1. Spirit Fanfics >
  2. Mommy! >
  3. Segunda Temporada

História Mommy! - Capítulo 41


Escrita por:


Notas do Autor


Olá!!! Que saudades que eu estava de postar essa fic novamente! Mas saibam que eu demorei pois estava processando tudo na minha mente.

Bom, agora, aproveitem! ❤

Capítulo 41 - Segunda Temporada


Fanfic / Fanfiction Mommy! - Capítulo 41 - Segunda Temporada


                                     12 anos depois.


 

                    Mommy!




12 anos se passaram depois de todo o drama escolar de Sakura Haruno, as coisas tinham mudado ao passar dos anos, e mudado para melhor. Sakura, agora com seus 33 anos com sua casa própria e emprego fixo é muito mais feliz e grata que a Sakura de 20 anos. Sua filha, Sarada Haruno agora já é uma adolescente crescida de 16 anos estudante do segundo ano do ensino médio na escola Konoha, a mesma escola que sua mãe estudava quando mais nova. 

Com muita luta e esforço, Sakura conseguiu investir o suficiente para comprar sua própria casa e até mesmo um carro! Ainda trabalhava naquele escritório, nunca saiu de lá e amava o trabalho e nunca sairia, ao passar dos anos seu salário foi aumentando e Sakura soube muito bem como usá-lo. Ela tinha virado uma adulta e crescido assim como todos os outros. 

Quando terminou o ensino médio seus amigos se afastaram um pouco por conta de estarem ocupados com outras coisas mas mesmo assim ela guardava todos em seu coração. Sua amiga mais querida, Karin, se casou com seu namorado do ensino médio, Sasuke, aos 22 anos e teve sua filha chamada Aimy. Uma linda menininha de cabelos ruivos e olhos negros. 

Depois de tanto sofrimento e espera, Hinata finalmente namorou Naruto como sempre quis e teve seu filho um ano depois de terminar o ensino médio. Ele se chama Boruto e anos depois Hinata engravidou novamente tendo seu segundo filho, chamada Himawari, uma linda e doce menininha.  Sakura ficou feliz por todos seus amigos e foi a todos casamentos. 

Sakura não ficou triste pelo namoro e casamento de Naruto e Hinata, afinal, ela e Naruto nunca foram destinados a ficarem juntos. Depois do relacionamento com Naruto, ela nunca mais se relacionou com outro homem e nunca precisou disso. Era certo que algumas vezes a mesma saia a encontros mas não passava disso. Sakura nunca precisou de um amor assim. 

Era somente ela e sua filha adolescentes insuportável mas que tanto amava. 



                        •••



-  Não sei porquê, Karin... mas ela está insuportável esses dias. Não para de encher de perguntas sobre o pai dela, como ele era e tudo mais... eu estou me sentindo cada vez mais sufocada com ela e tenho medo que ela descubra algo e não me perdoe.  - Falei com Karin 

Estávamos nós duas na minha casa, sentadas no sofá. Era minha folga e Karin sempre vinha aqui para casa para conversamos um pouco. Sarada estava ainda no colégio e por isso podíamos falar sobre aquele assunto sem ter que cochichar.  

- Sakura, francamente... você não acha que seria melhor contar a verdade para ela? A reação dela não seria boa mas acho que ela não faria nenhuma loucura. Eu conheço sua filha e imagino como ela deve te irritar com essas perguntas. - Falou e rimos  

O marido de Karin, Sasuke, não sabia que Sarada era filha dele, para ele Karin abortou aquele bebê então se Sarada descobrisse a verdade, Sasuke também saberia e daria muita merda nisso tudo. 

Nós continuamos a conversar sobre assuntos aleatórios até escutarmos o barulho da porta abrir e Sarada entrar com a maior cara de mal humorada, era por causa da escola. Acho que ela puxou de mim esse ódio de ir para escola. 

Tirou os sapatos e colocou as chaves da porta em cima da mesa e caminhou até seu quarto. 

- Oi mãe, oi tia Karin. Como está Aimy? - Sarada perguntou antes de fechar a porta do quarto 

- Está bem querida! - E então o som da porta do quarto foi escutado e Karin riu  - Bom, Sakura. Eu já vou indo, a Aimy já deve estar desesperada atrás de mim. Ela odeia a babá. - Karin falou se levantando e pegando sua bolsa e eu me levantei também 

- Ah, claro. Qualquer dia desses eu vou lá para ve-la. - Falei caminhando com ela até a porta  -  Tchau, se cuida. Nos vemos logo.

Nos despedimos e fechei a porta. Karin agora era uma mulher e tanto, com seus 31 anos ela era pessoa muito forte e independente. Sasuke fez faculdade de advocacia e se tornou um famoso advogado e um grande rico, mais do que já era quando adolescente. E Karin se tornou professora de uma das melhores escolas do estado. 

Sai da porta e fui em direção ao quarto de Sarada, abri a porta e vi o lugar com as luzes apagadas e ela deitada na cama de um jeito relaxado e ri. 

- Sarada, vou em um restaurante para comprar nosso almoço. Você quer alguma coisa? - Perguntei e ela me olhou ajeitando os óculos 

- Um pai, talvez. - Respondeu bufando e eu sorri sem jeito  -  Sei lá, mãe. Trás umas batatas fritas, não quer que eu vá com você?  - Perguntou  eu neguei 

Fechei a porta, peguei minhas chaves e sai até o restaurante que não era tão longe. 



                       •••


Estávamos nós duas sentadas na mesa e almoçando o que eu tinha comprado, comíamos em silêncio até eu começar a falar. 

- Como foi a aula? Alguma novidade? - Perguntei e ela deu de ombros    -   Alguma matéria nova... algo que queira me contar?

- Não, foi normal. Tirando a parte que a Chocho comeu tanto doce no intervalo que acabou vomitando. Isso foi engraçado demais, mas foi só isso. - Respondeu   -  Hoje a tarde eu posso sair com ela? Falando nisso. 

- Pensei que tínhamos marcado para sair hoje, é minha folga, sempre saímos. - Falei séria, queria aproveitar o dia com minha filha 

- Ah mãe, deixa por favor... Eu sempre fico com você, só hoje por favor! - Pediu implorando e eu revirei os olhos, deixei que ela saísse. 

Terminamos nosso almoço e mandei que ela lavasse as vasilhas, com muitas reclamações ela fez. Eu não sabia o quão insuportável eu era até ver que Sarada se tornou adolescente, caramba, eles são muito chatos! Tenho saudades da minha menininha doce que me amava tanto, não que ela não me ame agora, só estou dizendo que ela mudou. 

Quando deu 15:00 Sarada saiu, falei pra ela voltar antes da 20:00 e avisei que eu não estaria em casa pois sairia para fazer algumas coisas e ela foi. Como hoje eu não estava com vontade de fazer muitas coisas, só dei uma passeada no parque, comi um lanche e depois fui até o mercadinho próximo para comprar ingredientes da janta. 

Enquanto eu escolhia alguns legumes e colocava eles dentro da sacola plástica, senti um empurrão não muito forte na minha cintura, olhei para o lado e vi um homem com um carrinho e quando ele notou o que fez se assustou e pediu desculpa. Eu conhecia ele de algum lugar, só não me lembrava de onde... 

- Oh, meu Deus! Mil perdões, eu estava tão distraído que nem te notei, me desculpe mesmo! - Pediu se curvando num pedido de desculpas e eu balancei meus braços para ele não se preocupar 

- Ah, não precisa se desculpar! Essas coisas acontecem, não se preocupe! - Falei rindo e ele suspirou aliviado 

- Espera, você é amiga de Karin, não? A esposa do meu irmão, Sasuke. - Perguntou 

Foi aí que eu acabei me lembrando quem era esse homem, ninguém menos que Itachi Uchiha. Eu me lembro da primeira vez que tinha o visto, foi numa festa que Sasuke deu e eu fui no banheiro e o vi se drogando e levei o maior susto! Ele está bem melhor do que daquela vez, não estava tão pálido e nem com olheiras profundas, parecia bem agora.

Também me lembrei que Karin me contou que a Polícia invadiu a casa dos Uchihas e os pais dele o expulsou de casa. Nossa, faz muito tempo isso... ele virou um escritor agora e parecia muito melhor. Usava terno bonito e elegante e seu cabelo ainda estava grande amarrado num rabo de cavalo baixinho. 

- Isso, sou sim! Você é o Itachi, né? Prazer, me chamo Sakura. -  Falei e ele sorriu apertando minha mão 

- Nossa, eu lembro de você na festa do meu irmão, faz muito tempo. Você foi no banheiro e eu estava lá usando cocaína... eram tempos ruins mas agora eu estou limpo e muito bem. - Falou sorrindo e eu fiz o mesmo   - Você está muito ocupada? O que acha de tomamos um café na lanchonete ali do lado? 

Pensei... a verdade é que eu não estava ocupada e ainda eram 18:00 então pensei que não faria mal e aceitei ir. Nos sentamos nas mesas do lado de fora e pedimos nossas bebidas. 

- Como você está? Parece bem diferente desde que te vi lá. - Falou tomando um pouco de seu café e eu sorri de canto 

- Bom, fazem 12 anos né... acho que era para eu parecer mais velha mesmo. E você, com quantos anos está? Ainda parece ter 25. - Falei e ele riu 

-  Você está bem, a idade não te prejudicou. Eu estou com meus 36 anos agora... E você deve ter uns 33, né? - Assenti com a cabeça   - Caramba... O tempo voa. E sua filhinha? Já deve estar uma moça, não?

- Ah... Ela está impossível, sabe como são os adolescentes. Ela já tem 16 , está me dando trabalho.  - Ele riu 

Conversamos por mais algum tempo até escurecer e as bebidas acabarem. Trocamos os números de telefone e cada um foi para seu caminho, Itachi se ofereceu para me levar até em casa mas eu recusei já que estava com meu carro. Quando cheguei vi Chocho e Sarada assistindo um filme de terror se abracando e morrendo de medo. 

Chocho me cumprimentou e eu comecei a janta. 



Notas Finais


Então é isso, se os próximos caps demorarem não se preocupem ❤

Cuidado com a saúde de vocês por causa dessa pandemia, lavem as mãos e usem álcool em gel e se possível não saiam de casa ❤.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...