História Missão Jennie Kim - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, Jimin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Rosé, V
Tags Jenlisa, Jennie, Jensa, Jikook, Lisa
Visualizações 69
Palavras 1.682
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu aqui depois de meses
ok o capitulo ta pequeno, mas acabou onde eu queria que acabasse, eu colocasse coisas a mais ia parecer pra "encher linguiça" então está assim
dedico a Laila, Bunny e Su que me motivam sempre a escrever (as vezes me obrigam a escrever, não é mesmo Laila?)
enfim, amo vocês
vou tentar não demorar muito na próxima
era isso
beijinhos
boa leitura
leiam escutando loona
capa em breve

Capítulo 15 - Fomos descobertos


Fanfic / Fanfiction Missão Jennie Kim - Capítulo 15 - Fomos descobertos

Assim que o sinal tocou eu guardei meus materiais e caminhei juntamente com Jungkook e Rose em direção a saída. Tão adorável quanto podia ser, Park Jimin estava esperando na saída da sala. Ok, isso não era exatamente "ir devagar", mas meu melhor amigo não pareceu se importar, pois nós todos fomos agraciados com aquele sorrisinho de coelho envergonhado dele. Jimin sorriu de canto e colocou braço em volta dos ombros dele, o que eu achei extremamente adorável. Para mim, a maior shipper deste casal não estava sendo fácil.

Jungkook não me contou sobre a conversa dos dois, mas disse que tinha sido boa, entendi que eles haviam chegado em um acordo, então vê-los assim era apenas a confirmação. Ainda pra completar, Jeon segurou a mão do loiro que pairava em seu ombro. Ah, muito adoráveis. Me despedi dos Parks e do mais alto entre nós, esperei Jun, mas ele não apareceu, então fui até a minha bicicleta para ir embora. Enquanto abro o cadeado sinto que tem alguém atrás de mim e viro a cabeça o bastante para ter certeza que quem está é Kim Hanbin. Assim que termino, me viro para ele que continua me encarando.

-Você quer alguma coisa? - É a primeira coisa que surgi em minha cabeça para falar. Ele cruza os braços e da uma leve risada sarcástica.

-Não devia falar assim comigo. - Era a primeira vez que ouvia ele dirigindo diretamente uma frase a mim. - Eu acho que devia continuar como estava há seis meses atrás, bem longe.

-Você que me seguiu... - Levantou as sobrancelhas surpreso, talvez não soubesse que eu já havia notado que ele andava as espreitas - até aqui. - continuei e ele aliviou a expressão.

-Isso é verdade, parece que quanto mais eu te quero longe, mais tenho que me aproximar. - Deu um passo, ficando quase na minha frente. - Eu não quero ter que me aproximar demais.

O olhar que ele me dava, me fazia arrepiar. Parecia que ele sabia de tudo e me odiava por isso. Eu sei que ele é apenas um garoto do Ensino Médio, como dizia 2ne1, sozinho ele não é merda nenhuma*, mas aquele olhar e as palavras, me passavam uma sensação horrível.

-Hey, Lalisa-ssi, que bom que te achei, você esqueceu seu caderno em baixo da classe. - Choi Yoonsun, uma colega minha disse ao se aproximar. O Kim se afastou e saiu quase correndo. Era um alivio para mim, pois finalmente sentia como se pudesse respirar novamente. - Lalisa! - Ouvi a voz da garota novamente e só ai realmente fui entender o significado das palavras.

-Ah, obrigada YoonSun-ssi. - Estiquei as mãos para pegar o caderno da garota loira bonita.

-Não foi nada... bem, eu vou indo, nos vemos amanhã. - Sorriu e se foi enquanto eu respondia um "até mais". Ainda um tanto tremula guardei o caderno na mochila, era ali onde eu e Jungkook fazíamos as anotações agora das informações que tínhamos coletado até o momento sobre Jennie. Ao que tudo indicava eles estavam realmente em algum tipo de relacionamento, mas depois da Kim me beijar, nós deduzimos que era algo de faixada, já que os pais dela aparentemente eram muito ricos. E não era uma riqueza qualquer, era daquelas que a família tem dinheiro desde o reino de Goryeo*. Já viram The Heirs*? Então podia ser algo que Jennie fazia contra a vontade, pra enganar os pais, mas talvez Hanbin tinha outros interesses, talvez ele gostasse dela, pois como vocês também devem ter notado ele me persegue desde que eu e ela nos aproximamos. Mas enfim, não adiantava perder tempo pensando no que eu já havia descoberto sobre Jennie, afinal ela me espera no parque. A garota que eu gosto me espera no parque... me desejem sorte!

...

 

Assim que vejo a garota mais linda do mundo, logo noto que tem algo errado. Ela parece chateada, da mesma forma que estava da outra vez que nos vimos aqui nessa quadra de basquete de rua. E como eu havia aprendido que quando ela estava assim ela gostava de abraços, me aproximei da bela garota sentada enquanto ela descascava a pintura dos bancos com as unhas distraidamente. Coloquei meus braços ao seu redor e murmurei um "oi". Parou o que estava fazendo, bateu a mão uma na outra para limpar e depois segurou minhas mãos envolta do seu corpo.

-Olá. - Sorriu e suspirou, parecendo gostar muito da minha atitude. Era estranho, mas depois do nosso beijo eu estava começando a acreditar que ela realmente gostava de quando eu estava próxima de si, me sentia mais segura para lhe dar carinho.

-Porque não foi na aula? Ficou doente? - Perguntei preocupada.

-Não - suspirou - eu dei outra fugida, só isso. Lá em casa o humor está péssimo e eu simplesmente não tinha cabeça pra ir na escola.

-Seus pais brigaram com você por causa da festa? - Perguntei e ela riu, como se fosse uma pergunta muito inocente.

-Não, isso foi o de menos. Eles estão acostumados. - Suspirou pesadamente - É pelo de sempre, eles já decidiram minha vida toda por mim.

- O que quer dizer?

-Ah, por exemplo eu estar naquela escola - ela olhou pra mim de soslaio - não que tenha sido de todo ruim, mas olhe pra mim. - ela fez uma pausa, mas continuou quando viu que não entendi onde queria chegar - Eu gosto de cantar e dançar, mas sou mediana em tudo, aquele aquele colégio é pra grandes talentos... eu sou tão pequena, tão normal, tão insegura. - Antes que eu possa falar algo, ela continua  - E olhe pra você, é tão corajosa, decidida, não aceita as coisas como são, você é você mesma, sem medo... eu invejo isso. - Olha pra baixo e eu penso que nunca imaginaria que Jennie Kim se sentisse assim. .- Eu sempre deixei as pessoas tomarem as decisões por mim. - Me sinto um lixo por não saber o que falar, mas não entra na minha cabeça como ela não consegue ver que é sim maravilhosa. Ela sempre está entre as melhores notas da turma, em qualquer matéria, ela é linda, intimidadora e uma líder nata.

-Eu acho que está falando de outra pessoa, porque não é possível que se veja assim, unnie. - Ela encosta a cabeça na minha. - Você é a garota mais incrível que eu já conheci, é boa em tudo, é linda, gentil e nunca deixa alguém passar por cima de você... enquanto eu, queria ser tudo que você acha que eu sou.

 -Mas é, tudo isso e muito mais, Lalisa Manoban, e eu fico feliz de ser uma das primeiras pessoas que realmente notaram isso, eu sou muito ciumenta. - Eu dou uma risadinha e a abraço mais forte.

-Eu senti sua falta no intervalo. - As palavras saem antes mesmo que eu consiga as filtrar, mas sinceramente, eu não quero me filtrar mais perto de Jennie. Estou me entregando muito rápido, talvez, mas... eu quero me entregar a esse sentimento e a ela.

- Eu também senti a sua durante a manhã toda, por isso eu fiquei aqui e pedi pra vir. Não ia aguentar assar um dia horrivel desses sem te ver. - Fico vermelha em como ela diz essas coisas tão facilmente enquanto eu fico cheia de preocupações e pensamentos.

-Eu posso te levar em um lugar? - Pergunto me separando um pouco dela e ela concorda sem hesitar.

--------

 

Pela primeira vez eu tive um vislumbre de como seria Jennie Kim envergonhada. Ela parecia bastante sem jeito ao entrar no meu quarto. De começo eu não entendi muito bem, já tínhamos ficado sozinhas no quarto dela e eu tinha ótimas lembranças daquilo alias, porém agora era diferente. A casa estava vazia, sem adolescentes bebados caindo por aí ou até mesmo sem o Kuma para nos inibir. Juro que até o momento eu não tinha pensado nisso, afinal nós recém demos o nosso primeiro beijo e ainda estamos descobrindo para qual caminho nosso relacionamento vai seguir, mas quando eu a vi um tanto sem graça, eu não conseguia pensar em outra coisa. 

- Seu quarto é bacana. - Ela diz sentando na minha cadeira, na frente da escrivaninha enquanto analisa o quarto com poucas coisas, afinal eu não tive muito tempo com decorações nesses seis meses, apenas coloquei alguns posteres de desenho e doramas, alguns dos meus troféus antigos de dança. 

-Obrigada. Eu sinto falta de ter estrelas no teto, mas minha mãe disse que estava velha demais pra isso quando nos mudamos. - Começo a falar rapidamente, o ambiente que se instalou e os pensamentos que rondam minha cabeça me deixam nervosa. 

-Hum, quer dizer que você gosta de dormir sob as estrelas? - Diz ficando mais calma, que bom que um de nós consegue, não estou surpresa que seja ela. A olho com a sobrancelha erguida e ela continua - Rose me contou que vocês tinham planos vagos sobre acampar no rio Han, posso dizer que eu fiquei com muita vontade de participar. 

Me sento na minha cama, pensando sobre isso, eu tenho tido muita vontade disso há um tempinho. 

-Nós devíamos ir, essa semana tem o Chuseok*, podíamos chamar Jungkook, Jimin, Rose e mais quem você quiser. Seria um bom jeito de fugir. - Ela parece surpresa com a sugestão, mas feliz.

-Eu acho que seria uma ótima... o que é isso? - Sua atenção se foca em um papel amassado no chão. - Tem meu nome nele... - ela começa a ler - "Missão Jennie Kim".

Naquele momento foi como se meu espírito saísse do meu corpo. Meu corpo esquentou por completo, eu sentia meu pescoço pinicando e meu rosto muito quente, eu certamente estava completamente vermelha. Não acredito que Jennie encontrou esse papel, alguém me tira daqui, alguém me leva embora do planeta terra. Será que eu posso ir pro Loonaverse? Socorro. 

 

Eu podia imaginar o meu cérebro gritar "fomos descobertos, abortar missão, abortar missão". Ok, eu assisto muitos seriados mesmo. E também desenhos da Disney. 


Notas Finais


*musica do 2ne1 - go away https://www.youtube.com/watch?v=3yW13T2sfKg

*Goryeo - Goryeo era uma dinastia na coreia, o nome Coreia, que é conhecido internacionalmente pq coreia em coreano se fala Daehan Minguk ou apenas HanGuk. Minha professora de coreano contou que era pq o reino de Goryeo tinha mais contato com o pessoal que vinha de fora, daí quando perguntavam pra eles como era o nome dali, os estrangeiros achavam que era da península toda, mas era só daquela parte

*The Heirs é um dorama com o Lee Minho e a Krystal do f(x), eles são todos herdeiros, na Coreia tem a expressão Chaebol, que tem relação com grandes empresas, que comandam vários lugares

*Chuseok: é tipo o dia de ação de graças dos coreanos, mas ela acontece geralemnte me outubro ou setembro, mas aqui é em novembro pq eu quis assim kkkkkk então, é um erro proposital.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...