1. Spirit Fanfics >
  2. Mini Imagines com BTS! >
  3. Vizinhos Kim SeokJin

História Mini Imagines com BTS! - Capítulo 9


Escrita por: e Bella1997brJK


Notas do Autor


Gente!
Eu to muito viciada nos tik tok! Socorro!

Espero que gostem do capítulo!

Resumo prévio: Você foi a uma festa, teve que ver seu ficante e melhor amiga se pegarem. SeokJin foi seu remédio.

Capítulo 9 - Vizinhos Kim SeokJin


Fanfic / Fanfiction Mini Imagines com BTS! - Capítulo 9 - Vizinhos Kim SeokJin

 

 

 

Fecho a porta com força, brava. Com os nervos a flor da pele. Com a cabeça doendo de tanto latejar.

Eu estou me sentindo uma inútil nesse momento, uma iludida.

- Vai mesmo ficar brava por causa disso? - Yuna entrou deixando a porta do apartamento aberta - Vocês nem namoram.

- Estávamos quase lá Yuna e vem você e beija ele. Vi ele me trair com você! - explodo minha voz ao ponto da minha garganta arder.

- S/N foi um verdade ou consequência. - ela fez o mesmo com sua voz e abriu as mãos. Suspiro fundo com a mão na testa, andando de um lado para o outro.

- Saí daqui... - fecho meus olhos e suspirando para segurar a raiva em meu corpo.

- S/N... - Yuna tentou se aproximar e taquei o foda-se.

- SAÍ DAQUI! - ameaço jogar um vaso de porcelana em Yuna que levantou as mãos enquanto inflou as bochechas logo saindo batendo os pés deixando a porta aberta. 

Suspiro sôfrega enquanto vejo minha visão ficar turva por conta das lágrimas, meu coração batia fraco por mais da agitação do sentimento. Derrubo todos os porta retratos com minha fotos de criança e objetos decorativos, urrando de raiva caindo de joelhos no chão em seguida; fico ali por uns minutos chorando baixinho vendo minha mente mandar a cena de Jackson beijando minha ex-melhor amiga Yuna diversas vezes - Vai embora! - grito tirando as mãos do rosto quando ouço 3 batidas consecutivas na porta.

- S/N sou eu, SeokJin. - disse do outro lado da porta e levanto arrastando a palma da minha mão por todo rosto para secá-lo.

- O que quer? Outra xícara de açúcar? - pergunto quando abro a porta vendo o maior com roupas largas e causais junto da crocs em seus pés.

- Não, eu comprei hoje de manhã - coçou a nuca e vejo suas bochechas corarem - Porque a barulheira? Estava chorando? - perguntou fitando meu rosto depois de um tempo e fungo passando a mão no nariz.

- Não é nada demais. 'Tava tirando minha raiva - digo simplista enchendo meus pulmões e deixando o ar sair logo depois - Quer entrar?

- Claro, se não for incômodo - nego com a cabeça dando espaço para o mesmo que entra com as mãos no bolso da bermuda azul escuro, fecho a porta e coro ao ver os vasos e porta retratos no chão, quebrados.

- Quer algo? Água ou suco? - ignoro a bagunça mesmo ainda estando envergonhada.

- Talvez água. Por favor - sorriu sem mostrar os dentes e peço para que ele me acompanhe até a cozinha; até porque lá estava mais limpo e organizado do que a sala de estar. Deixo meu celular em cima da mesa e abro a geladeira logo servindo a água para Jin com um sorriso amigável - Não vai atender? - deixou o copo da pia e desperto da minha mente. Foi ai que percebi meu celular vibrando. 

- N-Não é ninguém im-importante. - silencio o aparelho ignorando a ligação de Jackson. Esfrego minhas mãos e suspiro fundo cruzando as pernas.

- Aconteceu alguma coisa? - o timbre calmo de Seok entra pelos meus ouvidos me causando um leve arrepio na espinha, senti a mão grande dele em meu ombro e o olho piscando algumas vezes para que as lágrimas não viessem a tona - Tudo bem, pode falar comigo. - sentou na cadeira ao meu lado.

- Eu sou uma corna do caralho. - coloco minhas mãos em cima da mesa, apertando-as.

- Não fale isso. - colocou uma mecha do meu cabelo atrás da orelha.

- Não estou mentindo - levanto os ombros umedecendo meus lábios - É incrível como sempre sou a corna do relacionamento. - digo baixo brincando com minhas unhas em cor preta.

- Se quiser desabafar... - o olho triste de relance; não quero falar sobre isso, não agora. - Vou fazer um chá e você vai tirar essa maquiagem e se trocar.

- Okay - saio da cozinha e escoro minhas costas na parede depois suspirando fundo ao ver a foto no chão de Jackson me segurando no ar que tiramos tem dois dias atrás no parque.

Nego com a cabeça e vou para meu quarto onde tiro meu vestido tubinho preto e os saltos que acabaram com meus pés. Eu não devia ter ido naquela festa. Tomo um banho rápido e tiro minha maquiagem mesmo deixando resquícios de rímel em meu olhos, visto um vestido pijama e volto para a cozinha - Ei! - vejo Jin com meu celular em suas mãos.

- Desculpa, alguém ligou e atendi. Parece que ele não gostou muito. - voltou sua atenção à panela no fogão e pego meu celular vendo um monte de mensagens de Jackson junto de 3 ligações perdidas silenciadas.

- Muito... intrometido. É isso que você é! Um intrometido! - grito olhando para o mais velho que franziu o cenho.

- Calma... Eu só fiz atender. - mexeu os ombros largos marcados pela camisa branca colada e por um segundo perdi a consciência.

- N-não devia ter atendido. - balbucio apontando para o mesmo.

- Precisa relaxar, tome. - ergueu a xícara com chá que exalava o cheiro forte de camomila. Suspiro fundo e pego a xícara pela asa logo tomando um gole do líquido quente e doce.

 

Deixo a xícara na mesa e encaro o objeto ao ponto de não perceber que SeokJin estava tão perto.

- Me desculpe por isso... - sussurrou e senti seu hálito quente com cheiro de camomila contra meu rosto.

- O que? - sussurro de volta e Jin quebra o espaço que sobrava entre nossos rostos. Seus lábios estavam quentes assim como sua língua que rondava cada espaçinho da minha boca, senti as famosas borboletas em minha barriga quando as mãos do mais velho pararam em minha cintura de um jeito gentil e calmo.

Seguro os fios de sua nuca aprofundando o beijo e deixando um suspiro escapar pelo meio da ação.

Vejo a tela de meu celular acender e estico meu braço para desligá-lo.

- Vai desperdiçar essa oportunidade? - questionou depois de afastar nossas bocas e choramingo pela falta do toque em resposta - Foi o que pensei. - me beijou mais uma vez, só que dessa vez com intensidade e direito à mãos bobas.

Meu coração batia muito rápido e acabo lembrando das vezes que beijei Jackson e não sentia isso.

Tenho que concordar, Kim SeokJin é um partido melhor que Jackson Wang.

 

 


Notas Finais


Essa frase final não é para acabar com a reputação do Jackson beleza? Eu amo ele!
É só coisa de fic.
SPIRIT PELO AMOR DE DEUS NÃO FAZ NADA!

Espero que tenham gostado!💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...