História Miraculous Kyokugen - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug), The King of Fighters
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, André Bourgeois, Audrey Bourgeois, Chloé Bourgeois, Emilie Agreste, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Kagami Kyoko Tsurugi, King, Lila Rossi (Volpina), Luka Couffaine, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Mr.Big, Nathalie Sancoeur, Nino, Nooroo, Plagg, Robert Garcia, Rugal Bernstein, Ryo Sakazaki, Sabine Cheng, Takuma Sakazaki, Tikki, Tom Dupain, Wayzz, Yuri Sakazaki
Visualizações 10
Palavras 1.094
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 36 - A renúncia aos poderes


Fanfic / Fanfiction Miraculous Kyokugen - Capítulo 36 - A renúncia aos poderes

Do outro lado, o combate contra Hawk Moth e Mayura continuava.  Mayura, com seu leque, disparava mais penas afiadas contra os heróis, que tentam, ao máximo, se proteger, mas acabam feridos de raspão por algumas.  Carapace, com seu escudo, vai bloqueando todas as máximo, mas vê que precisa usar seu poder, mesmo que isso signifique que, em poucos minutos, voltará à sua forma civil como o jovem DJ Nino.

 

CARAPACE:  Só há uma saída...  CASCO!!!

 

Com seu poder, cria um poderoso escudo invisível, bloqueando os ataques de Mayura. 

 

MAYURA:  Maldição, esse Miraculous é muito forte mesmo, precisamos arrancá-lo deste moleque.

HAWK:  Sim, antes que eles consigam nos vencer!

LADYBUG:  Vocês já foram praticamente vencidos, Gabriel e Natalie!  Rendam-se e entreguem seus Miraculous, não queiram piorar ainda mais as coisas.

HAWK:  Pare de nos chamar assim...  MARINETTE!!!

 

Os demais ali – exceto Adrien – ficam pasmos ao ouvir aquilo.  Hawk Moth chamou Ladybug pelo seu nome civil.

 

QUEEN:  Que...  a Ladybug...  ela é aquela a quem eu sempre zombei...?  Não...  não pode ser!

VIPERION:  Ladybug...  então...  a garota dos meus sonhos...  É ELA??

 

Hawk Moth e Mayura voltam a atacar.  Não querem retroceder por nada.  E agora, como nossos heróis vencerão?

 

RENA:  Hum...  acho que eu tenho uma ideia para fazê-los parar.

 

Eis que pega sua flauta e toca uns acordes, criando uma enorme bola de luz.

 

RENA:  MIRAGEM!!!!

 

Em seguida, dispara a bola de luz contra eles, que são atingidos.  O poder de Rena Rouge faz com que Hawk Moth e Mayura vejam como estarão suas vidas, caso consigam se apoderar totalmente dos Miraculous.

 

CARAPACE:  O que você fez com eles? – indaga.

RENA:  Fiz com que vejam como estarão suas vidas, mesmo depois que eles tiverem os Miraculous.

 

Eis que um belo dia, Gabriel finalmente tem os Miraculous para si próprio, o Mestre Fu, por sua vez, morrera de forma misteriosa, foi encontrado morto em sua casa, aparentemente de mal súbito, mas há indícios de que pode ter sido assassinado por ordem do próprio estilista.  Adrien e Marinette, por seu turno, eram só tristeza e lamentos, pelo fato de não terem conseguido proteger seu próprio tutor, nem os Miraculous.  Quanto às joias, seu paradeiro é ignorado, provavelmente guardadas num lugar altamente secreto, onde só Gabriel tem acesso, tanto ele, quanto sua secretária.  Adrien, por sua vez, vive deprimido, nem mais à escola vai, nem estudar em casa via homeschooling, como fazia antes, quer mais. 

 

Um belo dia, Adrien aparece entrando num lugar que parece ser um...  CEMITÉRIO!  Caminha entre as tumbas o tempo todo calado e cabisbaixo, trazendo algumas flores.  Eis que para diante de um túmulo, cuja lápide traz o seguinte epitáfio; “Aqui jaz Emilie Agreste, amada mãe e esposa.” 

 

ADRIEN:  Mãe...  já faz um ano que você me deixou...  desde que o pai se deixou levar por ambições nefastas, roubou os Miraculous, provocando a morte do Mestre Fu, bem como a sua também...  e hoje nem sei mais onde eles estão...  Marinette, Alya, Nino, Chloe, Kyoko, Luka, Max, Rose, Ivan, Sabrina...  todos os meus amigos de outrora hoje me odeiam, me consideram culpado pelo pai ter conseguido arrasar Paris, sob a identidade maléfica de Hawk Moth.  Acabou!  Nada mais faz sentido para mim...  NADA!

 

Eis que, diante da sepultura de sua mãe, pega um objeto dentro da roupa, que parece ser uma...  ADAGA?!  Totalmente desnorteado, sem chão, o jovem outrora Cat Noir, diante da campa do túmulo de sua mãe, acaba tomando a atitude mais radical e insensata que alguém pode tomar; comete SUICÍDIO!!!!  Ao saber do ocorrido com o único filho, Gabriel fica profundamente arrasado, uma vez que ele mesmo foi o principal culpado por sua atitude louca e triste.

 

GABRIEL:  Adrien...  NÃO!!!!  Já basta eu perder sua mãe...  e agora eu perco você...  isso não pode estar acontecendo...  NÃO PODE!!!!

 

Depois daí, o pior aconteceu; Gabriel, completamente destruído por perder sua família, perdeu também toda sua fortuna e patrimônio, caiu no álcool e nas drogas, e acabou seus dias interno numa clínica de reabilitação.  Não somente sua família foi esfacelada; suas empresas foram todas desintegradas e incorporadas, mais tarde, à rede hoteleira propriedade de André Bourgeois.  A velha mansão dos Agreste passou a ser local de peregrinação, décadas mais tarde, por pessoas que acreditavam que as curas de suas doenças estariam relacionadas a possíveis milagres atribuídos a Emilie Agreste.  Um triste e patético fim para uma família, dona de uma das mais belas histórias da França, diga-se de passagem.

 

Passada a epifania criada por Rena Rouge, todos ali, que viram àquilo, ficaram estarrecidos, perplexos e também horrorizados.  Até Hawk Moth e Mayura ficaram também.

 

CAT:  Não...  não é possível...  então...  é assim que minha família vai...  ACABAR??

 

Todos os heróis Miraculous não conseguem evitar chorar.  Kyoko, que estava de fora da batalha, se aproxima de Adrien – Cat Noir – e o abraça.

 

KYOKO:  Adrien...  não fique assim...  as coisas podem mudar, se seu pai realmente quiser e renunciar aos poderes que adquiriu irresponsavelmente.

 

Do outro lado, os kyokugens também ficaram estarrecidos, além de comovidos, com a triste visão que eles presenciaram, devido ao poder de Rena Rouge, esquecendo-se momentaneamente da batalha contra Rugal.

 

RYO:  Incrível...  me sinto como se tivesse sonhado acordado.

KING:  Mas será que isso fará com que ele abdique dos poderes que adquiriu sem merecimento?

TAKUMA:  Torçamos para que sim, sua família não merece tamanha dor.

 

Apesar do desejo de ter os Miraculous para si mesmo, Gabriel não podia botar em perigo sua própria família, bem como sua existência, afinal, o poder tem seu preço.

 

HAWK:  Então...  tudo que eu conquistei...  tudo será destruído...  perdido...  e tudo por causa desses tais...  MIRACULOUS?!

MAYURA:  Senhor...

HAWK:  Mayura...  aliás, Natalie...  melhor nós pararmos...  ASAS NEGRAS CAIAM!!!!

 

Eis que volta à sua forma civil, como Gabriel Agreste, para espanto de todos.

 

MAYURA:  Senhor...  DUUSU FECHAR MINHAS ASAS!!!

 

E também volta à sua forma civil como Natalie Sancouer.  Porém, passa mal e quase tem um desmaio.

 

GABRIEL:  Natalie... 

NATALIE:  AFF AFF  só preciso descansar...

 

Duusu, sua kwami, vê sua mestra e se desespera.

 

DUUSU:  Mestra...  meu Deus...

GABRIEL:  Calma, Duusu, ela só precisa descansar.

CAT:  Nunca...  nunca imaginei que meu pai e minha secretária...  fossem vilões...  estou completamente decepcionado com vocês! – diz, num tom duro de voz – Desde o começo, eu estava cercado por inimigos, isso sim.

GABRIEL:  Filho...  eu gostaria que você nos perdoasse.  Graças ao poder da sua amiga, vimos e compreendemos a desgraça que nossas vidas serão, se eu tiver esses Miraculous, então é melhor que eles voltem para seu dono.

NOOROO:  Que bom que você entendeu, Mestre! – diz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...