História Mistérios sem Fim - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Lay, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Amor, Atração, Aventura, Bruxa, Coragem, Drama, Exo, Família, Feitiçeira, Feitiço, Força, Kpop, Magia, Medo, Ódio, Paixão, Poção
Visualizações 34
Palavras 1.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drabble, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Se deliciem com essa história.
Eu to rindo mas com respeito.

Capítulo 6 - Feiticeira


Fanfic / Fanfiction Mistérios sem Fim - Capítulo 6 - Feiticeira

Ao passar pela porteira, Minhee ficou encantada com o que viu. 

- Como esse lugar está lindo. Disse ela enquanto tocava em algumas plantas e se maravilhava com a paisagem. 

- Seja bem vinda a nossa humilde casa. Mahauf dizia enquanto recebia Minhee com um abraço.

- O que você fez aqui? Fazia tempo que não via esse lugar tão bonito. 

- Bom, acho melhor você entrar e se sentar para que possamos conversar melhor. 

Disse Mahauf enquanto fazia um sinal com as mãos para que Minhee entrasse em sua casa. Chanyeol já estava lá dentro sentado ao lado de Nahura e Ahn Yon. 

- Esta preparada para contar a ela. Nahura disse enquanto olhava para Mahauf. 

- Sim. Espero que não se assuste. Mahauf respondeu enquanto sorria para Minhee com uma expressão preocupada. 

- Vocês estão começando a me assustar. Dá pra falar logo. Minhee já estava ficando nervosa. 

Chanyeol e Nahura riram da expressão nervosa de Minhee. 

- Não acho graça nenhuma, estão fazendo suspense desde cedo. Minhee disse enquanto se sentava no sofá. 

- Tudo bem, eu vou falar. Lembra quando você me chamava de esquisita? 

- Claro!! Você é muito estranha mesmo.  

Todos caíram na risada. 

- Então, eu realmente sou um pouco diferente. Acho que você percebeu que as coisas lá fora estão um pouco diferente. 

- Siiim, está tudo tão bonito. 

- Então, eu fiz aquilo. Mahauf disse com um pouco de medo da reação de Minhee. 

- Como você fez isso? 

- Eu usei magia. 

- M-A-G-I-A! Não me diga que você é uma..... 

- FEITICEIRA!! Todos falaram juntos 

- Eu sabia. Isso não me assusta nem um pouco. Só estava esperando você confirmar, eu não acredito que Chanyeol sabia disso e não me contou. 

- Desculpa Minhee. Chanyeol fez uma expressão de culpa. 

- Fui eu quem pedi para ele não contar nada, eu tive medo da sua reação e você ainda é namorada de um dos guardas. Mahauf disse preocupada. 

- Eu entendo, mas vocês não precisavam ter escondido isso de mim, eu sei guardar segredo. E já disse para o Chanyeol que quando estou com o Chen não conversamos sobre esses a assuntos, temos muita coisa para fazer. Minhee disse enquanto sorria para Mahauf fazendo com que ela entendesse o recado. 

- Obrigada por ser tão amável Minhee. Disse Mahauf enquanto segurava a mão de Minhee em forma de agradecimento. 

- Eu adoro vocês meninas, adorei que vocês apareceram aqui, essa vila estava tão parada eu já não aguentava mais olhar para cara do Chanyeol e de todo mundo da vila, eles são tão parados. 

As meninas caíram na risada. 

- Ah, eu agradeço por garotas tão belas terem chegado nessa vila, porque não aguentava mais Minhee com essa cara dela. Chanyeol não conseguia parar de rir. 

- Não fala assim dela, ela é uma bela moça. Mahauf disse enquanto pegava nos cabelos de Minhee. 

- Obrigada Mahauf. Minhee sorria sem graça. 

- Me sinto bem mais tranquila agora. Mas mesmo assim eu sinto medo, mas não é nem por mim e sim pelas meninas. Se alguma coisa acontecer comigo, por favor cuidem delas. 

- Fique tranquila Mahauf, não vai acontecer nada. Mas se vier a acontecer cuidaremos dela. Chanyeol disse enquanto olhava para as meninas. 

- Mas então, você faz apenas " as coisas" com plantas? O que mais você faz? Minhee estava curiosa. 

- Eu uso ervas e faço poções para ajudar com o que for preciso. Mas eu só consigo usar minha magia para o bem, nunca consigo usar para o mal, mesmo que eu esteja em perigo. 

- Nossa, então você não tem nada a ver com a Muriel. 

- Naaaaao, jamais. Nunca faria uma maldade daquelas. Principalmente para destruir um amor. 

- Amor, espero um dia viver isso.

 - Nahura estava com uma expressão de vergonha. 

Minhee então soltou um:

- Ah, mas está bem próximo de você viver isso, olha Chanyeol ai do seu lado. 

- Minhee por favor. Chanyeol não conseguiu conter a vergonha e acabou levando suas mãos até o rosto. 

- Engraçado que eu também acho isso. Mahauf disse olhando para Nahura e Chanyeol. 

- Posso mostrar algo a vocês? Mahauf disse enquanto se levantava e ia até outro cômodo da casa. 

- Claro!!  Todos responderam. 

Ela veio com um pequeno copo na mão, e saía uma espécie de fumaça colorida dele. 

- Acho que já vi isso antes. Chanyeol disse entusiasmado.

Mahauf sorriu, e veio andando em direção a eles, fazendo um sinal para que eles olhassem para a janela. 

Suas mãos começaram a fazer os leves movimentos de sempre, enquanto ela pegava a fumaça colorida de seu vidrinho e assoprava em direção a janela. 

Minhee olhava atentamente a tudo, já que era a primeira vez que vai tudo aquilo, de repente começaram a surgir flores que cercava toda a armação da janela. 

- Isso é completamente incrível. Minhee estava fascinada. 

Mahauf veio andando em sua direção e assoprou a fumaça em seus cabelos, que começou a ganhar uma cor mais brilhante e no alto de sua cabeça uma coroa de flores se formou. Mahauf fez um sinal para que ela colocasse sua mão para a frente, Minhee obedecendo deixou suas mãos expostas, Mahauf apenas a tocou e surgiu um pequeno espelho brilhante em suas mãos. 

- Olhe para você. Mahauf disse enquanto sorria para ela. 

- MEU DEUS, ISSO É TÃO.... 

- INCRÍVEL. Disse Ahn Yon. 

- Faz isso quando eu for me encontrar com o Chen, por favor. Minhee sorria e andava de um lado para o outro se olhando no espelho. 

Mahauf sorriu e disse: 

- Se ele não desconfiar de nada eu faço sim. 

Enquanto na casa das meninas todos se encantavam pela magia de Mahauf. O tempo foi passando e Mahauf começou a ir para o centro da vila a noite enquanto todos dormiam, e fazia algumas boas ações para os moradores como salvar o Jardim de suas casas que estavam perdidos, deixava poções em forma de frutas nas árvores que servia como remédio para algumas dores que eles poderiam estar. 

Antes do amanhecer, e antes que os guardas fossem até a vila, Mahauf voltava para a casa e os moradores se maravilhavam com o bom feito dela, mas sem saber que era ela quem fazia aquilo, aliás ninguém nunca havia visto ela ali. 

Mahauf também ajudou a curar muitos moradores que iam até a venda de Chanyeol em busca de algum remédio, para suas dores, como Ahn Yon e Nahura viviam na vila, elas acabavam sabendo do que os moradores precisavam, iam até Mahauf e a mesma fazia suas poções com ervas em forma de xarope, e as irmãs levavam até Chanyeol para ele entregar aos moradores.

Certa vez enquanto Chen se encontrava com Minhee na floresta, eles estavam sentados em baixo de uma árvore, enquanto Chen envolvia seus braços sobre Minhee ele tentou tirar alguma informação dela. 

- Minha querida, por que você não me contou sobre essas meninas? 

- Eu achei que não era preciso, afinal elas não tem nada de mais. 

- Hmmmmm, mas desde que elas chegaram aqui a vila está um pouco diferente, não acha? 

- Sabe uma coisa que eu acho? Que nós deveríamos aproveitar o tempo que temos juntos falando sobre nós e não sobre as novas moradoras da vila. Minhee se virou de frente para ele olhando fixamente em seus olhos, e antes mesmo que ele pudesse responder algo Minhee o beijou. 

- Você está me escondendo algo? Chen disse enquanto tentava se desvencilhar dos lábios sedutores de Minhee. 

- Eu jamais esconderia algo de você meu amor. Minhee sussurrou em seu ouvido, dando um beijo de leve em seu pescoço. 

Minhee usou todo seu poder de sedução para fazer com que Chen tirasse aquela curiosidade sobre as meninas de sua cabeça. 

- Assim, eu espero. Chen respondeu também falando no ouvido de Minhee e  devolveu o beijo, mas dessa vez foi um beijo mais caloroso, e suas mãos passeavam pelo corpo de Minhee e a mesma devolvia os movimentos ao corpo dele. A noite foi tomando conta do céu e eles ficaram ali aproveitando o momento a sós até tarde da noite. 

O clima era de romance na vila e no castelo, pelo menos para Minhee e Chen e para Somin e Baek, embalado pelo clima de romance, Chanyeol estava sozinho em casa ja que Minhee estava com Chen, e começou a pensar um pouco sobre a mudança que havia acontecido em sua vida nos últimos tempos. 

E no meio desses pensamentos, em sua mente a imagem de Nahura começou a brilhar e ele começou a dar uma atenção em especial para aquele sentimento que estava surgindo dentro de si. 


Notas Finais


Eu não consigo descrever as partes 🔞 para minhas meninas, Socorro!
Elas são tão neném, #SQN
Eu to berrando.....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...