História Monalisa - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Guilherme&santiago, Originais, Romance
Visualizações 86
Palavras 1.181
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá, meus amores!!
Como estão?
Prontos para o primeiro capítulo? Então bora ler...

Capítulo 2 - Quem É Você?


Mais uma noite sem dormir. Mais uma noite de insônia. Assim eram as noites de Guilherme desde o último dia vinte de outubro. Motivo? Uma garota. Sim, uma garota. Jovem, bonita e com um olhar angelical. Ele não a conhecia. Não sabia seu nome e nem sequer onde morava, mas seu olhar doce havia lhe chamado à atenção. – Quem é você, hein? E porque me faz pensar tanto naquele show? – Guilherme se perguntava enquanto caminhava pelo quarto. Há praticamente um mês ele não dormia direito.

Sem conseguir dormir, o sertanejo decide sair do quarto e descer até a cozinha. Talvez se comesse algo, seu sono voltaria. Não demora muito e Guilherme já na cozinha, opta por tomar somente um copo de leite. Seus pensamentos voltam para o dia vinte de outubro. O dia do show que não saiu mais de suas lembranças.

Era mais um dos vários shows que a dupla Guilherme & Santiago faziam na cidade de Gravataí no Rio Grande do Sul. Cidade esta que Guilherme estava morando. Após sua separação, havia decidido morar em algum lugar mais calmo e escolheu o estado gaúcho para tal feito. Estava apaixonado pela cidade. Aquela noite era pra ser somente mais uma noite de show, mas o olhar de uma garota havia mudado completamente seus pensamentos.

Aparentemente, ela se encontrava ao lado de uma amiga e timidamente cantava as músicas do show. Por ironia do destino, ambas se encontravam bem na frente do palco, que obviamente dava para se ver de cima do mesmo. Seu olhar era angelical, doce... Um olhar de uma menina pura e inocente. Coisa que hoje em dia já não mais se encontrava.

Guilherme notou que em uma determinada canção, seu olhar mudou. Seu rosto ganhou um tom extremamente avermelhado e a tal amiga morria de rir de sua cara. Ele só não conseguia entender o porquê. A música que estava sendo cantada era Monalisa, uma música romântica e apaixonante.

Curioso e intrigado com aquele doce olhar, Guilherme encara a garota ao mesmo tempo em que canta o refrão da música.

Minha Monalisa, amor da minha vida.

Te beijar na torre Eiffel é o que eu sempre quis.

Minha Monalisa, amor da minha vida.

Te beijar na torre Eiffel é o que eu sempre quis.

Nós dois em Paris.

Guilherme cantava encarando aquela jovem cujo nome não fazia a menor ideia de qual seria. Mas não precisava saber disso. Claramente, ela era mais uma de suas fãs. Ele se importava com elas, isso era lógico. Afinal, elas é que faziam a dupla ser reconhecida e fazer sucesso. Sem fã, um artista não é nada. E ele agradecia imensamente pelo carinho que recebia de todos que o admiravam e admiravam seu irmão. O fato é que aquela garota em especial havia lhe chamado a atenção. Sua beleza era algo raro. Apesar de ser um show à noite, ele ainda conseguia olhar para o público e como a garota estava bem em sua frente, dava para vê-la sem nenhum empecilho.

Seus olhos eram castanhos e tinham um brilho que contagiava a todos. Sua timidez era o que mais lhe encantava. Aparentemente, ela morria de vergonha de estar na frente do palco. Muitos fãs adorariam estar em seu lugar, afinal, poderiam ficar cara a cara com seu ídolo, mas ela... Ela não parecia tão feliz assim. Cantava as músicas sem nenhum problema, mas seus olhos sempre desviavam quando Guilherme lhe encarava. Tímida por estar frente a frente com ele? Isso era mais que óbvio. Seu olhar demonstrava isso.

Guilherme nota que a tal amiga que estava com ela lhe diz algo no ouvido e se afasta a deixando sozinha. Ele quase riu enquanto cantava e observava a jovem olhando para todos os lados, extremamente tímida. Ainda existiam pessoas assim? Ainda existiam jovens assim? Bom, existiam sim e essa garota era a prova viva disso.

Por uma fração de segundos, seus olhos cruzam finalmente com os da jovem e o sertanejo sorri. Um sorriso calmo e apaixonante. É retribuído após alguns segundos com um sorriso tímido e doce. Como precisava seguir o show, Guilherme desvia seu olhar e volta a cantar, agora se aproximando de seu irmão. Enquanto o instrumental de uma das músicas toca, o homem sussurra algo no ouvido do irmão. – Presta atenção nessa garota que está bem aqui na nossa frente.

- O que tem ela? – Santiago pergunta já encarando a garota que mexia num celular, alheia aos olhares do cantor.

- Depois te falo. – Guilherme sussurra rapidamente voltando a cantar logo em seguida. Ele nota que a amiga da garota volta e a jovem respira aliviada. As duas cochicham algo e a tal amiga sorri de um jeito malicioso para ela que revira os olhos e baixa o olhar. Guilherme nota o rosto da mesma ficar vermelho mais uma vez e sorri.

O show finalmente termina, mas antes de sair do palco, Guilherme encara uma última vez a jovem e sorri. Seu sorriso novamente é retribuído de um jeito tímido e contido. Ele então, juntamente com Santiago, se dirige para o camarim para atender fãs e a imprensa. Guilherme se encontrava ansioso para receber seus fãs. No fundo, ele queria que a jovem de olhar doce e angelical tivesse sido uma das selecionadas para lhe conhecer. Mas isso não aconteceu. Ela não havia sido selecionada. Ele nunca mais a veria. Nem sequer sabia seu nome. O que mais lhe intrigava era o fato dela ter ficado tão vermelha ao escutar Monalisa. Será que ela conhecia alguém com esse nome? Perguntas e mais perguntas se formavam na cabeça do sertanejo.

- Vem cá, porque você me disse pra ficar de olho na garota que estava na frente do palco? – Santiago pergunta ao irmão ao se ver sozinho com ele no camarim.

- Por... Por nada. Só... Só fiquei curioso pra saber quem ela é.

- E porque?

- Não sei, Santiago. O fato é que eu fiquei... Encantado por ela. Não sei te explicar.

- Sei... Bom, ela provavelmente deve ser mais uma de nossas fãs.

- É. O pior é saber que talvez nunca mais a encontre...

Guilherme volta para o presente e sorri pensando na garota que ele nem sequer sonhava que se chamava Monalisa. O que ele também não sabia é que a mesma garota que ele tinha em seus pensamentos, também o tinha nos dela. Sim, Monalisa também sonhava com Guilherme. Ela também pensava nele. Principalmente em seu olhar dirigido a ela com um sorriso. Sorriso este que não mais saiu de seus pensamentos. – Chega de pensar nisso, Monalisa! Ele... Ele só te olhou como olhou pra todos que estavam na frente do palco. Você é apenas uma fã. Uma pessoa que ele não conhece. Pare de fantasiar coisas! – Monalisa fala se recriminando por pensar em Guilherme.

............................

Após tomar o copo de leite, Guilherme volta para o quarto e senta na cama ainda pensando em Monalisa. – Quem é você? E porque não sai da minha cabeça? – O sertanejo fala e se ajeita para dormir, ainda com o olhar doce de Monalisa em seus pensamentos.


Notas Finais


Gostaram? Odiaram?
Mereço comentários?
Guilherme está mesmo decidido a encontrar Monalisa. Mas... Será mesmo que ele irá conseguir encontrar a dona dos olhos doces e angelicais?
Vejo vocês no próximo capítulo.
Até mais...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...