História Missing Delivery Boys - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias EXO, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Irene, Joy, Sehun, Seulgi, Wendy, Yeri
Tags Baekhyun, Exo, Irene, Joy, Red Velvet, Sehun, Seulgi, Wendy, Yeri
Visualizações 21
Palavras 1.010
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


This is the end....

Capítulo 6 - The End... Or No?


No dia seguinte, ao acordar, Sehun sente-se preso uma cadeira.

Por mais que seus olhos estivessem abertos, ele não conseguia ver nada além da escuridão.

Em sua boca, havia um pano que a tapava.

Desesperadamente, ele tenta se desvencilhar do aperto que lhe prendia à cadeira a qual estava sentado.

Ele ouve passos e então o pano que lhe impedia de falar, lhe é removido.

Amedrontado por já fazer ideia de quem se tratava, ele permanece quieto em seu lugar.

As garotas o observavam atentamente e se sentam nas demais cadeiras que haviam em torno daquela mesa.

Vendam seus olhos e esperam que o relógio pendurado na parede marcasse o horário que elas tanto aguardavam.

O relógio faz um barulho que alertava as horas:

Exatas nove horas da noite.

-Coma -Wendy, que estava ao lado de Sehun ordena.

Mesmo sem entender, ele abaixa seu rosto e sente a ponta de seu nariz tocar algo que ele supôs ser gelatina por conta da textura.

O Oh devora a gelatina a sua frente e as garotas tiram as vendas de seu rosto e se levantam.

Ao ouvir o som das cadeiras se mexendo e de passos, Sehun fica completamente confuso.

As garotas pegam suas respectivas armas e rumam de volta para a sala de jantar.

Joy tira a venda que cobria o rosto de Sehun e Wendy, que estava na frente do mesmo, diz:

-É melhor você correr -Sorri maléficamente para o garoto que sai correndo desesperado.

Ele corria sem rumo pela casa, não fazia a mínima ideia de para onde estava indo.

Até que no meio do caminho ele é surpreendido.

-Não me machuca por favor -Ele implora enquanto se afastava lentamente da menor.

-Shh... Fica quieto ou elas vão nos escutar -Irene o alerta e Sehun fica com um semblante completamente confuso no rosto.

-Como é?

-Temos que fugir enquanto dá tempo! Vamos Sehun! -Segura a mão dele e passa a correr com o mesmo pela casa.

Após muita correria, eles conseguem sair da casa e, quando ainda estavam no jardim da frente, uma flecha da besta de Yeri atinge o rosto de Sehun de raspão.

Irene os guia para o carro da pizzaria que ainda permanecia em frente a casa e Sehun logo dá partida, rumando para bem longe dali.

-Por que me ajudou? -Ele pergunta ainda meio atordoado à Bae.

-Gosto de você, não poderia deixar elas fazerem o que planejavam contigo -Responde e o garoto para o carro.

-Vocês... Sabe... -Gesticula com as mãos e a menor lhe olha confusa.

-Nós?

-Foram vocês que mataram todos aqueles delivery boys? -Pergunta de uma vez.

-Sim, fomos nós -O responde simplista.

-Wow... -O rapaz suspira pesado -Irei descer um pouco, já volto -Ele diz e sai do veículo.

Sehun ruma apressado até um telefone público que havia naquela rua, não muito distante de onde havia parado o carro.

Disca o número da polícia rapidamente e Irene o observava com atenção, já prevendo o que ele fazia.

-Polícia de Seul, qual a emergência? -A voz do outro lado pergunta e Sehun ouve o barulho da porta do carro se fechando.

Olha na direção do mesmo e vê Irene rumando até ele.

Observa o taco de beisebol em suas mãos e arregala os olhos.

-Socorro! -Ele grita e então a Bae lhe atinge na nuca, fazendo com que o garoto caísse desacordado no chão.

Põe o telefone de volta no guincho e arrasta o corpo de Sehun de volta para o carro.

Coloca o mesmo de qualquer jeito no banco de trás e dá partida no carro, rumando de volta para sua casa.

Ao chegar, se depara com as outras quatro garotas do lado de fora da mesma.

Desce do veículo enquanto carregava o corpo do Oh consigo.

-O matou? -Seulgi pergunta e lhe ajuda a carregar o corpo para dentro da casa.

-Ainda não, iremos fazer isso todas nós -Declara e as outras assentem.

Elas o levam até o sofá do quintal e põe o corpo lá.

Tempo depois, Sehun acorda aos poucos e olha assustado para as cinco garotas à sua frente.

Joy mira seu revólver nele e Irene lança sua lâmina diretamente no abdomen do rapaz que geme de dor.

-Por favor, não façam nada comigo -Suplica.

-Você não tem querer aqui Sehun -Wendy dita e se aproxima dele -Nós que mandamos aqui -Tira a lâmina de Irene da barriga dele de forma bruta e corta a mesma com sua faca.

Devolve a lâmina para a mais velha que sorri ao ver o sangue do rapaz na mesma.

-Atirem -A Bae ordena para as duas mais novas do grupo.

Yeri atinge o peito de Sehun com a flecha de sua besta e, para finalizar, Joy acerta um tiro certeiro no meio da testa do jovem que morre no mesmo momento.

-Pode finalizar Seulgi -Irene declara e a Kang sorri perversamente.

Se aproxima do corpo sem vida e passa lâmina de seu machado por cima do pescoço do mesmo, causando um pequeno corte ao redor dele.

Olha para as garotas à sua frente e sorri, para logo depois decapitar Sehun.

Causando um largo sorriso no rosto de todas ali presentes.

-Mais um -Irene diz satisfeita.

《Um mês depois》

-O corpo de Oh Sehun foi encontrado decapitado esta manhã pela polícia. Mais uma vez ninguém faz a menor ideia de quem cometeu esse bárbaro assassinato, mas a polícia suspeita que seja o mesmo serial killer que sequestrou e assassinou os mais de cinquenta delivery boys nos últimos seis meses. Mas o problema continua a ser o mesmo, quem é esse assassino quem vem aterrorizando Seul nos últimos meses? Voltamos com mais notícias, logo após o intervalo comercial -O jornalista diz e todos da pizzaria Mamma Mia suspiram.

-Sehun era tão bom, não merecia isso -A atendente se lamenta.

-Infelizmente esse serial killer não está nem aí pra isso -Luhan, o novo entregador da pizzaria diz preocupado.

-Sim... Enfim, nova entrega -A garota lhe estende uma pizza juntamente do endereço em um pequeno papel.

-Ok, vou indo, até mais -Luhan se despede de seus companheiros de trabalho.

Após ver o garoto sair do estabelecimento, Baekhyun liga para um número bastante conhecido por ele.

-Ele já está a caminho -Avisa para a pessoa do outro lado da linha.

-Excelente.

-Façam direito seu trabalho -Ordena e a garota do outro lado ri.

-Nós sempre fazemos -Irene diz convicta do outro lado, causando um sorriso sombrio por parte de Baekyun.



Notas Finais


Olaaaaa

Baekhyun é o mandante disso tudo

BOOM CHOGIWA

Por essa vcs nao esperavam né? Skskssksk

Enfim... a fic acaba por aq ;-;

Obg a todos que leram e votaram, 6 moram no meu heart ♡

Espero que tenham gostado de Missing Delivery Boys e espero vê-los em outra fics :)

É isto...

With love, Zoleana ♡

FUI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...