História Miss Americana and The Heartbreak Prince - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias A Seleção, Star Wars, Taylor Swift
Personagens Anakin Skywalker (Darth Vader), Capitã Phasma, Cassian Jeron Andor, Finn, General Hux, Han Solo, Jyn Erso, Kylo Ren, Lando Calrissian, Leia Organa, Luke Skywalker, Padmé Amidala, Poe Dameron, Rey
Tags Hanleia, Jyncassian, Reylo, Rosehux, Stormpilot
Visualizações 45
Palavras 2.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, LGBT, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei galera!!!!! Depois de muita coisa que eu tinha que resolver pendente, finalmente estou de volta!!!
Vou tentar recompensá-los, juro!
Ah! E falando em termos de história, eu sei que os títulos dos caps estão meio nada com nada, mas calma, lembrem-se que no final irá formar a letra da música, e quem sabe, revelar alguns easter-eggs no caminho... então prestem atenção!!

Bom, espero que gostem desse cap, e não esqueçam de comentar, dizendo o que vcs mais curtiram, o que esperam para os próximos e quem sabe, fazer previsões para o rumo da história kkkkkk

Boa leitura :)

Capítulo 11 - Fadded before me


 

 

-Um, dois, três. Agora girem – dizia Amilyn Holdo, guiando as meninas pelo salão.

O baile de hoje à noite, era o assunto mais comentado do dia. As meninas já comentavam como achavam que iriam ser seus vestidos, botar seus conhecimentos em prática e óbvio: Finalmente conhecer o príncipe

 

Mas, com essa parte, Rey já não estava mais preocupada.

 

Ela e Kaydel faziam par juntas para treinar para o grande evento, enquanto Rose ria das duas quase tropeçando no pé da outra.

 

 

-Ok meninas, uma pausa por enquanto – disse a senhora Holdo – Vou liberar vocês, e espero que estejam prontas para o almoço daqui uma hora e meia – e com isso, ela saiu de sala, acompanhada por um senhor de terno dourado.

-Nossa, isso é mais difícil do que eu pensei – disse a ex-mecânica, botando as mãos no joelho, em um sinal de cansaço

-Mas não pode negar que foi divertido – disse Rose, alegre – Me perdoem, mas você e Kaydel pareciam duas galinhas num tornado! – disse a garota rindo, deixando Kaydel vermelha, mas também fazendo-a rir

-Espero que o príncipe seja um parceiro de dança excelente, então, por que senão, seremos nós dois pagando esse mico – disse a menina de Jakku, também caçoando dos seus passos de dança, fazendo as três rirem.

-Falando em realeza, o que foi aquilo? Você acompanhando A RAINHA LEIA?! – disse Rose, fazendo Rey se lembrar dos acontecimentos de mais cedo...

 

 

 

 

 

 

Quando ela e Leia chegaram a um enorme salão, (que as senhora Holdo havia informado a elas no tour, que seria o local onde todos os bailes e festas aconteceriam), o senhor de terno dourado veio recebê-las

-Oh céus, Vossa Majestade! Que prazer te-la nos acompanhando, nesta manhã – disse o senhor, fazendo uma reverência educada

-Ah, Threepio, como se já não soubesse de minha vinda – disse Leia

-Claro, mas sempre é gratificante ter um membro de honra nos acompanhando – disse o homem, que Rey acabara de saber o nome.

-Chega de bajulação, Threepio – disse Leia, nem tão séria, mas não tão receptiva quanto antes. Fazendo com que o senhor entendesse o recado

-Claro, Vossa Majestade – disse, fazendo outra reverência – Senhorita Andor? – disse o homem, finalmente a reconhecendo ali – Vejo que a senhorita está mais disposta? – perguntou

-Sim sim, estou bem agora, obrigada pela preocupação senhor Threepio – falou a menina, agradecendo o homem

-Claro, é minha função assegurar o bem-estar das selecionadas – falou, em um tom meio robótico que fez rir discretamente – Então, creio que a senhorita queira entrar? Assim, para não perder mais nenhum momento da aula, não? – perguntou o homem de terno dourado. Recebendo um aceno afirmativo de cabeça, por parte da selecionada. 

A menina de Jakku estava pronta para entrar no salão, quando Leia se prontificou

 

-Na verdade, a senhorita Rey fez a gentileza de me acompanhar até aqui, e seria grosseria de minha parte, dispensá-la na porta do destino- disse a rainha, recebendo um olhar surpreso da selecionada

-Majestade? Mas assim, a senhora poderia estar sob denúncia de favoritismo! – disse Threepio chocado

-Ah, me poupe Threepio, a menina estava doente e ainda me fez companhia. Além disso, as outras meninas também passarão tempo comigo. Lembre-se, dessa vez, não sou quem escolhe, é meu filho – disse Leia, piscando para o senhor, que derrotado, mandou os guardas abrirem a porta do salão.

 

Assim que Rey pisou no salão, TODOS olharam para ela, fazendo o rosto da menina entrar em combustão.

 

A rainha, por outro lado, parecia nem ligar, e continuou a guiar a selecionada

-Vossa Majestade! Que  bom te-la nos acompanhando esta manhã! – disse Amilyn, finalmente vendo-as – E senhorita Andor... – disse com um olhar confuso – Que bom que está melhor, por favor, junte-se as outras para a atividade – disse a mulher de cabelos roxos, apontando para onde as meninas olhavam para a ex-mecânica, chocadas

-Amilyn, fui eu quem encontrei a senhorita Andor enquanto ela estava no caminho para cá, não precisa fazer essa cara – disse Leia sorrindo, e dando dois tapinhas na mão de Rey, fazendo com que a menina estivesse finalmente livre para se juntar as outras.

-Claro, Majestade, não quis contestar suas ações – disse Amilyn, após a ex-mecânica ter se encontrado com o grupo, dando espaço agora para a rainha falar.

 

-Bem minhas jovens, hoje será uma noite de muito trabalho, como todas vocês estão vendo. Vim aqui dizer, que por conta da mudança de planejamentos, não poderei encontra-las até a noite em si. Mas, queria desejar uma boa dança, que vocês se divirtam, e se meu filho falar qualquer coisa inapropriada, vocês tem minha autorização para bater nele – falou a monarca, arrancando risadas das selecionadas. E com isso, ela deu mais uma despedida e se retirou do salão....

 

 

 

 

 

 

-Foi uma entrada e tanto – disse Kaydel

-Não foi nada de tão louco como vocês estão achando, ela me encontrou no caminho pra cá, e pediu para eu acompanha-la, só isso

-SÓ ISSO? Você é doida mesmo Rey Andor – disse Rose rindo – A rainha te ESCOROU até aqui! Você sabe o que isso pode significar para você? – disse Rose, com Kaydel concordando, apesar da frase, o seu tom era de comoção pela conquista da amiga

-Que a rainha agora sabe o diâmetro do meu braço? – perguntou Rey, tentando dar um meio sorriso, mas isso serviu para as duas

-Você é impossível, garota – disse Rose

-Por favor, não fiquem chateadas comigo por causa disso tudo, eu juro que é uma coincidência- falou a ex-mecânica, tentando se desculpar.

-Ah para com esse papinho, eu não vim aqui pra ficar de rivalidade feminina! Se o príncipe for gostar de alguma de nós, vai ser por quem somos, não é mesmo? Isso não dá pra mudar! Então, por quê eu vou ficar chateada com um negócio desses? – disse a baixinha, confiante, e com a loira concordando firmemente atrás

-Eu realmente não mereço vocês – disse Rey, indo abraças as duas – Obrigado, por tudo

-Se a gente não estiver aqui uma pelas outras, quem vai? – disse Kaydel, sensata. E assim, elas decidiram a continuar o tempo que tinham, com assuntos mais leves.

 

 

 

 

 

Já em outra parte do castelo, Finn estava detonado 

 

-Vocês acham que vão conseguir proteger esse reino, se não conseguem dar algumas voltinhas nesse campo? – gritou Phasma, severa. Eles estavam ali desde as três da manhã, e faziam a sequência com um total de 0 pausas.

Finn estava pronto para pedir arrego, quando alguém se aproximou do campo para falar com a capitã

-Capitã Phasma, dê um desconto! Você quer matar os recrutas logo no primeiro dia?! – disse ninguém menos que Poe Dameron Solo.

 

Finn podia falar com propriedade, que as câmeras não faziam jus àquele homem, pois ele era a coisa mais bonita que o garoto já tinha posto os olhos, e olha que ele já observou muita gente nessa vida.

 

-Vossa Alteza – disse a loira, quebrando o transe em que o garoto de Jakku estava – Desculpe-me duvidar de suas intenções, mas acho que não é o mais adequado você interromper o treinamento

-Talvez não seja o mais adequado deixar eles morrerem aí. Vamos lá Phasma, alguns minutinhos de descanso não vão faze-los molengas e inúteis

-Posso levar em consideração a sua sugestão – disse a mais alta, ganhando gritos de aprovação dos futuros guardas reais.

 

 

Durante o intervalo de almoço que os recrutas ganharam, Finn acabou encontrando o príncipe novamente, e não perdeu tempo para agradece-lo

 

-Vossa Alteza? – disse Finn, meio receoso

-Sim? Você é um dos recrutas, certo? – disse Poe, sem perder seu sorriso charmoso

-Sim!- disse, um pouco entusiasmado demais. Então, voltou para o seu tom normal - Sim, eu só queria agradecer, sabe, pela ajuda com a capitã

-Que nada! Eu vi que se ficassem ali por mais algum segundo, um de vocês iria desmaiar

-E com certeza seria eu – disse exasperado, arrancando uma risada dos dois

-E qual é seu nome mesmo, rapaz?

-Ah, é Finn, Finn San Tekka – e Poe pareceu considerar o sobrenome

-Finn... – disse testando o nome em sua língua- Vou lembrar de você quando morrer depois de algumas séries na academia – disse, com os dois rindo novamente

-Então, eu lhe agradeço por ser seu símbolo de motivação, Vossa Alteza – disse Finn sorrindo, o que fez (por algum motivo) o sorriso de Poe se alargar um pouco mais

 

-Corta essa de “Vossa Alteza”, pode me chamar de Poe , ou se você quiser, de: O homem mais charmoso que você já conheceu – disse Poe, mas antes que Finn pudesse responder, ele tornou a falar – Bem, não vou ficar tirando seu precioso tempo de descanso – disse o príncipe, dando um tapa amigável no ombro do menino de Jakku – Te vejo por aí, Finn – falou se despedindo, deixando o garoto no corredor, sem entender o que tinha acontecido ali. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Quando Rey chegou no seu quarto, ela encontrou um mar de vestidos jogados pelo quarto.

-Toda vez que eu penso se pode existir mais roupas do que as que eu já tenho naquele armário, vocês me surpreendem – disse a selecionada, indo até a cama na ponta dos pés, para não pisar em nada.

-Senhorita Rey! Precisamos escolher seu vestido! O baile é quase agora – disse Beebee, a arrastando pelo quarto, indo em direção ao banheiro -Não queremos que a senhorita se atrase...ou se “perca” – disse a ruiva, voltando com seu olhar sugestivo

-Beebee! Vai com calma, eu vou cair! Ouch! Acho que pisei num cabide – disse a selecionada, tentando acompanhar os passos da mais jovem

-Senhorita Rey! – disse Mara, abrindo a porta do enorme banheiro – Seu banho já está pronto, como de costume – disse a mulher – só gostaria que a senhorita fosse mais rápida do que o normal, precisamos fazer ajustes nos vestidos – disse a ruiva.

 

 

 

 

Depois do banho rápido, as mulheres praticamente a arrancaram da banheira, levando-a de volta para o quarto para experimentar o mar de vestidos que lhe eram apresentados.

-Não é possível! – disse a mais nova

-Beebee, eu acho que esse tá ótimo, não entendo por que vocês estão tão desesperadas? – disse a menina de Jakku

-A ruivinha está brava porque ela foi espiar os vestidos das outras selecionadas – disse Elle Three

-Beatrice! – disse Mara, que claramente não sabia dos planos da menina

-A curiosidade foi maior! E agora que eu sei, não tem mais volta! – disse a menor, balançando os ombros -Mas agora, o que precisamos é de um vestido realmente deslumbrante para a senhorita Rey!

-Acho que todos que experimentei até agora estavam ótimos, Beebee – disse a ex-mecânica, analisando o vestido que estava usando no momento

-É exatamente isso! Eles são ótimos, mas não são vestidos para ESSE evento. Estamos falando do BAILE DE ABERTURA, você precisa deixar sua marca! – falou a ruivinha, buscando nos mares de vestidos, algo que servisse para o trabalho

-Você não acha que eu já não deixei “a minha marca” o bastante, com aquele discurso de ontem? – disse, se lembrando do acontecido

-Eu não queria te dizer isso, mas eles vão esperar mais de você agora que te “conhecem” – disse Elle Three, fazendo Rey engolir seco com a revelação

“Mas que ‘ótimo’, era isso que eu precisava”, pensou a menina de Jakku

-Beatrice, eu acho realmente que você está exagerando... - falou Mara, tentando trazer a razão de volta pro recinto 

-Não estou não, eu vi o vestido que a senhorita Netal mandou fazer, de úlitma hora! É MAJESTOSO, eu não posso deixar ela sair ganhando!

-Pela força, garota! – disse Elle Three impaciente, fazendo Rey rir do escândalo da mais nova

-Ei Beebee, o que você acha daquele? – falou a menina de Jakku, apontando para um vestido branco, jogado próximo a beirada da cama.

Curiosa, a ruiva foi examinar a peça de qual a selecionada estava falando, e quando a pegou em mãos, os olhos da jovem brilharam como estrelas

-Eu acho que O encontramos – disse a menina animada

 

 

 

 

 

 

Dessa vez, as selecionadas eram para se encontrar no salão onde o baile viria acontecer. A sua chegada estava planejada para ser mais tardia do que as dos demais convidados, para poder apresentá-las para o público. E por último, o príncipe chegaria.

 

Uma a uma, elas foram descendo a grande escadaria do salão, sendo anunciadas como se fossem membros da realeza de verdade.

-Rey Andor, da província de Jakku – disse o apresentador da noite, dando a deixa para Rey descer os degraus e encontrar suas amigas no salão.

A menina usava um vestido branco, quase cintilante, com várias pedrinhas em torno de seu tecido, suas mangas eram de uma tira fininha no ombro, e tinha um decote em "V". Ela parecia neve, refletindo à luz do luar. E ela acredita, que Beebee ficaria satisfeita com o resultado, pois ela realmente chamou atenção.

Quando finalmente chegou a base do salão, ela fez uma reverência, cumprimentado os membros da família real ali presentes, como as figuras de destaque do o salão.

-Ah Senhorita Andor, está uma graça! – disse a rainha Leia, calorosa

-Obrigado Vossa Majestade – disse em uma reverência aos membros da realeza ali presentes

-Espero que aproveite sua noite – disse a rainha mãe

-Com CERTEZA ela vai – disse Poe, deixando a menina vermelha, e ganhando um olhar desconfiado até do rei Han.

“Isso não pode ser real!!” disse a selecionada envergonhada

Com essa última frase, ela se despediu da família real, e se juntou a Rose e Kaydel, que já a esperavam do outro lado do salão

 

-Rey, você está linda – disse Kaydel, hipnotizada com os brilhos do seu vestido

-Obrigada Kaydel, você está incrível também! – disse a selecionada, ganhando um sorrisinho tímido da loira

-Você está DESLUMBRANTE! – disse Rose animada, como sempre -Quem diria que uma menina de uma província de deserto, ficariam tão bem vestida como a neve? – disse Rose brincando

-E falando em trocadilhos, o vestido rosa também é lindo – disse Rey, piscando para a selecionada de Cantonica

-Para seu interesse, não é rosa, é magenta. Mas aceito os elogios – disse Rose, debochada, fazendo as três rirem novamente.

 

 

 

 

O ritmo da conversa estava tão legal, e a música de fundo tão animada, que elas quase nem perceberam o anunciante dar um discurso para iniciar o baile, e também permitindo a entrada do convidado ilustre.

As três estavam tão distraídas, que só perceberam algo estranho, quando viram que todas ficaram em um silêncio, e logo depois, veio uma chuva de aplausos.

E quando Rey se virou para ver o motivo de tanta euforia, lá estava ele. Vestindo um terno preto impecável, com a característica coroa de rubis sobre os cabelos negros, parado na sacada que dava vista para o andar onde o salão de baile se localizava.

O príncipe herdeiro, Benjamin Organa-Solo.

E a menina de Jakku jurava que estava delirando, pois o príncipe tinha os olhos penetrados nos dela.

 

 


Notas Finais


E aí gente??? O que acharam, hein?!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...