História Miss you gril - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Everglow, Histórias Originais, Jay Park, Ji Soo Kim, Kim Nam-joon / Rap Monster
Personagens Jay Park, Ji Soo Kim, Kim Namjoon (RM), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Missyou
Visualizações 5
Palavras 1.098
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Hentai, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom, como prometido um capítulo extra para recompensa-los . Aproveite..

Capítulo 3 - Briguei com minha mãe?! Pt. 1


Fanfic / Fanfiction Miss you gril - Capítulo 3 - Briguei com minha mãe?! Pt. 1

- senta filha preciso conversar com você. Está tudo bem? 

Ok, mamãe tá me deixando assustada. 

- então [...] - suspira pesadamente - por onde vou começa a te contar isso? Eu recebi uma ligação semana passada, e pelo o que entendi era sobre seu p-p-pai. Não são novidades nada boas. 

- fala logo mãe o que aconteceu??? - Digo com dificuldade 

- Tá, o seu pai morreu.

Como assim "meu pai morreu?! " não é possível entre tantas outras pessoas por que JUSTO eu tinha que perder alguém . 


- mãe me diga que é mentira! P-p-por f-favor. 

- não filha é verdade.

- Isso é tudo sua culpa! Por quê não me contou antes!

- para lhe proteger amor, pois não sabia como você iria reagir. - mamãe tentar se aproximar de mim.


- Sai ! Me deixa ! - respirar fundo - n-não chega p-perto p-p-por favor é pedir muito!

- filha - tenta se aproximar novamente .

- CHEGA ! EU PRECISO QUE ME DEIXE ! ESSA SITUAÇÃO TODA FOI POR CAUSA DE VOCÊ FEZ ISTO ! A SENHORA BRIGOU COM ELE ANTES DELE SUMIR E DESAPARECER DO MUNDO SE NÃO FOSSE ISSO ELE AINDA ESTARIA AQUI COMIGO . - eu começo a sentir meu campo de vista embaçar...


- A CULPA NÃO É MINHA! SE ELE DECIDIU IR. EU AINDA TENTEI ME REDIMIR MAIS JÁ ERA MUITO TARDE PARA ISTO .



- DEVERIA TER INDO ATRÁS DELE ASSIM QUE TINHA SAÍDO DE CASA! 


- SIM, EU DEVERIA MAS NÃO CONSEGUI POIS AINDA ESTÁVA EM ESTADO DE CHOQUE COM O OCORRIDO.  AFINAL VOCÊ SABE BEM QUE NUNCA BRIGAMOS OU TIVEMOS UMA IGUAL A ESSA.

- NUNCA MAIS SE QUER PRONUNCIE O NOME DE MEU PAI PARA FALAR ATROCIDADES.  - VOCÊ NÃO O MERECIA ALIÁS EU QUERIA TER NASCIDO EM OUTRO LUGAR, OUTRA FAMÍLIA E EM OUTRA MULHER QUE NÃO TENHA SIDO DE UMA QUALQUER COMO CÊ  SABE. POR MIM MINHA MÃE ERA UMA BEM MELHOR QUE VOCÊ - faço cara de nojo e torço o nariz 

- CHEGA! MOÇA JÁ PRO SEU QUARTO É DE LÁ NÃO SAÍA ATÉ SEGUNDA ORDEM. AH, E IRÁ TAMBÉM FICAR SEM TV POR UM MÊS INTEIRO. AGORA SUBA! SAI JÁ DA MINHA VISTA. 

- PAPAI ESTAVA MUITO ERRADO SOBRE VOCÊ. - "mamãe não tinha o direito de omitir coisas ao meu respeito"- subo pro meu quarto lá começo á chorar e soluçar até dormir.

No dia seguinte 

O sol já nascia ao Horizonte e junto começa um novo dia lindo pra muitos mas triste para mim. Hoje é sexta-feira vou ter que ir ver pela última vez na vida um ser amado por mim. Eu o esperava encontrar-lo, o abraçar e disser o quanto amo. E mamãe evitou, omitiu isso por mais que ela possa me impedir de ir vou dar um jeito de vê-lo nem que seja o meu último ato como uma espécie de "homenagem" ao papai. Acordo e vou pro banho fico uns dez a quinze minutos e saio indo pro roupeiro procurar algo que esteja adequado para a o ocasião. Me visto e contra minha vontade é desço pra sala nem um pouco afim de encontrar ela. Só saio e espero o táxi que chamei por aplicativo paguei logo de imediato dei o endereço para o meu destino. E começamos a viagem quando chegamos agradeço e saio do carro, indo para o casarão da vovó, cof cof tá bem mais pra uma enorme mansão . Vou  caminhando pela passarela rodeada de flores e girassóis até chegar ao portal principal. Entrei na minha futura casa já que irei herdar tudo isso e mais um pouco tipo trilhões de dólares vivos, da conta Bancária bom, mais isso não vêem ao caso.  Saio correndo pelo salão quando encontrei duas pessoas de muitíssima importância o meu tio Sam Carter e a minha vó Sallyn Carter. eu os abracei como nunca antes em minha vida, e pensei no papai eles estavam sendo o meu Pilar de apoio no momento é simplesmente deixei o pranto rolar no rosto.

- Pode chorar amor, estamos aqui com você ! - diz o tio Sam 

* Com dificuldade me pronuncio *

- O-o-obrigado tio 

- calma filha ele tava se esforçando para voltar mas o jatinho pessoal dele falhou, Vai dar tudo certo. 

- C-cadê o papai? 

- ali amor ! Lá na aquela sala que ele costumava ficar a maioria das pessoas estão! Você sabe onde ficar. 

- Ok

Saio e vou correndo para á tal sala. Mais a emoção foi bem maior. não consegui tentei juro, mas falhei como premeditado o meu pensamento dizia "seja forte é assim que deve ser" mais o meu coração apertar  e gritar como um grande pedido de Socorro "Relaxe ! Fique calma! ou chore esvazie toda essa tristeza e angústia você iria melhorar! Faça isto por mim que carrego tudo o que você sente ! Vai por mim" em meio à tudo estou batalhando com comigo mesma aí como doí. Chego ao local só faço uma coisa abraço meu pai como nunca abracei antes e digo "ainda vamos nos encontrar" sou interrompida. 

- Anjo já está na hora de irmos pro enterro! - diz  o tio Sam.

- n-não vou ! 

- vamos é o último desejo do Brayan!

- OK, irei por ele ! 

__________•___________•_________•__________

Quebra tempo☇

Estou tão desorientada e desnorteada com tudo.  O tio Sam e minha vó Sallyn perguntaram sobre meus amigos! Eu respondi. Num disse nada pois não sabia como contar  então falei...

- eles não sabem da notícia ! Eu não quis falar !

Chego em casa bem tarde subo pro meu quarto e vou pro banho. E fico uns dez a quinze minutos acordada tentando processar tudo, pego um livro com o título "milhas de distância"  começo a ler e a me identificar com os personagens não sei o que sinto acho uma coisa quando vou realizar é outra totalmente oposta. Já era 01:40 peguei o meu celular e digitei a seguinte mensagem para Scott e Agnes "precisamos conversar!" "Nos encontramos na minha casa! Quando mais rápido melhor " ok?! Até depois! Não sejam esquecidos pois de lerda já basta eu mesma. Respondam o mais rápido possível tá por favor ! 

Quando terminei guardei o meu livro e ardomeci. 

No dia seguinte 🌟


O sol já estava batendo em minha porta com seus preciosos raios solares invadindo o meu quarto e começando a incomodar minhas pálpebras.  Acordo com o raciocínio lento mais ainda não estou conseguindo acreditar no que aconteceu comigo, mas sigo vivendo. Hoje meus amigos vêem pra cá e eu vou levá-los para a minha vó Sallyn Carter. 


Notas Finais


A primeira pt. Tá pronta 💙💕💜💗bjs açúcarados


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...