História Misunderstood - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai, Sehun
Tags Chanyeol, Desentendimentos, Ex Namorados, Hunkai, Johnny Seo, Johnten, Kaihun, Menção Johnten, Park Chanyeol, Sekai, Seo Youngho, Sex Tape, Temas Delicados
Visualizações 234
Palavras 2.865
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Novo capítulo para vocês.
Boa leitura. :)

Capítulo 2 - Capítulo 2



Sehun tentava alongar seu corpo enquanto mantinha o celular em sua orelha - tentando acompanhar a conversa sem perder o foco em seus movimentos.


Onde você está? - questionou Jongin na ligação.


Isso realmente é importante para você? - questionou Sehun soltando um suspiro frustrado, sentando no tatame e encostando-se na parede. — Eu estou no dojô do campus. Mais alguma pergunta amor?


— Não me chame desse jeito! Isso é sério, pare de fazer piadinhas. O que faz aí? Resolveu voltar ao karatê? O que deu em você?


— Pegue seu kimono e venha. - disse desligando e colocou seu celular de volta em sua mochila.


Seu olhar focou nos três homens do outro lado do tatame, dois um pouco nervosos e um deles com um sorriso largo e confiante. Changwoo continuou rindo para todos enquanto se mantinha alheio a presença de Sehun.

Sehun sorriu e virou-se em direção à grande janela de vidro esperando a chegada de Jongin.






Jongin entrou silenciosamente, cumprimentou o sensei e começou uma conversa rápida. Sehun mantinha seus olhos em Jongin e na maneira que todos os presentes o olhavam, como se ele fosse uma espécie de obra de arte. A forma que o corpo de Jongin parecia hipnotizar mesmo coberto com seu kimono, suas mãos na cintura firmando sua faixa preta, seus cabelos nada inusitados em um tom rosa/lilás. O pescoço e clavícula um pouco expostos, seu sorriso que era o suficiente para matar qualquer um.

Sehun não podia negar que o corpo de Jongin foi uma das coisas que o atraiu de cara, ele era incrível.

Jongin se virou na direção de Sehun e seu sorriso desapareceu, sendo substituído por um olhar de reprovação. O moreno de cabelos rosados caminhou rápido e se sentou ao lado de Sehun, virou de imediato para ele e o fitou questionativo.


— Vai me dizer o que faz aqui?


— Vim ver você, claro. Senti falta de ver você lutando, é sexy.


Jongin revirou os olhos e começou a alongar seu corpo, ignorando a presença de Sehun.


— Não minta Oh Sehun, nem sequer nos falamos nos últimos meses, você com certeza estava bastante feliz antes de eu aparecer na sua porta. - riu Jongin enquanto esticava largamente suas pernas, sendo observado atentamente por Sehun.


Esquece isso Jongin, mantenha o foco no nosso objetivo.


Claro, e qual é o nosso objetivo? - perguntou Jongin olhando para Sehun em busca de um esclarecimento.


Sehun riu e virou seu rosto em direção ao outro lado do tatame, seguido de Jongin que ficou surpreso ao ver Changwoo ali parado olhando para ele e Sehun.

Tentando agir naturalmente, Jongin se manteve focado em seu alongamento enquanto Sehun o olhava tranquilamente.


— O que ele faz aqui? Esse bastardo não se interessa por nada que não esteja ao alcance de suas mãos ou que não seja tecnológico.


— Bom, ele parece interessado agora ou você o atraiu até aqui. - apontou Sehun.


Estávamos no mesmo curso de fotografia por um bom tempo, ficamos amigos e eu acreditei que ele fosse uma boa pessoa, como sempre eu estou errado.


— Hm…


— Ok Sehun, o que faremos? - perguntou novamente de forma impaciente.


Jongin esticou suas pernas e inclinou seu tronco em direção ao joelho, suas costas na direção de Sehun.


— Bela bunda. - disse Sehun com um assobio.


— Yeah? Bela bunda que você não pode tocar.


Mas que já toquei, e de diversas formas.


Jongin se sentou novamente e conteve a vontade de socar o rosto de Sehun, optando apenas por um beliscão em suas costas e arrancando uma expressão de dor no mesmo.


Calma Jongin-ah, não precisa ser rude.


— O que planeja fazer? Bater nele? Humilhá-lo?


— Não, claro que não. O faixa preta aqui é você baby, não se esqueça disso.


— Me poupe o seu vitimismo… - disse Jongin apontando para a faixa roxa envolta da cintura de Sehun.



Os três novos alunos - dentre os quais estava Changwoo - foram apresentados. Depois de várias explicações básicas aos iniciantes, o sensei resolveu fazer uma simples demonstração da arte marcial usando um dos três.


— Sensei, o Jongin disse que quer demonstrar para eles. Né Jongin? - falou Sehun com um sorriso de canto, deixando Jongin irritado.


— Sim sensei, eu o farei. - disse colocando-se de pé.


— Excelente! Agora, qual dos três devemos escolher? - perguntou o Sensei alegre. — Lembre-se de pegar leve Jongin, tente não machucar ninguém.


— Huh, sim sensei.


— Esse que está sorridente aí Sensei, ele parece empolgado. - disse Chanyeol. 


Sehun sorriu satisfeito enquanto fazia uma nota mental para agradecer a seu amigo por ter o ajudado nessa.


Ah, gostei! Por favor Changwoo, um passo à frente.


Jongin olhou para Sehun e tentou gesticular sobre o que ele deveria fazer, apenas ganhou um sorriso largo do outro em resposta.


— Tente não quebrar nenhuma parte do corpo dele, pelo menos não intencionalmente. - murmurou Sehun piscando o olho para Jongin e em seguida pediu licença para ir ao banheiro.




Sehun caminhou calmamente e quando saiu do campo de visão correu em direção à porta do vestuário, entrando e trancando-a para impedir que outras pessoas entrassem.

Abrindo os armários o mais rápido possível, Sehun finalmente encontrou a mochila que viu nas costas de Changwoo e a tirou do armário, abrindo e vasculhando os pertences dentro.


— Droga, você é bem esperto…


Não havia nada na mochila de importante, apenas HQs, doces, uma playboy antiga - que fez Sehun rir - um caderno e um livro de introdução à banco de dados. Nada de pen drives, HDs, CDs ou algo em que Changwoo pudesse manter um vídeo.

Sehun sabia que Changwoo não viria para próximo de Jongin se não quisesse pressioná-lo ou ameaçá-lo, o que não o deixava surpreso de não ter encontrado nada.

Guardando tudo e colocando a mochila de volta no armário, Sehun entrou no banheiro do vestiário, lavou suas mãos e em seguida destrancou a porta voltando para o tatame.



Todos riam e alguns aplaudiam enquanto Sehun se sentava novamente ao lado de Jongin - que parecia irritado com seu sorriso forçado em meio aos seus pedidos breves de desculpa dirigidos Sensei. Olhando para o outro lado do tatame, Sehun viu Changwoo com um lenço ensopado de sangue sobre o nariz enquanto alegava que estava tudo bem consigo. Um sorriso satisfeito não pôde evitar de surgir de seus lábios enquanto esfregava levemente as costas de Jongin.


— Bom trabalho.


— Pegou de raspão apenas, continua intacto, nenhum osso quebrado. - resmungou o moreno irritado.


— Suponho que você não esteja feliz por ter o machucado?


— Ah, Sehun… Eu queria que o nariz dele caísse no chão, não um simples sangramento.


— Como eu pensei.




A aula foi encerrada e depois que a maior parte das pessoas foram embora Sehun se dirigiu de volta para o vestiário em busca de um banho, mesmo sem ter suado uma gota. Depois de sair do chuveiro Sehun enrolou uma toalha em volta da cintura e se dirigiu para o armário onde estava seus pertences.


Você deve ser o famoso Oh Sehun.


Virando-se um pouco surpreso, Sehun acenou com a cabeça, reparou satisfeito o nariz enfaixado do outro - que já não parecia ser apenas um simples sangramento - e voltou a olhar para dentro de seu armário.


— Vejo que sou mais famoso por aqui do que eu pensava. E você é…? - questionou Sehun, mesmo sabendo de quem se tratava.


— Changwoo, eu e o Jongin nos conhecemos sabe… Temos um lance.


Virou-se novamente com uma falsa expressão de impressionado.


— Bem, tudo é uma questão de ponto de vista. - murmurou Sehun sarcasticamente. — E o que isso tem a ver comigo?


— Eu quero que você fique longe dele.


E por quê eu faria isso? -  riu Sehun fechando a porta do armário e andando em direção ao outro.


Porque se você não o fizer irá se arrepender.


— Era para ser uma ameaça? Não me sinto ameaçado. - disse Sehun tocando o ombro de Changwoo como se tivesse ouvido uma piada e em seguida sentou-se no banco que havia ao lado. — Quer um conselho? Fica longe de mim e do Jongin. É tudo o que tenho a dizer.


— Você? A única coisa que quero é o Jongin.


Changwoo caminhou rindo para fora do vestiário deixando um Sehun irritado e pensativo para trás.




Depois de se acalmar, vestir uma roupa e recolher suas coisas, Sehun caminhou para fora do vestiário em direção a saída e parou de repente ao ouvir um barulho. Virou-se em direção a uma sala com a porta encostada e olhou pela a brecha da porta em busca de ver algo, vendo Jongin chutando com força o saco de pancada suspenso enquanto murmurava baixinho.


— O que diabos você está fazendo? Quer fraturar seu pé? Você sabe que já se machucou vezes suficientes. - disse entrando na frente de Jongin segurando firme suas mãos.


— O que faz aqui ainda? Pensei que eu estivesse sozinho. - disse Jongin se desvencilhando das mãos de Sehun e sentando-se no chão com um suspiro frustrado.


Jongin ainda estava vestido em seu kimono, suor escorria pela sua testa e pescoço, seus pés estavam em um tom de vermelho devido aos chutes excessivos.

Sehun sentou-se na frente de Jongin o fitando com preocupação. Jongin sempre se culpa demais em meio a qualquer problema, mas ele raramente deixava transparecer que algo o incomodava, sempre sorria não importava a situação e enfrentava tudo de cabeça erguida.

Sehun puxou os pés de Jongin em sua direção e iniciou uma massagem suave, Jongin suspirou aliviado e se deitou no chão de olhos fechados apreciando o conforto em seus pés doloridos.


— Isso é tão frustrante, ele não me deixa em paz nunca! Eu apenas quero que isso acabe logo… - disse Jongin bagunçando seus cabelos.


— Ele realmente deve gostar de você, até me ameaçou. Não se preocupe tanto Jongin, logo resolveremos isso.


Jongin se levantou rapidamente com os olhos arregalados e encarou Sehun com espanto.


— Como assim ele ameaçou você?


Sehun apenas riu e se levantou rapidamente, estendendo suas mãos para o moreno levantar.


— Esquece isso, que tal você descontar um pouco dessa raiva em mim? Devo confessar que não pratico karatê há um bom tempo.


Jongin franziu a testa e olhou para Sehun divertido.


— Você está me pedindo para bater em você?


Sehun sorriu para Jongin enquanto tirava sua jaqueta, ficando apenas com uma camiseta branca e sua calça de moletom, em seguida retirou rapidamente seu tênis e tirou sua mochila das costas colocando-a fora do caminho.


— Não, você não faria isso, certo? - disse Sehun se curvando para frente um cumprimento respeitoso a Jongin que retribuiu rindo e fazendo o mesmo.


Jongin passou a se movimentar agilmente em círculos em volta de Sehun, sendo acompanhado pelo mesmo com a mesma destreza. Olhares intensos e sérios tomaram conta de ambas as faces enquanto buscavam por um momento certo para atingir o oponente. Sehun tentou derrubar Jongin com um chute em sua perna, mas Jongin era um faixa preta e não cometeria tal erro de principiante, nem mesmo Sehun. Jongin aproveitou o momento exato e acertou um chute na cintura de Sehun, mas Sehun foi rápido o suficiente e ignorou a dor súbita - puxando o corpo de Jongin em sua direção e mantendo a perna dele envolta de sua cintura.


— Sehun, isso não é uma luta justa! - protestou Jongin tentando soltar sua perna ainda imobilizada pela mão de Sehun.


Sehun podia sentir o cheiro de Jongin com a proximidade, mesmo suado seu perfume continuava ali presente. A linha de suor que escorria lentamente pelo seu pescoço bronzeado e sumindo dentro do kimono. Lembranças invadiam a mente de Sehun das várias vezes em que situações como essas entre os dois acabavam resultando em noites inteiras de sexo. Tentando escapar de seus súbitos pensamentos, Sehun soltou a perna de Jongin e o virou de costas para si, em seguida jogou seu corpo para trás e puxou o moreno pelo pescoço caindo ambos no chão. Sehun aplicou um mata leão sem muita força para que o moreno não desmaiasse ou se machucasse.


— Achei q-que estávamos lutando ka-karatê. - falou Jongin com dificuldade e tentando se desvencilhar do aperto.


— Você é um faixa preta em karatê e eu sou em jiu-jitsu, devíamos ser um casal e tanto aos olhos dos outros. - sussurrou Sehun bem próximo ao ouvido de Jongin que suspirava irritado.


— Sim. Eu também acho que nós FOMOS, no passado. - grunhiu Jongin virando seu punho em direção ao rosto de Sehun, acertando-o no nariz e fazendo com que ele o soltasse de imediato.


— Ai ai, droga!!!! Merda!!! Isso dói!!! Okay, você venceu!!!!


— Viu só? Eu posso vencer você Oh Sehun, mesmo você sempre usando seus truques… - comemorou Jongin em saltos e virou-se em direção a Sehun, notando que sangue escorria pelo nariz do mesmo.


Sehun? Ai meu Deus você está bem??? Dói? - perguntou Jongin em desespero.


Jongin correu em direção a sua mochila, pegou uma toalha de rosto limpa e voltou para perto de Sehun ajudando-o a ficar em uma posição sentada. Jongin inclinou a cabeça de Sehun para cima e colocou a toalha na frente para impedir a saída de mais sangue.


— Ai meu Deus!!! Respira pela boca por enquanto! Dói muito? Acha que quebrou alguma coisa? Me desculpa Sehun! Eu não tive a intenção de machucar tanto… Eu-…


— Tudo bem Jongin, não precisa de desculpar por algo que eu iniciei. Está doendo um pouco mas tenho certeza de que não quebrou nada, é apenas um sangramento mesmo. Pegue um pouco de gelo.


O moreno fez o que Sehun pediu e voltou com o gelo, envolvendo-o com uma toalha e pressionando sobre o nariz de Sehun. Sehun se ofereceu para manter a toalha pressionada sobre seu nariz, porém Jongin rejeitou. Depois de um tempo Jongin retirou a toalha e notou que o sangramento havia parado.


— Está melhor? Ainda dói muito? - perguntou Jongin ainda preocupado.  — E a sua cintura? - disse massageando o local em que havia o chutado.


— Eu estou bem Jongin.


— Não ouse se levantar daí!


Jongin correu novamente em direção a sua mochila, pegou um pacote de lenços umedecidos e uma caixa de band-aids, voltou a se colocar na frente de Sehun para analisar se estava tudo certo com o nariz de Sehun.


— Ainda bem que não quebrou nada! Agora pare de se mover que eu vou limpar essa bagunça.


— Certo Dr. Kim Jong-Sexy-In. - riu Sehun.


— Quer que eu quebre desta vez? Eu prometo que não vou errar. E eu não sou um Dr., não ainda.


— Opa, vou ficar quieto.


Jongin passou a limpar o resquício de sangue enquanto Sehun o observava em silêncio. A maneira que seus lábios formavam um “O” enquanto ele estava focado em alguma coisa era adorável de se olhar. Seus grandes olhos brilhantes, seu nariz, o cabelo rosado… Kim Jongin era mesmo de uma beleza única. Sehun quis rir pois o moreno nem sequer ligava mais para o fato de estar sentado em seu colo pela segunda vez em dois dias que haviam voltado a se falar.

Abrindo a caixa de band-aid, Jongin tirou de dentro dois e os colocou na frente do rosto de Sehun.


— Qual você prefere? Hello kitty ou Mickey? - perguntou Jongin em um tom que parecia ser sério.


— Isso é uma piada? - questionou Sehun soltando uma risada.


— Só tenho desses dois tipos, vamos Sehun, escolhe logo. - disse Jongin enquanto tentava não rir.


— Hello kitty, para combinar com seu cabelo lindo. - disse Sehun percorrendo uma mão pelos cabelos de Jongin ganhando um tapa em seus ombros.


— Ok. Eu sempre ando com esses band-aids personalizados, as crianças gostam mais. Hospital não é um lugar favorito para elas. - comentou Jongin colocando o band-aid em cima do pequeno machucado que ficou na ponte do nariz de Sehun.


— Gostou? - perguntou com um sorriso.


— Adorei. - sorriu Sehun em resposta.


O coração de Sehun acelerou ao notar o rosto do moreno se aproximar do seu, até sentir um beijo suave sobre seu nariz, em seguida de outro. O moreno iria dar um terceiro, mas mudou de ideia e afastou o rosto envergonhado e surpreso com sua própria atitude.


— D-desculpe. - riu sem graça.


— Acho que irei melhorar mais rápido então. - disse Sehun depositando um beijo na testa do moreno. — Obrigado.


Jongin olhou para a cicatriz que ficava na bochecha direita de Sehun e então naquele momento Sehun notou que o moreno lembrava muito bem dela.


Jongin se levantou lentamente, ajeitou sua mochila e caminhou em direção à saída, virando-se rapidamente para olhar para Sehun.


— Acho que machuquei narizes demais por hoje. Você… Você vai ficar bem?


— Sim.


— Te vejo depois então?


— Claro. Hey, Jongin..?


Jongin se virou novamente para fitá-lo.


— Nós vamos resolver isso juntos, não se preocupe tanto. Okay?


— Okay. - respondeu com um sorriso e fechou a porta.


Sehun voltou a se deitar no chão e sua mente vagou para uma lembrança de si com Jongin, quando ambos ainda eram um casal.




“— Como você machucou seu rosto dessa forma Sehun?”

“ — Foi durante o treino, não precisa ficar preocupado.”

“[...] — O primeiro beijo é porque agora está doendo. O segundo é porque eu quero que cicatrize mais rápido…”

“ — E quanto ao terceiro?”

“ — O terceiro é porque eu te amo.”

“ — Eu te amo muito mais Kim Jongin.”



Notas Finais


Eu que adoro qualquer coisa que tenha artes marciais, luta e porrada no meio... Mas não sou tão boa em escrever ação quanto eu queria e aqui estou eu tentando. :))))
[Jongin me dá um beijo também, quero sarar rápido que nem o Sehun. :( ]
Eu adoro cada interação desses dois e odeio o Changwoo com todo o meu coração.

Até o próximo capítulo. o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...