História Mon rêveur doux et amer - Swap Vampire Verse - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Error Sans, Flowey, Frisk, Grillby, Ink Sans, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Aus, Eraser, Errink, Freshy, Halluciv, Marvul, Mr Jam, Nightcross, Paperfresh, Reboot, Swap Vampire Verse, Vampire Verse, Xcellence
Visualizações 115
Palavras 490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eee eee, mais uma história pra eu criar e deixar em Hiatus, viva! Kjkjkj, brincadeira ;v; capa de capítulo aleatória mesmu, ou não, num sei

Bem, eu tava pensando ultimamente em criar algo parecido, que envolvesse universos diferentes mas com os mesmos personagens. Aí me veio essa ideia maluca de Swap Vampire Verse. Não vejo muitas fanfics sobre estes personagens, então decidi criar a minha própria.

Enfim, boa leitura ae! :3

Capítulo 1 - Prologue - Livraison de peintures


Fanfic / Fanfiction Mon rêveur doux et amer - Swap Vampire Verse - Capítulo 1 - Prologue - Livraison de peintures

The Prologue

The Village, 6:00 horas,casa de Décrit, biblioteca

— Allez, papa, je suis en retard! (Vamos, pai, irá se atrasar!) — A voz de meu filho, fina e aguda, ecoa pelos cantos do quarto, ele ficava me dando umas sacudidas para que despertasse de meus pesadelos. 

Dou um sorriso singelo e retribuo um abraço carinhoso, depositando um beijo estalado em sua testa e caminhando até a estante com livros, guardando um velho de capa dura. Ele literalmente escorregou para perto de mim e me cumprimentou com um sorrisinho sapeca, abraçando os meus pés e fazendo beicinho.

 Je pensais que nous allions commencer la classe d'art aujourd'hui, pas demain! (Pensei que fôssemos começar a aula de artes hoje, não amanhã!) — Resmungou fazendo mimo, neguei com a cabeça e rolei as órbitas levemente para um lado, ajeitando a sua boina  rosa-preta escorregadia.

— Vous savez que non. Nous ne commencerons demain, je suis occupé avec les clients dans le magasin. Ah Rapide, tu n'es pas encore si petit, mon amour ... (Você sabe que non. Só começaremos amanhã, estou ocupado com os clientes na loja. Ah Rapide, já non és mas tão pequeno mon amour..) — Murmurei carinhoso, tentando o fazer desgrudar-se de mim.

Ele apenas inspirou fundo e afastou-se mal humorado, saindo e batendo a porta com força quando se retirou. Oh mon dieu, acho que mimei meu filhote até demais. Ele se tornou tão arrogante da noite pro dia, temo que este comportamento seja sua ruína! Afasto taís pensamentos e volto a me concentrar em meus afazeres, encomenda de quadros hoje e pinturas amanhã Décrit.

— Certo. Eu encomendo os quadros, e compro novos pincéis. Estes já estão desgastando-se mesmo.. — Falo comigo mesmo, logo minha atenção é voltada para um quadro coberto com um pano branco na parede. — Mon ducex.. Quanto tempo se passou, non foi? Sinto saudades... — Suspiro, deitando a cabeça na superfície dura da mesa e pondo-me pensativo.

Já que estou com tempo livre, porquê non escrever uma carta? Cartas aliviam as minhas pequenas angústias. Pego o pote com tinta e uma pena, enfiando um pouco da pena no pote e escrevendo no papel de pergaminho:


"As coisas poderiam ser diferentes?





Ela poderia estar meu lado agora, feliz e contente?....





Non me arrependo de nada, non me arrependo de ter Rapide forte e saudável ao meu lado..






Só que...






Queria non ter escolhido entre vocês dois...





Queria ter os dois do meu lado, ao mesmo tempo...





Durma em paz mi chérrie Pallidum





Ass; votre bien-aimé et doux bitter , Décrit .. "

Finalizo a carta e coloco de volta a pena com tinta no pote, embrulhando a carta e a deixando em um canto abandonado da mesa. Estas foram as lembranças de uma vida passada, estou caminhando para uma trilha sem volta, para um futuro incerto mas meio certo. E, mesmo com medo e temeroso, eu irei continuar está trilha. Rapide está comigo, eu sou sua única família que restou.. Vou cuidar dele Pallidum, eu prometo..


Fim do prologue


Notas Finais


Hoi¡, espero que tenhas gostado do capítulo! :3 Se tu gostou, comenta cachoeira c: ou naum, num mando na tua vida mesmo :P


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...