eu: sobre ??

Pai: por que não diz nada quando falamos disso.

Eu: você tem seus interesses e eu os meus.

Pai: você e igual a mim, por isso é minha filha. 

Nisso eu tenho que infelizmente que concordar, eu era mais parecida com meu pai do que com minha mãe que era burra e suportava o idiota do meu pai.

Subi para meu quarto e fui dormir.

Continua...






Notas Finais


Desculpem os erros e espero que gostem dessa nova fic.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...