1. Spirit Fanfics >
  2. Mirror Mirror - Imagine Jeon Jungkook >
  3. Os beijos

História Mirror Mirror - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Me desculpem qualquer erro.
Boa leitura <3

Capítulo 4 - Os beijos


— Então...você foi a última pessoa a falar com Jackson.— O homem coloca as mãos sobre a mesa se apoiando na intenção de intimidar.

 

— Não,senhor, você só pode estar enganado.— Reviro meus olhos discretamente e solto uma risada fraca.

 

— Não tente mentir para mim,nas câmeras de segurança do shopping podemos ver claramente os dois juntos.— Me encara no fundo dos meus olhos.

 

“fudeu”

 

— Ok,me desculpe,é que eu estou um pouco nervosa,nunca fui interrogada,a não ser pelos meus pais e...— Ele bate na mesa me fazendo dar um leve pulo na cadeira.

 

— Não quero saber sobre suas histórias de infância,eu quero a verdade Kang (S/N)!—  Grita perto do meu rosto e solta umas leves gotículas de saliva me fazendo virar o rosto por nojo e medo.

 

— Olha,nós fomos ao cinema e depois disso eu fui para casa sozinha e não vi mais o Jackson,eu juro,essa é pura verdade.— Desvio o olhar para a parede ao lado para não ter que olhar no fundo dos olhos do homem.

 

— Eu vou te liberar,mas não pense que isso acabou,você pode ser uma possivel principal suspeita com o sumiço do Wang,fica esperta.— Balança seu indicador na frente de meu rosto enquanto me ameaça.

 

“Ótimo,agora por causa de mim mesma estou encrencada,aquela velha também,pra que foi dar o espelho para ela logo agora,claramente não era madura o suficiente”.

 

Saio da sala do diretor onde o policial me interrogou e vou a procura de Rosé.Avisto a garota encostada no armário do corredor claramente nervosa roendo suas unhas.

 

— Oi,ruiva,olha quem voltou!— Sorrio e balanço meus braços quando ela me olha.

 

— Ah!Que bom que você voltou,achei que aquele policial mau iria te colocar atrás das grades sem você ter culpa.— Me abraça entre risos.

 

“Não é como se ele estivesse errado”.

 

— Não se preocupe, você não irá se livrar de mim tão fácil assim.— Acaricio seus cabelos levemente.

— (S/N), oque acha de ir a uma festa hoje à noite?Sei que você não gosta,mas é que você está bem diferente de antes,por isso achei uma boa ideia perguntar.— Se desfaz do abraço.

 

— Pode ser,não o'que fazer em casa mesmo.— Dou de ombros.

 

— Nossa,definitivamente você mudou,a (S/N) que conheço iria falar do tipo como “não posso ir,tenho que jogar o blá blá game generation sei lá o'que”.— Me imita fazendo uma voz engraçada e nós duas caímos na risada.

 

Depois de longas horas de aula eu vou andando até saída da escola presa nos pensamentos dessa garota.Caso estejam se perguntando oque houve com ela, a verdade é que não aconteceu nada,simplesmente ela sou eu e eu sou ela.Formas de agir diferentes,mas com o mesmo destino,mas claramente sou uma entidade mística.

 

— Ei,espere!— Uma voz grita atrás de mim e desvio minha atenção para o mesmo,vulgo Jungkook.

 

— Para que esse desespero?Não vou sair voando.

 

“Se eu quiser eu evaporo,é mais legal”.

 

— Eu acho que a gente precisa passar mais tempo juntos,nem sei se podemos nos considerar melhores amigos,estamos muito distantes.— Jungkook desabafava enquanto íamos em direção às nossas casas.

 

— Sabe,eu acho que você tem razão,nós temos que nos aproximar mais...— Paro em sua frente e ele apenas me olha confuso.

 

— Por que parou de andar do nada?— Pergunta e eu apenas olho em seus em me aproximo dele com curtos passos,coloco minhas mãos em sua nuca e o puxo para um beijo profundo,que durou menos de 3 segundos,pois ele me afastou de si.— (S/N), oque está fazendo?

 

— Desculpa, eu não sei oque deu em mim.— Me viro e ando em passos rápidos em direção a minha casa.Mesmo distante ainda consigo ouvir ele gritar meu nome,mas não presto muita atenção.

 

Chegando em casa,subo para o meu quarto e penduro minha mochila na arara ao lado de minha cama.Vou para o banheiro e lavo meu rosto olhando em direção ao espelho.

— Por que beijou o Jungkook?!— Perguntava do espelho furiosa.

 

— Espera,está me culpando por isso?Quem beijou ele e saiu correndo foi você,fofa.Eu tinha um plano bem melhor para conquistar ele,quem estragou tudo foi você.— Falo com razão revirando os olhos.

 

— Você está certa,me deixei ser levada pelos sentimentos e ainda fui rejeitada...— Uma lágrima cai de seus olhos.

 

— Olha,gata,não se preocupe,eu vou resolver seu problema,afinal você me deixou com a maior parte do controle das ações.— Dou um sorriso ladino.

 

— Por mais que você seja fodona,eu não te perdoo por ter entrado no meu corpo sem permissão.— Cruza os braços.

 

— Eu sou uma versão melhor de você,não reclama,se quisesse se livrar de mim já tinha ido ao padre.— Solto um sorriso de lado e ela ri com a minha piada.— Ok,acho melhor a gente se arrumar logo,conversar comigo mesma ta me fazendo parecer louca.

 

Tomo um banho rápido e logo vou escolher minhas roupas,opto por uma regata básica amarela,uma saia bandagem preta e uma bota de cano alto também preta.

 

— Hmm,tô muito gostosa.— Me admiro no espelho enquanto passava um batom vermelho.

 

Saio de casa e pego um táxi,a festa iria ser numa casa de um conhecido da Rosé.

 

“Vá saber que tipos de conhecidos a Rosé tem,provavelmente nenhum presta”.

 

Chegando na festa já mais que óbvio que seria bem clichê, pessoas vomitando e fedendo a cigarro mistura com maconha e um monte de outras drogas que fazer o adolescente se sentir fodão.Entrando na festa eu fico a procura de Rosé,afinal,ela quem me convidou,preciso que me oriente também,nunca frequentei essas badernas.

 

“Aff,desisto de procurar essa ruiva boba”.

 

Procuro algum lugar para me sentar o no caminho puxo o copo de alguma pessoa aleatória e viro na mesma hora (sempre quis fazer isso).Me sento numa cadeira encostada na parede e cruzo as pernas impaciente.

 

“Na próxima vez é melhor ela nem me convidar,acha que eu sou oque?”.

 

Fiquei alguns minutos passando meus olhos por todas aquelas pessoas que estavam ali naquele local,até que passo meus olhos sobre duas pessoas muito familiares,era a ruiva,mas ela não estava sozinha,ela estava beijando alguém,porém tinha umas pessoas na frente e eu não conseguia ver quem era.Quando eu finalmente resolvi me levantar para chamar ela,as pessoas que estava na frente saíram,pois estavam dançando loucamente,assim consegui ver quem era e não consegui acreditar que ela fez isso comigo,era Jungkook.










 


Notas Finais


No capítulo anterior eu coloquei um ponto de visão diferente para vocês pensarem que existe duas (S/N) rs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...