História Mini imagine - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 20
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Harem, Shoujo (Romântico)
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hola my flowers ♥

Capítulo 4 - Capítulo IV


- Que estranho... - Yoon-Gi observava a porta que Jimin e os outros haviam saído. 

Aquele nome ecoou em minha cabeça, uma sensação estranho preencheu meu coração. vazio? Tristeza? Eu não sabia o que exatamente o que, mas era algo que apertava o meu coração. 

- O que aconteceu? Está sentindo dor? - olhei para eles confusa. - Por que está chorando? - Chorando? Estava chorando? Levei a mão ao rosto. Por que?

- Eu não sei. - as lágrimas recusaram-se a parar. Soluçando, aceitei um copo d'água que Jin me ofereceu. 

Depois de alguns minutos chorando, me recostei na cama. Tae. Quem era aquele garoto? Por ele foi embora? E por ele parecia tão chateado quando Jimin falou seu nome? 

Jin me disse que o V - ou Tae -  não parou um segundo de me procurar e que se fosse medir a preocupação dos seis ele era o que mas expressava isso. Algo dentro se animou dentro de mim. Mas tentei ignorar. 

- E os meus pais? Eles não sabem, certo? Se não estariam aqui. - Nam assentiu. 

- Achamos melhor não contar por enquanto. 

- É melhor assim. - mal acabei de falar e o meu celular começou a toca. - Alô? Mãe? 

- Filha você está bem? O que aconteceu? - ela soava preocupada. 

- Eu estou bem mamãe. Jin, os meninos e eu discutimos ontem e eu meio que quis me "rebelar". Então fugi e passei o dia no cinema, quando eu saí já era tarde e encontrei os meninos. Então decidi dormi aqui. - pedi desculpas mentalmente a Deus por mentir e agradeci a ele por meus pais estarem aqui. 

- S/n. Lembre-se quando eu falei que precisamos conversar. - ela não esperou eu responder. - eu e seu pai vamos viajamos daqui... Há duas horas.  Vamos fazer uma viagem de negócios e vamos passar dois meses fora. 

Depois que ela me explicou detalhe por detalhe, ela falou com Jin. Eu ficaria sob seus cuidados durante esse tempo. Não achei de todo modo ruim, assim eu poderia me recuperar sem me preocupar com eles. - eles não se despediriam de mim.

{Quebra de tempo}

Jin e Yoon-Gi haviam ido buscar as minhas coisas e Nam ficou comigo para me fazer companhia. Estávamos na sala assistindo a um filme de comédia. Quase que no começo do filme Nam agarrou no sono. Olhei no celular e já passava das 13:00, me levantei e fui para a cozinha, abri o armário e tirei algumas coisas de dentro. Para agradecer o que eles fizeram por mim, decidi um pequeno jantar. Liguei para o Jin e pedi a ele que passasse no supermercado e comprar o que faltava para fazer um delicioso jantar. No caso muita coisa. Tive até que enviar uma lista com tudo o que precisava para fazer um delicioso jantar. 

Fui até o celular do Nam. Olhei para ele com um sorriso nos lábios. Até parece que eu não sabia a senha. Vasculhei seus contatos e encontrei o que procurava. Disquei o número e liguei. 

- Alô? - uma voz sonolenta soou do outro lado da linha. 

- Jimin? É a S/n. Desculpe se te acordei. 

- Ah, não se preocupe, aconteceu alguma coisa?

- Não. Eu só queria se vocês estariam livres está noite. Estou pensando em preparar algo para agradecer a vocês pelo o que fizeram por mim. - ele riu sem graça. 

- Não precisa se preocupar. Nós... - eu o interrompi. 

-Eu não aceito não como resposta. E então,  o que me diz?

- Um menino. Hyung! - ele gritou. - você vai tá ocupado hoje a noite? - meu coração parou ao ouvir a voz do V responder que não. - Ok, nós vamos.

- Ótimo. Na casa do Jin... As 19:00? 

- Ok, Tchau. 

Desliguei o celular e voltei para a cozinha. Meia hora depois Jin e Yoon-Gi chegaram com as coisas. Jin colocou sobre o balcão. 

- Não! - acertei a colher de pau em sua mão quando ele tentou pegar um pedaço de carne que estava ao meu lado. - Só a noite.

- Nossa pequena. - falou acariciando o lugar que eu tinha acertado - Eu tô com fome. - ele fechou os olhos e sentiu o cheiro da comida. - E  está com um cheiro maravilhoso. Ei, - ele franziu a testa. - por que você nunca cozinhou pra gente antes? E desde quando você sabe cozinhar? 

- Primeiro: por que eu cozinharia, tendo um dos melhores cozinheiro de toda Coréia do Sul?

- E lindo - revirei os olhos e ri com o seu sorriso convencido. 

- E segundo: eu cozinho desde pequena... - sussurrei as últimas palavras. - desde que conheci o Yaegiya. - arregalei os olhos, foi assim que chamei o menino do meu sonho. 

- E quem é esse? - Antes que eu pudesse responder, Nam e Yoon-Gi apareceram na cozinha. 

- Estamos com fome. - decidida, empurrei aquela sensação estranha para longe. 

- Comam outra coisa, ou melhor, vocês dois bem que podiam fazer uma dieta, principalmente você Gi - sempre que queria irrita-lo ou algo o chamava assim. - você está gordinho demais. - ele olhou para o seu corpo. Depois semicerrou os olhos para mim. 

- Escute aqui, - ele apontou o dedo para mim - sua magrela do cafundo dos judas. Gordo está o seu...

- Ya!  - Jin gritou. - Da para parar os dois?

- Ela quem começou! - disse apontou para mim, aquela altura Nam e eu estávamos com uma mão apoiada sobre o balcão e a outra na barriga. Não conseguimos parar de rir pelo cinco minutos. 

{Quebra de tempo}

Estava quase terminando o jantar. Jin e Yoon-Gi haviam se oferido para ajudar, mas eu recusei, não havia propósito eles me ajudarem já que era para eles o jantar. 

- Pronto. - disse quando finalmente terminei

- Eu nunca havia visto esse tipo de comida antes. - Nam apontou para a mesa cheia de comida. 

- É por que é comida brasileira, não é? - Jin puxou uma cadeira e se sentou. - eu já pesquisei sobre elas. Não vejo a hora de experimentar cada prato. - eu ri.

- Não vai demorar muito, são quase 19:00. - falei olhando para o celular. - acho melhor irmos tomar banho. Onde está o Yoon-Gi?

- No quarto, dormindo. - Nam respondeu. 

- Aish, você poderia avisar a ele? 

Falei e subi as escadas, indo para o meu quarto. Suspirei fundo, quando fechei a porta atrás de mim e fui tomar banho. Terminando o banho, agora eu me encontrava de frente a minha mala, - Yoon-Gi fez o favor de deixa-la aqui. - procurando algo para vestir. Optei por um short branco e uma regata. Apesar de me sentir estranha indo para o colégio daquele jeito, - por me sentir café con leite no meio do leite. - eu me sentia a vontade no meio dos meninos. Não quis calçar o tênis, então vesti só as meias. 

De frente ao espelho, olhei todos os hematomas no meu rosto, peguei a base e o pó da mala. Apesar de não gostar de usar. Hoje eu faria um pequeno esforço, afinal não queria que Jimin e os outros me olhassem com pena. Satisfeita com o resultado do meu rosto, pentiei os cabelos e o prendi em um coque alto e frouxo, - meus cabelos também não eram lisos. - e saí do quarto quando escutei a campainha tocar. 

- Boa noite. - cumprimentei ao chegar na sala. 


Notas Finais


Até amanhã minhas flores ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...