História Missão NYU - fanfic brutasha - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias O Incrível Hulk, Os Vingadores (The Avengers), Viúva-Negra (Black Widow)
Personagens Dr. Bruce Banner (Hulk), Natasha Romanoff
Tags Bruce Banner, Brucenat, Brutasha, Drama, Natasha Romanoff, Romance
Visualizações 55
Palavras 1.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Parte 11


Parte 11

-Natasha-

Acordei e vi Bruce dormindo ao meu lado. Peguei meu celular e vi que eram 23:12, ah, então é por isso que estou morrendo de fome. Não como nada desde a hora do almoço e passei a tarde me exercitando com Bruce. Meu Deus, e que exercício! Não sei o que eu fiz de bom nessa vida para ter achado meu Bruce. Ele é lindo, inteligente, amoroso e bom de cama. Saio da cama devagar e vou para cozinha, quero preparar um lanche para nós dois.

—//—

Decido fazer um sanduíche natural para cada um, sei que Bruce ama essas comidas mais naturebas. Nunca senti essa vontade de agradar alguém como agora. Sei que Bruce teve uma infância difícil, assim como eu, e quero cuidar dele. Estou distraída quando Clint entra na cozinha e senta na bancada.

“Então você domou o Hulk? Vi você e o Banner se pegando pesado e achei que o Hulk atrapalharia. Mas pela sua vestimenta acho que não foi o caso.” Clint fala e suspiro. Estou vestindo apenas uma camiseta de Bruce e calcinha. Decido ignorar seu comentário na esperança dele me deixar em paz, o que é claro, não acontece. “E então, Nat? Você e o Banner estão juntos?” Reviro os olhos.

“Sim, estamos.” Respondo e Clint ri. Ele tenta me abraçar e eu me esquivo.

“Aww Nat! E você tá feliz?” Insiste e tento não sorrir, mas é impossível. O queixo de Clint cai. “Você gosta mesmo dele, não é?” Assinto.

“Muito.” Respondo. Escuto passos vindo em nossa direção e sei que é Bruce.

“Achei que tinha finalmente achado o juízo e me largado.” Bruce fala sem perceber a presença de Clint.

“Juízo? Isso Natasha nunca teve.” Clint diz e Bruce cora de um vermelho brilhante. Ele estava apenas de bermuda e chinelo. E com seus cachos todos bagunçados como eu amo. Reviro meus olhos para Clint, me aproximo de Bruce e o abraço pela cintura. Ele cora ainda mais.

“Clint, para de falar besteira.” Ele faz língua pra mim e eu reviro os olhos. “Vem, eu fiz sanduíches para a gente. Vamos comer no quarto.” Falo para Bruce que assente.

“Ei, espera. Banner, posso falar a sós com você?” Clint pede e dou meu melhor olhar mortal. “É rapidinho.” Solto meu namorado receosa e vou com o lanche de volta para meu quarto.

—//—

Arrumei a pequena mesa que tem na ante-sala do meu quarto para que possamos comer. Tenho certeza que Clint quer ter A conversa com Bruce. Ele está é muito doido de achar que pode amedrontar o cara que tem o Hulk dentro de si, mas o que vale é a intenção.

Uns 5 minutos depois Bruce entra no quarto.

“Então, o que ele queria?” Pergunto curiosa e Bruce se senta ao meu lado na mesa.

“Você sabe, ele se considera seu irmão, então era aquela conversa de que se eu te machucar ele arruma um jeito de me matar. Como se eu não tivesse tentado por anos.” Fala rindo, sei que ele já teve um período depressivo e não consigo nem pensar na possibilidade de um mundo onde Bruce não está nele.

“Não diga isso nem de brincadeira.” Digo e me jogo em seus braços. Não sabia que podia me sentir assim, quando estou perto dele parece que sempre tenho que tocá-lo para ter certeza que isso não é um sonho. “Você promete que nunca mais vai tentar?” Peço beijando sua bochecha.

“Você me pedindo assim nem tem como eu dizer não.” Diz me abraçando ainda mais forte. Nos afastamos um pouco e ele morde o sanduíche que fiz. “Se você continuar fazendo sanduíches maravilhosos assim vou ter que tomar cuidado ou você vai ter um namorado barrigudo.” Brinca e dou uma mordida no meu sanduíche, que realmente está muito gostoso.

“Nem ligo, vou continuar cuidando de você. Agora, você já imaginou o outro cara barrigudo?” Rio com a imagem mental de um Hulk gordo, e ele ri junto comigo.

“Só você mesmo para ter uma ideia dessas, minha doidinha.” 

—//—

Acordei cedinho na manhã seguinte e Bruce ainda estava deitado junto comigo. Pensei em sair de mansinho e deixá-lo dormir, mas ele pode pensar que o estou abandonando. Coloco uma roupa.

“Bruce? Eu tenho que ir pra faculdade.” Digo baixinho perto do seu ouvido. Ele resmunga. Sorrio e sacudo seu ombro. “Pode continuar dormindo, só queria te dar tchau.” Ele abre os olhos.

“Eu também tenho que ir, aliás sua primeira aula é comigo.” Ele pausa e ri. “É tão estranho dizer isso.” Rio junto com ele.

“Tenho que ir agora pra dar tempo de trocar de roupa. Não posso chegar com as roupas de ontem, e aqui só tem roupa da Natasha. As da Natalie estão todas no alojamento.” Explico e beijo seus lábios. “Tchau, amor. Até daqui a pouco.”

—//—

Entro no meu quarto do alojamento e Maya estava se arrumando para ir pra aula. Ela me vê e vem correndo me abraçar.

“Conta tudo!! Eu preciso saber!!” Diz animada. Coro.

“Bruce pediu pra namorar comigo.” Digo e Maya arregala os olhos. “Mas tem que ser em segredo, ok?” Ela assente.

“Vocês dormiram juntos?” Pergunta e eu apenas assinto. Sabia que tinha que conversar com ela sobre isso, mas eu sou extremamente reservada nesse assunto, e a última coisa que eu quero é fazer propaganda dos atributos dele. “E como foi? Anda, conta tudo!” Pede desesperadamente e sei que tenho que falar alguma coisa.

“Foi perfeito, eu tô completamente apaixonada por ele. E acho que ele gosta de mim também.” Digo tímida.

“Você acha?? Mulher, o professor mais certinho pediu para ficar com você! Ele tá na sua totalmente.”

“Ai, Maya. Eu nunca tinha feito amor antes, e Bruce foi tão perfeito. Ele é carinhoso, atencioso, ai, nem sei descrever o que estou sentindo.” Digo, e percebo que não estou mentindo. 

“Você era virgem?” Pergunta chocada e aí eu tenho que mentir, afinal, se falar a verdade ela vai achar estranho demais. Então, assinto. “Ahhh! Que lindo, Nat. Agora temos que ir ou vamos nos atrasar para a aula do seu namorado.” Diz rindo. Rio junto com ela e pego uma camiseta com a estampa do Hulk, que com certeza foi ideia do Fury colocar no meio das roupas de Natalie. Quero só ver a cara do meu Bruce.


Notas Finais


Olá!!

Queria agradecer demais por todas as leitura, favoritos e comentários!

Vocês são demais, e isso é o que me faz continuar a escrever.

Obrigada!
x


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...