História Mistletoe - Vhope - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Bts, Christmas, Fanfic, Gay, Jikook, Lemon, Lgbt, Namjin, Natal, Vhope
Visualizações 9
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero q goxtem❤

Capítulo 1 - MISTLETOE - Vhope - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Mistletoe - Vhope - Capítulo 1 - MISTLETOE - Vhope - Capítulo 1

Hoseok on*

As luzes da rua iluminavam a calçada como um longo tapete branco. A musica era a mesma em todas as lojas da cidade.

"Jngle bells, Jingle bells, Jingle all te way".

Aquilo ja estava a me cansar, mas meu peito esquentava de alengria quando via, pelas ruas crianças brincando na neve com seus amigos e seus grossos casacoes. Tomando chocolate quante com suas familias.

Vendo cenas assim. Sempre pensava "por que não estou fazendo o mesmo?". Mas a resposta vinda quase que de imediato em minha mente. Morei com meus pais a maior parte da minha vida, até os 15 anos. Quando eles se mudaram para Sekcho. Depois dissi passei a viver com minha tia, até a minha maior idade. Detestava quando ela levava homens para ficar com sigo. No seu apartamento minúsculo mal cabia nós dois, e ela insistia em levar gente para lá. Alguns dias depois do meu aniversário de 18 anos, me mudei. Para um apartamento, não era grande, mas com certeza era maior do que o da titia. Hoje estou com 20 anos. Por morar sozinho muitos acham que sou solitário. Ele não estam errados, mas não posso negar de ter apenas um amigo. Muitos sentem pena por eu só ter ele, mas ele era o necessário. Não precisava de mais ninguém.

Estava a caminho de casa, tinha ido ao mercado comprar uma sopa para jantar, sim, essa seria minha ceia natalina. Quando sinto algo vibrar no bolso e um som estridente. Meu celular estava tocando.

-Alô, Hoseok falando-

-Hoseok, tem planos para hoje?- a voz misteriosa pergunta.

-Quem é?-

-Jimin, seu lerdo- ele ri-tem planos ou não?-

-Bom... eu estava indo para casa agora mesmo- falo

-Ta tendo a ceia de natal aqui em casa, vem pra cá. Só tinham familiares então chamei alguns amigos novos que fiz- ele termina.

Confesso aquilo me enchia o coração, mas não sabia se deveria aceitar.

-Não sei não, seus pais...- falo mas sou interrompido.

-Caguei para meus pais, você vai vir por mim, não por eles- ele fala.

-Tá, eu vou- Ouço um grito dee animação e depois a chamada se encerra.

Eu definitivamente tenho o melhor amigo de todos. Na casa de Jimin, nunca me sentia confortável, seus pais sempre me trataram bem e me respeitaram, mas sabia que não gostavam de mim. Talvez por eu ser gay, talvez eles não queriam Jimin tendo contato com esse "universo" lgbt . Sempre pensei na possibilidade de ser gay, desde quando era muito pequeno. Me descobri gay mesmo aos 16, desde então a única pessoa que sabe, é Jimin. Nunca senti necessidade de falar aos meus pais. Acho que eles nem lembram que tem um filho. E também aceitando ou não qual seria a diferença. Estão a muitos quilômetros daqui.

Tentava chegar na casa de Jimin o mais rapido possível, o  frio e o ventoque cortava. A previsão era de que ficaria pior. Chego, toco a campainha, espero em frente a porta e logo sou atendido por Jimin.

-Bem vindo!- ele da seu famoso sorrisinho encantador de corações- O que é isso?- e pergunta vendo a sacola de plástico branco em minha mão.

-Han... É sopa-.

-Incrível- ele pega a sacola da minha mãe me puxa para dentro, e subimos direto para seu quarto.

De relance vi sua sala. Estava linda, com uma grande árvore, muitos enfeites. E ao redor da lareira uma pisca-pisca dourado. Que dava um tom de luxo a sala.

Não podia deixar de sentir as mãos delicadas e sedosas de Jimin, por mais rígido que ele fosse com tudo, sua pele era facilmente comparada a de um bebê.

- Chegamos! Não fique acanhado, eles são meus amigos - Jimin piscou para mim e abriu a porta, revelando vários meninos sentados no chão, tomando refrigerante - Gente esse é aquele amigo que eu comentei!

- É um prazer Hoseok! - Todos ali presente falaram, 5 especificamente.

- Aquele ali é o Namjoon! O outro ali é o Jin Hyung! Aquele com cara de bunda é o Yoongi! E aquele ali é o Kook! - Jimin disse e eu notei seu tom de voz parecer mais tímido ao falar do tal "Kook" - Ah sim! E o Taehyung - ele apontou para o outro menino.

Todos eram extremamente fofos, mas Taehyung me chamou mais atenção, sei lá ele parecia diferente dos outros, pelo menos aos meus olhos.

Me sentei com todo mundo e eles começaram a conversar sobre outras coisas. Eu estava perdido, Mas notei que Jimin continuava agindo diferente em relação ao Kook, Mas será que seu nome é kook?

Olhei para o meu lado, e Taehyung me encarava seriamente, oque me deu um pouco de medo, mas ele se virou para os outros novamente com a mesma espreçao séria.

- Hoseok? - Alguém me chama - Quer me ajudar com a comida?

- Eu ia adorar Jimin! - Sorrio e me levanto com Jimin.

Fomos até a cozinha, e quando passamos pela sala, Vi os pais de Jimin conversando com outros adultos que eu não fazia a mínima idéia de quem eram. Depois nós chegamos na cozinha e começamos a preparar bulgogi acompanhado de refrigerante, eu estava quase comendo antes da hora.

- Hoseok oque achou dos meus amigos? - Jimin me perguntou enquanto pegava alguma coisa na geladeira.

- São todos muito interessantes, eu queria conhece-los melhor daqui pra frente, mas e aquele tal de kook? - Perguntei curioso.

- Ah..O nome dele é Jungkook, Kook é só um nome que eu inventei - Jimin sorri indiferente - Oque quer saber sobre ele?

- Eu vi a maneira que você olhava pra ele Jimin!

- Eu gosto dele! - Sabia. - E tenho certeza que ele sente o mesmo mas não quer contar!

- E você ja contou que gosta dele?

- Não...Boa idéia! Eu vou falar com ele em breve!

Eu não disse nada, mas que bom ter ajudado o Jimin, mesmo eu criando um carinho muito forte com ele e um pouco triste saber que ele não sente o mesmo por mim, é bom vê-lo feliz.

Pegamos as carnes colocamos em um pote fundo e levamos junto com as bebidas até o quarto do Jimin. Quando abrimos a porta, os olhares famintos de todos vieram direto na carne doce e suculenta. Coloquei em cima da mesinha e todos começaram a pegar os Hashis e comer as carnes.

- Uau está delicioso Jimin! - Namjoon comenta.

- Hoseok que preparou o bulgogi! Eu só ajudei - Jimin fala.

- Parabéns Hoseok! - Jin fala com a boca cheia e arranca risadas minhas.

- Obrigada - Agradeço tímido.

Continuamos comendo até tudo acabar e todo mundo ja estar satisfeito.

- Eu tive uma idéia! Vamos brincar de Visco! - Yoongi fala e todos ficam confusos.

- Oque é isso? - Eu pergunto.

- Brincadeira do Visco é bem simples! Colocamos um visco amarrado na ponta do ventilador e colocamos ele para girar, depois ele para no meio de duas pessoas e essas pessoas precisam - Yoongi é interrompido.

- Que idiota! - Taehyung fala. - Eu to fora!

- Não! Seu sem graça! Todo mundo vai participar! - Yoongi fala praticamente gritando com Tae.

- E vamos ter que beijar um ao outro?! - Taehyung pergunta.

- Sim! - Yoongi responde.

- E todo mundo concorda com isso?! - Todos dão de ombros - Que ótimo...

Yoongi pega um pequeno visco vermelho em seu bolso, logo depois uma corda e o amarra na ponta do ventilador a cima da nossa cabeça.

- Eu vou girar! - ele grita e todos assentaram.

Ele girou e o pequeno visco ficou dando voltas em cima de nossas cabeças, sempre que ele passava por mim me dava um frio na barriga, parecia que o visco estava escolhendo alguém.

Foi quando o visco começou a ir mais devagar, então ele parou.

Eu ouvi os meninos sussurrando e delirando entre si, mas não criei coragem para abrir os olhos.

- Hoseok! E Taehyung! - Jimin diz.

- Q-Que? - Abri meus olhos e olhei para o pequeno visco que estava entre mim e Taehyung. - Não! Não! Eu não tenho permissão!

- Tem sim. - Taehyung fala simples ao meu lado e me encara profundamente.

Seus olhos estavam brilhando e seus fios loiros foram de encontro com os meus fios castanhos, nós estavamos com as testas coladas e eu criando mais um pingo de coragem para olhar diretamente em seus olhos.

Eu iria ter que beija-lo...







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...