História Miracle - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Capitão América, Homem de Ferro (Iron Man), Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bucky, Dr. Bruce Banner (Hulk), Dra. Helen Cho, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pepper Potts, Personagens Originais, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Sharon Carter (Agente 13), Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Age Of Ultron, Capitão América, Daya, Personagem Original, Romance, Soldado Invernal, Steve Rogers
Visualizações 230
Palavras 451
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello!!

Dps de meses planejando, finalmente postei a fic na qual estava doidinha pra postar rs

-> Daya e todos os personagens originais aqui me pertencem e não empresto, o resto é da Marvel!

-> O prólogo da fic se passa em 2013, mas o resto começa em 2014 durante os eventos de Soldado Invernal e segue a cronologia dos filmes da Marvel

-> Fanfic Steve/OC

-> Capa por @AkannyReedus, obrigada xuxu!

Espero que gostem!

Boa leitura!

Kisses
*3*

Capítulo 1 - Prólogo


MANHATTAN, NY, 2013

 

A cidade de Nova York nunca para, é o que todos dizem. Foram poucas as ocasiões em que a cidade parou, porque afinal todos vivem circulando pelo lugar para chegarem em seus objetivos atuais.

Porém, naquele dia aparentemente comum, com todos andando apressadamente e ocasionalmente se esbarrando uns nos outros, comentando sem um pingo de gentileza como a outra pessoa deveria ser cega, Nova York iria parar.

Não só Nova York, como inúmeras outras pessoas assustadas pela notícia que, muito em breve, iria aparecer em vários noticiários diferentes.

Uma bola, um meteoro de metal que parecia estar pegando fogo, apareceu nos céus. Poucos foram os distraídos que não viram aquilo, alguns gritaram e outros já apontaram para a direção certa, atraindo a atenção de mais pessoas. Ninguém estava ciente de que cairia um meteoro na Terra, geralmente a NASA está ciente deste tipo de fato e logo os civis são avisados.

Quando perceberam que aquilo estava chegando perto demais e que provavelmente cairia ali, os gritos apavorados começaram e a correria se deu logo em seguida. Seria outro ataque como o que houve com Loki no ano anterior? O que era aquela coisa, afinal de contas?

O impacto foi tão grande que pôde ser escutado por pessoas longes dali, que já estavam cientes do que tinha acontecido, embora ninguém fosse capaz de dizer o que era aquela coisa.

Após ter quebrado alguns metros de concreto, o objeto parou. As pessoas corriam, telefonavam para a polícia pedindo ajuda, ligavam para seus parentes desesperadas e algumas já citavam até despedidas.

Com certeza não era um meteoro, afinal uma parte do objeto era feita de vidro, que agora estava rachado. Parecia mais uma pequena nave, embora uma fumaça acinzentada não deixasse possível ver se havia alguém ali dentro ou não.

Era possível ouvir uma sirene ao fundo, a polícia e o corpo de bombeiros estavam chegando ao local, embora já se perguntavam se aquilo era trabalho para eles ou para Os Vingadores, os heróis que salvaram a Terra da invasão alienígena. Talvez algum deles soubesse o que deveria ser feito.

E, no meio da fumaça acinzentada dentro da nave, foi dada a resposta para a pergunta que rondava a cabeça de alguns cidadãos corajosos, ou muito tolos, que ficaram parados, observando o objeto desconhecido. Uma mão tocou no vidro e ficou parada por um tempo ali, assustando os observadores, até começar a descer lentamente, mostrando que o dono da mão estava ficando inconsciente ou estivesse morto.

O vidro se abriu, fazendo algumas pessoas gritarem. Porém, a criatura ali dentro parecia uma mulher comum, igual a todos os espectadores ali presentes.

Mas que carregava mais perguntas e respostas do que todos eles.


Notas Finais


Playlist da fanfic (inacabada): https://open.spotify.com/user/31r5qpcsmtxtzr5wgifunsv5s55u/playlist/0IBPbpd04U9ITRnzCusfBJ

O que acharam? Comentem

Até o próximo!

Kisses
*3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...