História Mommies - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Blackpink, Red Velvet, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Irene, Jennie, Jeongyeon, Jihyo, Jisoo, Joy, Lisa, Mina, Momo, Nayeon, Rosé, Sana, Seulgi, Tzuyu, Wendy, Yeri
Tags 2yeon, Michaengtzu, Mommy Kink, Saidahmo, Yuri
Visualizações 267
Palavras 897
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Provocation


— Dahyun... aquiete-se, por favor. — Momo pediu, sentindo a garota em seu colo se remexer inquieta.

As duas estavam sozinhas em casa. Sana havia saído a uma reunião com empreendedores e não voltaria tão cedo. Sozinha com sua pequena, Momo tentava assistir um filme. Tentava.

— Eu já disse, mamãe, eu quero que a senhora foda a minha bucetinha… — falou manhosa, se esfregando no corpo da maior e abraçando seu pescoço.

— Céus, o que aconteceu com você hoje, ein? Está inquieta e carente, mais que o normal. — disse, tentando não demonstrar que o que a coreana havia dito tinha mexido consigo. — Apenas assista o filme comigo, little. Não era o que você queria?

— Era só uma desculpinha pra ficar coladinha em você, mamãe. A verdade é que eu não quero assistir esse filme idiota. Eu quero quicar nos seus dedinhos. — a Kim puxou a mão da mulher que mordia os lábios, sem palavras. — Os longos dedinhos da mamãe…

Sem perder tempo pôs os dois dedos maiores da Hirai em sua boca, chupando-os como se fossem dois pirulitos.

— D-Dah… Droga. — seu rosto esquentou, vendo a garota travessa começar a rebolar no seu colo.

— Por favor, Momorin… eu quero tanto… — aproximou-se do seu ouvido, falando no tom mais manhoso possível.

A garota sorriu e retirou os dedos de vez da boca, apenas para beijar os lábios da mulher com vontade. 

— Eu não consigo dizer não para você, minha princesa. — Momo sorriu safada e apertou a bunda da loirinha, voltando a beijá-la em seguida.

[...]

— O que aconteceu, Dahyun?! — Chaeyoung perguntou, gritando, olhando a garota com espanto.

— De tanto que eu provoquei a Momoring, ela me arrombou todinha! — fez um biquinho.

Dahyun usava muletas. Havia atendido Chaeyoung e Mina em sua casa, e as duas namoradas não souberam disfarçar a cara de surpresa e espanto assim que a imagem da garota apareceu na porta. 

— Wow... — Mina murmurou, pensando no quão radical o sexo entre aquelas duas tinha sido. Imagine à três. 

— N-Não falem nada! — exclamou, envergonhada. — Apenas entrem. Eu vou chamar minhas mamães. — disse, abrindo espaço para as duas entrarem.

— Certo, certo. — Mina concordou, pegando na cintura da namorada após a saída da Kim. A mulher franziu o cenho vendo Dahyun conseguir subir as escadas, mesmo de muletas. Mas apenas deu de ombros. — Tá vendo? É isso que eu deveria fazer quando você me provoca ou desobedece. — sussurrou no ouvido da Son, a fazendo arrepiar-se dos pés à cabeça. 

— Me deixar sem andar, unnie? — perguntou, mordendo a boquinha carnuda ao virar o rosto e encarar os olhos castanhos da japonesa.

— Exatamente. — sorriu perversa, discretamente levando a mão para sua bunda e deixando um tapinha naquela carne macia.

— Safadeza na minha casa não, Myoui. — Sana apareceu, trajando um roupão de banho branco e descendo as escadas junto de Momo, que segurava Dahyun no colo estilo noiva. — É bom rever você novamente, Mina. — sorriu doce.

— Veja só se não é a mulher mais rica e poderosa que eu conheço?! — Mina exclamou, correndo para abraçar a outra japonesa. — Que saudade que eu senti de você, Shiba!

Momo deixou Dahyun no chão, a ajudando a se apoiar nas muletas.

— Isso é culpa sua, mamãe. — Dahyun sussurrou no ouvido da mulher. — Eu estou andando com essas coisas chatas e feias! Isso é chato! 

— Pode ser, mas quem me provocou foi você, meu amor. — Momo riu. — Mas o bom é que você pode pedir colo a hora que quiser, então tire esse biquinho do rosto antes que eu morda.

— Rum! — Dahyun tentou fazer uma cara brava, fazendo Momo rir com sua fofura. 

— Igualmente, Minari! — a mulher deu leves tapinhas em suas costas.

A Myoui se desfez do abraço, caminhando até Momo e quase a esmagando com os braços em volta do seu corpo, dizendo como estava com saudades da mais velha.

— Olá, tia Sana! Olá, tia Momo! — Chaeyoung as cumprimentou, abraçando cada uma após Mina soltar Momo do abraço sufocante. 

— Olá, Chae. — Momo deixou um beijinho carinhoso em sua bochecha, vendo Chaeyoung sorrir.

— Olá, Chaegie. Está mais alta ou é impressão minha? — Sana brincou, balançando os cabelos longos da pequena.

— Impressão. — Dahyun respondeu, segurando uma risada.

— Ei! — Chaeyoung reclamou, cruzando os braços.

— Obrigada por nos convidarem para o aniversário da Dahyun, meninas. Ficaremos muito feliz em ajudar vocês a arrumar os preparativos para a festa. — Mina falou.

— Conta outra, sabemos que você só veio para comer e a gente também precisava de alguém para ajudar com a decoração. — Momo disse, na cara dura.

Mina fez uma cara falsamente ofendida, sabendo que aquilo era brincadeira. Logo, as mulheres riram graciosamente. E então ficaram nessa, sentaram-se no sofá e logo colocaram assuntos em dia e conversaram como se não estivessem ficado separadas durante meses.

— E então, Mina, o que você trouxe de presente para o meu nenezinho? — Sana perguntou, após o assunto anterior terminar, vendo a caixa perfeitamente decorada ao seu lado.

A Myoui sorriu amarelo, pegando a caixa com as mãos.

— Algo simples. — começou, sorrindo minimamente com as próprias palavras. — Um vibrador.


Notas Finais


ta pequeno mas eu prometo compensar depois taok
bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...