História As Mitologias - Capítulo 78


Escrita por:

Visualizações 36
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 78 - Ramses, o nômade egípcio.


P.OV~Autor

Após Léon e seus amigos se teletransportarem para o Egito, eles caminham até a delta do Nilo. Então ele se senta sobre um gramado e dá um suspiro, dizendo:

Léon: este deserto é o problema. A partir de agora não haverá mais deserto, senão pradarias.- diz, estendendo a mão fazendo que em todo o deserto do Saara crescessem pastagens com alguns arbustos e árvores. Além de estender o Rio Nilo por todo o continente.

Anaxandro: agora me sinto mais refrescado. Aqui é muito quente.- diz, enquanto se molhava com a água do rio.

Léon: agora que tem árvores, tem chuva.- diz, olhando para cima enquanto chegavam algumas nuvens que carregavam chuva.

Val: Meu Odin do céu, nunca senti tanto calor assim.- diz, removendo suas vestes mais grossas (seu casaco de pele).

Léon: se preparem. Pois a partir de agora vai fazer frio.- diz, enquanto a chuva caía com força.

Bruna: pelo visto a temperatura despencou agora....*pega seu termômetro, dado a ela de presente pela sua mãe*....Nossa, já tá fazendo 12 graus Celsius.- diz, enquanto se levantava do chão.

Léon: venham. Agora iremos para Menfis. Temos que encontrar um jeito de chegar no Palácio dos deuses egípcios.- diz, caminhando com eles para a direção de Tebas.

Anaxandro: Léon, não seria melhor usarmos algum cavalo ou animal alado pra nos levar?- diz, curioso.

Léon: até que não é má idéia.- diz, estrelando os dedos fazendo com que o Pégaso aparecesse no local.

Pégaso: olá Léon. Obrigado por me ressuscitar. Eu dei uma passadinha lá no bosque da Germânia e encontrei duas éguas bem gost....

Léon: modera a língua, tem criança Aqui.- diz, olhando para seus filhos.

Pégaso: ok, Ok. Mas voltando ao assunto, eu tive muitos filhos com essas éguas. Uma delas era um unicórnio. Agora olha só.- diz, assobiando para seus filhos.

Então um imenso número de cavalos alados e cavalos alados com chifres aparecem vindo na direção deles e Léon se impressiona dizendo:

Léon: olha, agora existe uma nova raça. A raça dos Pégasos e a Sub-Raça dos Uni-Pégasos.- diz, de forma irônica.

Pégaso: bom, meus filhos vão ajudar vocês. Podem montar no que quiserem.- diz, enquanto seus filhos batiam seus cascos no chão.

Léon: pessoal, montem neles. Falando nisso, seu nome agora será Konj.- diz, enquanto montava no Pégaso.

Konj: Konj. Muito bem! Gostei do nome.- diz, voando com Léon.

Então todos montam em seus respectivos cavalos e voam rumo à Menfis lentamente. Após alguns minutos eles finalmente chegam na cidade, onde estavam milhares de pessoas morando.

Quando eles sobrevoam a cidade, eles pousam em uma torre (a mais alta da cidade). Após descerem dos cavalos, todos se posicionam no centro da torre e Léon diz:

Léon: Konj, espere aqui. Em breve necessitaremos de vossa ajuda.- diz, descendo pelas escadas da torre.

Konj: pode deixar!- diz, batendo seus cascos no chão em forma de aprovação. 

Léon: *invoca a cabeça de Mimir*....Mimir, diga-nos onde podemos encontrar os deuses deste panteão.- diz, enquanto colocava a cabeça de Mimir em seu cinto.

Mimir: dentro de uma das pirâmides está um portal que leva até o Palácio de Amenófis. Nesse Palácio habitam os deuses egípcios. Em 3 dias haverá uma reunião entre os deuses egípcios, é a oportunidade perfeita para matar todos.- diz, enquanto o espartano descia as escadas.

Hati: pai, como vamos ir até lá? Pode ser qualquer uma daquelas pirâmides?- diz, seriamente.

Léon: Eu tenho uma idéia. Vamos descansar hoje aqui nesta cidade e amanhã iremos até lá. Pois qualquer uma dessas pirâmides também pode ter armadilhas.- diz, enquanto descia as escadas.

Após descerem alguns metros, um enorme escaravelho aparece e destrói aquela parte da torre pegando Léon entre suas presas. 

Anaxandro: Léon!- diz, enquanto ele e todos pegavam suas armas.

??????: você não entrará nos portões de Rá.- diz o escaravelho, pressionando com força Léon.

Léon: vamos ver se essas "pistolas" são boas.- diz, pegando uma de suas pistolas dando um poderoso tiro no tórax da criatura a qual retrocede devido ao tiro.

Hati: essas armas dos Anões são boas mesmo. Todo mundo pegue as suas e atirem naquele monstro.- diz, enquanto corria até o buraco feito na torre e disparava contra o escaravelho.

Após darem uma sequência de tiros contra o monstro, a criatura cai com força no chão e ocasiona que todas as pessoas da cidade corressem dali por medo. Então Léon e seus companheiros pulam na direção da criatura e imediatamente Léon abre as asas de Ícaro, pegando todos e pousando com eles próximos ao escaravelho.

Anaxandro: Eu gostei destas armas. Acho que seria bom se os espartanos tivéssemos uma dessas.- diz, dando um tiro no escaravelho.

Léon: continuem atirando, ele não vai resistir tantos disparos.- diz, enquanto eles atiravam contra a criatura.

Após darem 10 tiros contra o monstro, ele se transforma em um humano e corre dali, desviando dos tiros com dificuldades.

?????: aqueles malditos, me feriram demais.- diz, tocando em seu abdômen que sangrava dourado por ele ser um deus.

Léon: onde você pensa que vai?- diz, pegando o homem pelo ombro.

?????: maldito!!- diz, disparando uma bola de fogo no chão criando uma nuvem de fumaça que cega Léon por um instante.

Léon: volte aqui! Não seja covarde!- diz, dando um soco em uma rocha enorme destruindo-a pela raiva.

Hati: pai, não se preocupe. Encontraremos ele depois. O sangue dele é de ouro, eu consigo farejar.- diz, sorrindo para ele.

Léon: não. Deixe aquele covarde pra lá. Amanhã iremos até as pirâmides, guarde suas energias.- diz, seriamente.

?????: me desculpem, mas quem são vocês? Conseguiram enfrentar o escaravelho de Seth sem problemas.- diz, um homem levemente bronzeado com olhos azuis.

Léon: aquela coisa não era tão forte. Há muito tempo eu enfrentei um escorpião 3 vezes maior feito de diamante e ainda assim venci sozinho.- diz, seriamente.

??????: você é muito forte. Prazer, meu nome é Ramsés.- diz, apertando a mão dele amigavelmente.

Léon: Ramsés, você conhece algum lugar pra ficarmos?- diz, dando um suspiro.

Ramsés: sim, venham, eu estou em uma pousada aqui perto. Mas antes quero enfrentar-te para ver do que és capaz.- diz, pegando sua espada.

Léon: Eu não quero ter que te enfrentar. Enfrente Andrew, e você saberá o quão forte eu sou.- diz, cruzando os braços.

Andrew (pensando): por que sempre eu tenho que provar a força dos inimigos pro Léon?- pensa, dando um suspiro.

Ramsés (pensando): não pode ser, Eu não consigo entrar na mente deles. Será que eles são deuses?- pensa, engolindo saliva.

Andrew: vamos lá.- diz, preparando-se para a luta.

Então Ramsés tenta acertar um corte em Andrew, mas o deus da velocidade esquiva e reaparece atrás do Moreno, dando um chute em sua costa desmaiando-o. Após alguns minutos, o jovem acorda e diz:

Ramsés: C-Como eu perdi? Eu nem vi você me atacar.- diz, se levantando.

Andrew: a minha velocidade é infinita. Por isso ninguém pode me ver.- diz, sorrindo pra ele.

Léon: Eu sou mais forte ainda do que ele. Todos os que estão aqui presentes com exceção da Bruna, Val, Hati, Brenna e Nanda são mais fortes que ele.- diz, apontando para os demais.

Anaxandro: Léon é nosso rei.- diz, revelando para ele a hierarquia de Léon.

Ramsés: prazer, majestade. Eu me sinto honrado em conhecê-lo. Agora vamos ao meu alojamento.- diz, sorrindo para eles.

Então todos saem dali e caminham na direção do alojamento de Ramsés, sem saberem o que lhes esperava.


Notas Finais


Será que Léon conseguirá descobrir a identidade do homem que o atacou?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...