História Mistery - Fillie - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Dustin Henderson, Eleven (Onze), Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Will Byers
Tags Stranger Things
Visualizações 110
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drabs, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura amoress ❤

Capítulo 24 - Você vai abortar




Millie..


Minha irmã só pode estar com um parafuso a menos , por esses motivos que ela nem pode sonhar que eu voltei com Finn.. Se bem a conheço ela fará de tudo se souber.



E isso não pode acontecer, já perdi Romeo e não vou perder o Finn não mesmo.



— Será que você não pode simplesmente aceitar que ele não te ama? E nem se interessa por você? Seria tudo mais fácil.— falei seriamente e minha irmã riu ironicamente.



— Tudo isso porque ele acha.. Acha que ama você. — ela fez questão de dar um ênfase. — Eu sou bonita, inteligente e cheia de atitude.. Não sou mosca morta igual você, só preciso que você saia da sombra dele.




Me segurei pra não voar no pescoço dela nesse exato momento, Jane poderia ser uma gêmea mais legal. Já vi tantas por ai,mas a vida me trouxe essa ai.



— Jane por favor, não complica as coisas entre mim e você. Nós já não temos uma.. Boa relação. — tentei ser o mais calma possível.




Ela apenas me deu as costas e saiu me deixando sozinha.



— Ter uma irmã assim ... Não precisa de inimiga. — falei comigo mesma e voltei para dentro da universidade encontrando Finn no mesmo lugar.



— Conseguiu colocar juízo na cabeça da sua irmã?— ele perguntou e logo depois me roubou um selinho.



Não pensei duas vezes antes de me afastar dele... Ninguém pode saber da nossa reconciliação e ele me apronta uma dessas.



— Que foi?— Finn perguntou com as sobrancelhas arqueadas.


— Você tá ficando sem noção? Jane está ali nos jardins.. Pode aparecer e alguém pode comentar e fodeu com todo.— expliquei revirando os olhos.



O Wolfhard colocou a mão no quadril respirando fundo.



— Millie a gente tá parecendo criança,fazendo isso.



Eu ri e deixei vários beijos no rosto dele me afastando logo depois.



— É só uma fase,logo a gente não vai precisar mais disso.


Finn me olhou mais tranquilo .



— Enquanto não é nossa vez de falar com os policiais , vamos comer alguma coisa na lanchonete.— ele sugeriu e eu sorri passando meus braços pelo pescoço dele.



— Vamos que eu estou faminta.




A lanchonete da universidade fica perto do auditório, em outra parte do campus .


No caminho pra lá eu comecei a pensar muito em Sadie , esse lugar fica tão ruim sem minha amiga.

Mas tenho certeza que vamos achá-la,e essa confusão toda vai passar.

Ao chegarmos na lanchonete , encontramos Luiza e Noah em uma das mesas.


— E aí casal.. Sentem aqui com a gente. — Luiza disse e logo depois deu uma mordida no seu sanduíche.



— Q--que casal?— me enrolei ao responder e puxei uma das cadeiras.



Finn fez o mesmo mas ao lado de Luiza.



Ela e Noah se entreolharam e riram logo depois.



— Tá meio que na cara né gente? Mas guardamos segredo..— Noah disse brincalhão.




Finn estava tão vermelho quanto eu,de tanta vergonha.



— Contamos com vocês pra manter nosso segredo.— ele disse colocando os cotovelos na mesa.



— Podem ficar tranquilos.. Nós somos um túmulo, e outra vocês fazem bem em esconder... Porque vamos combinar que aquela sua irmã é recalcada pra porra. — Luiza disse fazendo uma cara de nojo.



Nem eu e nem Finn nos contemos e começamos a rir.



— Mas eu a amo, mesmo assim.




Na infância , Jane era legal.. Mas desde que Romeo entrou em nossas vidas e a rejeitou ela se transformou nisso.


Não demorou muito, e os ovos mexidos que eu havia pedido chegou.


Sorri ao ver mas foi só eu sentir o aroma..que meu estômago embrulhou.



— Isso aqui tá estragado gente.— falei prendendo minha respiração.




— Tem certeza?— Finn perguntou e pegou o prato cheirando o aroma dos ovos e sorriu. — Estão ótimos, seu estômago que não tão legal.



É talvez.. Minha cabeça está pesada, minha visão nem se fala.


Parece que vou desmaiar.


— Eu vou no vestiário rapidinho.— falei e me levantei bruscamente .



Voltei a outra parte do campus onde ficam as salas, as bibliotecas e os vestiários.



Corri até o vestiário feminino e agradecendo mentalmente por não ter ninguém.



Me aproximei da pia e um bolo se formou na minha garganta e o soltei pra fora de uma vez só.



— O que tá acontecendo?— perguntei baixinho depois de lavar o rosto e tentando acalmar minha respiração.



— Millie tudo bem? Você saiu daquele jeito..ficamos preocupados.— a voz calma de Luiza me tirou dos meus pensamentos.


Virei minha cabeça a encarando.


Luiza está com as sombrancelhas levantadas aparentemente desconfiada.



— Nada bem.. Estou enojada pra cacete com uma tontura do caralho.. E minha menstruação com certeza está atrasada.— a respondi colocando uma mão na testa.


Luiza coçou o queixo e riu como se soubesse o que eu tenho.



— Você tá grávida.. É tão óbvio.



— Que?



[…]



Finn..


— Já tem mais de vinte minutos que elas tão lá, aconteceu alguma coisa certeza.— falei olhando de um lado para o outro pra ver se elas estão vindo.



— Para de ser paranóico cara.. Devem estar de papo.— Noah disse despreocupado.


Millie não parecia nada bem.. Deve ter acontecido algo,algum mal estar.



— Vou ver o que está acontecendo.— me levantei rapidamente e comecei a andar mas parei no meio ao ver ela junto com Luiza vindo em minha direção.




Respirei aliviado pois ela parecia estar melhor.



— Finn.. A Mills quer falar com você, é sério.. E eu vou deixar vocês sozinhos.— Luiza disse assim que as duas pararam em minha frente e logo depois ela deu meia volta indo encontrar Noah.


Sabia que tinha algo.



— Que foi amor? Aconteceu o que exatamente?— perguntei calmamente.


Millie suspirou pesadamente e pegou em uma das minhas mãos.



— Finn..minha menstruação tá atrasada, eu acabei de vomitar..estou super tonta.. E..— ela tentou falar mas eu a interrompi com outra mão.


Não não..não pode ser que ela tá grávida.


— Você tá grávida?— perguntei arregalando os olhos.



Uma lágrima desceu pelo rosto dela.


— Eu ainda não fiz o teste... Não tenho coragem, mas e se eu estiver? O que a gente vai fazer?— ela perguntou com a voz falha.



Eu sou jovem , tenho 19 anos ainda.. Nunca pensei em ser pai, muito menos agora.


— Você vai abortar.


Notas Finais


Poxa Finn .

Beijos 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...