História Mon Chéri-Vkook-Taekook - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Got7
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark
Tags Homofobia, Kookv, Namjin, Sugamin, Taegi, Taekook, Vkook, Vsuga, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 59
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem voltou... depois de quase um mês eu volto :')

Mas aqui está uma atualização muito triste de Mon Chéri :')

Até lá embaixo :3

Capítulo 4 - Je suis gay!


Fanfic / Fanfiction Mon Chéri-Vkook-Taekook - Capítulo 4 - Je suis gay!

Depois de me recuperar da crise de choro, apenas me deito e a acabo pegando no sono.


Quando o final de semana chegou, pensei que iria descansar, parar um pouco de estudar, apenas me distrair. Mas não, o final de semana fora muito cansativo, tanto que nem conseguia dormir pelo simples fato: MIN YOONGI ESTRAGA MINHAS NOITES!


O garoto não parava de me perturbar, o final de semana inteiro recebendo mensagens e ligações do moreno


Eu não aguentava mais!


Eram: "Tae, você está ansioso com minha chegada certo?" Ou "TaeTae se você não me buscar no aeroporto eu arranco teu pau e te faço nunca mais olhar para cara do Jeon, por que irei arrancar teus olhos também!" Tanto amor não?


O filho de uma mãe maravilhosa, só me deixou dormir apenas no domingo pois disse que me queria totalmente disposto para no outro dia, ir buscá-lo.



Me acordo um pouco tarde do que de costume, e bem atrasado 


Depois de me arrumar na correria, corro para a sala, dando de cara com meu terrível professor: Jung Hoseok 


—Posso entrar?-perguntei após abrir a porta chamando a atenção de todos os alunos, inclusive a do professor


—Essa é a segunda vez em menos de quinze dias que você se atrasa senhor Kim… você poderá entrar dessa vez, mas da próxima você vai direto para a sala da diretoria.


Assenti logo adentrando na sala, me sentando em meu lugar.


A aula estava um tédio, odeio as aulas do Jung pois ele é exigente demais.



~x~


Quando a aula finalmente acabou—ouvi um Amém?— podíamos descansar pois não teria mais aulas.


Eu e Jungkook fomos em direção ao nosso quarto, e começamos a nos arrumar. Quando terminamos saímos em direção ao salão de beleza onde iríamos finalmente trocar as cores de nossas cabeças.


—Que cor você acha que combina comigo?- perguntei após adentrar no salão— tem que ser BEM marcante igual a mim-sorrimos.



—Bom-Jeon inicia—Sempre gostei quando você estava com os cabelos negros… porque não volta?


—Acho uma ótima ideia!


Falei logo escolhendo o tom certo e mostrando para a atendente do local.


Nós dois pintamos os cabelos e… eu achava que era impossível, mas Jeon Jungkook está mais lindo, mais charmoso e muito mais gostoso como ruivo! Se ficássemos mais alguns segundos juntos, eu juro, que não iria me segurar e iria atacar os lábios do garoto.


Mas vamos com calma, muita calma.


Seguimos juntos -juntos até demais- para o aeroporto encontrar o grande- lê-se minúsculo- Min Yoongi também conhecido como destruidor de sonhos… literalmente 



~x~


Assim que chegamos, encontramos o garoto com mais cara de bunda do que o normal… se é que isso é possível.


Assim que o moreno nos viu, veio correndo para  me abraçar, choramos horrores quando finalmente sentimos o abraço um do outro.


Jungkook havia ficado com ciúmes, por eu estar abraçando o meu hyung mas tentou disfarçar, mas como um bom observador que sou, percebi de primeira.




—Estava com tantas saudades hyung!-falei me separando de seu abraço 


—Eu sei… também fiquei com muitas saudades sua-sorrimos 


—Ah… esse é o Jungkook-falei apontando para o citado— e esse é o Yoongi-sorri apertando suas bochechas 


—Prazer em conhecê-lo Yoongi!-Jungkook falou estendendo sua mão para o Min, sendo totalmente ignorado pelo mesmo 


—O prazer é todo seu!


Percebo o clima estranho que acabara de se formar no local, e imediatamente tentei quebrá-lo 


—Hyung onde está o Jimin?-perguntei olhando para o mesmo


—Ele veio primeiro, meu namorado é bem curioso, então quis vir antes para conhecer toda Coreia-sorrimos 


—Namorado?-Jeon pergunta 


—Sim! Namorado! Sou gay, algum problema… Jeon?-indagou 


Jungkook não falou nada apenas sorriu 



~x~


O caminho para a faculdade fora horrível. Jungkook ficava soltando "piadas" sobre a sexualidade do Min, e isso de certa forma me atingia e muito.


Frases provocativas, e muito ofensivas era oque mais me incomodava, se ele fazia isso com o Min que acabara de conhecer… imagina comigo que conhece a muito tempo?


— Je commence à m’ennuyer. S’il te plaît, arrête "Já estou ficando aborrecido. Por favor, para com isso "- o Min falava para mim em francês para que o Jeon em nossa frente não entendesse 


—Je vais voir ce que je peux faire Yoonie "vou ver oque posso fazer Yoonie"- falo me distanciando do Min, indo até o Jeon 


—Para com isso- inicio— o Yoon já está ficando com raiva 


—Porque defende tanto o Min?- escuto a voz da cobra, também conhecida como Lalisa— Não diz que você é igual a ele… ou é?


Percebo que a frase da garota atraiu muitos olhares dos estudantes daquela universidade oque me fazia ficar mais nervoso 


—Claro que ele não é gay Lisa!-Jungkook inicia— Você acha mesmo que Kim Taehyung seria gay?-sorriu como se aquilo que foi dito fosse a piada mais engraçada de todos os tempos— Claro que ele não é gay, ele é homem, um homem de verdade… certo hyung?-fala me encarando 


Naquele momento eu estava com nojo do Jeon, ele queria dizer que se eu fosse mesmo gay eu não seria mais homem? Perderia minha masculinidade? Nunca! Posso gostar de homens, mas mesmo assim não vou perder minha honra!


Apenas ergui minha cabeça e disse:


—Eu sou gay-falei num tom baixo


—Oque disse hyung?- o Jeon pergunta 


—EU SOU GAY!- grito, dessa vez atraindo ainda mais olhares.


Escutava frases como: "eu sempre soube que ele gostava de homens" ou "Nunca imaginei que o Jungkook andaria com um viadinho como esse". E outras frases que me deixavam muito triste mas nem por isso abaixei minha cabeça.


Mas o olhar que o ruivo obtia sobre mim, me fazia querer chorar muito.


—Eu disse Kookie-a loira inicia— eu disse que seu Taetae na verdade era o gayzinho dessa escola… vocês ouviram pessoal? O Taehyung gosta de ser arrombado-sorriram— sabe Tae? Eu tenho pena e nojo de você, nojo por você saber que… é errado homem gostar de outro homem… isso é feio e esquisito.


A mulher soltava as palavras como se fosse a coisa mais simples do mundo. Decidi olhar para o Jungkook, mas me arrependi. O garoto me olhava com um certo nojo assim como todos naquele lugar.


Começo a chorar, não sabia explicar o porquê mas eu apenas chorava, e muito.


—E a pena?-a loira continua— É porque mesmo sabendo que o Kookie está comigo, você realmente acha que ele vai virar igual você, e vocês irão viver com um lindo final feliz-sorriu— Mas isso nunca vai acontecer meu anjo, sabe porque? Por que o Jeon sabe oque é certo, e o certo é ser hetero.


A partir daí eu não ligava mais para as palavras da puta, vulgo Lalisa apenas pensava em quanto fui burro em me assumir em frente a universidade assim.


Depois que a garota terminou de falar, apenas escuto algumas palavras do Jungkook, mas não entendia. Eram palavras soltas e sem nexo, até que o garoto começa a gritar e eu começo a recuar.



—Taehyung para com isso! Tira essa ideia da cabeça! Tenho nojo de você!



A cada palavra proferida contra mim, era um pedaço do meu coração sendo pisoteado da pior forma possível 



-Kookie para, por favor.... Eu não tenho culpa de ser quem sou-Falava em meio aos soluços- Por favor não me julgue.



O Atualmente ruivo, para de falar e simplesmente sai, sem me ajudar, sem olhar para mim, sem me defender.... isso tudo machucou, machucou por saber que o Jungkook não sente o mesmo por mim.... por saber que ele simplesmente odeia a minha pessoa pelo simples fato de eu  ser gay.



~x~


Quando vi o ruivo indo embora, enxuguei minhas lágrimas me levantando e saindo do local.


Continua???




Notas Finais


Hey anjos, oque vocês estão achando de Mon Chéri? Comentem aí :3

Vou tentar voltar cedo :')



Vocês curtem Blackpink? Então dêem uma olhadinha no meu projetinho dedicado as meninas, venha ser uma estrelinha!
https://www.spiritfanfiction.com/perfil/universebp

Bye :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...