História Mire of Blood - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 1.011
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Ficção, Survival

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Yare yare daze

Capítulo 4 - Separate ways


Zeng: "Vamos investigar"

Zarin: "V-você ficou louco?!"

Zeng: "E você ficou burro né? Uma bala foi disparada por um maluco, vai que ele sabe o que ta acontecendo aqui cara, vai que ele sabe o por que de estarmos sem memória! Não podemos deixar essa oportunidade escapar!"

Zarin: "E se f-forem assassinos?!"

Zeng: "Só dizer que seu nome é Altair, bora"

Zarin: "Ah meu Deus"

Zeng: "Bora logo dexa de ser medroso cacete"

Zeng puxa Zarin pelo braço

Zarin: "Ah não, denovo não, não tive uma experiência muito boa com balas, não quero te uma igual aquela"

Eles saem da casa. Era mais ou menos 10:00. O sol quente ardia sobre a velha estrada com asfalto desgastado e esburacado. A estrada se estendia até uma cidade, não muito longe dali. Eles repiram o ar seco e quente, e começam a andar rumo a cidade. Zarin andava receoso, com um medo genuino de uma arma igual a de antes que o antigiu antes tenha disparado, andando cauteloso e devagar, ele seguia Zeng pela longa estrada até a cidade. Zeng andava  em um ritmo um tanto rápido, porém andava pensando em tudo aquilo de antes

Zeng: ( Que estranho mano, tinha um kit de primeiros socorros em perfeito estado naquela casa velha caindo aos pedaços, ainda tinha um "Phoenix Down" lá, claro que aquilo não tava ali por acaso, alguem com certeza colocou lá, e linkando o drone e a aquela arma que parece que saiu de COD, olha eu devo ta viajando mas...aquilo parece um loot depois de uma boss fight)

Em meio aos seus pensamentos, Zeng é interrompido. Zarin cai de joelhos no chão, tossindo e cuspindo sangue. Zeng logo vê e volta rapidamente para ajudar Zarin

Zeng: "Zarin? Se ta bem mano?"

Zarin: "Claro que...cof...cof...eu to bem...cof..."

Zeng: "Claro po, sempre dou uma tossida de sangue de manhã"

Zarin: "Seu..cof...idiota...cof...cof...argh!"

Zarin se encolhe com a mão no peito, tossindo ainda mais

Zeng: "Zarin! Que que você tem?!" (Droga! Eu devia ter lido a bula do Phoenix Down! Vai que o Zarin tem alergia a revive)

Zarin para de tossir, e se levanta com a mão na garganta

Zarin: "E-está tudo bem agora...e-eu acho que...já passou..."

Zeng olha com uma cara de preocupado pra Zarin. Zarin se levanta e começa a andar devagar, e Zeng o acompanha. Depois de um tempo andando sem falar, Zarin coloca a mão no peito enquanto anda

Zarin: "Ah cara...que dor..."

Zeng: "Você tem alguma doença?"

Zarin: "Eu...não lembro se tenho..."

Zeng: "Entendo..." (Ahhh cara, tomara que eu não tenha feito burrada)

Eles andam mais um pouco sem falar nada, até chegarem na placa da cidade. Ela estava desbotada e um pouco enferrujada

Zeng: "Bem vindo a Kollybrium City"

Zarin: "Esse nome não me é estranho"

Zeng: "Pois bem, aqui vamos nós"

Zarin fica calado, e acompanha Zeng, que anda rumo a cidade com passos largos.

Zarin: (Eu tenho um mau pressentimento sobre isso...)

Eles andam pelas ruas da cidade que parecia abandonada até agora. A cidade tinha um aspecto antigo, com casas feitas de tijolos,  ruas ladrilhadas e postes de ferro.

Zeng: "Temos um pequeno problema"

Zarin: "Qual?"

Zeng fala coçando a cabeça

Zeng: "Nós não temos a mínima ideia de qual direção veio o tiro"

Zarin olha pra Zeng sem reação

Zarin: "Você é um imbecil!"

Zeng: "Nossa que agressividade, pra que isso jovem?"

Zarin: "Seu idiota"

Eles ficam parados, sem saber o que fazer

Zeng: "Ta beleza, e agora?"

Zarin: "Você vem perguntar isso justo a mim?!"

Zeng: "Nossa, calma cara"

Zarin: "Tsc, agora estamos perdidos nessa cidade antiga, sem memória e sem rumo"

Zeng: "Mas ae Zarin, sabe qual a melhor parte da amnésia?"

Zarin: "Qual seria?"

Zeng: "Eu não lembro huehuehue"

Zarin: ". . ."

Zarin olha pra ele com uma cara  de decepção

Zeng: "Tá desculpa, sou retardado"

Zarin: "Tsc"

Zarin começa a andar por uma rua. Uma névoa toma conta do local

Zeng: "Ou, onde se vai?"

Zarin: "Fazer o que eu estava fazendo antes, vagar rumo a lugar algum"

Zeng: "Mas....mas e eu?"

Zarin: "Vá atras do disparo, faça o que quiser"

Zarin desaparece andando no meio da névoa

Zeng: ( Ah mano, eu não devia ter mandado aquela velho, o Zarin pistolou )

Zeng coloca suas mão nos bolsos e fica olha do pro chão por um momento. Ele para alguns segundos e anda rumo a uma rua, andando pensativo

Zeng: ( Idiota...eu sou um idiota! Ahh cara...eu sei que sou exagerado e imbecil...mas...mas...essa é minha forma de aliviar a situação...tsc...tenho que parar de agir assim...)

A névoa fica mais densa, a ponto de ser possível conseguir enxergar apenas alguns centímetros de distância na frente dos seus olhos. Zeng anda um pouco mais, e encontra um poste aceso, em uma esquina. Ele então, resolve se sentar encostado na parede atrás do poste, para esperar a névoa passar

Zeng: ( Sem muita visão...sem memória...sem rumo...sem Zarin...eu realmente fiz uma merda muito, muito grande...agora só me resta esperar essa névoa passar...)

Ele olha pra toda aquela névoa

Zeng: ( Como isso é póssivel? Quando estávamos na estrada tava quente pra cacete, agora névoa densa mano, parece que o clima aqui é um tanto temperado )

Zeng sem muito o que fazer, olha para a luz do poste com um semblante triste

Zeng: "Tomara que você fique bem...Zarin..."

Nesse momento, uma voz abafada, vinda do meio da névoa fala

????: "Não se preocupe com isso"

Zeng: "Quem está ai?? Zarin é você?!?"

????: "Zarin? Hmm então esse é o nome do seu amigo...pois bem, sinto lhe informar, mas ele vai morrer logo logo"

Zeng: "Quê?!? Morrer?!? Como assim?!?!"

????: "Provavelmente ele deve estar tossindo sangue compulsivamente agora"

A névoa começa a dissipar, então é possível ver a figura de um homem alto de terno, encostado em uma parede de braços cruzados. Ele usava uma cartola alta e amassada, mas o mais intrigante, é que no seu rosto, tinha uma máscara de coelho que parecia ser de porcelana, porém rachada no olho.

Zeng: "Quem é você?!"

????: "Me chame de Bunny Man"

A névoa se dissipa completamente

Bunny man: "Não tem muito o que se fazer a respeito do seu amigo, ele está morrendo pouco a pouco agora

Não muito longe dali, sem Zeng perceber, um drone os filmava



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...