1. Spirit Fanfics >
  2. Mistério do quarto 209. (Imagine Taehyung) >
  3. Por que

História Mistério do quarto 209. (Imagine Taehyung) - Capítulo 5


Escrita por: _Flokisby

Notas do Autor


Olá, gente quanto tempo kkkk, como vocês estão? Eu estou bem, muito cheia de coisas, estudos, e tudo mais. Depois de meses real eu trouxe um capítulo dessa fic, espero que gostem.
Peço por favor que vocês se cuidem, passem álcool em gel, lave as mãos, use máscara e evite aglomeração a situação está piorando, e está tendo novos variantes do vírus então por favor se cuidem para que tudo volte ao normal. É isso beijos.

Capítulo 5 - Por que


Fanfic / Fanfiction Mistério do quarto 209. (Imagine Taehyung) - Capítulo 5 - Por que

Vou até o pequeno que está no corredor quase perto da porta do quarto da S/N. Digo para ele que pode acordar a mulher que ali estava presente, ele logo se anima e entra. Eu desço e tiro o bolo do forno, e então começo a decorar. Fiquei tão imerso em fazer aquilo que nem notei a presença da S/N alí. Quando a olhei ela estava em pé apoiada no balcão. Termino de peneirar o açúcar no bolo e então o levo para ela.

Mas antes que ela pudesse comer o bolo a campainha tocou, fui abrir, mas a S/N veio logo atrás. Assim que abro a porta me deparo com o Jungkook, nós dois somos amigos desde o ensino médio.


Ele é um grande homem, apesar de não prestar em nenhum sentido… não vou negar que me identifico com ele no quesito 'mulherengo'. Mas ainda sim ele me ajuda muito, Jungkook me ajuda em todos os assassinatos que faço no hotel. Jimin levantou da cadeira em que ele estava sentado e abraçou o Jungkook, ele comprimentou o mais velho que retribuiu e se levantou.


Achei que Jungkook iria entrar mas fui surpreendido por ele pegando uma arma e recarregando ela com munição, a S/N me olhou surpresa, o coelho em forma humana apontou a arma para S/N.


—Jungkook! Para de graça, entra e vem comer logo. -digo abaixando a arma da mão dele.


—Era só um teste, a senhorita trabalha com o que? -Jungkook perguntou para S/N.


—Sou detetive, mais em específico em casos de homicídio e casos de serial killer. - responde S/N.


—Detetive? Tá investigando o Taehyung? -aquela pegunta repentina me deixou nervoso, no momento que eu coloquei um copo de leite na boca.


—Tudo bem?- pergunta S/N.


—Tudo, o leite desceu errado. -digo disfarçando, e logo olho para Jungkook que dá um sorriso de canto mas o desfaz ao encontrar meu olhar.


A S/N disse que precisava ir para casa dela, então eu e os meninos acompanhamos ela até a saída da floresta. Jimin ficou bem emotivo por ver ela ir embora, me despeço dela e no caminho para casa converso com o Jungkook.


—Pelo visto seu caso tá nas mãos dela. - diz Jungkook enquanto coloca seu maço de cigarro na boca.


—Está, e você quase me entregou seu filho da puta. -digo enquanto pego seu cigarro e jogo no rio.


—Meu cigarro. -ele diz indignado.


—Não fuma perto de mim nem do Jimin, temos um pulmão saudável. -digo sério, enquanto coloco minhas mãos no bolso da calça social.


—Você vai na empresa hoje? Alguns investidores vai lá hoje, acho bom você ir. -diz Jungkook.


Nesse momento Jimin me chama e pergunta se iremos para o centro da cidade, apesar de eu querer negar acabei aceitando por conta do pequeno que estava ao meu lado. Quando entrei em casa tomei um banho quente e coloquei uma roupa 'social'. 


Jimin também tomou banho e se vestiu, peguei meu carro assim que saímos da floresta e entrei no banco de trás junto com Jimin, o motorista é o Jungkook. 


Quando eu finalmente cheguei no centro da cidade, fui para a delegacia e encontrei os meninos eles me olham estranho e então noto que estou com a mesma roupa de ontem.


—Tá economizando o sabão S/N? -Wonho pergunta.


—Não, só não dormi em casa ontem. -digo enquanto me sento no meu lugar e abro as gavetas em busca dos papéis do caso do hotel.


—Dormiu fora? Onde? Com quem? -Wonho insiste em saber todos os detalhes.


—Ok! Vamos lá, sim eu dormi fora, eu dormi na floresta em frente ao hotel, na casa de um homem que vive com o sobrinho na floresta. -digo ainda procurando os papéis.


—Devia ter tomado cuidado, e um banho. -diz Shownu sério, ele parece não ter gostado nada.


—Eu sei me cuidar sozinha ok? Preciso que me dê a pasta do caso do hotel que estava aqui, onde está? -pergunto aos meninos.


—Hoje bem cedo um menino bem jovem e bem vestido veio pegar os papéis do caso. Parece que o caso vai ser transferido.


—O que? Transferido? A gente pode cuidar dos casos. -digo alto e exaltada.


—Não para uma delegacia o caso foi levado para uma empresa, do senhor Kim. -diz Shownu.


—Quem? -pergunto.


—Kim, o homem mais rico de toda Coreia do Sul, ele raramente aparece na empresa. -diz Wonho.


—Vamos lá agora! -digo pegando a chave do carro da polícia.


—Pega meu sobretudo, para cobrir essa roupa amassada. -diz Shownu.


Assim que chegamos em frente a empresa, vejo um prédio totalmente lindo, e estava bem cheio. Eram pessoas de jornais, por curiosidade eu e os meninos passamos em frente a multidão ficando de frente a um ponto onde teriamos a visão de tudo. Em poucos minutos vejo 5 carros bem chiques parando em frente a empresa e as câmeras foram logo apontadas a eles. 


Do primeiro carro desceu, um belo homem com cabelo loiro, ele não era muito alto. Seus lábios eram bem cheios, e seu dentes eram retos com exceção de um que era um pouco torto. No mesmo carro que ele, saiu um homem que aparenta ter a mesma altura do seu companheiro de carona, seus fios eram loiros também porem mais amarelado que o do primeiro. Já no carro de trás saiu somente um, ele era alto parceria ter por volta de 1,80, ele usava um terno branco, igual os outros dois mas com cor diferente óbvio, seu rosto tinham belas covinhas e seu olho se fechava após ele sorrir. No carro de trás saiu somente um também, ele era bem animado comparado aos outros ele fez umas danças estranhas ao sair do carro, ele traz uma boa vibe.


No carro de trás desceu um homem LINDO, ele eu poderia nomear de o homem mais bonito do mundo, seus cabelos eram pretos e seus ombros eram largos, Wonho gostou muito dele faltava correr onde estava o homem. Já no último carro saiu 3 pessoas, e eles eu conhecia bem, Taehyung, Jungkook e Jimin. 


—Ele? -digo indignada ao ver Taehyung.


—Ele é o senhor Kim. Dono da empresa você conhece ele? -pergunto Shownu.


—Eu dormi na casa dele na floresta. 


—Na floresta? Por que diabos ele iria viver em uma floresta? -Wonho pergunta.


—Não sei…-digo e suspiro.


—Ele, Jungkook e Jimin são o trio dos imprestáveis, mulherengos e sem noção. Toda mulher que dá para eles. -diz Wonho.


—Jimin? O Jimin é só uma criança Wonho. -digo irritada pela forma que Wonho se direcionou ao Jimin.


—Não o Jimin mirim e sim o Jimin adulto o primeiro que desceu do carro. -diz Wonho apontando ao loiro.


—Bom, Taehyung, Jungkook e Jimin são imprestáveis como disse Wonho, Namjoon e Jin colocam "juízo" neles, mas não adianta nada. -diz Shownu enquanto aponta para cada um indicando quem são e seus nomes. —Nesse rolê todo o Yoongi, o Hoseok, Jin e Namjoon são os únicos juizados. -completa Shownu.


Eu tombo meu pescoço enquanto olho para Taehyung que se alinha na fileira com os outros 6 e o Jimin a criança. Por que ele iria querer os papéis do caso do hotel? Era essa a pergunta que eu fazia.






Notas Finais


Espero que tenham gostado, não vou avisar muito aqui, por que o que eu tinha para avisar avisei no iniciou então é isso, super beijos. Dêem muito amor a essa fanfic, sei que eu sumi daqui por muito tempo mas estou voltando aos poucos, e estou tentando fazer um cronograma onde divido meu tempo em estudos, capas, fanfic, e inglês (tem mais idiomas mas vamos só desse mesmo). Vai ser difícil dividir isso tudo mas enfim, espero que entendam. Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...