História Mini imagine - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 20
Palavras 1.308
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Harem, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello ♥

Capítulo 3 - Capítulo III


Eu estava correndo em um lindo e pequeno jardim. Havia um garoto de cabelos negros, sorrindo para mim, eu não conseguia ver seu rosto,    estávamos brincando de pega-pega. Eu sorria como nunca. Eu estava feliz com ele. Quando tentei pega-ló tropecei em uma pedra e caí. 

- Não chore. - ele afagou minha cabeça. 

- Tá doendo yaegiya. - funguei. 

- Venha eu vou cuidar disso. - ele se agachou na minha frente e eu subi em suas costas. Apesar de ser mais pequeno que eu, ele era forte. Entramos dentro de casa e ele me deixou sentada na cadeira da cozinha. Ele foi até a gaveta da pia e pegou um kit de primeiros socorros, e limpou meu ferimento. 

- Esta melhor? - eu assenti e sorrir ao ver seu sorriso. - Eu sempre vou cuidar de você não se preocupe. 

- Promete?  - ele sorriu.

- Você não acredita em mim. - ele estendeu o seu dedo mindinho, e entrelaçou no meu. - Eu prometo. 

    *     *     *      *     *

         Jin on

Já passavam das dez horas e nada da S/n, eu estava ficando seriamente preocupado com ela. Já era a milésima vez que ligava para ela e caía na caixa postal, então decidi ligar para para a Sr. Park. 

- Jin alguma noticia da minha filha? - foi o Sr. Park quem atendeu. Pelo jeito ele também tinha notícia algum.

- Não. Não senhor. - ouvi soluços ao outro lado da linha. 

- Eu estou com um péssimo pressentimento, Jin. Ache minha filha. 

- Não se preocupe. Eu a encontrarei. - desliguei e liguei para o Yoon-Gi, aquela altura havíamos nos separados em dois grupos, - Nam, Yoon-Gi e Hoseok. Jimin, V e eu. - para ver fazíamos progresso. - Yoon-Gi, encontram ela? - ele suspirou

- Não, não encontramos. Hyung, eu tô ficando preocupado. 

- Eu também Yoon-Gi, eu também. - desliguei o celular e olhei para o céu noturno, a noite estava sombria e não havia lua aquela noite. 

- Você acha que aconteceu algo com ela? - voz do Jimin cortou o silêncio. 

- Eu espero que não. 

Fixei o olhar em V, ele não parou um minuto de procura-la e eu podia ver o quanto ele estava exausto, seu semblante demonstrava preocupação. Por alguma razão ele não nos contou o seu verdadeiro nome. Fui tirado dos meus pensamentos quando o celular começou a tocar. Era a S/n. Atendi e coloquei no viva voz. Atraindo a atenção dos meninos. 

- S/n? - meu coração quase saiu pela boca.

Jin, socorro! - ela gritou desesperada. 

- O que aconteceu? - meu coração se apertou ao ouvir seu choro. 

Entre choro, ela sussurrou;

- Por favor... Me ajude... - ela estava com sua respiração acelerada. 

- Onde você está? - no lugar da resposta ouvi um gemido e mais nada. Disquei rapidamente o número do Yoon-Gi e contei o que havia acontecido. - Vocês procuram desse lado. - Dei instruções para os dois garotos que estavam comigo e seguimos o nosso caminho. 

Paramos em frente a uma casa noturna, apesar da hora, ali estava vazio. Seguimos em frente. Quando paramos para recuperar o fôlego, escutamos gritos. Reconheci a voz da S/n, seguimos sua voz até uma praça, que ficava a alguns quarteirões da nossa rua. 

Girando nos calcanhares, avistei S/n caída no chão e um homem em cima dela. Antes que eu pudesse processar aquilo, V partiu para cima do homem. Um ssegundo ele estava em cima da S/n, em outro ele estava no chão. V acertou vários socos e chutes naquele homem, mas de alguma maneira ele conseguiu derruba-lo e fugir. Quando finalmente cheguei, me abaixei da S/n que estava toda machucada.

- Jin... - ela envolveu seus braços em minha perna e chorou. - eu estava com tanto medo. 

- S/n... - sussurrei quando toquei sua bela face toda machucada. - Não se preocupe, estou aqui agora. - dei um selar em sua testa e a aconcheguei-a em meus braços. Jimin tirou seu casaco e colocou sobre o corpo nu dela. Encarei seus olhos e deixei lágrimas cair. - Me desculpe pequena, isso é tudo culpa minha. 

Ela levantou a mão trêmula e enxugou uma lágrima. Então sussurrou;

- Não foi sua culpa... Não foi... - então sua mão caiu sobre seu corpo. Ela perdeu a consciência. 

Jimin pegou a bolsa dela e saímos dali. Encontramos os meninos no caminho de volta. Eles ficaram horrorizados com o estado S/n estava. Nam e Yoon-Gi queriam ir atrás do caro que havia feito aquilo, mas eu discordei. S/n era nossa prioridade, nada mais importava por enquanto. - eu não deixaria aquilo passar. - Decidimos leva-la para a nossa casa, - nós três morávamos juntos. - Assim poderíamos cuidar dela melhor. 

Chegamos em casa e a levamos para o quarto do Yoon-Gi, - era o maior quarto da casa. - Nam havia ido buscar água quente e Yoon-Gi havia ido buscar alguns panos limpos. A deitei cuidadosamente na cama e a cobri com o edredom. 

- Vocês podem ir agora. Precisam descansar. - eles se negaram. 

- Só vamos embora quando ela acordar. - suspirei. 

- Está bem. 

Os meninos logo chegaram com as coisas. Limpei os ferimentos de seu rosto com cuidado. Depois de limpar e desinfetar, coloquei alguns bad-aid, ela parecia mais tranquila agora. 

Liguei para os seus pais e avisei que havíamos encontrado-a, mas decidimos não falar sobre o ocorrido, pelo menos agora, não. 

       Jin of

Abri os olhos dolorosamente, fechando logo em seguida por causa da claridade. Senti um peso em ambas as mãos, dessa vez abri os olhos devagar. Olhando para o lado vi o Nam assentado próximo a cama, metade de seu corpo estava debruçado na cama, seu rosto estava em cima da minha mão. Virei para o outro ser que também estava em cima da minha mão. Era o Jin seu cabelo rosa cobria seus olhinhos. Gemi quando tentei mudar de posição. Girei cuidadosamente a cabeça, Yoon-Gi também dormia sentado próximo a cama. Jimin dormia tranquilamente na poltrona que havia no quarto e Hoseok estava debruçado no sofá. Nam foi o primeiro a acordar. Ele levantou a cabeça e sorriu ao me ver acordado. 

- Bom dia, princesa. - ele acariciou minha bochecha. 

- Bom dia... - meus olhos marejaram ao ver seu semblante sorrindo tristemente. 

- Shh... Não chore. - ele sussurrou.- Está tudo bem.  

- S/n? - ouvi a voz do Jin. Ele e os meninos haviam acordado. - Como está se sentindo? - seus olhos marejaram. - Eu sinto muito. Isso tudo é culpa minha.  Eu não deveria ter duvidado de você. Depois que você você saiu, Jimin me contou, ou melhor gritou todas a verdade na minha cara. - olhei o canto da sua boca. 

- A culpa não é sua. E nem de vocês. - olhei para os meninos. E quem fez isso? - apontei para a sua boca. 

- Fui eu. - Jimin se aproximou. - Sinto muito por isso Jin. - Eu sorri.

- Eu não. - Jin me olhou incrédulo, não me importei, dei de ombros. - Você mereceu Oppa. - ele sorriu. Geralmente eu não chamava ninguém assim, mais hoje era especial. 

- Sim, eu mereci. - Eu estiquei os braços. 

- Quero um abraço dos meus heróis. - Jin "voou" em cima de cima, seguido por Nam e Yoon-Gi. Depois que desfizemos o abraço, olhei para Jimin e Hoseok. - Vocês também. - Hoseok arregalou os olhos. 

- Nós também? - eu assenti. Eles me abraçaram fortemente. 

- Para ser sincero, S/n. - o olhei confusa. - quem realmente ajudou você foi o Tae. - Tae? Onde eu escutei esse nome antes?

- Vamos embora. - resmungando, vi o V sair de uma parte sem iluminação do quarto. - Ele saiu empurrando Jimin e Hoseok para fora do quarto. Fiquei sem reação. E seu nome ecoou na minha cabeça. 




Notas Finais


Yaegiya - bebê chorão.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...