História Mommy - Capítulo 53


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada)
Visualizações 493
Palavras 760
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vocês acharam que eu tinha desistido né... bem... acho que também pensei.
Tava meio tenso aqui pra mim.
Mas estou de volta e espero que ainda estejam aí.

Capítulo 53 - Cap 53


Pov's Regina



Estava pensando em fazer uma viagem.

Depois de tudo seria bom ter um pouco de paz e sossego.

Descanso merecido pra mim e minha garota. E, ok, minha irmã e cunhadas também mereceriam isso.

Planejar viagens nunca foi o meu forte, melhor seria deixar isso com Zelena. E foi o que fiz.

Talvez fosse minha falta de habilidade pra planejar viagens.

Ou talvez fosse a caixa de veludo que eu apertava insistentemente entre os dedos. A três dias eu tirava aquele objeto da gaveta da minha mesa. E a três dias o colocava de volta com medo.

Zelena já não aguentava mais minha covardia. Estou certa de que se tivesse a chance e eu demorasse mais um dia, ela pediria Emma em casamento em meu nome.

Certamente tanta insegurança era infundada. Mas essa sou eu sendo eu. Aparentemente segura e decidida por fora, mas por dentro o oposto. Principalmente se isso diz respeito a Emm.

Ela me ligou de manhã e disse que passaria em meu trabalho pra almoçarmos juntas. Disse que estava com saudades e várias coisas fofas que me fizeram sorrir feito uma tonta.

Será possível que depois de tanto tempo eu ainda estivesse apaixonada por ela?!

Eu digo, aquela paixão que me fazia sentir como uma adolescente boba.

E a resposta era sim. Eu soube quando ela entrou em meu escritório. Com seus olhos brilhantes e sorriso inocente por simplesmente me ver.

Ela parecia radiante, ela era toda a minha alegria, então percebi que todo aquele medo não devia estar em mim.

E ali, só eu e o amor da minha vida, eu soube que era o momento.

- Desculpa, eu não quero atrapalhar, mas estava com saudade. – falou correndo e sentando-se em meu colo.

Eu impulsionei um pouco a cadeira para trás lhe dando espaço e ela deitou a cabeça em meu colo, envolvendo seus braços em torno de mim.

- Tudo bem, querida, eu estava com saudades também. Estou feliz, que esteja aqui, preciso lhe falar algo.

Ela se afastou e me olhou assustada.

- Emma tá encrencada??

Eu arqueei uma sobrancelha vendo ela se encolher um pouco. E em seguida sorri e fiz cócegas.

- Não, princesa, você não está.

Acomodei ela na cadeira e me ajoelhei a sua frente ficando quase no mesmo nível.

- Emma, eu preciso que você seja uma menina grande agora, ok?! Por que o que vou dizer é muito sério.

Ela inspirou me olhando curiosamente. E em seguida assentiu.

- Tudo bem, Regina. Mas aconteceu algo?

- Sim. Acontece, Emma Swan, que esse relacionamento já não é mais suficiente pra mim.

- Como...como assim, Gina, foi algo que eu fiz?

- Bem...sim.

- Então é minha culpa. – ela abaixou a cabeça e eu pude ver seus olhos marejarem.

Levantei seu queixo com a ponta dos meus dedos e sorri.

- É sua culpa ser essa garota incrível e essa mulher maravilhosa que me apaixona todos os dias. Que faz meu coração transbordar de tal forma que já não cabe em mim tanto amor. Talvez por isso eu exalo ele até pelos poros e todos me dizem que vivo com cara de boba.

Ela sorriu ainda que confusa.

- Não é mais suficiente ter você como minha namorada. Eu quero que seja minha esposa, Emm. – acariciei seu rosto enquanto ela me olhava surpresa.

Então tirei a caixa da gaveta e mostrei as alianças.

- Se você me aceitar, prometo que essa é a última grande decisão que vai precisar tomar sozinha. Prometo cuidar de você e ser pra sempre a melhor esposa e melhor mommy que puder ser. Você aceita se casar comigo?

Ela pareceu perder as palavras, me olhou por alguns segundos e com o mais largo dos sorrisos acenou positivamente.

- Sim! Claro que sim, Regina.

Eu não cabia em mim de tanta felicidade.

Levantei e a abracei forte enquanto sentia uma lágrima escorrer por meu rosto.

Ficamos juntas por alguns minutos sem querer soltar, até que ela sussurrou algo em meu ouvido.

- Com licença, não vai me dar minha aliança.

Eu ri e me afastei.

- Ok, ok, me desculpe. – sorri e deslizei o objeto em seu dedo.

Ela ficou admirando por algum tempo e depois colocou a outra em meu dedo.

- Quando nos casamos?

- Bom, eu não sei ainda, querida. Vamos pensar sobre isso juntas, ok?

- Siiim.

- Parece que alguém está ansiosa.

Ela sorriu.

- O amor da minha vida me pediu em casamento. Então sim eu estou ansiosa.

E novamente eu estava sorrindo feito boba.


Notas Finais


Regina tão boba com essa insegurança dela.
Mas no final deu tudo certo!
Espero que tenham gostado.
Sdds 😍
Bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...