1. Spirit Fanfics >
  2. Mommy (Jeon Jungkook) >
  3. Boas-vindas

História Mommy (Jeon Jungkook) - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Não me julguem pela bosta que eu fiz, pelo menos tentei

Capítulo 14 - Boas-vindas


Zoe



— Hey baby cheguei. — abro a porta e não encontro ninguém, onde ele pode estar. Vou subindo as escadas e entro no "nosso" quarto e vejo ele deitadinho de quatro na cama com um vibrador dentro dele. — Hummm já começando a brincadeira sem mim, baby?


— Mommy q-que bom que chegou. — gemi arrastado. — G-gostou da aaaaah da visão?


— Amei baby! — vou chegando mais perto e subo na cama. — Que tal você me mostrar o que ia fazer se eu não tivesse chegado? — falo perto de seu ouvido vendo ele estremesser, vou até o sofá de porte pequeno que tem em frente a sua cama e me sento.


Ele começa a movimentar o vibrador dentro dele de forma lentas profunda gemendo meu nome. Consigo ver sua bochechinhas vermelhinhas por conta do tesão.


— Hmm...... Mommy...... Aaaaaaah.... Isso bem as- Oh Mommy! — Ele acerta sua próstata só com essa cena fico molhada, me aproximo da cama novamente tirando a mão dele do vibrador e vou ditando o movimento.


— Baby, você gosta assim, hum? — movimento rápido e fundo em sua entradinha vermelhinha acertando sua próstata várias vezes.


— Oh.... Sim mommy bem assim. — ele começa a falar coisas desconexas e geme alto, sabendo que ele vai chegar no ápice viro ele de barriga pra cima tiro o objeto dele e começo a chupa-lo.


— Você não queria ver minha cara suja com sua porra? Então me suja com ela, baby. — volto a chupa-lo até que ele não aguenta mais e me suja com porra.


— M-mommy que bom que chegou, estava com saudades. — sua boquinha está vermelha junto de suas bochechinhas e ele está tentado regularizar sua respiração.


— A mommy também estava. — sento em seu colo o beijando. — Amei minhas boas-vindas de volta. — rebolo um pouco.


— Eu mommy não acha que está com muita roupa não? — segura em minha cintura.


— O que acha de tirá-las para mim? — ele assente e levanta minha blusa a tirando e beija meu pescoço em direção aos meus seios.


— Mommy, você tem que alimentar seu baby. — tira meu sutiã e chupa meu seio enquerdo, gemi arrastado. Ele desce sua boca fazendo uma trilha com a língua até o cós de minha calça a tirando e jogando para longe, ele abre minhas pernas ficando com a cabeça entre elas e a assopra por cima do tecido fino que tampa minha intimidade. Ele a tira jogando para qualquer lugar do quarto. — E agora você tem que dar leitinho pra ele. 


— Hoje não baby, hoje a atenção é só pra você. — ponho ele deitado na cama e vou atrás da minha caixa. — Kookie agora irei venda-lo.


— Amas por que mommy? É necessário? — faz manhã junto de um beicinho.


— Só fique quieto. — ponho a venda nele e me certifico que ele não está enchergando. Pego as algemas e prendo suas mãos as deixando em cima de sua cabeça. Pego o vibrador que antes utilizado e coloco no máximo e enfio em sua entrada.


— M-mommy. — gemi ao sentir o vibrador dentro de si. Vou para seu membro e começo a masturba-lo de forma lenta o deixando agoniado. — Não tortura mommy. — ora aumento ou pra diminuo a velocidade da minha mão, paro de masturba-lo e pego um anel peniano colocando em seu membro o impedindo de gozar. — Mommy Não faz assim. — fez manhã de novo, apenas o ignoro voltando ao meu trabalho. Pego no vibrador o movimentando lento e fundo encostando em sua próstata. — Mommy e-eu te odeio. — fala inerte ao prazer.


— Eu sei que me ama. — enfio fundo o objeto dentro de si e Jeon geme alto e manhoso, vou fazendo movimentos agora rápidos e fundos surrando seu ponto doce. Sei que ele quer gozar mas vou judiar dele só mais um pouquinho.


— Mommy deixa eu g-gozar. — choraminga.


— Não baby você me fez ficar necessitada com aquele áudio. — para de movimentar o vibrador dentro de si. Paro pra apreciar essa cena divina Jungkook com os cabelos todo bagunçados, com a boca e a bochecha vermelhas, com vendo, todo intregue e ofegante. Como ele consegue ser fofo até nesses momentos impuros? Fico mais molhada ainda. — Humm baby e-e sinto uma gotinha escorrer.


— Mommyyyyyy me solta. 


— Aaaaah baby, is-... Assim, oooh baby. — o provoco vendo ele ficar agoniado.


— Mommy, pelo amor. — tiro o anel peniano dele junto do vibrador e vejo ele suspirar aliviado. — Ufaa! — tiro a algema e destampou sua visão.


— Melhorou?


— Uhum. — sento em seu colo com força fazendo seu membro escorrer pra dentro da minha entrada, vou rebolando devagar.


— Nada de me tocar, hoje é só você. — tiro suas mãos de minha cintura e rebolo e sinto tocar no meu ponto de prazer. — Aaaah. — rebolo mais intenso em seu colo e sinto seu pau surrar meu ponto. — Isso baby bem oooh aí! — gemo em seu ouvido.


— Mommy-ah. — deixo segurar agora em minha cintura e ele dita a velocidade, agora fazendo várias vezes acertar meu ponto de prazer. Logo sinto algo me preenchendo e ele continua me estocando até que eu goze.

Caímos na cama cansados e com a respiração desregular.


Notas Finais


NÃO ME JULGUEM OKAY, EU NÃO SEI FAZER ESSE TREM
Eu sei que sou péssima nessas coisas
Bah noity


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...