História Miraculous - Sr. e Sra. Agreste - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Sabine Cheng, Tom Dupain
Visualizações 128
Palavras 1.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


(eu sei que o Louis tem o cabelo igual ao da Marinette, mas eu coloquei essa imagem pra representar como foi o que vocês vão ler e pq achei fofo)

Oiê gente!
Sei que vocês ficaram meio perdidos com o capítulo anterior, mas é que eu tenho tantas idéias pra essa história que eu já pulo logo pro que eu quero que aconteça pra surpreender vocês!
Mas enfim, espero que gostem💛

Capítulo 30 - Cap 30- The new friend


Fanfic / Fanfiction Miraculous - Sr. e Sra. Agreste - Capítulo 30 - Cap 30- The new friend

LEIA AS NOTAS DO AUTOR pfvr


- Aqui Sr. Agreste, alguns currículos para novos funcionários - Disse Nathalie colocando alguns papéis na minha mesa - Ok, pode deixar aí - Esta empresa está me matando. São papéis para assinar todo dia, pessoas querendo trabalho e aguentar esses assistentes, fora os funcionários que vivem puxando meu saco querendo ser promovido ou algo do tipo. Tudo o que eu mais quero é ir pra casa, tomar um banho e dormir. Somente dormir - Senhor, é da escola do seu filho - Ouço Harry, um dos meus assistentes dizer ao abrir a porta segurando um telefone na mão - O que houve? - digo pegando o objeto - Disseram que ele caiu e se machucou - Ok, já estou indo busca-lo - Digo pegando meu casaco e pondo o telefone na mão dele - Não quer que eu mande o motorista? - Perguntou- Não, eu vou - Digo e saio.

Narradora on*

Escola do Louis•

[Alguns minutos atrás]

Louis estava brincando na gangorra, desenhando, para falar a verdade. Amava desenhar e a gangorra era o lugar perfeito para desenhar o pátio da escola. Percebeu alguns meninos um pouco maiores do que ele, de uns 8 ou 9 anos, se aproximando. Escondeu o caderno rapidamente - Ora, ora , ora... Oque temos aqui? - Disse um dos meninos pegando o caderno que Louis havia escondido em suas costas - Desenhos! - Disse um dos garotos - Me dá meu caderno! - Disse Louis que tentou pegar o caderno, mas sentiu um dos garotos chutar sua canela o fazendo bater a testa em uma parte da gangorra o fazendo ficar tonto. Ouviu os meninos rirem, mas logo viu uma figura com cabelos loiros chutar a parte íntima de um dos garotos fazendo os outros correrem. Louis desmaiou. 

[...]

Acordou na enfermaria - Já ligamos para seu pai, ele está vindo te buscar - Disse uma das moças que estavam ali - Oi! - Ouviu uma doce voz - Eu sou a Ashley, muito prazer! - Se virou e olhou nos olhos azuis da garotinha, que usava uma jardineira jeans e uma blusa amarela listrada, se encantou com seus cabelos presos em um rabo de cavalo alto mesmo estando bagunçados;  com um band-aid em sua bochecha e também notou que ela usava uma pulseira de pérolas roxas - Eh... Eu sou o Louis! - Disse e ela apertou sua mão - Adorei seu nome, Louis! - Disse sorrindo e ele pode ver que ela havia arrancado um dentez provavelmente de leite - O.Obrigado! - Disse e em seguida ficou vermelho e gaguejou sem saber o motivo. Com certeza herdou isso de sua mãe - Eu vi aqueles meninos te maltratando... Um deles te chutou e você caiu. Eu chutei o lugar que os meninos mais sentem dor e eles saíram correndo - Ela explicou - O.Obrigado... - Disse - Kkk de nada - A garotinha sorriu - Louis! - Ouviu uma voz familiar entrando no consultório - Papai! - Adrien se aproximou e abraçou o filho - Tá tudo bem? Onde você se machucou? - Perguntou - Ah, ele estava brincando e caiu! - Disse uma moça - Mentira! Disse a garotinha- Os meninos grandes o empurraram! Eu vi! Eu estava lá! - Disse - Ashley! Você não devia estar aqui! - Disse a moça que provavelmente era a professora - Espera, garotos maiores do que meu filho o maltratam e vocês ainda mentem dizendo que ele estava brincando?! Que tipo de escola é essa?! - Adrien falou indignado - Vamos Louis - Disse e logo saíram

Marinette on *

Eu estava na sala, assistindo algo na televisão quando ouço Adrien chegar mais cedo do que o normal e Louis estava com ele, com um curativo na testa - Filho! Oque aconteceu? - Digo me aproximando - Uns moleques maiores do que ele estavam o zoando e ainda o empurraram na gangorra, por isso o curativo - Disse - Meu Deus! - Eu falei - Sim, e ainda mentiram dizendo que ele estava brincando e caiu! - Disse indo até a cozinha - Vá tomar banho filho, mamãe já vai te ajudar - Falo pro Louis e vou até Adrien - E como você sabe que eles mentiram? - Pergunto - Uma garotinha disse que viu eles batendo nele e ela que o defendeu chutando o saco de um dos garotos - Disse tomando um gole d'água - Uma garotinha? Que fofo... - Adrien me olha - Sim, achei um ato heróico pra uma garotinha de cinco ou seis anos - Disse - Mas enfim, vou ajudá-lo a tomar banho e cuidar do curativo - Digo indo até Louis 

Chloe on*

Estava em casa, fazendo as unhas quando Ashley chegou da escola e veio até mim - Mamãe - Disse - Oi filha! Como foi a escola? - Digo - Foi bom... Eu salvei um menino dos garotos maiores - Sério? - Digo a olhando - Como? - Pergunto - Eles o chutaram e ele caiu, aí eu fui lá e chutei no lugar que os meninos mais sentem dor! - Ela diz sorrindo - Uau... Isso foi muito heróico, filha. Estou orgulhosa - Digo sorrindo - E como se chama o menino que você salvou? - Pergunto - Louis - Ela diz e esse nome me soa familiar - Louis? Que estranho... Parece que já ouvi esse nome antes... - Sou interrompida por Luka que havia chegado - Cadê minha princesa!? - Ele diz e Ashley pula em seu colo - Tava com saudades, papai! - Diz Ashley - Eu também estava filha... - Ele diz apertando seu abraço - Como foi no trabalho? - Digo me levantando - A mesma coisa de sempre - Ele diz me dando um selinho 

[...]

- Boa noite, Ashley - Digo dando um beijo na testa da minha filha quando estava a colocando para dormir. Desliguei o abajur e fechei a porta. Luka estava me esperando no quarto sentado na cama. Me sento eu seu colo e ele começa a dar beijos molhados em meu pescoço - Ei, eu - Digo - Oque foi? - Ele pergunta parando os beijos e me olhando - Eu ando preocupada com esse seu trabalho de plantar drogas... Isso é perigoso e pode fazer você ir pra cadeia! - Digo - Hey... Não precisa se preocupar! É seguro, eu juro - Ele diz - Tá bom... - Digo e ele me puxa para um beijo

Continua... 


<3


Notas Finais


Espero que tenham gostado;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...